sábado, 31 de janeiro de 2009

Sociedade



Imagem: A.Anacleto
-------------------------------
Padre Lino Maia reeleito presidente da CNIS

Em sufrágio realizado esta tarde em Fátima durante o IV Congresso da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social, a lista presidida pelo padre Lino Maia venceu com larga margem a lista que era liderada por outro sacerdote, Carlos Gonçalves.
A lista A, encabeçada por Lino Maia, conquistou 369 dos 581 votos entrados nas urnas, enquanto que, a lista B, arrecadou 207 votos, ainda houve quatro votos brancos e um nulo.
Foi elevada a participação das Instituições filiadas naquela estrutura na votação para os órgãos sociais, tendo-se prolongado durante mais de três horas do que o horário previsto.
O ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, acompanhado pelo Secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques encerraram ao início da noite o Congresso.

CNIS cria fundo social de emergência

A Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS) anunciou esta tarde em Fátima, a criação de um Fundo Social de Emergência para responder ao aumento de pedidos de ajuda por parte da população.
«Trata-se de um fundo de solidariedade social de emergência para atender a situações precárias, sobretudo de pessoas mais do que instituições», declarou à agência Lusa o presidente da CNIS, o padre Lino Maia, à margem do IV Congresso Nacional das instituições de solidariedade.
Questionado como vai obter o financiamento, Lino Maia, disse que será junto de «todas as fontes», desde o Governo ao mecenato, passando pelo sector empresarial e comunidade em geral. As verbas serão depois canalizadas para as instituições particulares de solidariedade social (IPSS) que, por sua vez, apoiarão as pessoas e famílias com necessidades, um processo ao qual o presidente da CNIS garantiu a «máxima transparência». «Para se saber, a todo o momento, aquilo que foi dado e o que foi entregue», explicou o padre Lino Maia, acrescentando que as IPSS «não estavam preparadas para fazer um esforço extra» decorrente da actual crise.
«As IPSS estão também a serem vítimas da crise», sublinhou o presidente.
O presidente da CNIS observa que «há muita gente a passar fome» e que a «pobreza está a aumentar», situações que atribui ao «desemprego» e «à impossibilidade de muitas pessoas cumprirem compromissos assumidos».
«As perspectivas são dramáticas», afirmou ainda o padre Lino Maia.

Vieira da Silva, anunciou hoje que as medidas de criação de emprego no sector solidário serão uma realidade "dentro de muito poucas horas".

Fonte do Ministério disse à agência Lusa que o pacote de medidas será apresentado na próxima segunda-feira, quando Vieira da Silva anunciar a Iniciativa Emprego 2009, destinada a apoiar os jovens no acesso ao emprego, apoiar o regresso à vida activa, lutar contra o desemprego e alargar a protecção social.
Após o encerramento do IV Congresso da CNIS, Vieira da Silva afirmou que vai ser dada às "entidades não lucrativas, às organizações não governamentais, onde se incluem as instituições de solidariedade, a oportunidade de poderem ter o apoio do Estado para terem ao seu serviço durante um período de tempo trabalhadores que estejam em situação de desemprego".
"Essa é a principal prioridade", afirmou o ministro, acrescentando que os trabalhadores "terão uma compensação adicional" para desempenharem funções de interesse social.
"A cooperação com as instituições de solidariedade tem estado muito orientada para a acção social", afirmou Vieira da Silva, considerando que essa cooperação pode ser agora ampliada "no domínio do apoio ao emprego".
Questionado com a decisão tomada hoje pela CNIS de criar um fundo de solidariedade social de emergência, o ministro afirmou que "o ministério tem, naturalmente, fundos de emergência social que são aplicados em situações de crise".
Vieira da Silva também recordou, que embora a CNIS seja a entidade mais representativa em termos de número no âmbito do trabalho social, existem ainda outras como a União das Misericórdias e a União das Mutualidades.
"Eu terei que discutir e conversar com os dirigentes da CNIS e com os representantes de outras instituições para entender bem o que se pretende", disse Vieira da Silva, admitindo que, "se a ideia for viável e concretizável", o princípio da cooperação "permitirá trabalhar nessa área".
---------------------------------------
Fonte: Lusa
A.A.

Sociedade

Taxas moderadoras mais caras

A partir de amanhã, Domingo, as taxas moderadoras de consultas, urgências e actos médicos em hospitais e centros de saúde ficam mais caras. No entanto os valores a pagar pelas cirurgias em ambulatório vão ficar cinco euros mais baratos, noticia a agência Lusa.
A tabela de actualização está numa portaria publicada no passado dia 15 no Diário da República, por se considerar que as taxas moderadoras estavam «desactualizadas, quer quanto ao valor, quer quanto à tipologia dos actos».
As consultas nos hospitais centrais e distritais sobem 10 cêntimos, passando o valor no primeiro de 4,40 para 4,50 euros e no segundo de 2,90 para 3,00euros. Nos centros de saúde, os utentes passam a pagar mais 5 cêntimos, de 2,15 euros para 2,20 euros.
Em relação às urgências, o pagamento deixa de ser feito conforme a tipologia do hospital e passa a ser efectuado consoante se trata de uma urgência polivalente (9,40 euros), urgência básica e urgência médico-cirúrgica (8,40 euros) ou em centros de saúde (3,70 euros).
Nas situações de internamento, por cada um dos primeiros dez dias, o custo passa a ser de 5,20 euros e o serviço domiciliário sobe 10 cêntimos, fixando-se nos 4,70 euros.
A cirurgia de ambulatório é o único acto médico cuja taxa moderadora desce na nova tabela, num total de cinco euros: custava 10,20 euros e passa a custar 5,20.
O Governo pretende este ano que mais de metade das cirurgias programadas sejam feitas em ambulatório (sem internamento), uma meta que segundo o Ministério da Saúde permitirá «diminuir muito» as listas de espera.
--------------------------------------------
A.A.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Sociedade



Imagem:A.Anacleto
-----------------------------------
Maioria dos «novos pobres» está associada à Lei do Divórcio, diz o Presidente da República

Cavaco Silva manifestou hoje a sua “perplexidade» pela forma como se legisla em Portugal sobre matéria relevantes como divórcio, considerando que o novo diploma poderá levar ao aumento dos "novos pobres”.
Num discurso esta tarde em Fátima na abertura do Congresso da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social (CNIS), que está a decorrer até amanhã, o mesmo foi centralizado nos «novos pobres».
O Presidente da República disse ter recolhido informações que a maioria desses casos está associada a situações de divórcio, alertando para a possibilidade da nova legislação aumentar o número de situações.
«Dos contactos que tenho mantido com dirigentes de instituições de solidariedade, recolho informações que a maioria dos casos de “novos pobres” está associada a situações de divórcio», declarou o chefe de Estado.
Cavaco sublinhou, que essas mesmas informações apontam para que «esses casos tenderão a aumentar com a nova Lei do Divórcio».
«Das previsíveis consequências sociais e das profundas injustiças da sua aplicação, alertei os portugueses em devido tempo», acrescentou o Presidente da República, que, depois de ter vetado a primeira versão do diploma da Assembleia da República, promulgou a lei com duras críticas.
----------------------------------
A.A.

Vida Laboral

No distrito de Santarém, cerca de 2500 trabalhadores têm empregos em risco

No distrito de Santarém 2500 trabalhadores estão a viver dificuldades no emprego, com atrasos nos pagamentos de salários, reduções do tempo de trabalho e dificuldades económicas, anuncia a União dos Sindicatos de Santarém (USS) em comunicado.
Foi feito recentemente um levantamento e os trabalhadores nesta situação fazem parte de dezassete empresas na região, encontrando-se os mesmos a confrontar-se com “a ameaça de perda do posto de trabalho”, diz aquela estrutura sindical, realçando também que existem empresas que enviaram os seus trabalhadores “para férias forçadas” por não terem encomendas.
Conforme refere a União dos Sindicatos, a situações mais crítica encontram-se nos sectores metalúrgico e automóvel existindo oito empresas com trabalhadores nestas situações. Também nos têxteis há empresas em dificuldades. Outros sectores como os curtumes, a cerâmica e a construção civil, estão em dificuldades, com salários rm atraso ou falta de trabalho.
A USS diz que está a acompanhar as situações e a pedir a intervenção da Autoridade para as Condições de Trabalho. Apelando simultaneamente aos trabalhadores que não tenham receio de “denunciar as situações de abuso” nas empresas onde estão a laborar.
Realça também aquela estrutura que «na maioria das situações o patronato apresenta factos consumados, atropelando direitos e fugindo ao debate com os trabalhadores e os sindicatos». No mesmo comunicado, a USS denuncia a existência de situações de fuga aos impostos por parte dos empresários e casos de incumprimento da contratação colectiva.
.............................................................
A.A.

Desporto - Atletismo

23ª Estafeta Alcanena - Rio Maior

Realiza-se este Domingo, dia 1 de Fevereiro, a 23.ª edição da Estafeta Alcanena-Rio Maior. É uma prova que liga as duas sedes de concelho. A corrida é organizada em conjunto pelas Câmaras Municipais de Alcanena e Rio Maior, e tem o apoio das Juntas de Freguesia, GNR, Bombeiros, comércio e indústrias locais.
A estafeta masculina, tem um percurso de 33,3 quilómetros e a feminina uma distância de 15,6 quilómetros, sendo ambas divididas em seis percursos.
Os masculinos partem de Alcanena às 10 horas e as atletas femininas partem de Alcanende, às 10H45m.
-------------------------------------
A.A.

Meteorologia

Mau tempo para o fim-de-semana

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) coloca o Norte e Centro de Portugal continental em alerta Amarelo devido ao mau tempo que se prevê para o fim-de-semana. O distrito de Santarém está incluido no grupo dos mais afectados pela chuva e ventos fortes.
Até Domingo, a Protecção Civil previne para períodos de chuva forte acompanhada por trovoadas, queda de neve por vezes intensa e vento forte.
A Protecção Civil, aconselha que se evite fazer viagens para as zonas onde se prevê a queda de neve.
---------------------------------------
A.A.

Sociedade

Fátima: Congresso debate crise social

O Presidente da República estará esta sexta-feira a partir das 15h00, na abertura do Congresso da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social (CNIS) que terá como temas centrais o aumento do desemprego, a pobreza e o envelhecimento da população.
O Governo marcará também presença no sábado, na cerimónia de encerramento, com representação dos ministros da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, e do Trabalho e Solidariedade Social, Vieira da Silva.
Em declarações à Lusa, o Presidente do Congresso da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social (CNIS) sublinhou que há necessidade de dotar aquelas instituições de meios para que estas possam minimizar a situação social que actualmente se vive em Portugal.
"Encontramo-nos neste momento num 'tsunami social' e as IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) são praticamente o último reduto desta onda de desgraça de que toda a gente fala", afirmou aquele responsável.
O Congresso termina a meio da tarde de sábado com a tomada de posse dos novos órgão sociais.
Apresentaram-se à eleição dos novos corpos sociais para o próximo triénio duas listas: Lista A que é liderada pelo actual presidente da CNIS, padre Lino Maia, e a Lista B, encabeçada pelo padre Carlos Gonçalves.
Cerca de 2500 IPSS, representam a CNIS, o qual, em conjunto, traduzem 70,3 por cento das respostas sociais em Portugal asseguradas pelo designado sector da economia social solidária.
.................................................................
A.A.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Sociedade



Imagem: A. Anacleto
....................................
Empresa Centenária de Alcanena com salários em atraso

A administração da empresa centenária “Constantino Mota – Motalca”, está à beira de apresentar a insolvência da empresa.
Contactados alguns trabalhadores à saída da empresa, estes dizem que a situação económica se tem vindo a degradar há alguns anos.
Chegaram a trabalhar mais de três centenas neste sector empresarial de curtumes na sede do concelho de Alcanena. Hoje, por lá vão resistindo cerca de uma centena.
Apesar de estarem com dois meses de salários em atraso, os trabalhadores estão dispostos a lutarem pelos seus direitos, em caso de falência da empresa. No entanto, afirmam que estão conscientes para continuarem a laborar, já que será mais um dano no campo social e económico da região de Alcanena.
Isidro Semião, trabalhador mais antigo da empresa com mais de quarenta anos de trabalho naquele unidade industrial, afirmou-nos que «sente mágoa quando olha as instalações da empresa e recorda os tempos áureos de décadas longínquas quando dava prazer trabalhar naquela casa», - hoje, «praticamente não há trabalho nem palavras para os trabalhadores», acrescentou.
Os trabalhadores vão apresentar um pré-aviso de greve com início na próxima terça-feira.
...................................
A.A.

Vida Laboral

Esclarecimento

Um grupo de trabalhadores no activo da empresa Fleximol, enviou-nos um "reparo" relacionado com a notícia publicada nos órgãos da comunicação social, inclusive, publicada também no nosso órgão no passado dia 26.01.2009, sobre o assunto “Trabalhadores da empresa Fleximol reuniram com líder parlamentar do PCP”.
Teor do "reparo":
(…) Vimos por este meio esclarecer a falta de veracidade dos factos, publicada na notícia em anexo enviada. É com muito espanto vermos um jornal com prestígio publicar uma notícia sem averiguar a veracidade dos factos com os trabalhadores no activo e pelo qual exigimos um pedido de desculpas pela publicação da mesma.(…)
(Subscrevem um grupo de sessenta e oito trabalhadores da empresa Fleximol)
--------------------------------
Nota: A notícia publicada no passado dia 25.01.09, está relacionada com a informação verídica do que se passou no encontro entre o líder parlamentar do PCP e os setenta e três trabalhadores da empresa Fleximol que foram colocados em lay-off. A notícia também refere declarações de um dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos, aquando do encontro.
Se porventura, nos for enviado qualquer comunicado oficial daquele grupo de trabalhadores no activo com solicitação de publicação para esclarecimentos reais da situação da empresa, publicaremos o mesmo na íntegra, aliás como é nosso timbre em termos de comunicação de utilidade pública.
O nosso lema é informar com verdade...
.............................................................
A.A.

Eventos

Ciências Ocultas vão ter feira em Torres Novas

Amanhã, sexta-feira, a Magic Esotérica, vai inaugurar pelas 14h00 no Pavilhão de Exposições da Nersant, em Torres Novas a feira de Ciências Ocultas. O evento vai contar com cerca de 30 expositores de várias ciências esotéricas, onde os visitantes poderão aceder a consultas de Tarot, Jogo de Búzios, Quiromancia, Cartomancia, Vidência e Runas.Simultâneamente, decorrerá venda de livros e artesanato. No decorrer da feira, haverá ainda vários espectáculos de faquirismo, magia, dança do ventre e capoeira, sem esquecer a tradicional queimada das bruxas à moda galega e o encantador de serpentes. Os Índios do Equador irão actuar em permanência durante a feira. O certame decorrerá de 30 de Janeiro a 1 de Fevereiro, das 14h00 às 22h00.
--------------------------------
A.A.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Justiça

Caso Esmeralda: Adelina Lagarto condenada a dois anos de prisão com pena suspensa

Adelina Lagarto, a mulher que criou a menor Esmeralda Porto, foi condenada hoje pelo Tribunal de Torres Novas, a dois anos de prisão, com pena suspensa, pelo crime de subtracção de menor por, durante vários anos, ter recusado cumprir as decisões judiciais que previam a entrega da criança ao pai biológico.
Aquele tribunal mais decidiu que a suspensão da pena fica condicionada à colaboração de Adelina Lagarto com a justiça, no que diz respeito ao processo de guarda da criança.
Esmeralda foi entregue pela mãe, Aidida Porto, ao casal Luís Gomes e Adelina Lagarto quando tinha três meses de idade, num momento em que o pai, Baltazar Nunes, não tinha ainda assumido a paternidade, o que só aconteceu quando a criança já tinha um ano.
-------------------------------
A.A.

Cultura


Museu da Boneca vai finalmente ser inaugurado em Alcanena

Após dois adiamentos no ano passado, o Museu da Boneca de Alcanena vai ser inaugurado no próximo dia 14 de Fevereiro.
O presidente da Câmara de Alcanena, deu a notícia ontem segunda-feira, 26 de Janeiro, em reunião do executivo da câmara. O autarca levou à aprovação o regulamento de tarifários e horário de funcionamento do novo espaço museológico, anunciado simultaneamente que a câmara convidou um membro do Governo para o dia da inauguração, esperando-se a confirmação. Recorde-se que a primeira data avançada para a inauguração do Museu da Boneca em Alcanena foi o dia 8 de Maio de 2008 (dia do concelho), mas o concurso lançado pela câmara para as obras de adaptação do jardim-de-infância teve de ser anulado, motivado por a única empresa a concorrer ter apresentado um preço mais elevado (25 por cento) acima do orçamentado que era de 100 mil euros.
O novo museu situa-se perto do tribunal da vila, nas instalações de um jardim-de-infância desactivado que sofreu obras de readaptação e vai ser constituído por uma zona de exposição e outra interactiva, onde os visitantes podem ver de perto o arranjo das bonecas que ali forem chegando. Segundo foi anunciado também pelo presidente do executivo camarário Alcanenense, o museu vai funcionar entre terça-feira e domingo, das 10h às 13h00 e das 14h00 às 18 horas, estando assegurado por uma funcionária da autarquia que foi destacada para o serviço. As crianças até aos seis anos não vão paga bilhete e as que têm entre 6 e 12 anos pagarão um euro. Entretanto os adultos pagam um ingresso de 1,5 euro.
----------------------------------
A.A.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Vida Laboral

Trabalhadores da empresa Fleximol reuniram com líder parlamentar do PCP

O líder do grupo parlamentar do PCP quer saber que acompanhamento está a ser dado à situação da Fleximol, fabricante de suspensões para veículos, no Cartaxo, que este mês colocou 73 trabalhadores em lay-off.
Bernardino Soares, reuniu-se hoje com trabalhadores que viram o seu contrato de trabalho ser suspenso no início do mês de Janeiro por um período de seis meses. Aquele líder pronunciou que terça-feira vai entregar no Parlamento um requerimento ao Governo sobre a situação actual nesta empresa. No total são 73 trabalhadores que estão numa situação de lay-off.
José Neves, dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos, disse que a razão usado pela empresa foi a redução das encomendas e da capacidade de pagar todos os salários. Mas não se compreende que os trabalhadores que ficaram na empresa estejam a fazer trabalho suplementar, no fundo torna-se numa violação das normas legais.
O sindicato mais contesta a forma como foram escolhidos os 73 trabalhadores "sem qualquer fundamentação".
Aquele dirigente sindical, afirmou ainda que, além do grupo parlamentar do PCP, o sindicato quer reunir-se com os outros partidos com assento parlamentar, indo igualmente solicitar uma reunião com o governador civil de Santarém para o "sensibilizar" para a situação.
Dos 73 trabalhadores abrangidos por esta medida, um pediu a reforma. Sessenta e um residem no concelho do Cartaxo, sete no da Azambuja e quatro no de Santarém.
A maioria das idades está compreendida entre os 20 e 55 anos.
--------------------------------
A.A.

Sociedade

A23 continua condicionada na zona de Torres Novas

A circulação na A23 continua condicionada ao quilómetro 10,7, na zona de Torres Novas. O trânsito continua a fazer-se numa única faixa nos dois sentidos, embora a anomalia no pavimento seja apenas no sentido Abrantes-Torres Novas entre os quilómetros 10,4 e 11,4. Quem se dirige a Torres Novas terá que sair no entroncamento da Zibreira. O Governador Civil de Santarém está a acompanhar a ocorrência, solicitando a compreensão dos condutores e apelando à tomada de super cuidados no local.
---------------------------------------
A.A.

Animação e Lazer



Imagem: A. Anacleto
..................................
Noites do fim-de-semana estiveram animadas nos “Convívios de Beneficiência” realizados no Pavilhão Polivalente de Louriceira.
Estes convívios de louriceirenses, realizaram-se em prol de angariação de fundos para a AIJIL, Associação Social, que está empenhada na construção de um "Centro de Dia" na freguesia.
..................................
A.A.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Perigo de Derrocada

Perigo de derrocada leva a evacuar pavilhão em Santarém onde decorria uma feira

O perigo de derrocada, devido a uma fissura de elevadas proporções numa parede, obrigou hoje à evacuação de um pavilhão em Santarém onde decorria uma feira, disse o Comando Distrital de Operações de Socorro à agência Lusa.
Cerca das 11h45m já tinham sido retirados todos os feirantes, número que não foi divulgado, e criado um perímetro de segurança em torno do imóvel, acrescentou a mesma fonte do CDOS de Santarém.
O alerta para a situação fora dado às 10:57, após ter sido detectada "uma fissura de alto a baixo" numa das paredes do pavilhão.
De acordo com a mesma fonte, o edifício é usado habitualmente para guardar viaturas apreendidas pela PSP e nele costuma realizar-se uma feira quinzenal.
Ao final da manhã, um técnico camarário era aguardado no local para avaliar a situação, adiantou o CDOS.
----------------------------------------------
A.A.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Tradições Populares...



Imagem: A. Anacleto
...................................
S. Vicente saiu à rua…

A freguesia de Louriceira, festejou hoje o S. Vicente. Esta acção religiosa está integrado no “Convívio de Beneficiência”, que está a decorrer este fim-de-semana no burgo louriceirense, em prol de uma actividade social. Após a missa celebrada esta tarde na Igreja Matriz, a procissão saiu à rua, percorrendo várias ruelas da freguesia, na qual se integrou parte da população e alguns forasteiros que vão mantendo a tradição de venerar o santo.
-----------------------------------
Freguesia de Louriceira
Louriceira é uma aldeia muito antiga, cujas origens remontam à Idade do Bronze, ou talvez ao período anterior. A sua Igreja Matriz, simples mas de inigualável beleza, classificada como Património Nacional, terá sido edificada em meados do século XII, o que prova ser terra antiga. Esta Igreja, de invocação da Nossa Senhora da Conceição, de tipo Manuelino e com um notável revestimento cerâmico, é o edifício com maior interesse histórico.
A freguesia tem uma curiosa implantação geográfica. Estende-se na direcção oeste/sudoeste, acompanhando grosseiramente o trajecto do Rio Alviela, desde os limites de Malhou e Vaqueiros até ao maciço de Porto de Mós, onde se localiza o lugar de Carvalheiro com os seus cem habitantes, sendo uma das mais pequenas freguesias do Concelho de Alcanena. Situam-se nesta freguesia os famosos Olhos de Água, onde nasce o Rio Alviela. Durante mais de cem anos aí foi captada a água para o abastecimento de grande parte da cidade de Lisboa, sendo transportada através de uma conduta que começou a ser construída em Dezembro de 1871 e se concluiu em 1880. Durante a década em que ocorreram os trabalhos, a Louriceira conheceu um grande desenvolvimento comercial devido à presença de grande quantidade de trabalhadores, necessários à realização de tão grandiosa obra. Os vários aquedutos existentes na freguesia, verdadeiras obras de arte e que constituem um interessante património arquitectónico e de arqueologia industrial, de que se salienta a Arcada do Vale, são o ex-líbris da freguesia da Louriceira.

História da origem de S. Vicente

A história da origem do nome de São Vicente começou há muito tempo, no ano 325, na cidade espanhola de Huesca, uma então Província de Saragoza. Lá nasceu o jovem Vicente, padre dedicado que se destacava por seu trabalho, tanto que o bispo de Saragoza, Valério, lhe confiou a missão de pregador cristão e doutrinador catequético. Valério e Vicente enfrentavam, naquela época, o imperador Diocleciano, que perseguia os cristãos na Espanha. Os dois acabaram sendo presos por um dos homens de confiança do imperador, Daciano, que baniu o bispo e condenou Vicente à tortura. O martírio sofrido por Vicente foi tão brutal, a ponto de surpreender os carrascos.
Eles relataram a impressionante resistência do rapaz que, mesmo com gravetos de ferro entre as unhas e colocado sobre uma grelha de ferro para ser queimado aos poucos, não negou a fé cristã.
Ao final daquele dia 22 de janeiro, os carrascos decidiram matar-lhe com garfos de ferro, dilacerando-o completamente.
Seu corpo foi jogado às aves de rapina. Os relatos dão conta de que uma delas, um corvo, espantava as outras aves, evitando a aproximação das demais. Os carrascos decidiram, então, jogá-lo ao mar.
O corpo de Vicente foi resgatado por cristãos, que o sepultaram em uma capela perto de Valência. Depois, seus restos mortais foram levados à Abadia de Castes, na França, onde foram registrados milagres. Em seguida, foram levados para Lisboa, na Catedral da Sé, onde estão até hoje. Vicente foi canonizado e recebeu o nome de São Vicente Mártir, hoje santo padroeiro de São Vicente e de Lisboa. Desde então, o dia 22 de janeiro é dedicado a ele. Por isso, quando a expedição portuguesa comandada por Gaspar de Lemos chegou aqui, em 22 de janeiro de 1502, deu à ilha o nome de São Vicente, pois o local era conhecido, até então, como Ilha de Gohayó. Outro navegador português, Martim Afonso de Sousa, chegou aqui exatamente 30 anos depois, em 22 de janeiro de 1532. Ele foi enviado pela Coroa Portuguesa para constituir aqui a primeira Vila do Brasil e resolveu batizá-la reafirmando o nome do santo daquele dia, São Vicente, pois era reconhecidamente um católico fervoroso.
..................................
A.A.

Curtumes - Métodos Ecológicos

Curtumes mais ecológicos

Sete empresas de curtumes de Alcanena fazem parte de um grupo pioneiro de 20 empresas portuguesas ligadas à fileira da indústria portuguesa de calçado que iniciaram um projecto de produção de calçado ecológico. Este projecto foi lançado pelo Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP) e tem como objectivo envolver os agentes económicos desta fileira num processo de produção de sapatos com materiais e processos "amigos do ambiente".
.............................................................................
Pode ler a notícia na íntegra no Jornal "O Ribatejo"
A.A.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Trânsito...

Condicionamento da circulação na A23 junto a Torres Novas

Motivado pelo deslize de um talude na A23, perto de Torres Novas, originou o condicionamento do trânsito no sentido Abrantes-A1. O incidente, teve origem numa passagem hidráulica, junto ao nó de Torres Novas mas não causou feridos estando o trânsito a ser feito numa só faixa de rodagem nos dois sentidos.
A protecção civil de Santarém informou que o trânsito foi cortado totalmente na faixa atingida na A23, sentido Abrantes-A1 tendo sido feito um balanceamento com o trânsito a circular apenas numa faixa em cada sentido. A saída para Torres Novas foi encerrada e os condutores que se dirigem a Torres Novas são encaminhados para o entroncamento da Zibreira.
--------------------------------
A.A.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Convívio


"Convívio de Beneficiência"

No próximo fim-de-semana (23, 24 e 25), vai realizar-se na freguesia de Louriceira, um “Convívio de Beneficiência” integrado na romaria de S. Vicente.
É uma organização de um grupo de cidadãos louriceirenses, de apoio à Associação “AIJIL – Associação de Apoio Integrado a Jovens e Idosos de Louriceira”, para que em conjunto com a população louriceirense, se angarie fundos para investimento numa obra social.
A sua colaboração é marcante, já que se trata de uma obra premente na vida social, principalmente dos mais idosos da freguesia Louriceirense.
Clik na imagem para consultar o cartaz.
-----------------------------------
A.A.

Política

Presidentes de Junta CDU avançam como independentes no concelho de Santarém

Seis dos sete presidentes de junta eleitos em 2005 pela CDU no concelho de Santarém estão a diligenciar para se candidatarem como independentes às próximas eleições autárquicas, disseram várias fontes à agência Lusa.
"Estamos a trabalhar no sentido de uma candidatura independente", disse à Lusa o presidente da Junta de Freguesia da Moçarria, Carlos Beja, confirmando que os autarcas de freguesia eleitos pela CDU que seguiram Luísa Mesquita no processo que opôs esta ao PCP têm trabalhado com a vereadora.
"Agora estamos do outro lado da barricada. Não tenho nada contra a CDU, mas fiz a opção de trabalhar com a vereadora e é isso que vou fazer até ao fim do mandato", disse à Lusa o presidente da Junta de Freguesia de Vaqueiros, Firmino Oliveira, sublinhando que a maioria dos que o acompanharam em 2005 "apoia a ideia de uma candidatura independente" nas próximas autárquicas.
Entretanto Luísa Mesquita, que recusa falar ainda de uma possível candidatura à autarquia, disse à Lusa que há "um colectivo que tem estado a trabalhar" consigo e que inclui, além dos seis presidentes de junta, os dois eleitos da CDU nas freguesias de Salvador e S. Nicolau.
"Neste momento a minha única preocupação é terminar os meus mandatos como vereadora e como deputada com o melhor trabalho e empenho". Daqui a algum tempo divulgarei a minha decisão, acrescentou.
O Presidente da Junta de Vaqueiros, adiantou que foi num jantar que assinalou os seus 20 anos à frente da freguesia, e que reuniu mais de 60 pessoas, que o movimento no sentido de uma candidatura independente, aberta à população, ganhou impulso.
"Este é um meio pequeno, com falta de gente, e não podem ser sempre os mesmos a andar a puxar", afirmou, sublinhando que a população "entendeu" o apelo e está "mobilizada" e que a lista será criada "com ou sem" a sua participação.
"São 20 anos e a minha vida não é isto", disse, sublinhando as "montanhas que é preciso mover para mudar alguma coisa".
Tanto Firmino Oliveira como Carlos Beja confirmam que houve contactos por parte do PCP para renovação da candidatura, mas o autarca Carlos Beja, não gostou que o partido tivesse corrido primeiro todos os elementos da sua lista à procura de candidatos para só depois o consultarem.
"Lamento que, se estavam interessados em que eu fosse cabeça de lista, não me tenham contactado em primeiro lugar", disse, reafirmando que os que o acompanharam em 2005 mantêm-se consigo e determinados em continuar, mas como independentes.
Dos sete presidentes de junta de freguesia eleitos pela CDU no concelho de Santarém, três são independentes - José Viegas (Pernes), José Madeira (Póvoa da Isenta) e Manuel Cordeiro (Vale de Figueira) - e quatro militantes do PCP - Fernando Rodrigues (Ribeira), Firmino Oliveira (Vaqueiros), Carlos Beja (Moçarria) e Vítor Alves (Almoster), tendo sido este o único a manter-se ao lado do partido no processo que levou à expulsão de Luísa Mesquita.
------------------------------------
A.A.

Sociedade

Da CGTP-Inter Sindical Nacional recebemos com solicitação de publicação o seguinte comunicado:
------------------------------------------------
OFICIO CIRCULAR NR. 21/09
SSAS/NR/Lisboa, 21-01-09

Assunto: Comunicado de Imprensa n.º 005/09

AS PENSÕES DE ACIDENTES DE TRABALHO AINDA NÃO FORAM ACTUALIZADAS

Todas as pensões e prestações sociais atribuídas nos regimes de protecção social foram actualizadas em 1 de Janeiro deste ano, excepto as pensões resultantes de acidentes de trabalho, dado que o Governo, lamentavelmente, esqueceu-se de publicar a portaria de que é obrigado, dado que as mesmas são processadas pelas entidades seguradoras.
A CGTP-IN enviou uma carta no dia 6 de Janeiro, ao Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social e ao Ministro das Finanças, dado que a Portaria é conjunta destes dois Ministérios, a dar conta da situação, mas até agora ainda não houve a publicação da Portaria.
É imperdoável o esquecimento dos Sinistrados do Trabalho, por parte do Governo, já no ano passado aconteceu o mesmo e a CGTP-IN também teve de lembrar o Governo, para reparar a situação, ou seja publicar a Portaria devida.
A não publicação deste diploma no tempo que é devido, para além de causar prejuízos aos pensionistas que ainda não viram as suas pensões actualizadas, perturba a actuação dos magistrados, a nível dos Tribunais de Trabalho.
A CGTP-IN entende que é urgente a publicação do diploma de actualização, para que os sinistrados do trabalho recebam rapidamente os valores a que têm direito, e espera que esta situação não se volte a repetir.

A Comissão Executiva do Conselho Nacional

(Maria do Carmo Tavares)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Sociedade

Subsídio de Desemprego alargado para um mínimo de 18 meses

Os desempregados que atinjam este ano de 2009 o limite dos 12 meses do subsídio social de desemprego vão receber aquela prestação por mais um período de seis meses, de acordo com um decreto-lei aprovado esta quarta-feira em Conselho de Ministros.
O acréscimo pago nos últimos seis é limitado a 60 por cento do Indexante dos Apoios Sociais e majorada em 10 por cento por cada filho, com um limite máximo de 1 IAS (419 euros).
Em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros, o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, disse que o custo da medida atingirá os 53 milhões de euros e que o orçamento suplementar já prevê aquela despesa.
O Governo pretende garantir "o reforço da garantia de acesso aos direitos de protecção social dos cidadãos atenta a actual conjuntura económica e social", refere o comunicado do Conselho de Ministros.
O diploma altera o regime jurídico daquele subsídio de protecção social fixando-se que a entrega do requerimento fora de prazo não tem como efeito imediato a caducidade do direito.
Outra mudança prevê que deixa de ser contado o prazo de utilização daqueles subsídios (para efeitos de uma nova atribuição) nos casos em que os desempregados encontrem trabalho no decurso dos primeiros seis meses da utilização daquelas prestações.
De acordo com o ministro Vieira da Silva, as medidas apontam para "estimular o regresso rápido do trabalhador ao mercado de trabalho sem pôr em risco a sua protecção social".
---------------------------------
A.A.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Meteorologia - Mau Tempo



----------------------------------
Imagens recolhidas durante a tarde de hoje - Autor:A.Anacleto
----------------------------------
O Instituto de Meteorologia prevê ondulação forte, com vagas até sete a nove metros de altura

Sete barras estão fechadas e três condicionadas em Portugal continental, todas a norte do rio Tejo, depois de o Instituto de Meteorologia ter emitido um aviso vermelho (máximo), devido às previsões de ondulação forte, com vagas entre os sete e os nove metros.
A barra da Nazaré está encerrada a navios com calado (espaço ocupado pelo navio dentro de água) superior a quatro metros, uma situação que não se deve apenas ao mau tempo mas também às dragagens em curso naquele porto.
Foram esta manhã emitidos avisos meteorológicos para a quase totalidade do território português (a excepção são os distritos de Santarém e Évora), face às previsões de aguaceiros, que poderão ser de neve acima dos 500 metros, vento e ondulação forte, com ondas de sete a nove metros.
Atendendo às previsões meteorológicas para hoje, que incluíam chuva forte e queda de neve, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) colocou os seus meios em alerta laranja até às 24h00 de hoje.
----------------------------
A.A.

Crise - Despedimentos

A Sonae Indústria vai despedir 42 dos 130 trabalhadores das fábricas da Móvelpartes em Paredes e Alcanede para "garantir a viabilidade" da empresa,

A Sonae Indústria vai proceder a um despedimento colectivo de 42 dos 130 trabalhadores das fábricas da Móvelpartes localizadas em Paredes e Alcanede a fim de "garantir a viabilidade" da empresa, disse hoje à Lusa fonte do grupo.
A responsável de comunicação da Sonae Indústria disse que a medida faz parte de um "processo de reestruturação" em curso para "garantir a viabilidade" da Móvelpartes e a "manutenção da maioria dos postos de trabalho", face ao "grande decréscimo" do mercado do mobiliário.
O objectivo é "optimizar a capacidade das duas fábricas" da empresa em Alcanede, concelho de Santarém e em Vilela no concelho de Paredes, concentrando na primeira a produção de mobiliário e na segunda a produção de perfis e molduras.
Sem especificar em concreto quantos trabalhadores serão despedidos em cada uma das fábricas, a mesma fonte adiantou apenas que serão "muitos mais na unidade de Paredes do que de Alcanede". "Mas não vamos encerrar nenhuma das unidades", frisou.
--------------------------------
A.A.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Sociedade

Tiros de caçadeira na madrugada

Um homem foi atingido a tiro por desconhecido na madrugada de domingo no lugar de Pousados da freguesia de Bugalhos, concelho de Alcanena. A vítima com cerca de 50 anos sofreu ferimentos na cabeça, face e pescoço. O ferido foi transportado para o Hospital de Torres Novas. Segundo fonte hospitalar a pessoa encontrava-se livre de perigo. A GNR está a investigar o caso e será participado ao Ministério Público para inquérito judicial.
--------------------------------
A.A.

Vida Autárquica

Após 16 anos de gestão autarca, Nelson de Carvalho vai deixar a câmara de Abrantes

O presidente da Câmara de Abrantes, Nelson de Carvalho, anunciou esta tarde em conferência de imprensa,que não se recandidata ao cargo nas próximas eleições autarcas.
O autarca do Partido Socialista referiu que é uma decisão pessoal que foi ponderada depois de um ciclo de quatro mandatos e 16 anos de serviço municipal.
O PS já tem um candidato e Nelson de Carvalho citou que apoia a escolha do nome a apresentar pelos socialistas. Mais adiantou o autarca, que será a presidente da comissão política local, Isilda Jana, a anunciar a escolha.
A comissão política concelhia reúne na próxima sexta-feira para ratificar a escolha do próximo candidato à câmara.
------------------------------------------
A.A.

Acções Sindicais - Educação

Escolas do distrito de Santarém encerradas devido à greve dos professores

Vinte e sete escolas da região de Lisboa encontravam-se encerradas cerca das 10h00, desta segunda-feira devido à greve dos professores, disse à Lusa uma fonte da Fenprof.
«A esta hora, na região de Lisboa, estavam já escrutinadas 27 escolas básicas, secundárias e do primeiro ciclo fechadas», adiantou o dirigente sindical Manuel Grilo, ressalvando que «ainda é muito cedo para avançar com percentagens».
«Temos algumas escolas emblemáticas já fechadas», disse Manuel Grilo, dando como exemplos a Escola Básica (EB) do 2º e 3º ciclo Avelar Brotero, Bairro Padre Cruz, Conde Oeiras, da Pontinha e as escolas Secundárias Gil Vicente, Alcanena, Entroncamento e Rio Maior.
---------------------------------
A.A.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Desporto - Futebol

Campeonato da III Divisão
17ª Jornada
--------------------------------
Torres Novas viajou a terras de Beira Baixa, para arrancar um precioso empate no reduto do Penamacor, mantendo o 12º lugar na classificação geral.

SÉRIE D
Resultados:
Benfica Castelo Branco-Unhais Serra, 1-0
Penamacorense-Torres Novas, 1-1
Marinhense-Peniche, 2-0
Gândara-Sertanense, 0-0
Sporting Pombal-Sourense, 2-2
Atalaia Campo-Caldas, 1-1
Lousanense-Vigor Mocidade, 1-1
Classificação:
1 Sertanense, 35 pontos
2 Benf. Castelo Branco, 31
3 Marinhense, 30
4 Vigor Mocidade, 28
5 Lousanense, 26
6 Sporting Pombal, 23
7 Gândara, 22
8 Peniche, 20
9 Sourense, 20
10 Unhais Serra, 18
11 Caldas, 18
12 Torres Novas, 15
13 Penamacorense, 15
14 Atalaia, 13
SÉRIE E:
Resultados:
Rio Maior-Portosantense, 3-1
Cacém-Crato, 2-2 1
1º Dezembro-Câmara Lobos, 2-3
Camacha-Casa Pia, 2-1
Futebol Benfica-Machico, 3-0
Elvas-Sintrense, 1-1
Igreja Nova-Cartaxo, 4-2
Classificação:
1 Camacha, 36 pontos
2 Rio Maior, 34
3 Igreja Nova, 30
4 Casa Pia, 27
5 Portosantense, 26
6 Machico, 24
7 Futebol Benfica, 24
8 Câmara de Lobos, 22
9 1º Dezembro, 21
10 Elvas, 19
11 Sintrense, 19
12 Crato, 15
13 Cacém, 12
14 Cartaxo, 10
------------------------------------
A.A.

Biografias


Faz hoje vinte cinco anos que Ary dos Santos nos deixou

Após vinte cinco anos da sua morte, trancrevemos a biografia daquele que nos deixou uma enorme obra no campo literário, referimo-nos ao poeta José Carlos Ary dos Santos.
Em sua homenagem, o som de hoje é a voz de Tonicha, com o tema "Menina do Alto da Serra".
------------------------------------------
A.A.
Biografia de Ary dos Santos

José Carlos Ary dos Santos, nasceu em Lisboa a 7 de Dezembro de 1937, tendo sido um poeta e declamador de poesia português.
Oriundo de uma família da alta burguesia, José Carlos Ary dos Santos, conhecido no meio social e literário por Ary dos Santos, logo cedo, aos 14 anos, vê publicado através de familiares, alguns dos seus poemas, considerados maus pelo autor. No entanto, cerca de dois anos mais tarde, Ary dos Santos revelaria verdadeiramente as suas qualidades poéticas. É nessa altura que vê os seus poemas serem seleccionados para a Antologia do Prémio Almeida Garrett.
Nessa altura, Ary dos Santos abandona a casa da família, exercendo as mais variadas actividades para seu sustento económico, que passariam desde a venda de máquinas para pastilhas até à publicidade. Contudo, paralelamente, o poeta não cessa jamais de escrever e em 1963 dar-se-ia a sua estreia efectiva com a publicação do livro de poemas “A Liturgia do Sangue”.
Seis anos mais tarde (1969), inicia-se na actividade política ao filiar-se no PCP, participando de forma activa nas sessões de poesia do então intitulado "canto livre perseguido".
Entretanto, concorre, sob pseudónimo como exigia o regulamento, ao Festival RTP da Canção com os poemas “Desfolhada Portuguesa” (1969), “Menina do Alto da Serra” (1971) e “Tourada” (1973), obtendo os primeiros prémios. O poeta torna-se mais conhecido do grande público a partir desta época.
Desenvolveu mais de seiscentos poemas para canções. Ary dos Santos fez no meio inúmeros amigos. Gravou, ele próprio, textos ou poemas de e com muitos outros autores e intérpretes e ainda um duplo álbum contendo “O Sermão de Santo António aos Peixes do Padre António Vieira”.
À data da sua morte tinha em preparação um livro de poemas intitulado “As Palavras das Cantigas”, onde era seu propósito reunir os melhores poemas dos últimos quinze anos (publicado postumamente), e um outro intitulado “Estrada da Luz - Rua da Saudade”, pretendendo que fosse uma autobiografia romanceada.
O poeta morre a 18 de Janeiro de 1984. Um largo do Bairro de Alfama, tem o seu nome e foi descerrada uma lápide evocativa na casa da Rua da Saudade, onde viveu praticamente toda a sua vida.

------------------------------------

Sociedade

Protesto da GNR contra as mudanças internas da corporação

Dezenas de militares da GNR na região de Santarém, estão revoltados com as mudanças introduzidas no seio da instituição militar e garantem que não vão passar multas nos próximos dias em protesto contra as medidas introduzias sem ouvir os representantes dos agentes.
Os agentes da extinta Brigada de Trânsito não aprovam que os novos destacamentos estejam dependentes dos comandos territoriais, em vez de pertencerem à Unidade Nacional de Trânsito (UNT) que veio substituir a Brigada de Trânsito. Os agentes da força militarizada, trocaram mensagens por telemóvel apelando à união dos militares na "greve de zelo às multas".
Fonte da Unidade de Trânsito, responsável pelo patrulhamento de estradas na região disse ao Jornal “O MIRANTE”, que nas patrulhas de ontem foi notado um decréscimo das multas, "mas pode ser apenas coincidência", adianta a mesma fonte.
---------------------------------------
A.A.

sábado, 17 de janeiro de 2009

Gentes e Locais...

“O Homem dos Pinhões”

Nos meus tempos de menino, quando ia à feira de Pernes ou às romarias da região (S. Vicente na Louriceira, S.to Amaro em Filhós, Nossa Srª da Encarnação no Espinheiro, S. Sebastião no Arneiro das Milhariças, e outras…), caminhava nas ruas esburacadas e enlameadas, segurando a mão de minha mãe, enquanto olhava homens e mulheres perfilados e sentados em pequenos bancos de madeira, tendo na sua vanguarda grandes cestos de verga, contendo “Pinhões Torrados”. Estes, estavam colocados sobre pequenas mesas articuladas. Sobre as mesmas, viam-se várias «medidas» feitas em madeira de cor acastanhada que serviam para a medição dos pinhões que os “fregueses” compravam.
Estávamos nas décadas de cinquenta e sessenta. Nos tempos actuais, apenas encontro um “resistente”. Sempre sentado nos mesmos locais, resistindo com o seu negócio do “Pinhão Torrado” em tempos de crise.
Não sei o nome do “vendedor”! Apenas e só, nos tratamos por “amigos”!…
Quando nos cruzamos no local da “venda”, após o habitual “olá… como está?”, faço sempre questão recolher uma imagem do “Homem dos Pinhões”. Encontro-o sempre acompanhado por amigos da sua geração. Talvez conversando sobre as transformações do mundo, talvez comparando a diferenciação dos costumes e tradições de épocas diferentes, talvez recordando os “namoricos” e os “bailaricos” das suas gerações, talvez falando da «resistência do negócio» do “Pinhão Torrado” ou talvez falando das venturas e desventuras das suas vidas!...
Após a recolha da fotografia, mais uma vez nos despedimos com um “até à próxima”, num outro habitual lugar da próxima romaria…
A imagem anexa, foi recolhida hoje ao fim da tarde, no local habitual de venda, junto à igreja matriz, na aldeia de Arneiro das Milhariças, do concelho de Santarém.
------------------------------
A.A.

Cultura e Lazer



Imagem: A.Anacleto
------------------------------
Estão a decorrer este fim-de-semana na freguesia de Arneiro das Milhariças, concelho de Santarém, os tradicionais festejos anuais em honra do Mártir S. Sebastião.
Esta tarde, muitos forasteiros se associaram à população Arneirense, para participarem em conjunto na procissão religiosa, integrada naqueles festejos.
Alguns autarcas e intelectuais, também marcaram presença, percorrendo as ruas da sede da freguesia no cortejo religioso.
--------------------------------
Freguesia de Arneiro das Milhariças
Situado no extremo norte da cidade de Santarém, a freguesia do Arneiro das Milhariças (antiga paróquia de S. Lourenço) dista cerca de 25 quilómetros da sede do concelho.
Tem uma área de 12,013 Km2, possui cerca de 990 habitantes.
Como actividades económicas, predominam a Silvicultura, a Agricultura, a Pecuária e algumas pequenas empresas industriais.
O seu duplo topónimo deriva de duas fontes: Arneiro, que significa terra delgada e arenosa; Milhariças, é uma reminiscência de uma povoação anterior a esta, erigida nas proximidades.
É uma povoação muito antiga, calculando-se que o seu território já seria povoado nos primórdios da fundação da nacionalidade.
Arneiro das Milhariças é, em finais do século XX, uma freguesia marcada pela ruralidade e interioridade, desempenhando a actividade agrícola um papel muito importante na sua economia. Contudo, outros sectores contribuem também para a criação de riqueza e postos de trabalho, como sejam a indústria de madeiras, a construção civil e reparação mecânica, existindo também uma cerâmica e uma indústria de produtos de conservação automóvel.
O turismo no espaço rural é hoje uma realidade nesta freguesia que começa a ser ponto de destino de forasteiros e de quem procura um bom lugar para viver.
-------------------------------------
História de S. Sebastião
São Sebastião nasceu em Narvonne, França, terra natal de seu pai, no final do século III, e desde muito cedo seus pais se mudaram para Milão, cidade de sua mãe, onde ele cresceu e foi educado. Seguindo o exemplo materno, desde criança, São Sebastião sempre se mostrou forte e piedoso na fé.
Quando adulto, alistou-se como militar, nas legiões do Imperador Diocleciano, que até então ignorava o fato de Sebastião ser um cristão de coração. A figura imponente, a prudência e a bravura do jovem militar tanto agradou ao Imperador, ele o nomeou comandante de sua guarda pretoriana pessoal. Enquanto comandante, o São Sebastião se tornou o grande benfeitor dos cristãos encarcerados em Roma. Visitava com frequência as vítimas do ódio pagão. Com palavras de dádiva, consolava e animava os cristãos que seriam martirizados na arena.
São Sebastião foi denunciado como cristã por um soldado de seu próprio exército. O Imperador Diocleciano sentiu-se traído e ficou perplexo ao ouvir do próprio Sebastião que era cristão. Em vão, o Imperador tentou fazer com que ele renunciasse ao cristianismo, mas ele se defendeu com firmeza, apresentando os motivos que o animava a seguir a sua fé, e a socorrer os aflitos e perseguidos. Sentindo-se traído, Diocleciano, o Imperador, enfurecido ante aos sólidos argumentos daquele cristão autêntico e decidido, ordenou aos seus soldados que matassem Sebastião com flechas. A ordem foi cumprida imediatamente, e em descampado, São Sebastião foi despido e amarrado a um tronco de árvore, e contra ele foram atiradas várias flechas, que feriram seu corpo. Depois desse martírio, Sebastião foi abandonado à própria sorte para que sangrasse morrer.
À noite, Irene, mulher do mártir Castulo, foi, com algumas amigas, ao lugar da execução para retirar o corpo de Sebastião que ainda se encontrava preso à árvore e dar-lhe sepultura. Surpreendentemente viram que ele ainda estava vivo. Desamarraram-no, e Irene o escondeu em sua própria casa, onde cuidou dos ferimentos causados pelas flechas e cordas que o amarravam. Restabelecido, São Sebastião continuou a evangelizar o povo, e em vez de se esconder, com valentia apresentou-se novamente ao Imperador Diocleciano, a quem censurou pelas injustiças cometidas contra os cristãos, que eram acusados de inimigos do Estado romano.
Diocleciano ignorou os pedidos de Sebastião para que deixasse de perseguir os cristãos, e imediatamente ordenou que ele fosse espancado a pauladas e golpes de bolas de chumbo até a morte. Seu corpo foi jogado no esgoto público de Roma, para impedir que os cristãos o venerassem. Segundo alguns pesquisadores, esse fato aconteceu entre os anos de 287 e 278 a.C. O corpo de São Sebastião foi encontrado por uma mulher chamada Luciana, que mais tarde foi canonizada pela Igreja Católico Apostólica Romana como sendo Santa Luciana. Segundo seu relato, o mártir São Sebastião apareceu-lhe em sonho e lhe pediu que seu corpo fosse encontrado e sepultado nas catacumbas onde eram sepultados os cristãos.
No século IV, foi construída, em sua homenagem, uma basílica perto do local do sepultamento, junto à Via Appia, e seu culto foi difundido por todo o mundo católico. No ano de 680, suas relíquias foram solenemente transportadas para uma basílica construída pelo Imperador Constantino, onde se encontram até hoje. Por coincidência ou não, nessa mesma época, uma terrível peste assolava Roma, levando à morte muitas pessoas. Essa epidemia simplesmente desapareceu a partir do momento da transladação dos restos mortais desse santo mártir, que passou a ser venerado como o padroeiro contra a peste, a fome e a guerra. Também em Milão, em 1575, e em Lisboa, em 1599, ocorreram pestes epidémicas que foram exterminadas após actos públicos onde as pessoas suplicavam a intercessão espiritual de santo mártir junto a Deus para que a peste fosse embora.
Um dos temas preferidos dos pintores do Renascimento é o martírio de São Sebastião, retratado, entre outros, por Bernini, Botticelli, Mantegna, Perugino e El Greco. Nessas obras, o santo é mostrado como um belo jovem com o corpo atravessado por flechas.
A Igreja Católica o reverencia no dia 20 de janeiro; também nessa mesma data o fazem as comunidades dos cultos religiosos afro-brasileiros em seus terreiros e barracões, tais como a Umbanda e o Candomblé. Na Umbanda, São Sebastião é sincretizado com Oxossi, orixá da caça e que tem como símbolo o arco-e-flecha; no Candomblé é sincretizado com Ogum, orixá da guerra e de personalidade forte e decidida. Também em outros rituais ele é sincretizado com Omulú e Obaluayê, por causas das chagas causadas pelos ferimentos causados pelas flechas. São Sebastião, é padroeiro de muitas paróquias em Portugal e no mundo, é o protector dos atletas, dos soldados e guardião do amor, devido à demonstração de amor e fé dedicada sua crença aos princípios fundamentais do cristianismo.
...........................
A.A.

Cultura

Vestígios romanos encontrados em Santarém vão ser musealizados

As ruínas romanas e os vestígios da Idade do Ferro, junto ao Jardim das Portas do Sol, em Santarém, preparam-se para ser musealizadas, permitindo aos escalabitanos, e a quem visita a cidade, verem um passado da cidade.
A Alcáçova de Santarém tem-se revelado «riquíssima» para os arqueólogos, tendo as escavações actualmente em curso, no decorrer das obras de requalificação do Jardim das Portas do Sol, confirmado a presença de vestígios desde a Idade do Bronze até à época Contemporânea.
Laurent Caron, do Departamento de Território, Arqueologia e Património, do Instituto Politécnico de Tomar (IPT), responsável pela escavação, disse à agência Lusa que os trabalhos iniciados em Setembro trouxeram à superfície uma cisterna romana «inteira», do século I, e um tanque que pode estar associado a esta estrutura, na zona exterior ao jardim.
Também para surpresa do grupo de arqueólogos do IPT, no interior do jardim foram encontradas enterramentos de 13 corpos do século XIII e outros mais recentes, que podem estar associados à Igreja de Santa Maria de Alcáçova ou a uma Ermida de S. Miguel, o que não havia ainda sucedido nas escavações anteriores.
Também na primeira vala apanhámos uma parede e um piso de cerâmica e uma fossa com material islâmico. Se houver confirmação, será a primeira vez que temos umas estruturas habitacionais desta época na Alcáçova», afirmou Laurent Caron.
Nas escavações realizadas nas valas abertas no interior do jardim, os arqueólogos encontraram ainda, entre muitos outros vestígios, material, da Idade do Ferro, associado à tecelagem e à metalurgia (atribuída à função militar), «levando a crer que Santarém teria fábricas de material militar no próprio sítio», exprimiu Laurent Caron.
«Encontrámos também, níveis da Idade do Ferro cortados na época medieval para fazer um grande aterro. Em quase toda a vala encontrámos esse aterro medieval, o que indica uma fase de planeamento do terreno nessa época», afirmou o arqueólogo.
--------------------------------------------------
A.A.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Locais

Ao navegar pelo mundo virtual, encontrámos num «sitio» um artigo relacionado com a «Fonte do Lagartal», na freguesia de Louriceira, concelho de Alcanena.
Por considerá-lo interessante, citamos o mesmo neste espaço de comunicação.
A.A.
...............................................................................
“Fonte do Lagartal”
(…)Indicações:
Das qualidades oftálmicas e outras relacionadas no Aquilégio (1726) já ninguém tem memória: Mas nunca ouvi isso aos antigos e o meu pai gastou sempre de lá água. Gastávamos para casa, não havia água canalizada, era só essa. (informante).
......................................................................
Instalações/ património construído e ambiental:
O fontanário foi totalmente renovado em 2005, de paredes rebocadas a cimento, pintadas a tinta plástica branca, com muro baixo com placas de mármore branco e o chão coberto com desperdício do mesmo material. As duas bicas foram desviadas do frontão para uma parede lateral, jorrada de uma delas em bom caudal para uma pia circular, ao lado uma placa: “Água Imprópria para Consumo”.
........................................................................
Historial:
O texto do Aquilégio (1726, 97) é o seguinte: “Junto ao lugar da Louriceira, termo da vila de Alcanede, em um sítio chamado Lagartal, há uma fonte, cuja água cura as chagas da boca, e os defluxos, oftalmias, ou inflamações dos olhos.”
O concelho de Alcanede foi extinto em 1855, as suas freguesias incorporadas no concelho de Santarém e posteriormente com formação do concelho de Alcanena, em 1914, algumas destas freguesias passaram para o território deste, como é o caso da freguesia da Louriceira.
A fonte da Louriceira foi objecto de várias renovações ao longo dos tempos, como testemunham duas inscrições no seu frontão, a primeira: “ J P C – Louriceira 11/ 10/ 1914”, a segunda: “J P L - 1938”, a terceira foi obra terminada em 2005 pela Junta de Freguesia da Louriceira. Como testemunho da sua antiguidade resta um pequeno pilar em pedra, serve actualmente de marco à entrada do recinto, mas que tem uma curiosa parte trabalhada como se de um fuste de capitel se tratasse. Mas se o visitante levantar o olhos para o vazio frontão da fonte totalmente renovado, poderá fazer outra associação, este é coroado por 3 arcos de volta perfeita, sendo maior o central, não será que no interior da sua parede se escondem mais colunas com fustes trabalhados? (…)
........................................................
Bibliografia
Henriques 1998
---------------------------------

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Tradições

Outros tempos… Outros costumes…

Hoje é dia de S.to Amaro. Dia de romaria no povoado do outro lado do rio Alviela (Filhós).
Em épocas longínquas, pela noite, lá partiam os rapazes por trilhos enlameados com lanternas na mão, atravessando a velhinha ponte de madeira sem guardas para os bailaricos. Enquanto se caminhava, tacteando o terreno, viam-se no planalto os focos luminosos dos candeeiros a petróleo brilhando na escuridão.
Conforme era a aproximação, começava-se a escutar os acordes das concertinas que animavam os bailaricos nas velhinhas casas do povoado.
Enquanto alguns bebiam o “tinto” da região acompanhado do chouriço assado, outros bailavam com as raparigas todas airosas com os vestidos de «chita» com óptima confecção. De quando em vez, ribombava um ou outro foguete no céu estrelado e outras vezes encoberto pelas nuvens escuras, anunciando a chuva típica da noite de S.to Amaro….
------------------------------------------
A.A.

Pesquisas

Há ouro na Beira Baixa

O Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia vai avançar com trabalhos de geofísica para descobrir onde se localiza a fonte primária do ouro identificado na área circundante ao maciço granítico de Penamacor, segundo notícia o “Jornal do Fundão
O metal precioso encontra-se numa área envolvente ao maciço granítico de Penamacor, que se estende até à zona de Idanha-a-Velha.
Os estudos foram realizados por investigadores do ex-Instituto Geológico e Mineiro (IGM), actual Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação, (INETI), organismo que se prepara para avançar com trabalhos de geofísica para descobrir de onde vem, afinal, o referido metal e quais são as suas características. Os estudos permitirão testar também a hipótese de existência de jazigos de ouro na região e respectiva importância económica. O jornal, cita ainda, que a sugestão foi feita por Carlos Inverno, investigador principal, com nomeação definitiva, do INETI, no âmbito das Provas de Agregação na Universidade de Lisboa, a que se submeteu, com aprovação. O investigador fez referência ao caso do ouro nesta região fronteiriça, no âmbito da síntese de uma aula para a Licenciatura em Geologia, intitulada “Comparação entre os jazigos de ouro do tipo orogénico (ou mesotermais) e os jazigos de ouro associados a intrusão. Algumas explorações para Portugal”, e que foi parte integrante das referidas Provas de Agregação.
---------------------------------------------
Fonte: "Jornal do Fundão" - edic. online - 14.01.09
www.jornaldofundao.pt
-------------------------------------------.
A.A.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Qualidade de Vida...

Concelho de Alcanena em 61º lugar a nível nacional e 6º no distrito em qualidade de vida

A referência aparece no trabalho intitulado “Os Municípios e a Qualidade de Vida Em Portugal: Proposta Metodológica Com Vista À sua Mensuração e Ordenação”, realizado por docentes da (UBI) Universidade da Beira Interior, com a orientação do Professor Doutor José Pires Manso.
Na memória descritiva do estudo é proposto o desenvolvimento de uma metodologia original e inovadora, simples e exequível, capaz de integrar na mesma base de observação os distintos itens de análise dos factores explicativos do bem-estar das populações.
Recorrendo a técnicas de observação de dados que permitiram a análise de variáveis simples e elaboradas, o estudo observou dados distintos relativos às condições materiais, sociais e económicas verificas nos diferentes concelhos do país.
Alcanena, num total de 278 Municípios, surge na 61ª posição, (6º a nivel distrital) num ranking, onde surge o Entroncamento com o melhor resultado no distrito de Santarém e 29ª posição a nível nacional.
--------------------------------
A.A.

Meteorologia

Vem aí muita chuva

A partir das 21h00 desta quarta-feira a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), vai accionar o alerta amarelo, devido à chuva forte.
A ANPC refere em comunicado, que o alerta amarelo vai manter-se até às 14h00 de sexta-feira.
O Instituto de Meteorologia prevê, a partir das 00h00 desta quinta-feira, períodos de chuva ou aguaceiros, temporariamente fortes durante a manhã e estendendo-se a todo o território ao longo do dia.
-------------------------------------
A.A.

Sociedade

Vandalizadas as caixas de esmolas da Capelinha das Aparições

Cerca de uma dezena de caixas de colocação de esmolas na Capelinhas das Aparições, no Santuário de Fátima, foram vandalizadas durante a última noite, informou o comandante do Destacamento de Tomar da GNR,
Segundo o responsável da força policial, contactado pela Agência Lusa, «os suspeitos dos actos de vandalismo são três jovens, entre os 17 e 19 anos, que residem no concelho de concelho de Ourém mas não na freguesia de Fátima. Ainda segundo a mesma fonte, os jovens já se encontram identificados.
Fonte do Santuário de Fátima confirmou que houve «uma tentativa de assalto às caixas de esmolas da Capelinha», mas explicou que a instituição não se pronuncia sobre a situação, porque o caso está entregue à GNR.
O comandante da GNR esclareceu que «não foi retirado qualquer dinheiro do interior das caixas», instaladas nos pilares do templo, estando esta força policial a desenvolver outras diligências no âmbito da ocorrência, pelo que recusou adiantar mais pormenores.
O comandante Duarte da Graça nada acrescentou sobre se o acto de vandalismo foi filmado pela câmara instalada na Capelinha que desde o passado dia 01 de Janeiro transmite em directo, pela Internet, imagens a partir deste local de oração.
O responsável remete apenas para o parecer da Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) sobre os termos e condições em que a actividade de videovigilância pode ser desenvolvida no santuário.
-------------------------------------
A.A.

Sociedade

Comandante Distrital de Santarém da GNR admite falta de meios

Ontem em conferência de imprensa promovida pelo Governo Civil, o Tenente-Coronel Vítor Lucas, Comandante da GNR para o distrito de Santarém, admitiu claramente pela primeira vez que a corporação não tem os meios suficientes na região. O comandante disse durante a conferência que “há um défice de recursos humanos, particularmente no sul do distrito”.
Vítor Lucas declarou que em relação às operações de fiscalização de trânsito nas estradas com mais acidentes, que houve um aumento das operações Stop apesar de faltarem meios necessários e de a Guarda ser confrontada cada vez mais com o aumento de tarefas e solicitações dos tribunais.
O presidente da Associação dos Profissionais da Guarda (APG), José Manageiro, disse que esta situação põe em causa a qualidade do serviço da guarda. O director da APG para a região, Vítor Ferreira, dizia então que nalguns postos dos destacamentos de Torres Novas e Abrantes é notória a falta de efectivos, o que obriga a um patrulhamento partilhado.
----------------------------------------
A.A.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Sociedade

Manutenção da urgência cirúrgica de Torres Novas está a ser defendida com abaixo-assinado

A Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo está a promover um abaixo-assinado para solicitar à Ministra da Saúde que inviabilize a decisão do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, de concentrar a urgência cirúrgica no hospital de Abrantes e as cirurgias programadas em Tomar.
O documento, vai estar disponível para as populações da região demonstrarem até dia 15 de Fevereiro, a preocupação e repúdio pelo não aproveitamento integral dos serviços, instalações e equipamentos das três unidades de saúde, que compõem o Centro Hospitalar.
--------------------------------
A.A.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Sociedade

Pensões podem sofrer cortes até 1,32%

As pensões de reforma requeridas este ano poderão sofrer penalizações até aos 1,32 por cento devido ao aumento da esperança média de vida, confirmou à Lusa fonte do Instituto da Segurança Social.
Na notícia avançada hoje na edição on-line do Jornal de Negócios, a penalização no montante das pensões de reforma tem a ver com a introdução - no âmbito da reforma da Segurança Social - do factor de sustentabilidade.
Fonte do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social disse à agência Lusa que o Governo definiu que o factor de sustentabilidade a aplicar às pensões que se iniciem este ano é de 0,9868 por cento, depois de analisados os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre a esperança média de vida aos 65 anos.
«Uma vez que os valores calculados pelo INE para a esperança média de vida aos 65 anos em 2006 e 2008 foram de 18,3 e 18,89 anos, respectivamente, o factor de sustentabilidade aplicável ao cálculo das pensões de origem contributiva iniciadas em 2009 dá origem a uma correcção de 1,32 por cento no valor da pensão», explicou a fonte.
O factor de sustentabilidade, previsto na Lei de Bases da Segurança Social e no enquadramento regulamentar das pensões aprovado em 2007, expressa a «relação entre a esperança média de vida aos 65 anos em 2006 com aquela calculada no ano imediatamente anterior ao do início da pensão».
Apesar da reforma da Segurança Social ter entrado em vigor em 2006, o factor de sustentabilidade apenas começou a ser aplicado em 2008.
Para compensar o efeito do factor de sustentabilidade, os beneficiários da Segurança Social poderão optar pelo prolongamento da sua vida activa, beneficiando, assim, de uma taxa de bonificação.
---------------------------------
A.A.

domingo, 11 de janeiro de 2009

Desporto - Futebol

Campeonato Nacional da II Divisão: Série C - Resultados e Classificações após a 16ª jornada

Jornada proveitosa para as equipas ribatejanas da série C. O Monsanto foi alcançar um proveitoso empate na casa do Praiense a duas bolas, mantendo o quinto lugar na tabela classificativa, o Fátima ultrapassou o Pampilhosa no seu reduto por duas bolas a uma, continuando na segunda posição com os mesmos pontos do guia, o União da Serra.

Resultados:
Operário-Oliveira do Bairro, 1-3
Fátima-Pampilhosa, 2-1
Eléctrico FC-Penalva do Castelo, 3-0
Nelas-União da Serra, 0-3
Praiense-Monsanto, 2-2
Folgou: Tourizense

Classificação:
1. União da Serra, 29
2. Fátima, 29
3. Tourizense, 27
4. Pampilhosa, 25
5. Monsanto, 24
6. Operário, 23
7. Eléctrico, 19
8. Ol. Bairro, 18
9. P. Castelo, 11
10. Nelas, 10
11. Praiense, 6
-------------------------------------
Nacional da III Divisão - SÉRIE D – 16ª Jornada
Torres Novas perde em casa com o Marinhense (2-3), encontrando-se na 12ª posição da tabela classificativa.

Resultados:
Unhais Serra-Penamacorense, 2-1
Torres Novas-Marinhense, 2-3
Peniche-Gândara, 0-0
Sertanense-Sporting Pombal, 1-3
Sourense-Atalaia Campo, 1-0
Caldas-Lousanense, 1-1
Vigor Mocidade-Benfica Castelo Branco, 1-1

Classificação
1 Sertanense, 31 pontos
2 Benf. Castelo Branco, 28
3 Vigor Mocidade, 26
4 Marinhense, 24
5 Lousanense, 22
6 Peniche, 20
7 Sporting Pombal, 19
8 Sourense, 19
9 Gândara, 18
10 Unhais Serra, 18
11 Caldas, 16
12 Torres Novas, 14
13 Atalaia, 12
14 Penamacorense, 11
--------------------------------
A.A.

Vida Desportiva!


Em noite de aniversário Atlético de Pernes recebe promessas…

Quando completa 66 anos de vida, o Atlético Clube de Pernes, recebe a promessa que o Complexo Desportivo, com pavilhão gimnodesportivo e campo de futebol, vai ter o arranque em 2009.
Esta garantia foi dada pelo Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Moita Flores, que não adiantou as datas para o arranque e conclusão da obra. Moita Flores respondeu ao desafio do presidente do Atlético de Pernes, que pediu a obra para Outubro, mês que o clube realiza o Torneio Vila de Pernes.
"Não sei se em Outubro a obra estará pronta mas estará de certeza em andamento", acautelou Moita Flores.
O clube pernense organizou uma festa, na qual foram atribuidos prémios e reconhecimentos a vários atletas do clube.
Jorge Miguel Gomes, um elemento polivalente e resistente do clube há vários anos, foi também reconhecido.
O Governo Civil atribuiu também o prémio Fair Play , que foi entregue por Paulo Fonseca.
----------------------------------------
A.A.

Sociedade

Assistência religiosa a presos vai ser debatido em Fátima

Segunda e terça-feira, a Assistência Religiosa aos Presos vai reunir os capelães e voluntários da Igreja Católica num encontro nacional a realizar em Fátima.
O encontro aponta primordialmente para o contributo da fé para a reabilitação do detido.
Actualmente a assistência religiosa é prestada a cerca de 15 por cento da população prisional, que actualmente totaliza quase onze milhares de reclusos, segundo dados provisórios do Ministério da Justiça, estando a totalidade das prisões cobertas, pelo menos, por um capelão.
O isolamento, afastamento da família e dos amigos e de privação da liberdade, leva o capelão a ser solicitado muitas vezes a fazer a mediação com a realidade exterior e a intervir no restabelecimento de laços familiares.
--------------------------------------
A.A.

sábado, 10 de janeiro de 2009

Desporto - Futebol

Por ter vivido acima das capacidades o Abrantes foi desclassificado

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) desclassificou o Abrantes Futebol Clube da II Divisão, suspendendo o clube, por duas épocas, do Campeonato e da Taça de Portugal.
As penas foram aplicadas, por motivo de, o clube ter vivido acima das suas capacidades financeiras.
O presidente do Abrantes FC afirmou não ter ficado surpreendido com as penas, realçando que «vai ser marcada uma Assembleia-Geral para ouvir os sócios sobre o futuro do clube e para a marcação de um acto eleitoral o mais rapidamente possível».
A.A.

Sociedade



Imagem:A. Anacleto
---------------------------------
Câmara de Santarém homenageou o médico José Manuel Gonçalves Nogueira

O médico José Manuel Gonçalves Nogueira, foi homenageado hoje na cidade escalabitana de Santarém com o descerrar de uma estátua.
Faz este ano cinquenta anos, que o homenageado, se dedica de alma e coração à saúde da população do concelho de Santarém.
A iniciativa partiu da autarquia ribatejana e teve lugar junto à Liga dos Amigos do Hospital Distrital de Santarém.
Vários amigos, intelectuais e população em geral associaram-se ao homenageado neste dia histórico na capital ribatejana.
Discursaram além do homenageado, o Prof. Veríssimo Serrão, o Juiz Marques Vidal e o Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Moita Flores.
Com 79 anos de idade, José Manuel Nogueira nasceu na freguesia de Azóia de Baixo, terra onde reside actualmente.
Frequentou o Liceu de Santarém e o Colégio Nuno Álvares em Tomar. Esteve matriculado na escola de farmácia, durante um ano, mudando posteriormente para medicina na Universidade de Coimbra.
José Manuel Nogueira iniciou a sua actividade clínica em Santarém em 31 de Dezembro de 1959.
Partiu depois rumo a Lisboa onde durante cerca de quatro anos foi voluntário no Serviço de Patologia Médica do Hospital de Santa Maria. Em 1960, passou a ser médico do Hospital da Misericórdia em Santarém.
Integrado no Hospital de Santarém, deu simultaneamente consultas gratuitas ao domicílio.
Motivado pelos parcos recursos do Hospital da Misericórdia levaram-no a oferecer o seu electrocardiógrafo.
José Manuel Nogueira dirigiu ainda a luta contra a cólera no Hospital de Santarém.
Em 1975 foi responsável pelo banco de urgências e também um dos fundadores da Liga dos Amigos do Hospital Distrital de Santarém.
-------------------------
A.A.

Actualidade

Conselhos Executivos das escolas estão reunidos em Santarém para discutir avaliação dos professores

Os presidentes dos Conselhos Executivos de todo o país estão reunidos este sábado, em Santarém, no Cnema, para fazerem uma reflexão e simultaneamente discutir a situação da avaliação dos professores.
No convite enviado por cerca de duas dezenas de conselhos executivos do distrito de Coimbra, os docentes justificam a necessidade do encontro pela continuação da insistência do Ministério da Educação na implementação do actual modelo de avaliação de desempenho a todo o custo e que não promove a melhoria das práticas pedagógicas e consequente aumento do serviço público de educação.
Os conselhos executivos vão também fazer uma análise sobre a "pressão" que o Ministério tem exercido sobre os professores, nomeadamente, através de alegados "contactos electrónicos personalizados", com ameaças de processos disciplinares sobre os professores que não realizem a sua auto-avaliação e com eventuais demissões dos avaliadores que não façam avançar o processo.
------------------------------------------
A.A.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Cultura


Concerto de Reis

A Associação Cultural e Social de Alcanena – JUBILARE, vai levar a efeito no próximo Domingo, dia 11 de Janeiro, o VIII Concerto de Reis.
O espectáculo vai realizar-se no Cine Teatro S. Pedro em Alcanena, com início às 16 horas.
Participam:
- Coro Infantil Dó-Ré-Mi - Alcanena
Maestrina: Joana Raposo
- Coral Polifónico Jubilare - Alcanena
Maestro: José Dias - Adjunto: Miguel Galhofo
- Coro Vozes do Estoril
Maestro:Tiago Batista
- Grupo Coral das Obras Sociais da Câmara de Leiria
Maestro: António de Figueiredo
----------------------------------
A.A.

Vidas

Mesmo com nevões, casal vive na maior altitude de Portugal continental.

Um casal vive em isolamento em períodos de nevões no Alto da Torre na Serra da Estrela.
O casal na casa etária dos quarenta anos, Paulo Costa, e a esposa Paula Costa, são funcionários da "Turistrela" e zelam pelas instalações do centro comercial da Torre, vivendo na chamada Casa do Guarda.
São dois solitários lá no cume da serra quando neva muito e as estradas estão cortadas. Abrigam-se em casa durante a queda de grandes nevões, tal como aconteceu durante três dias seguidos, aquando o recente nevão que cobriu o norte do país, saindo apenas e rapidamente, para dar comida aos cães e evitar a acumulação volumosa de neve num ou noutro local.
Quando as estradas estão prestes a abrir, são sempre os primeiros a serem informados pelo Centro de Limpeza de Neve.
Nas situações que a casa onde habitam está quase coberta pela neve, despistam o manto branco pelos antigos túneis militares que ligam a habitação ao centro comercial e às torres de radar da Força Aérea.
Atravesso os túneis e depois, com uma pá e uma máquina, começo a abrir um buraco na neve numa das entradas do centro comercial, diz Paulo Costa, repartindo as tarefas com a Paula
No início deste mês, foi preciso tirar mais de dois metros de neve, que chegava ao telhado do centro comercial, para que as lojas pudessem abrir.
Durante os seis anos que o casal habita no alto da serra já chegaram a passar sete dias seguidos isolados pela neve.
Em caso de emergência, se for preciso descer a Serra, avisamos o Centro de Limpeza de Neve para nos virem buscar com uma máquina própria para a neve”, diz Paulo Costa. Mas felizmente nunca foi necessário, acrescentou.
--------------------------------
A.A.

Sociedade

Tribunal de Torres Novas concede guarda definitiva de Esmeralda ao pai biológico

O Tribunal de Torres Novas concedeu hoje sexta-feira, a guarda definitiva da menor Esmeralda Porto ao pai biológico Baltazar Nunes, fazendo cumprir uma decisão judicial de Julho de 2004 que já fora confirmada pelo Supremo Tribunal de Justiça, disse fonte judicial.
A juíza Mariana Caetano emitiu um despacho com mais de duas dezenas de páginas, concedendo a guarda definitiva de Esmeralda Porto a Baltazar Nunes.
Recorde-se que a menor estava a viver desde o início das férias do Natal com o pai biológico.
-----------------------------
A.A.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Concerto



Paco Ibáñez actua amanhã em Lisboa

Paco Ibáñez, de 74 anos, actua amanhã, sexta-feira, na Culturgest, em Lisboa.
É uma oportunidade para ouvir o trovador espanhol que dedicou os últimos cinquenta anos a cantar a poesia latino-americana.
O cantautor deverá apresentar o duplo álbum "Paco Ibãñez Canta a los Poetas Andaluces", editado o ano passado e no qual consta poesia de Luis de Góngora, Federico García Lorca, Rafael Alberti e Luis Cernuda, entre outros.
Paco Ibáñez conta meio século de vida dedicado à música, quase sempre acompannhado à guitarra.
O duplo ao vivo no Olympia, de 1969, "A flor de tiempo" (1978) e "Por una canción" (1990) são três dos vários albuns da sua discografia, alguns deles gravados fora de Espanha, onde viveu grande parte da sua vida.
Num depoimento colocado no site oficial de Paco Ibáñez, o escritor português José Saramago, diz que o autor espanhol "canta para chegar ao coração e à sensibilidade de quem o escuta" e que interpreta os clássicos com uma "entrega admirável".
Paco Ibáñez nasceu na cidade de Valência, passou a infância em Barcelona, mas exilou-se com a família em França por causa da guerra civil. Privou com vários intelectuais e artistas espanhóis exilados em Paris, conheceu Pablo Neruda e Salvador Dalí, que lhe desenhou a capa de um álbum.
Durante vários anos, durante a ditadura franquista, viu a sua música censurada em Espanha tendo sido em 1973 proibido de actuar no seu país.
Nos anos de 1983 e 1987, apesar de viver em Paris, recusou a medalha das Artes e das Letras atribuída pelo então ministro da Cultura de França, Jacques Lang, alegando que um artista que defende a liberdade de ideias não pode fazer concessões. Nos anos de noventa regressou definitivamente ao seu país.
Paco Ibáñez é considerado uma referência na música castelhana, na interpretação de textos desde o século XIII até à actualidade.
No concerto de amanhã em Lisboa será acompanhado pelo guitarrista Mario Mas.
---------------------------------
A.A.

Saúde

Direcção Geral de Saúde não sabe se a gripe já provocou vítimas este Inverno.

A Direcção-Geral da Saúde, informou a Lusa, desconhecer se já houve mortes este inverno na sequência do surto de gripe que tem vindo a afectar muitos portugueses. A causa é que o país tem um sistema considerado “muito artesanal”, devendo o mesmo ser substituído no próximo ano, no âmbito do programa “Simplex”.
Mário Carreira, coordenador da Direcção-Geral de Saúde para a monitorização dos serviços de urgência, disse que só dentro de seis meses, na melhor das hipóteses, se conhecerão quantas pessoas morreram em consequência deste surto de gripe. Isto deve-se ao facto, do certificado de óbito emitido pelo médico ir para a conservatória do Registo Civil e só três meses depois é enviado à DGS!
Neste momento, de facto, não sabemos se há mortos por causa da gripe”, afirmou Mário Carreira.
------------------------------------
A.A.

Sociedade

Estrada do “terceiro mundo”!…

São cerca de dois quilómetros de estrada esburacada e sem condições de circulação e segurança. O motivo é a falta de entendimento das autarquias de Santarém e Torres Novas.
A estrada faz a ligação da EN3 do sítio do Marrujo, à localidade da Comenda, na freguesia de Casével.
Quem circula por aquela via, parece que está a atravessar um autêntico “atalho numa roça do terceiro mundo”, pelo tão precário estado, que a mesma se encontra.
A situação não é recente. A estrada encontra-se neste estado há vários anos e por causa das teimosias, não se resolve, já que a mesma é oficialmente território do município de Torres Novas mas é a população da freguesia de Casével, do concelho de Santarém que mais a utiliza.
António Rodrigues, presidente da Câmara de Torres Novas, diz que a autarquia está disponível para resolver o problema mas continua a referir que a estrada também pertence a Santarém. Entretanto o vereador Ricardo Gonçalves, da edilidade de Santarém, diz que tem sido contactada a Câmara de Torres Novas para se chegar a uma solução mas que não tiveram resposta da autarquia torrejana.
--------------------------------------
A.A.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Autarquias

Edifício dos Correios de Vila Moreira foi adquirido pela Junta de Freguesia

A Junta de Freguesia de Vila Moreira, no concelho de Alcanena, adquiriu o edifício local dos Correios por 45 mil euros.
A escritura foi celebrada ontem, 6 de Janeiro, no Cartório de Alcanena, data em que também foi celebrado o agenciamento do serviço por parte desta Junta de Freguesia. O acto teve celebração com um Porto de Honra, no Largo dos Correios. Onildo Rosa, presidente da Junta de Freguesia de Vila Moreira, disse que o edifício dos Correios é um “património” que pertencia aos CTT desde 1949. O autarca frisou ainda, o valor simbólico que este edifício representa para a freguesia, já que o mesmo foi implantado num terreno que foi adquirido, há algumas décadas, através de um peditório feito por populares. O serviço de correio em Vila Moreira vai funcionar de segunda a sexta, entre as 9h00 e as 12h30.
-----------------------------------------
A.A.

domingo, 4 de janeiro de 2009

Biografias


FADISTA CARLOS ZEL

Nasceu na Parede, a 29 de Setembro de 1950, tendo iniciado a sua carreira profissional no ano de 1967. Passado um ano, fez a primeira apresentação na Emissora Nacional. Passou pelo teatro de revista e musical - "Aldeia da Roupa Suja" (1978), "A Severa" (1990) e "Ai Quem Me Acode" (1994).
Actuou em várias casas de fado e passou por casinos, com destaque para o Casino Estoril, tendo sido inclusive o primeiro fadista masculino a ser contratado para uma temporada.
Passou inúmeras vezes pela televisão, tendo participado como actor, na telenovela "Cinzas" (RTP).
Foi sócio-fundador da Academia da Guitarra e do Fado, tendo sido distinguido, em 1993, com o Prémio Prestígio, atribuído pela Casa de Imprensa. A mesma entidade após quatro anos, concedeu-lhe o Prémio José Neves de Sousa. Teve condecorações da Cruz Vermelha Portuguesa que lhe concedeu a Medalha de Mérito e também da Câmara Municipal de Cascais.
Com mais de 30 anos de carreira, Carlos Zel levou a sua voz e a sua forma de cantar o fado a vários cantos do mundo fora, nomeadamente, a Espanha, França, Holanda, Escócia, Dinamarca, Noruega, Brasil, Argentina, Chile, Venezuela, Canadá, EUA e Senegal.
Actuou em palco com vários artistas, como, Maria João e Mário Laginha, o ex-Trovante Luís Represas, a cabo-verdiana Cesária Évora e a fadista Argentina Santos.
Gravou catorze discos. “Com Tradição” foi o ultimo trabalho editado por Zel no ano de 2000.
Faleceu de morte súbita em Fevereiro de 2002.
----------------------------------
A.A.