terça-feira, 30 de novembro de 2010

Política

Deputados do PS eleitos pelo círculo de Santarém destacam investimento do PIDDAC para o distrito
Os deputados do PS eleitos pelo círculo de Santarém sublinharam hoje o investimento do PIDDAC no distrito na área da educação, considerando-o “superior a todos os PIDDAC de todos os governos dos últimos 15 anos”.
Em comunicado, os deputados socialistas frisam que está em curso um investimento superior a 100 milhões de euros no âmbito do Programa de Modernização das Escolas do Ensino Secundário, elencando ainda outros investimentos em curso na construção de centros escolares (63,5 milhões de euros) e na construção da Escola Superior de Desporto de Rio Maior (15 milhões de euros).
Além dos investimentos na edução, os deputados do PS de Santarém elencam ainda várias obras em curso nas áreas das rodovias (caso do Itinerário Complementar 9) e na construção de instalações para forças de segurança, exemplificando os casos das esquadras de Ourém e Cartaxo, o novo posto da GNR de Alcanena e o novo quartel do comando distrital da GNR em Santarém, cujas obras perfazem 5,2 milhões de euros.
Os deputados socialistas destacam também o investimento do Governo na construção dos quartéis de bombeiros em Abrantes, Coruche, Samora Correia, Ourém e Caxarias - obras orçadas em mais de 5 milhões de euros a realizar em 2011 -, a construção de três Lojas do Cidadão (Santarém, Ourém e Abrantes) – com investimento previsto de 2 milhões de euros - e a construção de dois centros de saúde em Fátima e Riachos (Torres Novas) – que custarão cerca de 1,5 milhões de euros.
No comunicado, os deputados afirmam que o Orçamento de Estado para 2011 representa “um grande esforço e coragem política do Governo do PS” e elogiam o que dizem ser “a atitude responsável e credível” que o PSD teve no Parlamento ao não votar contra o Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC).
Quanto à posição dos deputados do PSD eleitos pelo distrito de Santarém, que criticaram a redução do investimento do PIDDAC para a região, os deputados socialistas dizem que estas críticas “partem de premissas e argumentos passadistas e que demonstram à exaustão serem falsas”.
Os parlamentares do PS eleitos por Santarém anunciaram também que vão questionar o Ministério das Finanças sobre o estado e o valor dos investimentos previstos pelo Governo para o distrito.
-----------------------------------------------------------------------

Eventos


Teatro Sá da Bandeira em Santarém recebe concerto de Jorge Palma
O músico e compositor Jorge Palma vai estar em Santarém, no dia 4 de Dezembro, para um grande concerto no formato "Acústico", às 21h30, no Teatro Sá da Bandeira. O músico vai estar no palco com Gabriel Gomes no acordeão e Vicente Palma na guitarra.
Como alguém um dia disse, “em Jorge Palma sobressai a capacidade de redescobrir a música, de criar uma forma atraente, de exibir sentimentos, explorar emoções, e cativar sempre mais gente, a acompanhar a sua solidão junto ao piano, num misto de querer estar só, mas com todos os outros”.
O preço dos bilhetes para o concerto de Jorge Palma é de 10 euros e podem ser adquiridos no Teatro Sá da Bandeira.
-------------------------------------------------------------------------

Eventos


Freguesia de Bugalhos organiza “1º Festival do Chícharo”
A freguesia de Bugalhos, no concelho de Alcanena, vai organizar no próximo fim-de-semana o “1º Festival do Chícharo”.
O evento tem início esta sexta-feira, prolongando-se até ao próximo domingo. O certame vai contar com stands de artesanato, animação musical e também com excelentes ementas daquela iguaria.
--------------------------------------------------------------------------

Cultura

Núcleo de Arte de Riachos apresenta Exposição de Artesanato
No próximo Sábado, dia 4 de Dezembro, às 14horas, o Núcleo de Arte de Riachos vai inaugurar na “Garagem do NAR” uma Exposição de Artesanato.
São cerca de quinze artesãos que irão expor uma grande diversidade de trabalhos onde se incluem as suas últimas criações.
O evento que é o primeiro de muitos que se irão realizar neste novo espaço cultural. Esta mostra poderá ser visitada todos os dias das 14h00 às 20h00 até ao dia 22 de Dezembro, na Rua Dr. José Marques, Nº16 - Pátio (junto à Oficina d'Arte), em Riachos.
-----------------------------------------------------------------------------

Cultura


Artes vão estar representadas em exposições na cidade de Ourém
Três exposições sobre fotografia, pintura e imprensa, vão ser inauguradas, no próximo sábado, em Ourém, em três locais distintos.
Nos Paços do Concelho, a exposição de fotografia “Sensibilidades” irá ficar patente até 02 de Janeiro. Trata-se de uma mostra de 25 fotógrafos da região, acompanhada por três nomes oureenses: Nuno Abreu, Paulo Vaz Henriques e Pedro Gonçalves.
Pode ser visitada nos dias úteis das 09 às 17h00.
Na Galeria Municipal, situada na zona histórica, será inaugurada a exposição de pintura de José Eliseu e Sérgio Eliseu, uma mostra direccionada para o paisagismo, que ficará patente até 02 de Janeiro. Pode ser visitada de terça a domingo das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.
“A Idade do Ouro da Imprensa do Norte do Distrito de Leiria”, de Margarida Herdade Lucas e Miguel Portela, pode ser vista na Biblioteca Municipal de Ourém até 07 de Janeiro. Disponível nos dias úteis das 09h00 às 18h00.
Saliente-se que as entradas nas três exposições são gratuitas.
----------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Empresas

Empresa Renova apresentou novo edifício de apoio ao complexo fabril
A Renova apresentou hoje o novo edifício de apoio ao seu complexo fabril, em Torres Novas, um investimento de 1,5 milhões de euros que integra cantina e balneários, disse à agência Lusa o presidente da empresa.
Paulo Pereira da Silva afirmou que o investimento, programado há cerca de dois anos e concluído há uma semana, teve como objectivo “aumentar o bem-estar das pessoas que trabalham na Renova com o fim último de aumentar a produtividade de toda a gente”.
Defendendo que “país precisa de aumentar a produtividade”, o responsável acrescentou que subjacente à elaboração do projecto esteve o objectivo de que o edifício “fosse o mais simpático possível para os colaboradores da empresa”.
Realçando a “sustentabilidade” do edifício do ponto de vista energético, cuja construção é “minimalista”, Paulo Pereira da Silva salientou ainda que o espaço não se assemelha a “uma cantina pura e dura”.
De acordo com a empresa, o novo edifício proporciona aos trabalhadores “condições de excelência para as suas pausas laborais”, cujo “design com irreverência” criou “uma atmosfera cosmopolita, confortável e tranquilizadora”.
No caso da cantina, que pode ser utilizada em simultâneo por 200 trabalhadores – a Renova tem cerca de 600 -, a sala está dividida em duas zonas, uma para ‘self service’ e outra para refeições, e nas suas paredes brancas é possível ver alguns dos projectos artísticos da Renova.
O edifício, localizado dentro do perímetro industrial da Renova, tem uma área útil de 1300 metros quadrados e uma esplanada interior.
A Renova é uma marca europeia de produtos de grande consumo no segmento de papel tissue e está presente nos cinco continentes.
Assumindo-se como líder no sector em Portugal, a empresa tem como principais produtos artigos descartáveis em papel, de uso doméstico e sanitário, como papel higiénico, rolos de cozinha, guardanapos, lenços de bolso, lenços faciais e toalhas de mesa.
A marca está igualmente presente em artigos de higiene feminina, toalhetes humedecidos, e papéis de embalagem, de impressão e escrita.
*Lusa
---------------------------------------------------------------------------

Política


Federação Distrital do PS organiza “Fórum Carlos Cunha” em Alcanena
A Federação Distrital do Partido Socialista vai organizar este sábado, dia 4 de Dezembro, a partir das 14h30m, no Cine Teatro S. Pedro em Alcanena o “Fórum Carlos Cunha”.
Integrado no encontro, vão ser discutidas várias moções que não foi possível serem discutidas e votadas no Congresso da Federação Distrital que decorreu a 23 de Outubro em Benavente.
-----------------------------------------------------------------------

Cultura


Assinado protocolo entre Município e o Marquês de Abrantes para depósito do espólio documental no Arquivo Municipal
O espólio documental da casa dos marqueses de Abrantes foi formalmente depositado no Arquivo Municipal Eduardo Campos, após a assinatura de um protocolo entre a Câmara Municipal e o actual marquês de Abrantes, José de Lencastre e Távora.
A assinatura do protocolo realizou-se no passado dia 26 de Novembro, no encerramento das Jornadas de História Local, na Biblioteca Municipal António Botto.
O espólio contém uma vasta documentação que vai desde o século XV a finais do século XX, tratando de vários assuntos. São documentos referentes a bens da casa de Abrantes; estudos inéditos; geneologias; inéditos literários; atribuições de títulos; documentos referentes a assuntos militares; documentos reais (originais e cópias), com destaque para documentos escritos por D. Miguel I; cópia em Latim do Foral de Abrantes; documentos referentes às igrejas de Abrantes; cópia do contrato celebrado entre a Rainha D. Maria II e a armada Britânica, entre outros.
A Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque, agradeceu à família por disponibilizar este espólio à comunidade abrantina e sublinhou a importância da documentação para os historiadores locais.
José de Lencastre e Távora regozijou-se pelo facto do espólio da família passar a estar à guarda do Arquivo Municipal de Abrantes salientando o facto de ficar “preservado” e de estar à disposição dos investigadores e da comunidade.
-------------------------------------------------------------------

Empresas


Empresa “Águas do Ribatejo” investe mais de quatro milhões de euros em saneamento básico e abastecimento de água nos concelhos de Almeirim e Alpiarça
As obras dos sistemas de abastecimento de água e saneamento nos municípios de Almeirim e Alpiarça, avaliadas em mais de quatro milhões de euros estão praticamente concluídas e os novos equipamentos e infra-estruturas entram em funcionamento no início de 2011.
O anúncio foi feito pelo director-geral da empresa, José António Moura de Campos num seminário realizado em Almeirim. O responsável da empresa falava perante dezenas de alunos das Universidades Seniores de Almeirim e Alpiarça num encontro que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Alpiarça, Mário Pereira e do vereador José Carlos Silva do município almeirinense.
A nova ETAR Almeirim/Alpiarça está equipada com os mais modernos sistemas de tratamento de águas residuais. A obra realizada nos últimos nove meses, inclui as estações elevatórias de Alpiarça e Casal dos Gagos; Fazendas de Almeirim, Frade de Cima e Frade de Baixo e o emissário e sistema elevatório da Zona Industrial de Alpiarça. A intervenção global custou cerca de 3 milhões de euros e está programada para servir uma população de 25732 habitantes nos dois concelhos.
Com a entrada em funcionamento da ETAR, os “esgotos” deixam de ser lançados para as linhas de água sem tratamento com uma melhoria significativa do ambiente e da qualidade de vida das populações.
Também na área do abastecimento de água, estão em fase de conclusão as obras nos sistemas de abastecimento de Alpiarça e Fazendas de Almeirim/Frade de Cima. A intervenção custou 1,7 milhões de euros e incluiu os novos reservatórios de Alpiarça, Casalinho, Fazendas de Almeirim e Paço dos Negros; os sistemas elevatórios e cerca de 20 km de conduta adutora.
A empresa prevê que esta obra fique concluída até ao final de Dezembro, com excepção do reservatório de Paço dos Negros cuja conclusão está dependente do desvio de uma linha de energia eléctrica por parte da EDP, prevendo-se a conclusão da obra dois meses após a concretização do desvio.
Com estas intervenções será possível garantir uma melhoria significativa na qualidade dos sistemas de abastecimento de água de Almeirim e Alpiarça. O número de roturas será reduzido e a capacidade de reserva dos depósitos aumenta de forma significativa garantindo o abastecimento quando existem avarias ou anomalias no sistema.
As obras em fase de finalização nos municípios de Almeirim e Alpiarça inserem-se num plano de investimento de 131 milhões de euros que a “Águas do Ribatejo” prevê realizar nos sete municípios accionistas da empresa após a entrada de Torres Novas onde irão ser investidos 30 milhões de Euros.
As intervenções em curso empregam mais de duas centenas de trabalhadores e estão a dar um contributo importante para o desenvolvimento económico das localidades onde decorrem os trabalhos.
---------------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Santarém organiza Passagem de Ano em três zonas da cidade
A Câmara Municipal de Santarém volta a organizar um programa de passagem de ano de 2010 para 2011, do qual se destaca o espectáculo dos finalistas do programa “Ídolos” da SIC.
Em comunicado, a empresa municipal de cultura, a Cul.Tur, anunciou que a noite de passagem de ano vai dividir-se por três zonas da cidade: o Largo do Seminário (Praça Sá da Bandeira), o Largo de Marvila (Praça Visconde Serra do Pilar) e o Jardim da República.
O concerto dos finalistas do “Ídolos” tem lugar no Largo do Seminário, a partir das 22:30. Após este espectáculo, está marcada a actuação de DJ’s no mesmo espaço. A Orquestra Santos Rosa estará a tocar durante toda a noite no Largo de Marvila.
O habitual fogo de artifício de passagem de ano será lançado a partir das instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria (futura Fundação da Liberdade).
Durante o mês de Dezembro, o município organiza ainda a I Feira Internacional de Artesanato de Santarém - Venda de Natal, que decorre entre os dias 03 e 22, no Jardim da Liberdade.
Segundo a nota da autarquia, o lema desta iniciativa é “Faça compras no Centro Histórico!” e será composta por uma área de exposição com cerca de 60 stands com artesanato de vários países, doçaria, animação e produtos regionais.
A empresa Cul.Tur anunciou ainda a programação de Dezembro para o teatro municipal de Santarém, o Sá da Bandeira, da qual se destacam os concertos de Jorge Palma (dia 04), o concerto de Natal com o coro de gospel “Shout” (dia 18) e ainda, no mesmo dia, uma noite de fado, organizada em parceria com a delegação de Santarém da Cruz Vermelha Portuguesa, com a participação da fadista Joana Amendoeira.
----------------------------------------------------------------------------

Cultura


Jorge Pinheiro lançou na Biblioteca Municipal de Torres Novas a primeira edição de “Crónicas Torrejanas”
Elevada assistência compareceu no Auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, na tarde do passado sábado, dia 27 de Novembro, para assistir ao lançamento do n.º 1 da colecção «Crónicas Torrejanas». Esta primeira edição reúne textos de Jorge Pinheiro, publicados ao longo dos últimos três anos no jornal O Almonda.
Ana Marques, técnica do Gabinete de Estudos e Planeamento Editorial do município, fez a apresentação desta publicação e a contextualização da nova colecção. «Pretende-se divulgar textos produzidos por torrejanos enquanto observadores ou protagonistas da cidade de hoje ou do antigamente», afirmou. Sendo as memórias individuais um reflexo da memória colectiva, estas narrações possuem um especial «sentido e objectividade», permitindo partilhar vivências e lugares.
Para Ana Marques, esta colecção apresenta «material de estudo muito apetecível», reconstituindo a sociedade torrejana e facultando dados únicos sobre o quotidiano da vila. Sobre este primeiro número, destacou as descrições dos bairros e locais de sociabilidade da então aldeia de Torres Novas, feitas por Jorge Pinheiro.
«Hoje é um dia muito especial porque se concretiza o meu sonho de ver publicados os textos que escrevi para O Almonda». Foi assim que o autor descreveu o lançamento de um livro que contém referências muito diversas, com destaque para os episódios sobre o Choral Phydellius (ao qual Jorge Pinheiro está ligado por «laços inquebráveis», a zona de Valverde, a passagem por Torres Novas da volta a Portugal em bicicleta ou o fim da carreira futebolística que «não chegou a começar».
Pinheiro agradeceu a toda a equipa da Câmara Municipal de Torres Novas envolvida, por «um livro que embora pequeno no tamanho, é para mim, enorme. É uma honra. Espero que o leiam e que eu continue a escrever até que a memória mo permita», adiantou.
O vice-presidente da Câmara, Pedro Ferreira, encerrou a sessão, onde destacou o papel cívico do autor. «O que o livro representa está bem patente nesta sala, com tão grande audiência. Estamos aqui também para homenagear a pessoa que é Jorge Pinheiro, que sempre se ‘intrometeu’ na sociedade torrejana», sublinhou o autarca, deixando um apelo final: «Continua a escrever porque os textos fazem-nos recordar e ajudam-nos a compreender o quanto as parcerias e as colectividades são importantes para uma terra».
------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Hotel dos Cavaleiros em Torres Novas recebe “Leilão de Arte” em prol da Associação AGIR
No próximo sábado, 4 de Dezembro, entre as 16 e 19h00, vai decorrer no Hotel dos Cavaleiros na cidade de Torres Novas, um “Leilão de Arte”, a favor da “AGIR-Associação de Reflexão e Intervenção Social”
A acção tem como objectivo, angariar fundos para minimizar custos das próteses mamarias, para quem padece de cancro de mama, além de outras ajudas.
A Associação em comunicado, agradece a todos os Artista Pláticos, que colaboram nesta acção, comdezenas de trabalhos-
No mesmo dia pelas 13h00, haverá um almoço na Sede da “TAACTO”, Rua da Trindade, 17-junto à Farmácia Central, em TorresNovas.
As inscrições podem ser feitas através dos seguintes contactos: 967010219/915493731 /967883126, souvarela@gmail.com , até dia 2 de Dezembro, inclusivé.
------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 28 de novembro de 2010

Sociedade


Imagem:A.Anacleto
------------------------------------------
Secretária de Estado da Igualdade participou em Alcanena no colóquio “os Filhos da Violência Doméstica

Elza Pais, Secretária de Estado da Igualdade, participou ontem em Alcanena no colóquio “os Filhos da Violência Doméstica”.
No discurso da sessão de abertura, a membro do governo, afirmou, “milhares de mulheres denunciam por ano às autoridades (PSP e GNR), queixas de violência”, adiantando, “actualmente, está a verificar-se um aumento significativo de queixas oriundas de zonas rurais do país”. Realçando, “é terrível, alguém viver no seu lar com “medo”, a casa deve ser um refúgio para a paz”, adiantando, “não há futuro sem investimento na protecção da criança, as próprias escolas devem também ter uma acção eficaz na defesa da criança, principalmente nos casos relacionados com esta questão”.
O “recado” às autarquias também foi sublinhado pela Secretária de Estado, “as autarquias devem ter um papel importante nesta problemática da violência doméstica. São as autarquias locais, que estão mais próximas e conhecem melhor as pessoas. Podem e devem ter um “papel” preponderante na acção de entre ajuda no combate a estas situações que afectam psicologicamente as vítimas”.
Elza Pais, anunciou, que na próxima semana o governo vai apresentar uma estratégia de trabalho, onde serão envolvidos além do próprio governo, as autarquias e instituições civis, adiantando ainda, que vai ser proposto à União Europeia a criação de uma linha telefónica europeia para ajuda no combate à “violência doméstica”. Realçando, “apesar de ser um problema global, o mesmo deve ser feito eficazmente a nível local, para minimizar os actos violentos”.
Questionada à margem da iniciativa, sobre o “IV Plano Nacional contra a Violência Doméstica”, que foi aprovado recentemente em Conselho de Ministros, a governanta afirmou, “este novo Plano é para ser aplicado e cumprido na íntegra”.
Também participante na iniciativa, a Presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira, salientou, “no concelho de Alcanena, existem algumas situações relacionadas com a “violência doméstica”, as mesmas têm vindo a ser controladas e resolvidas pelos técnicos envolvidos, os quais, em alguns casos tem existido mesmo uma resolução de elevado sucesso”, sublinhou. A autarca adiantou, “continua a existir bastante conflitualidade na sociedade, é notório a indisciplina nas escolas, o qual, cada vez mais preocupa os professores. Sabe-se, que várias situações se relacionam com causas da violência doméstica”, sublinhou.
------------------------------------------------------------------------

sábado, 27 de novembro de 2010

Sociedade


------------------------------------------------------------
Ponte do Moseiro que liga as freguesias de Louriceira e Vaqueiros encontra-se em risco de ruir

A ponte localizada no lugar de Moseiro que liga as freguesias de Vaqueiros do concelho de Santarém e Louriceira do concelho de Alcanena, está em risco de ruir. Firmino Oliveira, Presidente da Junta de Freguesia de Vaqueiros, teme, se houver agravamento do tempo, o encerramento da mesma.
O autarca solicitou intervenção da Câmara de Santarém no sentido de reparar os danos na ponte sobre o Rio Alviela. Adiantando, que passado mais de uma semana após a ocorrência, a situação mantêm-se. “Não podemos avaliar as consequências, se o inverno for rigoroso com ocorrências de cheias se a ponte vai ruir e vamos ficar aqui isolados”, acrescentou.
Aquela ponte proporciona uma ligação rápida entre as duas freguesias de concelhos distintos.
O autarca de Vaqueiros, enviou ofícios às Câmaras de Santarém e de Alcanena e ainda para a Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Tejo, a recordar a reivindicação da construção de uma nova ponte no local, há cerca de duas décadas.
Firmino Oliveira, adiantou-nos, “a freguesia de Vaqueiros tem reivindicado a construção de nova ponte para permitir uma melhor circulação entre as freguesias de Vaqueiros e Louriceira, tendo sido inclusivamente apresentado um projecto em 2002 com o apoio da “Moagem Pitorro”, mas o mesmo caiu em “saco roto”.
A ponte em ruínas, foi construída há várias décadas pelo proprietário da Moagem Pitorro”, que emprega actualmente cerca de sete dezenas de pessoas, as quais na maioria utilizam a travessia da mesma.
-------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Ambiente


Reflorestação em zona ardida no concelho de Abrantes
Novas árvores foram plantadas numa zona florestal ardida, na encosta norte, entre o açude insuflável e a cidade desportiva.
A acção de reflorestação realizou-se nos dias 22 e 23 de Novembro.
Num total de 660 árvores, foram plantados 160 Sobreiros, 160 Pinheiras Mansas, 160 Medronheiros, 100 Azinheiras e 80 Castanheiros.
As espécies foram oferecidas pela RSA – Reciclagem de Sucata Abrantina, no âmbito da campanha de abate de viaturas em fim de vida. Por cada veículo para abate a empresa de Abrantes oferece uma árvore para reflorestar esta área florestal. Já em 2009, a empresa abateu 1.154 veículos, tendo disponibilizado o mesmo número de árvores.
Colaboraram na acção elementos dos sapadores florestais e colaboradores do município. No dia 22, colaboraram na plantação 44 alunos, oriundos das escolas D. Miguel de Almeida e Eduardo Duarte Ferreira.
No dia 23, Dia Internacional da Floresta Autóctone, a Presidente da Câmara também participou na acção.
------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Ambiente


Alunos de Torres Novas plantaram cem árvores integrados na iniciativa «Bosques do Centenário»
A Câmara Municipal de Torres Novas e a Escola Secundária Maria Lamas associaram-se ao projecto «Bosques do Centenário», uma parceria da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Autoridade Florestal Nacional, Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, Quercus e Movimento Cívico Limpar Portugal.
Esta iniciativa resultou na plantação de 100 árvores, por uma turma de 21 alunos do 10º ano, do curso profissional de Técnico de Gestão do Ambiente da Escola Secundária Maria Lamas, acompanhados por dois professores. A zona da Quinta do Mato recebeu hoje, dia 25 de Novembro, 15 azinheiras, 15 sobreiros, 36 pinheiros e 34 medronheiros.
Com este projecto pretende-se associar o Centenário da República Portuguesa ao Ano Internacional da Biodiversidade, bem como ao Dia Da Floresta Autóctone, celebrado a 23 de Novembro.
A iniciativa visa também sensibilizar a sociedade portuguesa, em particular a comunidade escolar, para a importância de uma cidadania activa e da preservação e conservação da natureza.
----------------------------------------------------------------------------------

Desporto - Atletismo


Abertas inscrições para a “Corrida de São Silvestre” em Torres Novas
Estão abertas as inscrições para a corrida de “São Silvestre” de Torres Novas. Este ano a prova realiza-se no dia 19 de Dezembro, com início às 10h30, na Avenida Dr. João Martins de Azevedo. Todos os interessados devem inscrever-se até ao dia 15 de Dezembro, pessoalmente nas Piscinas Municipais Fernando Cunha, por fax (249 839 171), internet (ssilvestre@cm-torresnovas.pt) ou telefone (249 839 177). Contudo, todas as inscrições devem ser confirmadas via telefone. O regulamento e informações podem ser consultado na secção de Desporto do site do Município (www.cm-torresnovas.pt).
Para premiar os vencedores, haverá taças para todos os escalões. Esta é uma iniciativa do Município de Torres Novas, cabendo a organização técnica à União Desportiva e Recreativa da Zona Alta.
------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Municípios devem ao Canil Intermunicipal de Torres Novas cerca de duzentos mil euros
O presidente da Câmara de Torres Novas, António Rodrigues, disse na reunião do executivo que os municípios de Alcanena, Entroncamento e Vila Nova da Barquinha devem cerca de 200 mil euros ao Canil Intermunicipal de Torres Novas. Aquela verba relaciona-se com a comparticipação das câmaras, para manutenção do equipamento. O edil torrejano informou ainda que a sua autarquia tinha reunido com os restantes municípios e alertado para o facto. Adiantando, “avisámos que se a situação continua, o canil passa a municipal”.
O canil localizado na sede da freguesia de Parceiros de Igreja, foi inaugurado em 2007 e reúne os animais recolhidos em Torres Novas, Entroncamento, Alcanena e Vila Nova da Barquinha.
--------------------------------------------------------------------------------

Meteorologia

Temperaturas vão baixar acentuadamente nos próximos dias
As temperaturas baixas irão afectar o território continental até segunda-feira devido à acção de um anticiclone, que fará circular uma massa de ar frio até à Península Ibérica, segundo previsões do Instituto de Meteorologia (IM).
De acordo com a informação disponibilizada no site oficial do IM, o anticiclone “transporta na sua circulação uma massa de ar frio”, sendo a situação meteorológica agravada por uma depressão, “centrada actualmente a noroeste da Madeira”, a qual se desloca lentamente para sueste.
“Esta massa de ar frio afectará sobretudo as regiões do norte e do centro” de Portugal continental, adianta o comunicado que se encontra disponível ‘online’, prevendo-se que as temperaturas baixas se mantenham até segunda-feira, o qual, se prevê temperatura máxima apenas de 5º C, para alguns locais do Ribatejo.
--------------------------------------------------------------------

Eventos

Município de Rio Maior promove conferência de esclarecimento sobre o “Regime Exercício da Actividade Pecuária”
A Câmara Municipal de Rio Maior, em parceria com a Associação de Produtores Agrícolas da Região de Rio Maior, irá promover uma conferência de esclarecimento sobre o Regime Exercício da Actividade Pecuária (REAP), no próximo dia 30 do corrente mês, pelas 18 horas no edifício dos Paços do Concelho.
Com esta sessão de esclarecimento pretende-se não só a divulgação do REAP, como também sensibilizar e incentivar os produtores do Concelho de Rio Maior a participar activamente na referida sessão.
A conferência contará com a presença de Maria de Lurdes Almeida, da Direcção Regional de Agricultura de Lisboa e Vale do Tejo.
--------------------------------------------------------------------------

Economia

Vão abrir candidaturas para “6ª Fase de Candidaturas ao MODCOM”
Abre dia 22 de Novembro, 2ª feira, a "6ª Fase de Candidaturas ao Sistema de Incentivos à Modernização do Comércio – MODCOM". Com uma dotação de 10 milhões de euros, esta nova fase destina-se a candidaturas aprovadas não seleccionadas nas fases anteriores.
O incentivo financeiro do MODCOM a micro, pequenas e médias empresas contempla apoios a três tipos de acções:
Acção A - Lojas individuais e conjuntos de modernização comercial;
Acção B – Lojas em rede, ou seja, empresas que pretendam, por exemplo, adoptar uma insígnia comum ainda que a propriedade seja individual, que utilizem a mesma plataforma informática ou que se abasteçam na mesma central de compras;
Acção C – Estruturas associativas do sector do comércio, com vista à promoção dos centros urbanos.
Os projectos de investimento contarão com uma taxa de incentivo a fundo perdido de 45% das despesas no caso das lojas individuais, de 50% nos projectos empresariais integrados e de 60% para as associações comerciais.
Nas cinco fases anteriores do MODCOM o Governo disponibilizou um total de 134 milhões de euros a fundo perdido para a revitalização do comércio tradicional, tendo sido seleccionados cerca de 4.600 projectos empresariais e associativos. Os postos de trabalho resultantes deste investimento foram mais de 7.000 mil.
------------------------------------------------------------------------------

Cultura

Luís Maurício e Masofi expõem na Galeria de Arte em Riachos
Entre 3 e 19 de Dezembro, Luís Maurício e Masofi, expõem ao público na Galeria das Artes do Museu Agrícola de Riachos uma Exposição de Desenhos. A inauguração terá lugar no Auditório do Museu Agrícola, na Sexta-Feira, dia 3, pelas 21h30.
------------------------------------------------------------------

Gastronomia

Mostra do Feijão Templário no Convento de S. Francisco em Tomar
Com o mês de Novembro a chegar ao fim, está também prestes a terminar mais uma edição da mostra gastronómica “Todos com o feijão… o feijão com todos” nos restaurantes aderentes.
Mas o fim-de-semana que se aproxima vai ter mais um atractivo, com a realização da Mostra do Feijão Templário, acontecimento que junta num só local, o Convento de S. Francisco, uma boa parte dos restaurantes aderentes.
Será no sábado, dia 27, entre as 12 e as 18 horas, com pratos quentes a serem servidos entre as 12 e as 14 horas.
Participam os seguintes restaurantes: Almourol, Baía, Calça Perra, Casa Matreno, Casa das Ratas, Condestável, Estádio, Estalagem de Santa Iria, Lúria, Manjar dos Templários, Marisqueira Sereia do Nabão, Mister Grill, Piri-piri, S. Lourenço e Tabuleiro.
--------------------------------------------------------------------------------

Desporto - Atletismo


Alcanena acolhe este Domingo o “13º Torneio de Salto em Altura em Sala”
O Pavilhão Municipal de Alcanena recebe, no próximo dia 28 de Novembro, domingo, a partir das 9:30h, o “13º Torneio de Salto em Altura em Sala”, uma prova do calendário da Associação de Atletismo de Santarém.
O Torneio contempla todos os escalões, masculinos e femininos. No final da prova serão atribuídos prémios colectivos às 10 melhores equipas (desde que tenham, pelo menos, quatro atletas em competição) e prémios individuais aos três primeiros classificados em cada escalão. Todos os participantes receberão certificado de participação.
As inscrições são gratuitas e devem ser efectuadas até ao dia 25 de Novembro de 2010, no Sector de Desporto, Juventude e Tempos Livres da Câmara Municipal de Alcanena, através da morada Praça 8 de Maio, 2380-037 Alcanena, do e-mail desporto@cm-alcanena.pt ou do fax 249 891 136 / 249 889 112.
Para mais informações contacte o Sector de Desporto, Juventude e Tempos Livres da CMA, através do telefone 249 889 010.
A prova desportiva é uma iniciativa da Câmara Municipal de Alcanena, contando com os apoios da Casa do Povo de Alcanena e da Associação de Atletismo de Santarém.
------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Município de Vila Nova da Barquinha decide vender por ajuste directo lotes para construção
A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha decidiu hoje vender por ajuste directo 6 lotes para construção de moradias e prédios, no valor de 300 mil euros, face à ausência de propostas na hasta pública.
A comercialização dos loteamentos promovida pelo município decorreu no âmbito da criação dos acessos ao futuro Centro Escolar/Centro Integrado de Educação em Ciências (CIEC) de Vila Nova da Barquinha, em construção no local do antigo campo de futebol, um espaço em que a autarquia decidiu aproveitar para a criação de uma urbanização e cujas receitas servirão para financiar as obras de arranjos exteriores e acessos ao futuro espaço educativo.
O denominado “Loteamento da Escola” será composto por 4 lotes de habitação unifamiliar (moradias), com 400 metros quadrados por lote, e 2 lotes de habitação colectiva (prédios), com 294 metros quadrados de área, sendo que a sua comercialização deveria render cerca de 300 mil euros através da hasta pública hoje realizada.
O vereador Fernando Freire, responsável pelo pelouro da Educação, disse à agência Lusa ter ficado “surpreendido pela negativa” com a falta de ofertas públicas para a aquisição dos referidos lotes, tendo atribuído o facto a uma “questão conjuntural”.
O autarca negou estar preocupado com a venda futura daqueles terrenos, que serão agora efectuados por ajuste directo, em virtude dos locais “privilegiados” dos mesmos, na “futura zona nobre” de Vila Nova da Barquinha.
No entanto, Fernando Freire admitiu a importância da realização do capital previsto.
“É importante reforçar a autarquia em termos financeiros para fazer face aos investimentos em curso no Campus Escolar”, disse, tendo observado que as verbas em causa se destinam a financiar as obras de arranjos exteriores e acessos ao futuro espaço educativo, actualmente em fase final de construção.
O futuro Campus Escolar da Barquinha envolve um investimento de nove milhões de euros que irá ocupar uma área de seis hectares - constituída pelo novo Centro Integrado de Educação em Ciência e pela remodelação da Escola Básica e Secundária D. Maria II, jardins-de-infância, entre outros - com conclusão prevista para o final de Março de 2011.
“Esta é uma verdadeira revolução no nosso parque escolar”, afirmou à Lusa, por sua vez, o presidente da autarquia, Miguel Pombeiro, acrescentando que a mesma “assenta” na Carta Educativa que estima que cerca de 600 alunos, do 1.º ao 12.º ano, beneficiem deste mega complexo.
A obra é financiada pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional, cabendo à Câmara de Vila Nova da Barquinha um investimento na ordem dos dois milhões de euros, uma verba que será obtida através de venda de património e dois “empréstimos” bancários já realizados, explicou o autarca.
Quanto à Escola D. Maria II, estabelecimento onde é ministrado os 2º e 3º ciclos dos ensinos básico e secundário, o Ministério da Educação “subsidia a 100 por cento” a construção de um edifício de raiz, em substituição das actuais instalações, infra-estrutura que o autarca prevê entrar em funcionamento em Abril de 2011.
---------------------------------------------------------------------------

Política

Deputados do PSD eleitos por Santarém exigem esclarecimentos sobre cortes nos financiamentos a escolas particulares
Deputados do PSD eleitos pelo Círculo de Santarém exigem da ministra da Educação esclarecimentos sobre os cortes no financiamento das escolas particulares, considerando que a situação vai ser insustentável para os colégios de Fátima.
Numa pergunta dirigida à tutela através da Assembleia da República, os deputados Carina João e Vasco Cunha querem saber o que motiva os “cortes cegos de 30 por cento” às escolas privadas, atendendo a que “se têm revelado mais vantajosas aos cofres do Estado”.
Por outro lado, pretendem explicações sobre a retroactividade da medida e como vai o Estado “assumir os compromissos de educação com as famílias” dos alunos destes estabelecimentos.
Os parlamentares solicitam ainda informações sobre o que a tutela vai fazer em Fátima, onde “não existe qualquer outra oferta educativa” a partir do 2.º ciclo até ao secundário a não ser três colégios privados.
O Governo aprovou este mês um decreto-lei tendo em vista a renegociação dos contratos entre o Ministério da Educação e as escolas particulares, com o objectivo da "diminuição da despesa pública, no âmbito do esforço nacional de equilíbrio das contas públicas".
A medida é ainda justificada pelo facto de a rede de escolas públicas e a respectiva oferta "ter crescido significativamente", pelo que o financiamento às escolas particulares e cooperativas "já não necessita de ser tão intenso como há uns anos".
Os deputados lembram que em Fátima, onde “o Estado nunca exerceu qualquer tipo de acção no sentido de prestar serviço de educação”, os três colégios privados “integram a rede de ensino público na modalidade de contrato de associação”.
Estes estabelecimentos “prestam gratuitamente o acolhimento e a promoção do ensino, bem como a integração e o desenvolvimento local, a todo o tipo de alunos”, refere o PSD, garantindo que o corte de verbas vai ser “insustentável para as escolas de Fátima”.
Advertindo que está em causa a “educação de 2800 alunos”, mas também “a sobrevivência de muitos postos de trabalho” directos e indirectos, os sociais-democratas criticam a retroactividade da medida, que prevê prejuízos na ordem dos 2,8 milhões de euros para os três colégios de Fátima.
-------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Assaltante detido em flagrante num assalto a estabelecimento comercial em Santarém
A PSP de Santarém deteve na madrugada de ontem, cerca das 02:30h, em flagrante delito, um homem de 37 anos que assaltou um estabelecimento comercial naquela cidade, tendo furtado calçado avaliado em 185,80 euros.
Segundo um comunicado da PSP de Santarém, o assaltante terá quebrado o vidro da montra da loja com uma pedra.
--------------------------------------------------------------------------------------

Ambiente


Ourém apresenta Programas Educativos Ambientais
Foram ontem apresentados, no Centro de Interpretação do Agroal/Alto Nabão, vários programas educativos a levar a cabo pelo Município de Ourém, através da AmbiOurém, em parceria com o Núcleo Regional do Ribatejo e Estremadura da Quercus. Este acordo foi assinado aproveitando o programa concelhio “Projecto Plantar Portugal”, uma iniciativa de âmbito nacional, que levou 250 alunos das escolas do primeiro ciclo do concelho de Ourém ao Agroal na segunda e terça-feira,
Estes programas serão desenvolvidos em 2011, ano em que se comemorará o Ano Internacional das Florestas, sendo um destinado às escolas do concelho de Ourém, designado “Conhecer a Floresta”, na Mata Municipal António Pereira Afonso e outro para as escolas do concelho e mas aberto às escolas de todo o país - “Um dia no Agroal: ver de perto para conhecer melhor”.
Na assinatura do protocolo que formaliza estes programas, José Manuel Alho, vereador da Câmara Municipal de Ourém, agradeceu o envolvimento dos agrupamentos de escolas no “Plantar Portugal”, reforçando o facto de estar também a ser assinalado o Dia da Floresta Autóctone.
Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, elogiou o protocolo com a Quercus, afirmando que “a educação ambiental é um “factor-chave” que desperta nas novas gerações “consciência ambiental”. Sendo estes programas dirigidos sobretudo às escolas”, Paulo Fonseca disse ainda, “contar com os agrupamentos, pois “sem os professores e as suas dinâmicas complementares não seria possível resistir a um conjunto de intempéries da sociedade portuguesa e europeia”.
Carlos Marques, presidente da Junta de Freguesia de Formigais, destacou a “dinâmica diferente” e as “melhorias significativas” que o Centro de Interpretação Ambiental do Agroal teve em 2010.
Deolinda Simões, presidente da Assembleia Municipal, apelou à manutenção do “Agroal selvagem”, preservando a riqueza que ele tem, acrescentando que “como educadora fico muito satisfeita por ver aqui tanta criança com sensibilidade para preservar o ambiente”.
---------------------------------------------------------------------

Política

António Filipe critica ausência no PIDDAC de nova ponte no Tramagal
O deputado do PCP António Filipe lamentou hoje que a construção da nova travessia sobre o Tejo na zona de Tramagal, Abrantes, não esteja cabimentada no Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para 2011.
O deputado eleito pelo círculo de Santarém esteve ontem junto ao piquete de greve da fábrica da Mitsubishi, no Tramagal, tendo sublinhado, em declarações à agência Lusa, a importância daquela acessibilidade para uma ligação directa da empresa à A23 e para a “viabilidade e futuro” dos seus cerca de 350 trabalhadores.
“Há mais de 100 anos que não se constrói nenhuma travessia sobre o Tejo no norte do distrito” de Santarém, disse o deputado comunista, lembrando que a ponte de Constância – encerrada ao tráfego rodoviário desde Julho – ainda tem os problemas por resolver.
De acordo com a Lusa, António Filipe disse que “as respostas às necessidades reais não passam de expectativas e de promessas que não terão concretização, uma vez mais, em 2011”, tendo lamentado que todas as propostas apresentadas pelo PCP para o distrito de Santarém tenham sido “chumbadas em bloco” pelo PS, com os votos do PSD e CDS-PP a recaírem na abstenção.
Segundo o deputado, “muitas promessas feitas e muitas obras prementes vão continuar adiadas pelo menos mais um ano”, porque não têm cabimento no Orçamento de Estado.
Na ocasião, António Filipe sublinhou o “elevado nível de adesão” à greve geral de hoje na Mitsubishi, que “paralisou” a linha de produção na fábrica durante toda a manhã.
“O nível de adesão é muito elevado e maior que em outras jornadas de luta”, afirmou o deputado.
“Num quadro difícil e num tempo em que se prega o conformismo, este é um aviso muito sério e uma grande lição dada pelos trabalhadores ao poder político”, acrescentou.
-----------------------------------------------------------

Sociedade

Autarquias, escolas e hospitais foram os sectores que registaram maiores taxas de adesão à Greve Geral no distrito de Santarém
O coordenador da União de Sindicatos do Distrito de Santarém, Valdemar Henriques, afirmou hoje à agência Lusa que a adesão à greve se fez sentir sobretudo nas autarquias e nos serviços públicos, como as escolas e hospitais.
Segundo o sindicalista, as autarquias de Coruche (PS), Alpiarça (CDU), Benavente (CDU) e Rio Maior (PSD) foram aquelas onde se registou uma maior adesão dos funcionários públicos, havendo serviços municipais que não chegaram sequer a funcionar durante todo o dia.
No que respeita às empresas privadas, a CGTP apontou uma maior adesão nalgumas fábricas de multinacionais, como a Mitsubishi, no Tramagal (Abrantes), que teve a produção quase parada, a João de Deus&Filhos (Benavente), com uma adesão a rondar os 80 a 90 por cento, e ainda a Robert Bosch (Abrantes), onde a adesão terá também sido “muito elevada”, segundo os sindicatos.
Na educação, a CGTP referiu que a creche da freguesia do Couço (Coruche) ficou encerrada e que várias escolas do 2º e 3º ciclos de ensino e ensino secundário registaram a adesão de vários professores e funcionários administrativos.
De acordo com a Lusa, na área da saúde, os sindicatos falam de uma adesão de quase 100 por cento dos enfermeiros do Hospital de Torres Novas e de “serviços mínimos” no Hospital Distrital de Santarém.
Segundo o administrador do Hospital de Santarém, José Josué, a greve geral obrigou ao reagendamento de algumas consultas e operações cirúrgicas.
“Como se tratava de uma greve já há muito programada, nós organizámo-nos de forma a cumprir os serviços mínimos, sobretudo nas urgências que estão a funcionar em pleno”, acrescentou o administrador
José Josué disse à agência Lusa que a adesão à greve foi maior entre os enfermeiros e auxiliares de ação médica, tendo havido também alguns clínicos que não compareceram ao serviço.
“O bloco operatório e as consultas externas foram bastantes afectadas”, sublinhou o administrador hospitalar.
Na área dos transportes, a Rodoviária do Tejo, que opera no distrito de Santarém e nalguns concelhos do distrito de Leiria, registou hoje uma adesão de 24 por cento à greve geral.
Segundo fonte da direcção financeira da empresa, o centro operacional de Torres Novas – que inclui os concelhos de Torres Novas, Abrantes e Chamusca – foi onde se registou a maior adesão à greve (cerca de 70 por cento), com 75 funcionários a não comparecerem hoje ao serviço, num universo de 107 trabalhadores.
A adesão obrigou a Rodoviária do Tejo a cancelar algumas carreiras interurbanas e urbanas, mantendo os serviços dos expressos e os serviços ocasionais (alugueres).
Na direcção operacional de Santarém -que inclui os concelhos de Santarém, Almeirim, Rio Maior e Alcoentre – registou uma adesão de 29 por cento.
Segundo Orlando Ferreira, administrador executivo da empresa, no concelho de Santarém “houve várias carreiras urbanas a circular quase sem passageiros” e “os primeiros serviços de expressos para Lisboa saíram da estação com dois ou três passageiros”.
Segundo a Lusa, o administrador da Rodoviária do Tejo frisou ainda a adesão a esta greve geral foi inferior à registada quando acontecem greves dos trabalhadores da empresa “por motivos laborais relacionados com as suas condições de trabalho”.
-------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Greve Geral


Hoje dia 24, estamos Paralisados.
Estamos Solidários com a Greve Geral Nacional.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Cultura

Vila de Constância acolhe “XXIV Feira do Livro”
A XXIV Feira do Livro, organizada pela Câmara Municipal de Constância, através da Biblioteca Municipal Alexandre O'Neill, decorrerá de 28 de Novembro a 5 de Dezembro, no Centro Náutico de Constância, constituindo-se como um momento anual de promoção do livro e da leitura.
No domingo, dia 28 de Novembro, a inauguração da Feira do Livro decorrerá pelas 15.00H, ao que se seguirá o espectáculo de teatro “Às Escuras, o Amor”, representado pela Companhia Andante-Associação Artística e promovida pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas.
Na segunda-feira, dia 29, às 10.00H e às 14.00H, decorrerá a actividade Constância à Escrita, tendo como interveniente o escritor Emílio Miranda.
Terça-feira, dia 30, às 10.00H e às 14.00H, terá início a acção Constância à Escrita com a convidada Margarida da Fonseca Santos e pelas 14.00H e 21.00H, terá lugar uma sessão de contos, pelo contador de histórias Jorge Serafim.
Dia 1 de Dezembro, quarta-feira, às 15.00H, terá início a apresentação do livro de Joaninha Duarte “A luz da Cal ao Canto do Lume”: Tradição oral do concelho de Mora. A partir das 16.00H, decorrerá uma sessão de Cinema na Feira com a exibição do filme, “A Melodia do Adeus”, de Julie Anne Robinson, com Miley Cyrus e Greg Kinnear.
Durante o dia 2, às 11.00H e às 14.00H, irá realizar-se a actividade “Constância à Escrita”, com o convidado Fernando Pinheiro e em simultâneo decorrerá, a partir das 14.30H, o 6º Encontro Confluências, organizado pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Constância.
A actividade “Constância à Escrita” terá início na sexta-feira, dia 3, às 10.00 às 11.00H e às 14.00H, tendo como interveniente a escritora Isabel Ricardo. Pelas 21.00H começará a iniciativa “Café com Letras”, sendo o convidado, Miguel Serras Pereira.
No sábado, dia 4, das 10.00H às 18.30H irá decorrer a acção de formação Banda desenhada, uma alternativa didáctica, de Dulce de Souza Gonçalves e às 15.00H, terá lugar a apresentação do livro, “O Sorriso da Lua”, pelos alunos da Universidade Aberta. Pelas 21.00H iniciar-se-á a actividade “Café com Letras”, que terá como convidados Aniceto Afonso e Carlos de Matos Gomes.
No último dia da Feira, domingo, dia 5, a partir das 15.00H terá inicio um espectáculo musical pela Banda da Associação Filarmónica Montalvense 24 de Janeiro, terminando o evento, às 20.00H.
O certame estará aberto ao público na segunda e quinta-feira, das 10.00H às 20.00H, na terça e sexta-feira, das 10.00H às 22.00H, sábado, das 14.00H às 22.00H, feriado e domingos, das 14.00H às 20.00H.
--------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Aprovada candidatura da Comunidade Urbana do Médio Tejo ao programa RAMPA
Foi aprovada a candidatura apresentada pela Comunidade Urbana do Médio Tejo ao programa RAMPA, do projecto PIAL – Programa Intermunicipal de Acessibilidade Local Médio Tejo, no âmbito POPH, Programa Operacional de Potencial Humano.
A candidatura consistiu na apresentação de um conjunto de planos locais de promoção da acessibilidade a elaborar para os aglomerados urbanos de Abrantes, Rossio ao Sul do Tejo, Pego, Tramagal, Entroncamento, Ourém, Fátima e Tomar.
O montante total de investimento aprovado foi no valor de 300.000,00€, com uma taxa de financiamento FSE de 71,65%.
As componentes de investimento serão aplicadas num Plano de Promoção da Acessibilidade traduzido no levantamento das condições de acessibilidade no espaço público e a sua articulação com os edifícios públicos; realização de um diagnóstico e mapa das condições de acessibilidade em espaço público; proposta de percursos acessíveis e a apresentação de um plano geral das intervenções em espaço público. Será também aplicado numa solução Web sig para mapa da acessibilidade e acções de formação / sensibilização. Na vertente da formação, a candidatura integra também a realização de um Workshop no Médio Tejo e várias acções de formação para funcionários das autarquias, cidadãos com deficiência e técnicos que intervêm no espaço público.
A candidatura apresentada conta com a participação dos seguintes parceiros locais: Centro de Recuperação e Integração de Abrantes; Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento e Centro de Apoio a Deficientes Profundos João Paulo II.
O Programa RAMPA – Regime de Apoio aos Municípios para a Acessibilidade, apoia a elaboração de planos locais ou regionais que promovam as acessibilidades no espaço público, ao serviço da melhoria da qualidade de vida, da mobilidade urbana, tendo como grande pano de fundo e preocupação e a melhoria da acessibilidade para as pessoas com deficiências ou incapacidades. Corresponde à segunda geração de planos de promoção de acessibilidades apoiados pelo POPH no âmbito da Tipologia de Intervenção 6.5 – Acções de Investigação, Sensibilização e Promoção de Boas Práticas no âmbito da deficiência.
-------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Homem que matou ex-companheira em Santarém condenado a vinte e dois anos e seis meses de prisão efectiva
Um homem que matou a tiro a ex-companheira numa pastelaria na cidade de Santarém foi hoje condenado a 22 anos e seis meses de prisão efectiva, em cúmulo jurídico.
No acórdão hoje lido pelo colectivo de juízes do Tribunal de Santarém, precisamente um ano após o homicídio, António de Sousa, de 49 anos, foi considerado culpado de um crime de homicídio qualificado (pena de 20 anos), um de violência doméstica (pena de três anos e seis meses) e três crimes por detenção de arma proibida (pena de três anos e oito meses, no total).
O tribunal atendeu também à quase totalidade do pedido de indemnização cível, que era de 100 mil euros, determinando o pagamento de quase 80 mil euros ao filho da vítima, Diogo Moita, de 19 anos, por danos patrimoniais e não patrimoniais.
O acórdão salienta ainda que o arguido planeou a morte da ex-companheira, que executou “com grande frieza”.
De acordo com a acusação, o arguido e a vítima terão mantido uma relação durante cerca de um ano, tendo António reagido mal às tentativas de rompimento feitas por Maria Alice, então com 46 anos, manifestando comportamentos de violência física e psicológica sobre ela.
A situação agravou-se em 31 de Outubro de 2009, data em que terá esperado a vítima à porta de casa da própria, tendo-lhe apontado um machado à cabeça e ameaçando-a de morte com uma faca e uma pistola.
No dia 02 de Novembro, Maria Alice apresentou queixa na Associação de Apoio à Vítima e depois na PSP, onde voltou dois dias depois.
A 05 de Novembro, António foi surpreendido pela polícia dentro do carro, tendo-lhe sido apreendida uma arma de fogo transformada, de calibre 6.35 milímetros, que tinha no bolso, contendo três munições no carregador e uma na câmara, pronta a disparar.
Em baixo do banco do condutor tinha ainda um machado.
Depois desse episódio, em que foi detido e depois libertado, o agora condenado terá decidido matar a ex-companheira, tendo consumado esse ato no dia 23 de Novembro, data em que entrou no seu local de trabalho e a alvejou mortalmente com uma caçadeira de canos e coronha serrados, de calibre 16 milímetros.
Depois de atingir a vítima no coração, o homem disparou sobre si próprio, ficando ferido sem gravidade.
*Lusa
--------------------------------------------------------------------------------

Economia

Presidente da “Nersant” defende redução nominal de salários
O presidente da Associação Empresarial da Região de Santarém – Nersant, José Eduardo Carvalho, defendeu hoje a redução nominal de salários como um dos mecanismos para o aumento de liquidez das empresas.
Falando no âmbito do “4º Fórum Empreendedorismo da Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua”, o dirigente da Nersant e vice-presidente da Associação Industrial Portuguesa (AIP), defendeu também a redução a descida da taxa social única (TSU) e criação de mecanismos de consolidação dos passivos fiscal e bancários das empresas.
“No passado, não achava que fosse necessário baixar os salários, mas com a deterioração da economia acho que, infelizmente, não vamos passar sem isso”, afirmou José Eduardo Carvalho.
O dirigente empresarial acrescentou ainda que, se tivesse havido já a descida da TSU, juntamente com o aumento do IVA, “teria permitido a redução dos custos operacionais das empresas sem ser necessário baixar os salários”.
Para o presidente da Nersant, a percentagem de redução dos salários deveria ser definida de acordo com cada sector, assim como a questão do salário mínimo nacional.
José Eduardo Carvalho seria também necessário fazer a consolidação do passivo fiscal e bancários das empresas. “Empresas viáveis e com dívidas ao fisco e Segurança Social entre 2008 e 2010 deviam poder fazer a consolidação dos seus passivos através do sistema de garantia mútua”, propôs ainda o dirigente empresarial.
A legislação laboral também foi alvo das críticas de José Eduardo Carvalho, que contestou a rigidez dos horários e os custos dos despedimentos. “A rigidez da legislação laboral enviesou a relação entre sectores de bens transaccionáveis e não transaccionáveis porque as empresas do sector dos bens transaccionáveis têm que incorporar custos da rigidez laboral nos bens que vendem para o estrangeiro e competir com outras empresas de países mais flexíveis”, afirmou.
Também as associações empresariais não escaparam à análise de José Eduardo Carvalho, que as acusa de “estarem de cócoras perante o Governo” e “de não encararem estes assuntos com frontalidade”.
“Faço parte de uma geração que levou o país à insolvência e vivemos um momento de crise de representatividade no mundo empresarial”, afirmou o dirigente da AIP, lançando um repto: “quem não está disposto a encarar estes assuntos vá para casa”.
*Lusa
----------------------------------------------------------------------

Sociedade


Grupo Motard "SoulFly" de Marinhais organiza festa de beneficência
Mariana Batista é uma lutadora. Há quatro anos, o cancro levou-lhe o marido, e nessa altura também ela já lutava contra a mesma doença.
Actualmente a Mariana está a iniciar uma nova fase de Radioterapia e Quimioterapia, motivo pelo qual se encontra de “baixa médica”e com dois filhos menores de 14 e 8 anos para cuidar. Cada dia se torna mais dramático para aquela família para manter os bens essenciais, que nunca faltaram aos seus filhos.
No próximo dia 27 de Novembro, a partir das 15 horas, o Grupo Motard "SoulFly" de Marinhais, organiza uma festa de beneficência, a qual, integra um passeio motard, um jantar convívio e um espectáculo musical.
As receitas na íntegra, vão reverter a favor dos filhos de Mariana Batista.
-----------------------------------------------------------------

Ambiente

Cine Teatro de Almeirim recebe seminário sobre uso racional da água
No âmbito do plano de educação/sensibilização ambiental que a empresa “Águas do Ribatejo” está a desenvolver nos seis municípios onde intervém, aquela empresa em parceria com a Deco e a Quercus, vai organizar um Seminário sobre Consumo Racional de Água dirigido aos alunos e professores das Universidades Seniores de Almeirim e Alpiarça no dia 26 de Novembro (sexta-feira) às 15h00, no Cine-Teatro de Almeirim.
---------------------------------------------------------------------------------

Saúde

Utentes da extensão de saúde do Biscainho manifestam-se contra encerramento da unidade
Cerca de meia centena de pessoas manifestou-se hoje, em vigília, em frente à extensão de saúde do Biscainho, contra o encerramento desta unidade, que serve os concelhos de Coruche e Benavente.
A iniciativa, promovida pela comissão de utentes do concelho de Benavente, teve como objectivo “assinalar o descontentamento das populações do Biscaínho e Foros da Charneca, que estão a ser afectadas pelo encerramento de mais uma extensão de saúde”, explicou o porta-voz, Domingos David.
Segundo a comissão, o encerramento deve-se ao facto de o médico que ali prestava serviço ter terminado o contrato e não ter renovado ou sido substituído. A unidade de saúde abrange cerca de 1700 utentes, quase metade da localidade de Foros da Charneca, no concelho de Benavente.
Os utentes do Biscaínho terão agora que recorrer à Unidade de Saúde Familiar de Coruche, que fica a cerca de 20 quilómetros, enquanto que a população de Foros da Charneca irá deslocar-se ao Serviço de Atendimento Permanente de Benavente, “que também apresenta problemas de falta de médicos”, referiu o responsável.
“Deve vir para cá um médico e não serem as populações envelhecidas e sem transportes a deslocarem-se aos centros populacionais onde as coisas também não estão bem”, defendeu Domingos David, acrescentando que “faz sentido é Maomé ir à montanha e não o contrário”.
A vigília contou com a presença de populares e autarcas. O vice-presidente da Câmara Municipal de Benavente considerou a iniciativa “fundamental para levar por diante uma luta no sentido de preservar o funcionamento dos postos médicos nas localidades mais afastadas dos grandes centros urbanos”.
Carlos Coutinho explicou que vai ser pedida uma nova audiência à ministra da Saúde para “fazer sentir que esta não é uma situação desejável nem pode continuar”.
A comissão de utentes vai ser recebida esta semana pelo grupo parlamentar do PSD para dar a conhecer a situação. Ao mesmo tempo, vai aproveitar a deslocação a Lisboa para ir ao Ministério da Saúde “entregar uma moção, acompanhada de ofício, a solicitar uma reunião para pedir respostas”.
A agência Lusa entrou em contacto com a directora do Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria II, Luísa Portugal, para obter esclarecimentos sobre o assunto, mas não foi possível.
-------------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Política


Distrital do PSD pretende realizar “1º Congresso Distrital” no último trimestre de 2011
A distrital do PSD de Santarém anunciou hoje que pretende realizar, no início do último trimestre de 2011, o 1.º congresso distrital com o objectivo central de “definir um rumo político” para os próximos anos.
Em conferência de imprensa, o presidente da distrital, Vasco Cunha, referiu que, antes do congresso, o partido vai reunir com os militantes e apoiantes de todos os 21 concelhos do distrito de Santarém para reunir “contributos e propostas” para um diagnóstico da região e para preparar as próximas eleições autárquicas de 2013.
Vasco Cunha referiu ainda que a distrital do PSD vai reunir um conjunto de informação estatística sobre a região que resultará num “diagnóstico informativo da situação política, económica, social e cultural”.
Este diagnóstico informativo fará parte de um documento final que vai ser apresentado e discutido no congresso, e no qual estarão também as propostas dos militantes recolhidas nas reuniões sectoriais e concelhias a realizar durante as próximas semanas.
“Este documento será a nossa plataforma política, o caderno de encargos do PSD para o distrito de Santarém durante os próximos anos”, frisou Vasco Cunha. O líder da distrital social-democrata sublinhou ainda que “o PSD quer reflectir sobre o distrito mas com as pessoas de cá, com quem conhece as necessidades da região”.
Segundo Vasco cunha, o documento que irá a congresso vai abordar quatro grandes áreas: o Estado e a sua organização regional no distrito de Santarém, incluindo uma reflexão sobre o papel do Governo Civil e das comunidades intermunicipais; a área social com uma divisão em temas como saúde, educação e segurança social; e por último um capítulo designado “Novos Desafios” em que serão abordadas “indústrias criativas, a reforma das cidades e dos centros históricos”.
Miguel Relvas, presidente da assembleia distrital e secretário-geral do PSD, salientou o carácter inédito deste congresso no contexto nacional do partido e afirmou que “é uma demonstração de que o partido está bem vivo no distrito e quer recuperar do mau resultado das últimos eleições”.
Questionado pelos jornalistas, o secretário-geral do PSD recusou assumir que este congresso surge apenas com o objectivo de preparar eventuais eleições legislativas.
--------------------------------------------------------------------------

Economia


Presidente da CCDRLVT visitou Parque de Negócios de Rio Maior
A Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDRLVT), Teresa Almeida, esteve de visita a Rio Maior, no dia 17 de Novembro, tendo sido recebida nos Paços do Concelho pela Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, e pelo Presidente da Direcção da Nersant , José Eduardo Carvalho.
A recepção foi precedida de uma reunião entre os três Presidentes, acompanhados pelas respectivas equipas técnicas de cada uma das entidades, com o propósito de dar a conhecer à CCDRLVT o ponto de situação da implementação da Área de Localização Empresarial (ALE).
A Presidente da edilidade, deu início à reunião, começando por declarar a sua satisfação “por receber no Concelho de Rio Maior uma entidade (CCDRLVT) que connosco tem colaborado e de quem temos obtido sempre resposta às situações por nós apresentadas”.
Seguidamente, José Eduardo Carvalho procedeu à apresentação do ponto de situação do projecto dos Parques de Negócios do Vale do Tejo, realçando o de Rio Maior (primeira e única ALE do país a ser licenciada pelo Ministério da Economia) que se encontra já numa fase avançada de construção das infra-estruturas da primeira fase, estando prevista a sua inauguração, que coincidirá com a da primeira empresa que aí se irá instalar, para Março de 2011. De ressalvar que, aquando da inauguração, outros investimentos já estarão em construção, com quase 50% da primeira fase ocupada.
O Presidente da Nersant mostrou-se optimista relativamente à procura do Parque de Negócios de Rio Maior por parte de empresas nacionais e estrangeiras, estando neste momento a Depomor, S. A. (sociedade gestora da ALE) em negociações com 16 empresas que se pretendem instalar na nossa cidade, afirmando que “desde Julho a esta parte, todas as semanas temos tido reuniões comerciais com interessados em Rio Maior”.
Teresa Almeida reforçou as palavras de José Eduardo Carvalho quanto ao estado da economia do país, e mais concretamente da região, em que os investimentos estão a surgir com mais frequência nos últimos meses, ao afirmar que a circulação de veículos pesados é um factor muito positivo. Facto constatado pela Presidente da CCDRLVT: “quando nós saímos da auto-estrada até aqui encontramos muitos pesados a circular. Isto é a economia a funcionar e isso nota-se nesta região”.
Após a reunião, a comitiva deslocou-se até ao Parque de Negócios de Rio Maior para verificar, no terreno, o andamento das obras que se encontram a decorrer.
------------------------------------------------------------------------------

Efemérides


Associação Recreativa e Cultural de Arrouquelas festejou o 63.º aniversário
Em clima de grande festividade, a Associação Recreativa e Cultural de Arrouquelas (ARCA) assinalou no passado sábado, dia 20 de Novembro, o seu 63.º aniversário.
Num almoço-convívio que reuniu à mesa cerca de centena e meia de pessoas, o Município de Rio Maior fez-se representar pela Presidente, Isaura Morais, o Vice-Presidente, Carlos Frazão, e pela Vereadora da Cultura, Sara Fragoso. Destaque também para as presenças de Mário Pião, Presidente da Junta de Freguesia de Arrouquelas, e de Caetano Rosa, Presidente da ARCA.
Após o almoço, o Presidente da Associação dirigiu algumas palavras ao público presente afirmando ser “esta uma data que devemos celebrar com dignidade. A ARCA é uma das Associações mais velhas do Concelho de Rio Maior e até do Distrito de Santarém”. Mais à frente salientou que esta Associação “foi fundada numa época de crise tal como agora. Por isso só unidos poderemos engrandecer a nossa terra”. Caetano Rosa terminou agradecendo a todas as pessoas que ao longo dos tempos têm trabalhado em prol da ARCA.
Isaura Morais usou também da palavra para agradecer o convite feito à autarquia para estar presente no aniversário da ARCA. A Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior destacou o empenho de todos aqueles que de uma forma voluntária trabalham para o progresso da sua terra e para o bem-estar da população. “Não poderia deixar de lembrar também aqueles que há 63 anos fundaram esta associação, que ao longo dos tempos tem dados provas de grande dinamismo”, disse. A Finalizar, Isaura Morais salientou que “a forma de ultrapassarmos a crise é vivermos em comunidade. Dou os parabéns à ARCA, e espero que continuem no futuro com o mesmo empenho e dedicação que têm tido até aqui”, frisou a edil riomaiorense.
A tarde prosseguiu em clima de grande festa, animação e convívio, entre as gentes de Arrouquelas.
--------------------------------------------------------------------------------

Cultura


Jorge Pinheiro lança primeiro número da colecção «Crónicas Torrejanas»
O auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes recebe, no próximo sábado, dia 27 de Novembro, pelas 16 horas, a sessão de lançamento de mais uma edição municipal.
Será apresentado o primeiro número da colecção «Crónicas Torrejanas», da autoria de Jorge Pinheiro, que reúne textos publicados no semanário torrejano “O Almonda”.
Jorge Pinheiro, bancário de profissão e membro do Choral Phydellius, nasceu em Torres Novas em 1948. Viveu a infância e a juventude no coração de uma vila que hoje não existe. É desse tempo que falam estas crónicas, cujos temas passam pela zona de Valverde, com o seu comércio tradicional, por uma viagem até à praia da Nazaré, pelo Choral Phydellius ou até pela etapa da Volta a Portugal em bicicleta que passou por Torres Novas em 1958.
Esta nova colecção procura fazer «o retrato das sociedades humanas e das pequenas comunidades com recurso à história, à sociologia ou à antropologia, a tantos olhares quantos os métodos específicos das ciências sociais e das humanidades». Em suma, pretende «reter imagens impressivas de Torres Novas, testemunhos dos vários tempos que ainda reconhecemos e que ligam as três ou quatro gerações que definem aquilo que nos é contemporâneo», como é referido nesta primeira edição.
---------------------------------------------------------------------------

Desporto - Atletismo


João Lopes e Inês Henriques voltam a ganhar prova integrada no Torneio de Atletismo das Freguesias do Concelho de Rio Maior
João Lopes e Inês Henriques, ambos atletas do CN Rio Maior, voltaram a vencer no Torneio de Atletismo das Freguesias patrocinado pela Câmara Municipal de Rio Maior, ao chegarem isolados à meta no 19º Troféu Vítor Barata realizado no sábado, 20 de Novembro, na Vila da Marmeleira, este ano numa organização da Junta de Freguesia local, que contou com o apoio da GNR e Bombeiros Voluntários de Rio Maior.
Numa manhã fria mas sem chuva, centena e meia de atletas estiveram presentes na Marmeleira na terceira prova do torneio, para disputar esta clássica do atletismo que já leva dezanove anos a prestar homenagem a Vítor Barata.
O entusiasmo dos atletas e do público presente proporcionaram uma agradável manhã desportiva, bem merecida pela Junta de Freguesia da Vila da Marmeleira, pelo esforço desenvolvido na organização.
Os resultados forma os seguintes:
Seniores M:
1º João Lopes, CNRM 19.09;
2º Nuno Nunes, CNRM 19.44;
3º Alexandre Araújo, CNRM 21.41;
4º João Canas ARCT 21.42;
5º Marco Fidalgo, AAC 21.51;
Seniores F:
1º Inês Henriques, CNRM 23.20;
2º Cristina Costa, CNRM 24.36;
3º Carla Ribeiro, AAC 27.02;
4º Sandrina Cunha, 20kmALM 27.54;
5º Laura Serrazina, AAC 28.51;

domingo, 21 de novembro de 2010

Eventos


Alcanena acolhe colóquio “Os Filhos da Violência Doméstica”
O Auditório do Cine-Teatro São Pedro recebe no próximo sábado, dia 27, o Colóquio “Os Filhos da Violência Doméstica”.
O evento é uma iniciativa da Câmara Municipal de Alcanena, da CPCJ de Alcanena e dos Parceiros da Rede Social do concelho.
A sessão de abertura, está agendada para as 15:00h e será presidida pela Secretária de Estado da Igualdade, Elza Pais, contando ainda com as presenças de Armando Leandro, Presidente da Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens e Fernanda Asseiceira, Presidente da CPCJ e da Câmara Municipal de Alcanena.
Para as 15:30h está marcado o início do 1º painel deste colóquio, que contará com as intervenções de Cármen Ludovino, da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), que abordará o tema “Os Filhos da Violência Doméstica: perspectiva e experiência da APAV”, e de Daniela Félix, Procuradora-Adjunta do Tribunal de Alcanena, que falará sobre “O Crime de Violência Doméstica e a Repercussão nas Crianças”.
O 2º painel terá início às 16:15h, com a intervenção de Maria João Pena, do Instituto de Apoio à Criança (IAC), que versará sobre o tema “S.O.S. Criança: pela Defesa dos Direitos da Criança”, seguindo-se a comunicação de Maria João Vilhena, a União das Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), subordinada à temática “A Redescoberta da Parentalidade em Contexto de Casa Abrigo”.
Seguir-se-á um debate, durante o qual os presentes terão oportunidade de trocar opiniões e de colocar as suas questões aos oradores deste colóquio.
--------------------------------------------------------------------------

sábado, 20 de novembro de 2010

Sociedade

Presidente da Câmara de Torres Novas diz que “Encontros da Lusofonia” reforça a ligação entre municípios dos países lusófonos
O presidente da Câmara de Torres Novas, entidade que acolheu durante seis dias a terceira edição dos Encontros da Lusofonia, referiu hoje que este evento “reforçou a ligação entre os municípios dos países lusófonos participantes”.
Segundo António Rodrigues, destes encontros saíram “perspectivas e reforços de acordos para a formação e capacidade das pessoas nestes municípios da lusofonia mais necessitados de conhecimento que, nós portugueses, podemos exportar”.
O autarca torrejano, que é também representante da Associação Nacional de Municípios no Foral CPLP, frisou ainda que a acção iniciada com estes encontros “tem que ser um trabalho continuado, uma ponte contínua e permanente entre países e autarquias lusófonas”.
“Para nós, em Torres Novas, a ligação com o mundo da lusofonia é o futuro e, por isso, vamos criar um departamento na autarquia que ficará encarregado de fazer contactos permanentes com os nossos parceiros da lusofonia”, anunciou à Lusa o autarca.
Na edição deste ano dos Encontros da Lusofonia estiveram representantes dos municípios onde existem réplicas do padrão henriquino, monumento comemorativo dos 500 anos da morte do Infante D. Henrique, colocado nas então províncias ultramarinas durante o Estado Novo e de que existe uma cópia em Torres Novas.
A comitiva internacional incluiu representantes de Díli (Timor-Leste), Água Grande (São Tomé e Príncipe), Maputo (Moçambique), Cidade da Praia (Cabo Verde) e das cidades guineenses de Farim e Cacheu e de Panjim (Goa), onde existem réplicas do monumento, e também da Ribeira Grande e Sal (Cabo Verde) e do Lubango (Angola).
*Lusa
------------------------------------------------------------------------------

Desporto - Futebol

Desportivo de Fátima substitui treinador
João Sousa foi o nome escolhido pela Direcção do CD Fátima para substituir Diamantino Miranda no comando técnico da equipa, última classificada da Liga de Honra de futebol.
Consumada durante a sexta-feira a rescisão de contrato com Diamantino Miranda, os ribatejanos anunciaram na manhã de hoje o nome de João Sousa como novo treinador da equipa profissional, através do director desportivo Mário Abreu.
O técnico, de 50 anos, estava inactivo depois de ter treinado o Carregado, também na Liga de Honra, nas primeiras 14 jornadas da época passada.
Com uma carreira sólida na segunda divisão, João Sousa conta no seu currículo com passagens pelo Pinhalnovense, Caldas, Rio Maior e Portomosense.
A duração do contrato e a composição da equipa técnica, de acordo com Mário Abreu, “ainda estão por definir”.
João Sousa iniciará funções na segunda-feira e terá como principal objectivo tirar a equipa do último lugar da Liga de Honra.
-------------------------------------------------------------------------

Eventos

Núcleo de Arte de Riachos promove evento para ajudar Bombeiros Torrejanos
O Núcleo de Arte de Riachos vai promover um evento com a finalidade de ajudar os Bombeiros de Torres Novas, com a realização de uma Mostra de Artesanato nos próximos dias 27 e 28 de Novembro. Esta Mostra decorrerá no Pavilhão da Associação Humanitária dos Bombeiros de Torres Novas, onde, durante a qual, funcionará uma Quermesse em que os lucros apurados reverterão a favor da Associação Humanitária. Também durante o evento haverá animação com música ao vivo.
-------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Cultura

Centro Ciência Viva de Constância assinala “Dia Nacional da Cultura Científica”
Na semana de 23 a 28 de Novembro, o Centro Ciência Viva de Constância (CCVC) assinala o Dia Nacional da Cultura Científica promovendo diversas iniciativas que pretendem fomentar o estímulo pelo conhecimento e dedicação às ciências.
Com início na terça-feira, dia 23, as actividades prolongam-se pela semana até domingo, dia 28. Para além das sessões habituais de divulgação da Astronomia, realizadas no CCVC, celebra-se a Cultura Científica com as iniciativas extraordinárias mencionadas no programa da Semana da Cultura Científica.
Durante aqueles dias, no CCVC, estará patente o Quiosque da Ciência com um show de experiências. No sábado e domingo, será possível também visitar a exposição Personalidades da Ciência e assistir ao filme Hubble – 15 anos de descoberta.
As actividades da Semana da Cultura Científica terão lugar nos seguintes horários: De 23 a 26 (terça a sexta-feira): 10h00-13h00/14h30-18h00; 27 (sábado): 14h30-18h00; 28 (domingo): 14h30-19h30.
Mais informações sobre a Semana da Cultura Cientifica podem ser obtidas no CCVC, através do telefone 249 739 066, ou via correio electrónico para info@constancia.cienciaviva.pt
--------------------------------------------------------------------------------

Cultura


Biblioteca Municipal de Torres Novas adere à Rede de Bibliotecas Associadas da UNESCO
A secretária executiva da Comissão Nacional da UNESCO, Manuela Galhardo, esteve em Torres Novas ontem, dia 18 de Novembro, a entregar o certificado que formaliza a integração da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes na Rede de Bibliotecas Associadas da UNESCO.
A cerimónia decorreu durante os III Encontros da Lusofonia, tendo Manuela Galhardo, sublinhado, «é com muito prazer que entrego o certificado que atesta a inclusão da Biblioteca Gustavo Pinto Lopes nesta Rede. Torres Novas é uma Cidade Educadora. A escola Maria Lamas é uma escola UNESCO, que promove e difunde os nossos valores. Por isso, este é o selar de uma relação que começou há muito. É um momento muito feliz enquadrar esta cerimónia nos Encontros da Lusofonia, porque é na cultura, tendo a língua como base, que nos situamos para estabelecer as pontes da internacionalização da biblioteca», frisou.
Para o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, este diploma representa uma homenagem, adiantando, «é o resultado dos homens e das mulheres que trabalham na Biblioteca e na Divisão de Educação da Câmara. Há aqui o resultado evidente e positivo do trabalho dos que estão no terreno. Quero aproveitar para lhes agradecer e dizer que merecem esta distinção. Este trabalho é vosso», sublinhou o autrca torrejano.
No final da cerimónia ficou ainda a intenção de a UNESCO se associar aos Encontros da Lusofonia de Torres Novas, já a partir do próximo ano.
A candidatura apresentada pela Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes foi ao encontro do cariz intercultural que se pretende afirmar no equipamento, complementar ao projecto de promoção da leitura (Lês-te, a Biblioteca de Leste: centro de recursos multicultural), realizado em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian.
-----------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Comissão de Utentes da A23 consideram-se enganados pela inclusão de portagens entre a A1 e Abrantes
A Comissão de Utentes da A23 no Médio Tejo manifestou-se hoje apreensiva com o anúncio da colocação de pórticos entre o nó da A1 em Torres Novas e Abrantes.
“Alguns ‘agentes’ ou ‘comissários’ locais do Governo disseram-nos sempre que o troço entre o nó da A1 e Abrantes não seria portajado. Agora, estamos perante um facto consumado, e o Governo coloca portagens nesse troço. Com isso tentaram enganar e dividir os utentes de toda a A23”, afirmou hoje António Costa Ferreira, da Comissão de Utentes da A23 no Médio Tejo.
Salientando a “apreensão em todo o processo”, o porta-voz dos utilizadores reiterou que “a A23 é fundamental e não há alternativas dignas para os utentes que não estejam em condições de pagar a utilização da via”.
António Costa Ferreira distingue o volume de tráfego entre o nó da A1, em Torres Novas, e Abrantes do restante traçado da A23, justificando-o com “a organização empresarial e dos serviços do Estado no Médio Tejo”.
“Vamos empenhar-nos para que o processo não vá para a frente”, frisou o porta-voz, acrescentando que, “mesmo sem portagens, em algumas das vias supostamente alternativas, como o centro do Entroncamento ou junto a Torres Novas, apresentam, em algumas horas do dia, um trânsito caótico”.
A Scutvias, concessionária da SCUT Beira Interior disse à Lusa que a instalação dos pórticos para a cobrança de portagens na A23 deverá arrancar no início de 2011.
A concessionária acrescentou que do quilómetro zero da A23 (confluência com a A1) ao quilómetro 37 (Nó Oeste de Abrantes) “serão instalados três conjuntos de pórticos", nos sublanços Zibreira/Torres Novas, Entroncamento/Atalaia, Constância Centro/Montalvo – Abrantes.
Entre o quilómetro 37 e o quilómetro 217 da A23 (confluência com a A25 após a Cidade da Guarda) serão instalados 13 conjuntos de pórticos, acrescentou a concessionária.
Em causa estão os sublanços Abrantes Este/Mouriscas, Mouriscas/Mação, Gavião/Envendos, Fratel/Perdigão, Alvaiade/Sarnadas –Retaxo, Sarnadas – Retaxo/Castelo Branco Sul, Castelo Branco Norte/Alcains, Alcains/Lardosa, Castelo Novo/Fundão, Alcaria/Covilhã Sul, Covilhã Norte/Belmonte Sul, Belmonte Norte/Benespera, Benespera/Guarda.
O Governo anunciou que a cobrança de portagens nas SCUT Interior Norte, Beiras Litoral e Alta, Beira Interior e Algarve terá início até 15 de abril de 2011, mas o ministro das Obras Públicas já disse que se houver condições para que a cobrança comece antes desta data, o Governo trabalhará nesse sentido.
-----------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Autarquias

Câmara de Vila Nova da Barquinha vai vender em hasta pública terreno para urbanização
A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha vai vender, em hasta pública, um terreno para construção de prédios e moradias junto ao futuro Centro Escolar/Centro Integrado de Educação em Ciências, uma forma de financiar as obras dos arranjos exteriores e acessos ao centro escolar. O denominado “Loteamento da Escola”, composto por quatro lotes de habitação unifamiliar e dois lotes de habitação colectiva, vai ser colocado à venda no próximo dia 24, às 15:30, no edifício dos serviços municipais, afirma a autarquia em comunicado.
-----------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Autarquia do Cartaxo aprova venda de lotes para empresas
O executivo municipal do Cartaxo aprovou, na última terça feira, a venda dos cinco lotes que ainda possui na Zona de Actividades Empresariais (ZAE) do Casal Branco a um preço base de licitação de 15 euros o metro quadrado.
A área de cada lote ronda os 2500 metros quadrados, afirma a autarquia em comunicado, sublinhando que as obras de infra-estruturas básicas (saneamento, águas, telecomunicações) se iniciarão antes do fim do ano.
A autarquia dará preferência a empresas que localizem a sua sede na ZAE do Casal Branco, não sejam poluentes, usem energias renováveis, sejam complementares da área agrícola e/ou industrial e criem mais postos de trabalho.
----------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Escola em Benavente evacuada devido a alerta de bomba
Um alerta de bomba levou hoje à evacuação da Escola EB 2,3 Duarte Lopes, em Benavente, disse à Lusa fonte do comando distrital da GNR de Santarém.
Segundo a GNR, o alerta foi dado às 09:15, através de telefonema anónimo, o que levou as autoridades a accionarem o plano de emergência e a evacuarem a escola, conduzindo os alunos, professores e funcionários para um pavilhão nas redondezas, fora do perímetro de segurança.
A GNR adiantou que foram accionadas equipas de inactivação de engenhos explosivos que, após buscas em toda a escola, “não detectaram qualquer indício de um engenho explosivo”.
O funcionamento do estabelecimento de ensino já foi retomado com normalidade, acrescenta a GNR.
No local estiveram os bombeiros e a GNR de Benavente e equipas de inactivação de engenhos explosivos da GNR.
--------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Incêndio em Boleiros, freguesia de Fátima provoca três feridos
Um incêndio numa habitação na localidade de Boleiros, em Fátima (Ourém), provocou hoje três feridos, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.
Segundo a protecção civil, o incêndio deflagrou cerca das 07:20 no quarto de uma habitação unifamiliar de Boleiros, tendo provocado três feridos, dois dos quais sem gravidade.
No local estiveram nove elementos dos bombeiros de Fátima, apoiados por três viaturas, e a GNR.
--------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Condutora de um veículo envolvido no acidente mortal no Entroncamento apresentou-se às autoridades
A condutora de um automóvel envolvido, na manhã de hoje no Entroncamento, num atropelamento mortal de um homem de 75 anos, apresentou-se à PSP, depois de ter estacionado a viatura num parque próximo do local do acidente, informou fonte policial.
Inicialmente, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, disse à agência Lusa que a viatura envolvida no acidente se teria colocado em fuga.
Em comunicado, o Comando Distrital da PSP de Santarém, esclareceu esta tarde que “a condutora, que se encontrava em estado de choque, estacionou a viatura num parque de estacionamento próximo e apresentou-se aos elementos policiais que compareceram no local”.
O acidente ocorreu cerca das 07:25, na Avenida José Eduardo Vítor das Neves, no centro do Entroncamento. A vítima mortal era moradora na cidade.
---------------------------------------------------------------------------