domingo, 31 de outubro de 2010

Política


Imagem:A.Anacleto
----------------------------------------------------------
Francisco Louçã inaugurou sede concelhia do Bloco de Esquerda em Alcanena

Francisco Louçã, esteve ao início da tarde deste Domingo na inauguração da sede concelhia do Bloco de Esquerda em Alcanena.
Louçã, no discurso que dirigiu aos militantes e simpatizantes presentes, disse, “o país atravessa uma enorme e perigosa crise financeira, onde se acentua um elevado índice desemprego. Alcanena não escapa à situação. Os jovens debatem-se com enormes dificuldades em se localizarem em Alcanena, por se ter vindo também a radicalizar a crise na indústria de curtumes e nos desequilíbrios ambientais da região”.
O líder dos Bloquistas, adiantou, “ as classes mais desfavorecidas vão ser altamente penalizadas, com o orçamento de estado que vai ser aprovado na próxima quarta - feira pelos dois partidos maioritários no parlamento, os reformados vão perder parte do seu rendimento com o congelamento das pensões, com o aumento dos impostos todos vão perder, há trabalhadores que vão sofrer redução nos salários, os transportes vão aumentar e os custos da saúde vai sofrer um elevado aumento, que se vai tornar dramático para as classes mais pobres da população”. Referindo-se ao acto da inauguração da nova sede do BE, Francisco Louçã, afirmou ” está aqui mais um exemplo de boa organização da estrutura. Quando há pouco mais de um ano se começou a constituir aqui em Alcanena um grupo de simpatizantes, hoje, reconhece-se, que foi importante que se ampliasse esta capacidade de intervenção para a abertura deste novo espaço. É mais uma sede aberta, onde as pessoas podem entrar e se informarem sobre o nosso projecto político para o país", sublinhou.
---------------------------------------------------------------

sábado, 30 de outubro de 2010

Desporto - Hóquei em Patins

Sporting de Tomar foi golear a Barcelos
O Sporting de Tomar goleou o Óquei de Barcelos por 4-7, no jogo da quinta jornada do Campeonato Nacional da Primeira Divisão de Hóquei em Patins, disputado esta tarde na cidade de Barcelos, ocupando a 11ª posição na tabela classificativa com 6 pontos.
Resultados:
FC Porto – Porto Santo, 5-1
HC Braga – Benfica, 3-7
Oliveirense – Valongo, 3-1
Óquei de Barcelos – Tomar, 4-7
Física – Cascais, 4-1
Gulpilhares – Cambra, 4-3
Limianos – Candelária, 2-8
Juventude de Viana – Académica de Espinho, 21:30
Próxima Jornada: (06 de nov):
Valongo – Juventude Viana
Tomar – Oliveirense
Cascais – Óquei Barcelos
Cambra – Física
Porto Santo – Gulpilhares
Benfica – FC Porto
Candelária – HC Braga
Académica de Espinho – Limianos
------------------------------------------------

Ambiente


-----------------------------------------------------
Presidente da Junta de Freguesia de Vaqueiros denuncia nova descarga poluente no Rio Alviela

Voltaram as descargas poluentes no Rio Alviela, conforme afirma em comunicado Firmino Oliveira, Presidente da Junta de Freguesia de Vaqueiros.
O autarca denuncia que este sábado surgiu nova descarga poluente no Rio Alviela, surgindo esta, a montante do lugar de Moseiro naquela freguesia do concelho de Santarém, com o forte impacto habitual ao nível de cheiro nauseabundo e do aspecto da água, além da formação de enorme espuma no caudal do rio.
No mesmo comunicado, o autarca alerta para a necessidade de não serem interrompidos os projectos lançados pela ARH, baseados nos protocolos assinados no mês de Julho de 2009, em Alcanena entre o Governo, autarquias e a AUSTRA - Associação de Utilizadores do Sistema de Tratamento de Águas Residuais de Alcanena e que 2011, seja um ano melhor para a Bacia do Alviela, com o início das obras na sequência dos projectos em curso.
---------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Cultura


Golegã recebe exposição “CespogArtes – São Martinho”
Por iniciativa do CESPOGA – Centro de Estudos Politécnicos da Golegã e do Museu Agrícola de Riachos, o NAR - Núcleo de Arte de Riachos vai levar a efeito uma exposição de Artes Plásticas e uma exposição de Artesanato durante o período em que decorre na Golegã a Feira Nacional do Cavalo.
Estes dois eventos serão realizados em duas salas separadas mas contíguas, no edifício do CESPOGA (junto à Igreja Matriz) na Golegã, entre 5 e 14 de Novembro de 2010, com inauguração no dia 5 às 19horas.
Intitulada “CespogArtes – São Martinho” a exposição de Artes Plásticas apresentará cerca de 22 trabalhos de Pintura e Escultura de Artistas da RAN - Rede de Arte Nacional, NAR – Núcleo de Arte de Riachos, TAACTO – Tertúlia Associativa de Arte e Cultura Torrejana, MAC – Movimento Artístico de Coimbra e AAAGP – Associação de Amizade e das Artes Galego Portuguesa, com sede na Figueira da Foz e na Galiza.
Na exposição de Artesanato estarão presentes cerca de 20 Artesãos do NAR, as Oficinas Pedagógicas e o Grupo São Silvestre (Arte Sacra) do Museu Agrícola.
----------------------------------------------------------------------------------

Ambiente


Imagem:A.Anacleto
---------------------------------------------------
Maus Cheiros” em Alcanena exaltam ânimos de habitantes do concelho

Realizou-se no final da tarde desta quinta-feira, na sede da AUSTRA - Associação de Utilizadores do Sistema de Tratamento de Águas Residuais de Alcanena uma sessão de esclarecimento sobre a situação precária do meio ambiente que se vai acentuando com “maus cheiros” em Alcanena e freguesias limítrofes.
A acção avançou, após ter sido criada na rede “facebook na internet, o “Grupo de Cidadãos – Chega de Maus Cheiros em Alcanena”.
Centenas de pessoas que lotaram as instalações daquela Associação, assistiram a esclarecimentos por parte do Presidente da AUSTRA, Fernando Fernandes, e de um técnico do CTIC, que têm parceria com aquela Associação de Utilizadores. O técnico avançou, “ estamos a trabalhar no tratamento biológico na saída das lamas na ETAR, estamos a fazer ensaios para substituir o processo físico-químico por biológico. É um sistema que reduz substancialmente as partículas químicas nas lamas, no entanto não as elimina na totalidade”, acrescentou.
Os ânimos atingiram a exaltação, quando alguns residentes afirmaram que estão a ser enviados para a ETAR resíduos oriundos de outras regiões do país, tais como detritos de suiniculturas.
O presidente da Associação, afirmou exaltado, “nunca entraram dejectos de porco na ETAR de Alcanena”. Após estas afirmações, houve troca de palavras tensas entre elementos da população e o responsável da Associação.
A população exige que se realize monitorização do ar em vários pontos do concelho que está a ser afectados pela degradação ambiental, a fim de ser esclarecido o impacto que a poluição está a ter na saúde pública. Uma professora de uma das escolas de Alcanena, alertou que existem crianças de uma das escolas com problemas oncológicos! Está decidido, após contactos com a ACES – Centro de Saúde de Alcanena, que se vai avançar com esta operação. Também foi decidido, que irão ser realizadas análises às partículas depositadas em alguns locais, tais como nos estores de algumas habitações.
Uma cidadã presente, questionou, “para onde foram onze milhões de euros que vieram para ETAR de Alcanena?”. Fernando Fernandes, diz que a AUSTRA está a gastar mensalmente cerca de 180.000 euros no tratamento dos resíduos na ETAR, acrescentando, “estamos a gastar muito dinheiro e a trabalhar mal, vai continuar a cheirar mal em Alcanena, enquanto não houver intervenção na ETAR”.
Hermínio Jorge exclamou, “tenho uma propriedade agrícola junto da Central, não posso lá ir por causa do mau cheiro”.
Foi entregue um documento do “Grupo de Cidadãos – Chega de Maus Cheiros em Alcanena” à Administração da AUSTRA, onde intima aquela Associação a assumir as suas responsabilidades para com a população do concelho e exigem o envolvimento dos Ministérios da Saúde e do Ambiente através da autarquia alcanenense na monitorização da qualidade do ar no concelho. Cristina Fortes elemento daquele grupo de cidadãos, adiantou, “está aberta a ideia de avançar para a criação de uma Comissão legalizada para a defesa do meio ambiente no concelho e vamos avançar com manifestações de protesto em datas a anunciar. Tivemos contactos com o Delegado de Saúde do concelho, sobre a situação do impacto na saúde pública. Fomos informados de que não existem estudos concretos relacionados com o problema ambiental na saúde”, sublinhou.
------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Autarquias

Câmara de Abrantes avança em Novembro com última fase do projecto Aquapolis
A Câmara de Abrantes vai avançar em Novembro com a segunda e última fase do projecto Aquapolis, num investimento orçamental previsto na ordem dos dois milhões de euros.
Uma das principais obras deste projecto de requalificação do parque urbano ribeirinho - onde já foram investidos cerca de 15 milhões de euros desde 2006 – é o açude insuflável construído no rio, inaugurado em 2008, e que permitiu a criação de um espelho de água aos pés da cidade com cerca de 80 hectares de superfície.
Denominada de “Nova Vida para a Margem Sul”, em Rossio ao sul do Tejo, a última fase de requalificação urbana e ambiental das margens ribeirinhas englobará a construção de um Centro de Acolhimento do Tejo, com a requalificação e ampliação do actual parque de campismo, com capacidade para 300 pessoas, libertando toda a frente ribeirinha para áreas de acampamento, estadia e lazer.
Com investimento previsto na ordem dos 950 mil euros, o início dos trabalhos de construção está anunciado para Novembro e as obras deverão estender-se por um período de 12 meses.
Por outro lado, a Câmara adjudicou por 1 milhão de euros a construção de uma praça aberta ao rio com cobertura extensível para a realização e acolhimento de espectáculos musicais e culturais, percursos ribeirinhos, quiosques, zonas de estar e lazer e um parque infantil, entre outros equipamentos.
Em declarações à agência Lusa, a presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque (PS), explicou que o investimento agora anunciado para a margem sul visa “fomentar o turismo na região e incrementar a dinamização do Aquapolis”.
Esta margem tinha já sido alvo de uma primeira intervenção, com a criação de zonas verdes, passeios e infra-estruturação.
A nova intervenção, mais profunda, “vai criar um espaço mais dinâmico”, referiu a autarca, tendo adiantado “acreditar” que “depois do investimento público seguir-se-á o investimento privado”.
Para além desta intervenção, a autarquia tem também em andamento o processo para construção de um Centro Náutico, na margem norte. Na margem sul, por sua vez, entrou este ano em funcionamento uma estação de canoagem que inclui também um projecto de criação de um percurso ribeirinho que vai unir a aldeia ribeirinha de Alvega, em Abrantes, e a vila de Constância.
“Uma forma de criar sinergias com o território envolvente”, observou a autarca.
Os projectos anunciados têm assegurada uma comparticipação financeira de 80 por cento pelo programa “Mais Centro – Programa Operacional Regional do Centro”.
----------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Autarquias

Retirados pelouros da Cultura e do Turismo a Vereador do PS na Câmara de Tomar
O vereador do PS na Câmara Municipal de Tomar, Luís Ferreira, ficou sem os pelouros da Cultura e do Turismo, disse à agência Lusa o presidente da autarquia, Corvêlo de Sousa (PSD).
Segundo Corvêlo de Sousa, a decisão de retirada dos pelouros foi formalizada por despacho enviado na terça-feira e “foi tomada com base na recomendação da assembleia municipal, que há cerca de um mês, aprovou uma moção de censura contra este vereador”.
“Vou continuar a trabalhar com o vereador Luís Ferreira como se de outro vereador se tratasse”, afirmou à Lusa Corvêlo de Sousa, acrescentando que eleito socialista vai manter os pelouros dos bombeiros e protecção civil.
Contactado pela Lusa, Luís Ferreira escusou-se a comentar a situação, afirmando apenas que pretende continuar como vereador e remetendo a avaliação política desta decisão para o presidente da concelhia do PS de Tomar.
Hugo Cristóvão, presidente da concelhia socialista, disse à Lusa que o PS “lamenta esta situação e o facto de, desde que o actual executivo tomou posse, há cerca de um ano, não ter havido por parte do PSD qualquer disponibilidade para reunir com o PS”.
O PSD ganhou as últimas eleições autárquicas para a Câmara de Tomar, mas não obteve maioria absoluta, tendo feito uma coligação pós-eleitoral com o PS e atribuído pelouros aos dois vereadores socialistas do executivo.
O presidente da concelhia do PS afirmou à Lusa que os vereadores socialistas “estão disponíveis para continuar a trabalhar”, mas frisou que “se o PSD quer terminar a coligação que o assuma publicamente como fez quando se iniciaram as negociações para a sua constituição, após as eleições autárquicas”.
Já o presidente da concelhia do PSD, José Delgado, afirmou que “era este o momento de propor a retirada dos pelouros ao vereador, porque a sua postura não se enquadra na ética autárquica e põe em causa a imagem da câmara de Tomar”.
José Delgado disse ainda que cabe agora ao presidente da câmara “gerir a situação”, não querendo para já comentar o estado da coligação entre PSD e PS.
Nenhum dos responsáveis políticos assumiu que esta decisão se deva aos comentários críticos do vereador Luís Ferreira sobre a ausência do escritor Lobo Antunes numa iniciativa em Tomar, no passado mês de Agosto, mas quer o líder da concelhia do PSD quer o presidente da Câmara Municipal afirmaram à Lusa que “foi uma situação lamentável” e “um mau momento político” do vereador do PS.
*Lusa
-----------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

"Comissão de Utentes da A23 – Médio Tejo" anuncia estimativa do custo das portagens a aplicar na A23
Segundo comunicado da “Comissão de Utentes da A23 – Médio Tejo, o Governo prepara portagens na A23, em toda a sua extensão, antevendo-se um negócio muito lucrativo para as concessionárias devido ao significativo aumento do tráfego.
Adianta aquela Comissão no documento, “a A23, estruturante do ponto de vista regional, nacional e internacional, foi planeada e concebida como Itinerário Principal (IP6), deixou de ter alternativas rodoviárias em partes da sua extensão.
A aplicação de portagens na A23 não só penalizaria a população, como criaria mais dificuldades ao já debilitado aparelho produtivo do interior.
Colocar Portagens na A23 implicaria o agravamento das dificuldades nas acessibilidades e na mobilidade das populações.
As reestruturações dos muitos serviços públicos, intermunicipais e do Estado, têm sido feitas num pressuposto da existência da A23 como via estruturante de acesso universal e gratuita
”, sublinha o comunicado.
Custo das portagens € 0,06671 /km/ Classe1 - estimativa (em função do coeficiente já aplicado) no Itinerário A23, segundo cálculo da Comissão de Utentes:
- Nó A1 - Torres Novas (6 km) preço: 0,48€ (21% IVA)
- Nó A1 - Entroncamento (13 km) preço: 1,05 € (21% IVA)
- Nó A1 - Constância (25 km) preço: 2,02 € (21% IVA)
- Nó A1 - Abrantes (37 km) preço: 2,99 € (21 % IVA)
- Nó A1 - Mação (57 km) preço: 4,60 € (21% IVA)
- Nó A1 - Fratel (77 km) preço: 6,22 € (21% IVA)
- Nó A1 – Castelo Branco (113 km) preço: 9,12 € (21% IVA)
- Nó A1 - Covilhã (167 km) preço: 13,48€ (21% IVA)
- Nó A1 - Guarda (213 km) preço: 17,19 € (21% IVA)
- Nó A1 – Espanha (Vilar Formoso) (250 km) preço: 20,18€ (21% IVA)
------------------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Técnicos e autarcas discutem e procuram soluções para “Combater a Pobreza e Exclusão Social”
A procura de soluções que permitam agilizar, integrar e rentabilizar processos de combate à exclusão social reuniu hoje em Barquinha dezenas de profissionais do sector, entre técnicos de acção social, autarcas e outros agentes com poder decisório.
“Combater a pobreza e a exclusão social com um trabalho de parceria” é o objectivo do projecto “Redes do Tejo”, um programa que envolve os nove municípios do Médio Tejo e a União das Instituições Particulares de Solidariedade Social do distrito de Santarém, e que contempla um conjunto de actividades de sensibilização da opinião pública para aquelas questões no âmbito do Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social.
Segundo a coordenadora do “Redes do Tejo”, Celeste Simão, e vereadora na Câmara de Abrantes, o seminário hoje realizado - “Redes e Parcerias na Integração Social” – insere-se no âmbito das actividades delineadas até final do ano e com o propósito de “tentar perceber de que forma se podem agilizar processos de intervenção social, com um atendimento mais articulado e mais integrado”.
Para a responsável, “o caminho deverá passar pela permuta de experiências, pela troca de saberes acumulados, pela partilha das bases de dados”.
Segundo vincou, para receber apoio social, “uma pessoa ou uma família tem de contar a história da sua vida a cada uma das várias instituições a que tenha de se socorrer”, um facto que Celeste Simão afirmou “não conferir um grau de rentabilidade tão satisfatório como um trabalho feito de forma integrada e articulada” poderia proporcionar.
“Esse tem de ser o caminho e este trabalho desenvolvido pela partilha de ideias e experiências, expectativas e anseios dos representantes de nove diferentes municípios mostra isso mesmo”, observou, acrescentando que “a pobreza e a exclusão social não conhecem fronteiras municipais nem cores político partidárias”.
Segundo afirmou, “todas as autarquias, técnicos de acção social e outros agentes com poder decisório estão a disponibilizar e a partilhar os seus recursos para combater este fenómeno”, tendo acrescentado que “um dos passos seguintes será ver como se podem os técnicos de acção social reorganizar no terreno”, na área territorial do Médio Tejo.
O programa “Redes do Tejo” envolve os municípios de Abrantes, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha.
-----------------------------------------------------------------------

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Turismo e Gastronomia

Tomar vai estar presente na 13ª Expogalaecia na Galiza
O Município de Tomar, representado pelos Serviços Municipais de Turismo, vai participar na EXPOGALAECIA - Salão Internacional de Turismo, Gastronomia e Artesanato da Galícia, que irá decorrer no próximo fim de semana (29 de Outubro a 1 de Novembro). Trata-se da feira anual de Turismo de Vigo, uma exposição da oferta turística e gastronómica espanhola e internacional, com destaque para Portugal, contando com mais de 20.000 visitantes.
A participação de Tomar, tem como objectivo a promoção do património histórico/cultural e divulgação de eventos, produtos e espaços naturais do concelho, de forma a atingir e influenciar um público diversificado nacional e internacional. Esta participação dará especial ênfase à próxima Festa dos Tabuleiros em 2011, bem como à promoção de contactos com operadores para incluírem Tomar nos seus pacotes turísticos.
A participação, é uma parceria com as Juntas de Freguesia do concelho, a Comissão da Festa dos Tabuleiros e os produtores de vinho do concelho. O dia 31de Outubro, domingo, será dedicado a Portugal e estão programadas algumas actividades de animação na feira. Uma delas consistirá num desfile com 14 Tabuleiros e um grupo de gaiteiros, representativo da Festa e tradição do concelho tomarense. Outro grupo que também vai actuar, são os Drama & Beiço que irão representar a diversidade cultural existente na região. Serão distribuídas algumas ofertas alusivas à festa, novos posters do núcleo histórico e do Convento de Cristo. Será ainda distribuído o novo folheto de divulgação de “Tomar Cidade Templária”, em três línguas, com um padrão de qualidade gráfica e de imagem superior. Durante as actividades de animação irá decorrer uma Prova de Vinhos dos produtores de Tomar
--------------------------------------------------------------------------

Economia

“AmbiOurém” apoia proprietários florestais
No âmbito da Promoção do Desenvolvimento Rural, a Ambiourém, para além do apoio aos agricultores na vertente agrícola, disponibiliza apoio ao proprietário florestal, através da Delegação da “ACHAR” no Ribatejo Norte, nas seguintes áreas:
-Aconselhamento técnico na área da silvicultura: escolha das espécies, técnicas de mobilização dos solos e plantações, identificação de pragas e doenças e respectivos tratamentos, entre outros;
-Esclarecimentos sobre as ajudas comunitárias existentes para realização de limpezas e plantações florestais.
Este serviço de apoio ao proprietário florestal está a funcionar desde 21 de Outubro de 2010 no Gabinete de Apoio aos Agricultores, no Centro de Negócios de Ourém, 1º piso, às terças e quintas-feiras sob marcação, das 9:00 às 18:00 com interrupção das 13:00 às 14:00.
------------------------------------------------------------------------------------

Cultura

Jornadas Internacionais do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte vão realizar-se em Abrantes
Vários especialistas, nacionais e estrangeiros, estão a realizar estudos sobre o acervo da Colecção Estrada que integrará o futuro Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes (MIAA).
Os primeiros resultados dessa investigação vão ser apresentados nas primeiras Jornadas Internacionais do MIAA, dia 28 de Outubro, quinta-feira, em Abrantes, na Biblioteca Municipal António Botto.
A Presidente da Câmara, Maria do Céu Albuquerque e o Presidente da Fundação Estrada, João Estrada, farão a abertura dos trabalhos, seguindo-se uma apresentação geral das Jornadas por Fernando António Batista Pereira, especialista em História de Arte e responsável pelo projecto museográfico do MIAA.
Segue-se um conjunto de intervenções sobre o acervo, nomeadamente o que tem sido alvo de estudo, com as presenças de vários especialistas.
O espólio cedido pela Fundação Ernesto Lourenço Estrada, Filhos, será o coração do futuro museu, projectado pelo Arquitecto Carrilho da Graça. É composto por um vasto conjunto de peças arqueológicas, referentes ao período anterior à fundação da nacionalidade e relacionadas com a Lusitânia, recolhidas por João Estrada ao longo de meio século, em vários pontos da Península Ibérica. Além do espólio da Fundação, o futuro Museu irá também albergar as obras doadas ao Município pela pintora Maria Lucília Moita e pelo escultor Charters de Almeida.
O investimento vai ser uma marca do território em pleno centro histórico de Abrantes e pretende ser um estímulo decisivo para a sua reanimação.
-----------------------------------------------------------------------------------

Política

Eleito da CDU na Assembleia Municipal de Santarém apresenta queixa a ASAE sobre pagamento de estacionamento na cidade
José Luís Cabrita eleito da CDU na Assembleia Municipal de Santarém apresentou queixa na ASAE - Autoridade da Segurança Alimentar e Económica por considerar que existem “ilegalidades” no estacionamento pago na cidade.
Na queixa, o eleito da CDU afirma que o regulamento municipal de estacionamento tarifado, aprovado a 17 de Setembro na Assembleia Municipal, “contém disposições manifestamente ilegais”, nomeadamente no que diz respeito ao fraccionamento dos escalões de estacionamento e à entrada em vigor do pagamento de tarifas.
Na óptica de José Luís Cabrita, o pagamento de estacionamento na cidade, que começou no passado dia 22 de Outubro, só poderá acontecer após a entrada em vigor do regulamento o que, na sua opinião, “ainda não aconteceu” porque este não foi ainda publicado em Diário da República.
Aquele membro da Assembleia Municipal scalabitana, considera ainda, que se verifica uma “ilegalidade” na cobrança de tarifas porque a empresa a quem foi concessionado o estacionamento pago afixou uma tabela de preços com fracções de 15 minutos e o regulamento municipal aponta para períodos de cobrança de uma hora.
---------------------------------------------------------------------------------------

Cultura


Eduardo Patarrão expõe no Centro Cultural de Sardoal
“Pensamentos sobre…” é o título da Exposição de Pintura, da autoria de Eduardo Patarrão, que irá ser inaugurada no próximo Sábado, dia 30, pelas 16 horas, no Centro Cultural Gil Vicente.
A mostra que integra mais de vinte obras estará patente ao público até 27 de Novembro. Nos quadros, o rosto real de figuras conhecidas (José Afonso, Amália, Eusébio, João Paulo II, José Saramago, Fernando Pessoa, Raul Solnado e outros) coexistem num mundo pictórico que se transmuta e se disfarça em padrões coerentes e em efeitos de olhares consonantes.
Eduardo Patarrão nasceu em Carnaxide, em 1938. A paixão pelas artes manifestou-se desde cedo e é na pintura que se tem destacado. O que começou como um “hobby” acabou por se tornar na sua principal ocupação. Iniciou-se com pintura sobre pano e evoluiu para a pintura a óleo, acrílico e mista sobre tela.
Possui o curso de iniciação à pintura da Sociedade Nacional de Belas Artes e integrou o “Atelier Livre” desta Sociedade. Já participou em cerca de 70 exposições, tanto individuais como colectivas, em Portugal e no estrangeiro.
A exposição pode ser visitada no seguinte horário: de Terça a Sexta – das 16 às 18 horas. Encerra Domingos, Segundas e Feriados.
--------------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Obra do percurso da “Mata dos Sete Montes” na cidade de Tomar está concluída
Convento de Cristo mais perto do centro histórico com o término das obras do trajecto com uma extensão de 700 metros que culmina na Torre da Condessa, a qual constitui uma excepcional porta de entrada num dos mais emblemáticos monumentos nacionais.
Esta foi uma das obras da intervenção global prevista pelo PIVUT - Programa Integrado de Valorização Urbana de Tomar, com o objectivo de concretizar a aproximação do Convento de Cristo ao centro histórico da cidade, foi concluída no passado dia 18 de Outubro.
Harmonia foi a palavra de ordem desta intervenção, como pode agora ser observado in loco, tendo-se apostado na valorização do percurso, através da criação de áreas de estadia e descanso.
Tendo em conta o declive dos percursos, fizeram-se travamentos regulares com madeira tratada. Procurou-se harmonizar o mobiliário urbano com o espaço existente, escolhendo-se a madeira tratada para as papeleiras, placards informativos, bancos e mesas.
Ao longo de todo o traçado foi instalada uma rede de iluminação, com o objectivo de utilização deste percurso durante a noite, aquando da realização de eventos no Convento de Cristo. Esta obra foi ainda aproveitada para dotar o monumento de uma rede de saneamento para drenagem dos esgotos domésticos, com ligação ao colector existente na Praça do Infante D. Henrique.
As antigas instalações sanitárias foram demolidas dando lugar a novas situadas sensivelmente na mesma zona.
-----------------------------------------------------------------------------------

Educação


Escola Secundária de Rio Maior entregou Diplomas do Quadro de Mérito
Realizou-se no Cineteatro de Rio Maior, a cerimónia de entrega de Diplomas do Quadro de Mérito da Escola Secundária de Rio Maior (ESRM) aos alunos daquele estabelecimento de ensino que se destacaram no último ano lectivo.
Perante uma vasta plateia, sentaram-se na mesa de honra o Director da ESRM, José Albino Frazão, a Presidente do Conselho Geral da ESRM, Fátima Serra, a Presidente da Associação de Pais, Paula Alexandre, o representante da Assembleia Municipal de Rio Maior, Carlos Neto, e a Vereadora da Educação da Câmara Municipal de Rio Maior, Sara Fragoso.
Na sua intervenção, José Albino Frazão disse ser um dia bonito para todos os presentes. O Director visivelmente satisfeito falou ainda dos bons resultados alcançados por esta escola, que em 600 estabelecimentos de ensino se encontra no 214.º lugar. “Estão aqui hoje alunos que ajudaram esta escola a crescer, e isso é bom também para os professores. Quero realçar que a nossa escola colocou este ano 120 alunos no ensino superior. Parabéns aos alunos, pais, professores e funcionários”, disse a terminar José Albino Frazão.
A Vereadora Sara Fragoso começou por dar os parabéns à escola pelos resultados obtidos. “Este é mais um dia importante para a comunidade escolar, mas chegar ao Quadro de Mérito nada vale se não nos soubermos integrar na sociedade. Continuem com o vosso empenho e incentivem os vossos colegas para que eles possam também chegar ao vosso nível”, sublinhou Sara Fragoso.
Seguiu-se depois uma demonstração de Danças de Salão protagonizada por alguns pares de dançarinos da Escola de Dança da Associação Cultural e Recreativa de Casais das Boiças – Alcoentre, seguindo-se a entrega dos diplomas aos alunos premiados.
--------------------------------------------------------------------------------------

Ambiente


Presidente da Câmara de Alcanena quer responsabilizar Ministérios do Ambiente e da Saúde pela degradante situação ambiental no concelho
A presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira, anunciou na última reunião do executivo, realizada esta segunda-feira, que tenciona responsabilizar os Ministérios do Ambiente e da Saúde pela degradante situação ambiental que está a ocorrer na sede do concelho e lugares limítrofes.
A autarca informou ainda na reunião, que foram enviados ofícios a aqueles ministérios a dar conhecimento das ocorrências ambientais que se tem vindo a registar no concelho.
No ofício enviado à Ministra do Ambiente, a edil disse, que foi solicitado a aquele ministério que sejam indagadas as causas das ocorrências de desequilíbrio ambiental que se têm vindo a registar no concelho e que sejam tomadas as devidas acções legais para defesa do meio ambiente na região.
No documento enviado ao Ministério da Saúde, Asseiceira, comunicou, que foi solicitado uma averiguação do impacto da situação no campo da saúde por parte daquele ministério.
Fernanda Asseiceira, adiantou ainda que a população de Alcanena tem vindo a demonstrar uma veemente manifestação de descontentamento e preocupação com os “maus cheiros” que se vão registando na região. Adiantando que as pessoas têm utilizado o “Livro de Reclamações” da autarquia, para processarem as devidas reclamações, adiantando que, todas as reclamações têm tido o devido despacho legal, com conhecimento à AUSTRA.
Ainda relacionado com esta problemática, a presidente camarária Alcanenense, informou que após contactos com a AUSTRA, gestora da manutenção da ETAR do concelho, que aquela entidade se disponibilizou para dar informações públicas na próxima quinta-feira, dia 28 sobre a situação.
-------------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Aldeia de Linhaceira cria salas de aula e edita livros para crianças para suprir o investimento
“Era uma vez uma aldeia que não se resignava ao miserabilismo. Quando não tinha, os seus habitantes deitavam mãos à obra e criavam em vez de ficarem a carpir mágoas.
Foi assim que, postos perante a inexistência de um local com condições para realizar as Actividades de Enriquecimento Curricular, compraram um contentor e montaram uma sala de aulas”
. Agora, para ajudar a pagar o investimento, vão publicar um livro para crianças.
A situação acontece em Linhaceira que é a maior aldeia do concelho de Tomar. Ao longo dos últimos oito anos, a dinâmica da Associação de Pais permitiu criar um ATL muito participado e toda uma vasta componente de apoio à família. Fruto do seu próprio sucesso e do encerramento de escolas mais pequenas nas proximidades, viu-se no início deste ano lectivo com um problema: tinha aumentado o número de crianças e com ele a necessidade de criar mais uma turma de 1º ciclo.
Em causa ficou o espaço para as Actividades de Enriquecimento Curricular. A Associação de Pais, que já no ano de lançamento das mesmas tinha apresentado soluções para garantir que as crianças de toda a freguesia a elas tivessem acesso, não desistiu enquanto não encontrou solução: comprou um contentor duplo, em segunda mão, montou-o e adquiriu o ar condicionado.
Quando se equacionaram iniciativas para ajudar a pagar o investimento superior a cinco mil euros, surgiu a hipótese de lançar um livro, uma velha ideia de um colectivo que não se tem limitado a gerir as actividades que lhe são inerentes, promovendo frequentemente acções culturais abertas à comunidade.
Nasceu assim a ideia de publicar “O dia em que choveu pétalas”, um conto infantil que recria a lenda de Santa Iria, padroeira do concelho, obra de dois autores linhaceirenses, o escritor Nuno Garcia Lopes e o ilustrador Sandro Ferreira, que cederam a totalidade dos respectivos direitos.
O lançamento vai ser efectuado no próximo dia 7 de Novembro, domingo, no ATL da Linhaceira que, a partir das 14 horas, abre as portas a toda a comunidade para a quinta edição da Feirinha de S. Martinho e onde serão expostas também as ilustrações originais deste livro.
Artesanato diverso e doces caseiros produzidos pelas famílias das crianças que frequentam o jardim-de-infância e o 1º ciclo na Linhaceira, pelas funcionárias do ATL e por outros amigos, bem como pelas próprias crianças nas respectivas escolas, juntam-se aos petiscos e bebidas para todas as idades, incluindo as inevitáveis castanhas assadas, e à quermesse. A animação será ainda garantida, entre outros, por mais uma representação a cargo do grupo de teatro infantil da escola, encenado por Manuel António.
-----------------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Autarquias


Presidente da Câmara de Alcanena disse em reunião de câmara que os Bombeiros Municipais estão a corresponder com eficácia às ocorrências
Questionada pelo vereador António Castanheira (PSD/CDS), sobre a situação dos Bombeiros Municipais de Alcanena, Fernanda Asseiceira, presidente do executivo, afirmou que a corporação está a ser reforçada com melhores condições de trabalho, recursos humanos e equipamentos.
A autarca, disse, "que foram reforçado os recursos humanos, com a colocação na corporação de mais um motorista e dois socorristas. Vão também ser accionadas mais acções de formação. A autarca adiantou ainda, que "já foi aprovada a candidatura das obras de intervenção nas instalações do quartel da corporação. Outra informação, relacionou-se com a criação da “Associação dos Amigos dos Bombeiros de Alcanena”, tendo a mesma já sido aprovada. Sublinhou ainda a edil, "os Bombeiros Municipais estão a corresponder com eficácia às ocorrências que vão surgindo".
----------------------------------------------------------------------------------------------

Cultura

Santarém vai ser palco da 5ª edição de “Novembro - Mês de Santareno”
Vicente Batalha, Presidente do Instituto Bernardo Santareno, e Vítor Gaspar, Vereador da Cultura, acompanhados pelo Vereador João Leite, apresentaram hoje, em conferência de imprensa, o programa da 5ª edição de “Novembro – Mês de Santareno”, no mês e no ano em que se comemora o 90º aniversário do nascimento do grande dramaturgo e escritor, Bernardo Santareno.
Vicente Batalha anunciou que no dia 5 de Novembro, o Piano Bar do Teatro Sá da Bandeira vai ser palco da apresentação da edição da peça "Não deixes que a noite se apague" de Domingos Lobo, vencedora do Prémio Nacional de Teatro Bernardo Santareno, em 2009, com apresentação de Fernando Dacosta, escritor e dramaturgo. O momento musical vai estar a cargo do Conservatório de Música de Santarém.
Integrado nas comemorações do aniversário do dramaturgo, o Teatro Sá da Bandeira volta a acolher no dia 13 de Novembro, às 21h30, o Grupo Cénico da Música Nova de Pernes, que leva à cena “A Promessa” de Bernardo Santareno, com encenação de Vicente Batalha. No dia 14, a mesma peça sobe ao palco pelas 16h00.
“A Promessa” foi a primeira peça de Bernardo Santareno, publicada, em 1957, e levada à cena a 23 de Novembro desse mesmo ano, pelo Teatro Experimental do Porto.
No dia 19, dia do 90º Aniversário de Bernardo Santareno, é inaugurada a Exposição "Prémios Santareno de Teatro - Carreira", pelas 18h30, no átrio do Teatro Sá da Bandeira.
A Exposição inclui o percurso artístico de dez personalidades do mundo do Teatro: Carmen Dolores, Carlos Avilez, Eunice Muñoz, Luís Francisco Rebelo, Cristina Reis, Nicolau Breynner, Lurdes Norberto, Ruy de Carvalho, entre outros, personalidades que se distinguiram. Também neste dia é lançada a 3.ª edição do Prémio Nacional de Teatro.
No dia 21, às 21h30, o Teatro Sá da Bandeira volta a ser palco da Grande Gala Santareno, para entrega dos Prémios Santareno de Teatro, referentes à temporada teatral 2009/2010.
A apresentação conta este ano com novos apresentadores – Cláudia Semedo e José Afonso Dias Pimentel – talentosos actores, que ganharam o prémio revelação em 2008 e 2007, respectivamente.
O espectáculo conta ainda com momentos de Bailado, este ano mais vocacionados à música moderna, com novos ritmos e novas linguagens e técnicas, tais como dança contemporânea e break dance, da responsabilidade de FRESH FLAVA - grupo de dança, devotado ao estilo Hip-Hop. O New Style é o mais utilizado, assim como, R&B, Ragga, Old School, géneros de dança que também exploram e aprofundam e FUNKY FLEX CREW - grupo recentemente formado por jovens bailarinos, cujo principal prazer é Dançar.
O Coro dos Pequenos Cantores de S. Francisco faz a sua estreia, depois de apresentado na Missa de S. José, realizada no âmbito das Festas do Município.
A emblemática Grande Orquestra Santos Rosa volta a participar nesta grande Gala, sob a direcção de Pedro Santos Rosa.
Na área da Música, a soprano Ana Paula Russo promete cantar e encantar todos os presentes, acompanhada ao piano por Nuno Lopes.
Cristina Branco encerra com chave de ouro este grande espectáculo.
Na apresentação do Mês Santareno, dedicado ao dramaturgo e escritor, Vicente Batalha, Presidente do Instituto Bernardo Santareno, afirmou que “a reedição da obra completa de Santareno tem sido uma preocupação” do Instituto e que tem encetado vários contactos com editoras, com vista à reedição da obra do dramaturgo, embora, até ao momento, ainda não tenha obtido quaisquer confirmações quanto à possibilidade de reedição da obra.
Vicente Batalha reafirmou que “acredito que as obras de Santareno têm venda e o facto de não existirem no mercado é lesivo para a divulgação da sua obra”.
O Presidente do Instituto explicou que os direitos de publicação das obras do dramaturgo estavam na editora Nova Ática, que encerrou, acrescentando que a Editorial Caminho também publicou alguns volumes da obra teatral de Santareno mas que os mesmos “estão esgotados”.
Neste momento, o Instituto continua à procura de patrocínios para financiar o Prémio Nacional de Teatro Bernardo Santareno que, este ano, foi atribuído à peça inédita “Não deixes que a noite se apague”, da autoria de Domingos Lobo.
Este ano, na segunda edição, o prémio de teatro teve 145 peças a concurso, enquanto a primeira edição, realizada em 2008, contou com 131 peças.
Vicente Batalha e Vítor Gaspar salientaram ainda o esforço que a autarquia Scalabitana, o Instituto Bernardo Santareno e a empresa Municipal de Cultura e Turismo de Santarém - Cul.tur estão a fazer, no sentido de envolverem empresas a nível local e nacional, tendo em conta que Bernardo Santareno é uma grande figura do teatro e da literatura portuguesa, que não pertence a Santarém, mas a Portugal, devendo por isso, proceder-se à reedição da sua obra completa, de modo a tornar possível que as gerações futuras, não esqueçam um dos grandes nomes da nossa Cultura, que deve ser lido e estudado.
--------------------------------------------------------------------------

Educação

Câmara de Ourém investe em enriquecimento curricular escolar
Foram assinados na semana passada os protocolos para as actividades de enriquecimento curricular que a autarquia oureense, em colaboração com agrupamentos de escolas, está a dinamizar para o ano lectivo 2010-2011, abrangendo o primeiro ciclo de ensino.
No total, estas actividades irão envolver 103 turmas, 1855 alunos e incluem o ensino de inglês, música, actividade física e desportiva e animação sócio-cultural.
Os protocolos foram assinados pelo presidente da Câmara de Ourém, pelos presidentes dos agrupamentos e pelas entidades que contratam os professores – Insignare, Ourearte e Conservatório de Música de Ourém-Fátima.
No total a autarquia prevê gastar cerca de 483 mil euros.
Para além deste valor, há ainda uma participação exclusivamente municipal de transportes para as piscinas e de uso das mesmas.
São usadas as piscinas municipais de Ourém e Caxarias e ainda a piscina do Centro de Estudos de Fátima, através de protocolo celebrado entre aquela instituição e o Município.
------------------------------------------------------------------------

Sociedade


Imagem:A.Anacleto

Doentes do Centro de Saúde de Alcanena a necessitarem de hidroterapia marcaram presença esta segunda-feira na reunião de câmara

Cerca de cinco dezenas de doentes do Centro de Saúde de Alcanena, a necessitarem de tratamento de hidroterapia, marcaram presença esta segunda-feira, na reunião do executivo camarário, para questionar aquele órgão, sobre o atraso no desbloqueamento da cedência das Piscinas Municipais, para início dos tratamentos daquela especialidade, baseado num acordo entre aquelas duas entidades.
O projecto-piloto da especialidade, foi acordado entre as partes e iniciado há cerca de oito anos naquele concelho, estando avaliado num patamar de elevada qualidade, o qual, conta actualmente com cerca de setenta utentes.
Questionada sobre a situação, a presidente do executivo, Fernanda Asseiceira, justificou, que não foi dado despacho ao assunto, por não ter conhecimento da existência de algum protocolo estabelecido, entre as Entidades de Saúde e a Câmara Municipal.
Após várias intervenções dos utentes, foi prometido pela presidente do executivo e pela vereadora que possui o pelouro das Piscinas Municipais, que iriam agir de imediato para resolução urgente da situação, tendo sido avançado um prazo, até ao final do corrente mês.
-------------------------------------------------------------------------------

Ambiente

Oleões instalados no Concelho de Mação
O Concelho de Mação dispõe, desde este mês, de 12 oleões. A partir de agora os munícipes Maçaenses terão mais facilidade em depositar estes óleos nos locais indicados. O processo é simples. Basta colocar o óleo em recipientes devidamente fechados e depositar no oleão, que apresenta uma abertura adaptada para este tipo de recipientes e um depósito no seu interior que, ao estar cheio, pode ser facilmente substituído por outro.
O objectivo dos oleões consiste em proteger o ambiente do efeito altamente poluidor destes resíduos, evitando hábitos frequentes de os despejar para locais inadequados e, sobretudo, fazendo com que as linhas de água fiquem menos poluídas.
Depois de recolhidos, os óleos alimentares usados serão tratados e reaproveitados para outros fins, tais como o fabrico de biodiesel.
-------------------------------------------------------------------------

Associativismo

Criada associação científica e tecnológica “Centro Ciência Viva do Alviela”
Na passada sexta-feira, dia 22, foi celebrada a escritura de constituição da Associação Científica e Técnica “Centro Ciência Viva do Alviela”.
A nova associação vai funcionar sem fins lucrativos, e tem como sede social o Centro Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio.
A associação tem por objectivo o exercício da divulgação científica e tecnológica, mediante a promoção de acções de desenvolvimento da cultura científica e tecnológica junto da população e, em especial, junto da comunidade juvenil.
Além da Câmara Municipal de Alcanena, são fundadores da associação a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) e o Instituto Politécnico de Leiria. Os membros associados estiveram representados no acto da escritura, por Rosália Vargas, Sofia Castel-Branco, Nuno Pereira e Fernanda Asseiceira que fica com a presidência da direcção.
A Assembleia-Geral reuniu imediatamente após a celebração da escritura, para eleição dos órgãos sociais que ficaram assim constituídos:
Assembleia Geral:
Presidente: José Alho
Secretária: Tânia Rodrigues (CMA)
Direcção:
Presidente: Fernanda Asseiceira (CMA)
Directora Executiva: Maria Jesus Fernandes (ICNB)
Vogais: Carlos Neves (IPL), Olímpio Martins (ICNB) e Joana Grego (CV-ANCCT)
Conselho Fiscal:
Presidente: Pedro Nunes
Vogais: Lucília Picado e José Gonçalves Mendes
-------------------------------------------------------------------

Sociedade

Judiciária ainda sem suspeitos do crime ocorrido em Casais Romeiros - Alcanena
Segundo adianta o jornal "Correio da Manhã", (...)um ajuste de contas poderá estar na origem do homicídio de um empresário de 40 anos cujo corpo foi encontrado no meio de uma poça de sangue, no sábado à noite, num caminho de terra batida entre as povoações de Casais Romeiros e Pousados, no concelho de Alcanena.
O cadáver de Luís Rosário estava no meio do caminho e foi localizado por um morador da zona que passava de motorizada e alertou as autoridades. Segundo uma testemunha, o corpo estava "deitado de barriga para baixo" e deixava atrás de si um rasto de sangue que se estendia por mais de 50 metros.
A vítima terá sido atraída para aquele local ermo, usado para encontros amorosos, pelos assassinos, que ainda não foram localizados. Próximo do corpo foram encontrados vários invólucros de balas e ainda uma moca.
O empresário terá sido atingido com pelo menos cinco tiros, da cintura para baixo, mas o corpo também apresentava marcas de ter sido agredido à paulada.
Proprietário de uma pequena exploração de pedra de calçada, Luís Rosário era divorciado e estava a residir em Viegas, concelho de Santarém, com uma mulher romena, de quem tinha um filho de três anos. Do primeiro casamento tinha uma menina de seis anos.
Os irmãos de Luís Rosário não encontram explicação para o crime. "Estamos de boca aberta, não fazemos ideia do que se passou", disseram ao CM, adiantando que o empresário estava desaparecido há mais de 24 horas.
O corpo foi removido já de madrugada pelos Bombeiros Municipais de Alcanena para o gabinete Médico-Legal de Tomar, onde hoje será feita a autópsia.
O crime está a ser investigado pela Polícia Judiciária de Leiria(...).
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Ourém vai ter Loja do Cidadão em 2012
Está previsto para o ano de 2012 a abertura ao público da Loja do Cidadão, em Ourém.
O Edifício das Finanças receberá o novo espaço e será requalificado com as alterações necessárias para a instalação dos novos equipamentos.
Será um espaço onde funcionarão todos os serviços inerentes a uma Loja do Cidadão: emissão de documentos pessoais e empresarias, um balcão da Casa Pronta, estando em negociação a presença de um balcão da Segurança Social e dos CTT.
“Trata-se de providenciar que, no mesmo espaço, os cidadãos possam ter acesso a uma série de serviços que facilitem a sua vida e que, numa só deslocação possam solucionar os seus problemas, de forma moderna e eficaz”, afirmou Paulo Fonseca.
Em acordo estabelecido entre a Câmara Municipal de Ourém, a Agência para a Modernização Administrativa (AMA) e a Direcção Geral das Contribuições e Impostos (DGCI) ficou estabelecido que as obras necessárias seriam executadas pelos 3 parceiros: a AMA fica responsável pelas obras no interior do edifício, a DGCI pela requalificação do exterior e a autarquia oureense pelos arranjos da área envolvente, limpeza e manutenção do edifício.
As obras serão efectuadas durante o próximo ano para que, em 2012, a Loja do Cidadão possa funcionar em pleno, em Ourém.
--------------------------------------------------------------------------------

domingo, 24 de outubro de 2010

Eventos

Torres Novas acolhe Mega Exposição de Construções Lego
Realiza-se, entre 25 de Outubro e 1 de Novembro, no Palácio dos Desportos, o evento “Um mundo de Sonhos… com a “Lego”, numa parceria do Município de Torres Novas com a entidade «Semana D’ Aventura».
Dinamizado a partir dos valores da “Lego Education” de promoção da criatividade, da imaginação, da vontade de aprender e procurar a resolução de problemas com base no conceito «hands-on-learning», o evento tornará Torres Novas, por alguns dias, na capital da “Lego” em Portugal.
Durante este período o público poderá visitar aquela que será a maior exposição de construções Lego realizada no país, com cerca de 400m2, interagindo, ao mesmo tempo, com diferentes actividades relacionadas com o “Mundo da Robótica Lego” e outras surpresas.
Os primeiros dias de exposição, de 25 a 29 de Outubro, são exclusivos para a população escolar do concelho de Torres Novas, com a realização de actividades específicas para os diferentes níveis de ensino (básico e secundário).
A partir das 18h do dia 29 de Outubro e até às 17h00 do dia 1 de Novembro, o evento estará aberto ao público em geral, com entradas a três euros, gratuitas para crianças com menos de cinco anos.
Venha contactar este “mundo de sonhos” e, ao mesmo tempo, dar uso à sua imaginação com os produtos “Lego”. Para mais informações e inscrição nas actividades lúdicas e educativas a realizar durante o evento, poderá ser consultado o site www.semanadaventura.com
------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Crianças do Centro de Recuperação Infantil de Ourém vão plantar “Hortas Biológicas Sociais”
Oito crianças do Centro de Recuperação Infantil de Ourém (CRIO) vão plantar as “Hortas Biológicas Sociais” na Quinta do Montalto, freguesia de Olival.
O projecto arrancou esta semana e é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Agricultura Biológioca (Agrobio), em colaboração com o Município de Ourém, CRIO, Quinta do Montalto e Peçourem.
O objectivo principal das “Hortas Biológicas Sociais” passa por ajudar a integrar em sociedade estes jovens, através da prática da agricultura biológica.
Para José Alho, vice-presidente da Câmara de Ourém, a autarquia “tinha que se ligar ao projecto não só por uma questão social”, mas também pela importância desta temática lembrando inclusivamente a criação de um pelouro dedicado ao desenvolvimento rural.
Jaime Ferreira, da Agrobio – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica -, disse. “a agricultura biológica, para além de ser uma boa oportunidade é uma “boa forma de integrar as pessoas”. As hortas sociais vão procurar “ajudar a integrar estas pessoas, mostrando que são válidas à sociedade”, estando ainda previsto que o projecto poderá receber ainda a visita de escolas.
Para André Gomes Pereira, da Quinta do Montalto, “o projecto vai ao encontro de princípios que ao longo dos anos regem a sua família: a parte ambiental, ligada à agricultura biológica, e a parte social, referindo a ajuda que esta família tem dado ao Olival”.
----------------------------------------------------------------------------

Política

Grupo Parlamentar “Os Verdes” pede esclarecimentos ao governo sobre situação de financiamento para as Barreiras e Encostas de Santarém
O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que pede esclarecimentos ao Governo, através do Ministério de Obras Públicas, Transportes e Comunicações, sobre a candidatura a fundos para financiamento do Projecto de intervenção global nas barreiras e encostas de Santarém.
Diz e questiona aquele grupo parlamentar no documento,“o problema da instabilidade das barreiras e encostas de Santarém é um problema que se arrasta há demasiado tempo, sem conhecer resolução definitiva.
Conhecido de forma sistemática desde meados do Século XX, ameaçando pessoas, bens, habitações, vias de comunicação (rodo e ferroviárias), património cultural classificado, só depois de 2001, altura em que parte das muralhas da antiga alcáçova da cidade (junto ao Jardim das Portas do Sol) ruiu por acção das intempéries e principalmente por incúria do Homem é que se conheceu algum avanço tendo o Governo então assumido o compromisso de participar na resolução de um problema que, pela sua dimensão, dificuldade técnica, propriedade dos solos e interesses em causa, clama pela intervenção da Administração Central, agindo, necessariamente, em conjunto com a autarquia.
Com a entrega à Câmara Municipal de Santarém do Estudo prévio de intervenção global nas barreiras e encostas de Santarém, a autarquia procedeu de imediato à notificação dos habitantes da encosta de Sta. Margarida para requererem a demolição das suas próprias casas o que causou o natural alarme social e consternação daquelas pessoas por se verem forçados, de um momento para o outro, a deixar, nalguns casos, a sua única habitação.
Na mesma altura foi encerrada a EN 114 no acesso à ponte D. Luís sobre o Tejo (entretanto já reaberta) o que gerou graves prejuízos na mobilidade e no trânsito com o desvio de todo o trânsito para a “estrada da estação” (ferroviária), com o piso em péssimo estado e já normalmente sobrecarregada.
A verdade é que, desde 2001, já passaram quase 10 anos (!) sem que a solução integral tenha sido aplicada.
Entretanto foi criada uma “Comissão de coordenação e acompanhamento das intervenções no espaço limitado pelas muralhas de Santarém” (Despacho-conjunto nº 197/2002 - DR II S. 14-03-2002), elaborado um relatório “Consolidação das Encostas e Muralhas de Santarém” (Outubro de 2003) por determinação do Despacho 16574/2003 (DR II S. 26-08-2003) que determinou a realização de um “estudo/projecto global sobre todas as encostas do planalto scalabitano” que só em 2009 é que vê a luz do dia.
Já este ano foi entregue o próprio Projecto de Execução, pelo que, aparentemente, estaríamos mais que em condições de avançar (finalmente) com as respectivas candidaturas aos fundos estruturais e planear o início das obras necessárias à consolidação das vertentes apontadas.
Contudo, em reunião havida com o Sr. presidente da Câmara Municipal de Santarém, foi transmitida a ideia de que a candidatura a fundos comunitários requer a completa identificação dos proprietários de todos os terrenos envolvidos estando a aguardar que o Governo procedesse ao registo de propriedade dos prédios de que é proprietário já que a candidatura teria que ser apresentada em conjunto por todos os proprietários.
Se assim for, estranha-se que, desde, pelo menos 2003, essa tarefa não tenha sido já encetada e esteja concluída de forma a não atrasar ainda mais este processo.
Pese embora este seja um processo que envolve vários Ministérios (Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Ministério da Administração Interna, Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas, Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território, Ministério da Cultura), não há dúvidas que, por força dos Despachos supra referidos, o MOPTC foi designado seu coordenador, a nível da Administração central.
Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, solicito a S. Exª O Presidente da Assembleia da República que remeta ao Governo a seguinte Pergunta, para que o Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações me possa prestar os seguintes esclarecimentos:
1. Em que fase está a identificação dos proprietários dos terrenos abrangidos pelas encostas envolvidos no projecto de intervenção para consolidação e que entidade é que ficou encarregue de o fazer?
2. Em que fase está o registo da propriedade dos terrenos do Estado nas encostas?
3. No caso de algum dos antecedentes ainda não estar concluído, para quando se prevê a sua conclusão?
4. Está prevista a candidatura a fundos comunitários para a execução da referida intervenção? A que tipo de fundos?
5. Existe mais algum constrangimento em apresentar a candidatura aos referidos fundos comunitários? Em caso afirmativo, para quando se prevê a resolução desses constrangimentos?
6. Que acompanhamento têm o Ministério e o Governo feito de todo este processo? Através de que entidades?
7. Para quando está prevista a candidatura a fundos e início do procedimento de adjudicação dos trabalhos?"
-----------------------------------------------------------------------------------

Cultura

Fátima Cordeiro expõe na Galeria do Museu Agrícola de Riachos
Vai ser inaugurada no próximo dia 6 de Novembro, às 15h00, na Galeria das Artes do Museu Agrícola de Riachos, a exposição de pintura intitulada “Salutares Momentos” da autoria de Fátima Cordeiro.
-------------------------------------------------------------------------------

Cultura

No mês Internacional das Bibliotecas Escolares “Vão cair letras dos céus de Constância”
No âmbito das comemorações do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, vai realizar-se no próximo dia 28 de Outubro, pelas 10 horas, na Escola Básica e Secundária Luís de Camões, em Constância, a actividade Letras que caem do céu.
Os Lusíadas, textos literários, sugestões de leitura e a bandeira do Agrupamento de Escolas de Constância serão lançados dos céus da vila, por quatro Falcões Negros, provocando uma verdadeira chuva de letras, a qual tem como principal objectivo apelar aos alunos para a importância da leitura e dos livros.
O evento, Letras que caem do céu, resulta de uma parceria entre a Biblioteca Escolar Carlos Cécio (do Agrupamento de Escolas de Constância), a Escola de Tropas Pára-quedistas, os Bombeiros Voluntários de Constância e a Câmara Municipal de Constância.
A actividade, que será uma grande surpresa para todos os alunos - pois estes apenas saberão que às 10 horas serão chamados ao campo de jogos - contará também com a presença dos Bombeiros Voluntários de Constância, que além da segurança da iniciativa, também participarão na divulgação de sugestões de leitura.
---------------------------------------------------------------

Eventos

Parque Ambiental de Santa Margarida promove iniciativa “Identificação de Cogumelos Silvestres”
No próximo dia 30 de Outubro o Parque Ambiental de Santa Margarida, no concelho de Constância, vai realizar através da Quadrante Natural um Workshop prático sobre Identificação de Cogumelos Silvestres, uma iniciativa que decorrerá a partir das 13 horas.
O Workshop tem como objectivo dar a conhecer algumas “ferramentas” necessárias para se iniciar no fascinante mundo da identificação de cogumelos. Através das suas surpreendentes características como o aroma, o sabor, a cor, as reacções ao corte e as múltiplas formas dos cogumelos, os participantes poderão entrar numa aventura sobre a descoberta destes fascinantes seres vivos.
A formação será administrada em sala, analisando cogumelos silvestres para que no final possam usar chaves dicotómicas e guias de campos para identificar as espécies.
O Workshop destina-se a estudantes, a amadores e ao público em geral de qualquer idade, mesmo sem qualquer conhecimento na área.
Para mais informações deverão os interessados consultar o site da Quadrante Natural www.quadrante-natural.pt. A iniciativa implica inscrição obrigatória, a qual deverá ser efectuada através do telemóvel 910 911 888, ou via correio electrónico para actividades@quadrante-natural.pt.
--------------------------------------------------------------------------------

sábado, 23 de outubro de 2010

Desporto - Atletismo


Imagem:A.Anacleto

Queniano Anthony Maritin venceu 24ª edição dos “20 Km de Almeirim

O queniano Anthony Maritin, do NikeQuenia, venceu esta tarde a 24ª edição dos “20 Km de Almeirim”, deixando o atleta da Conforlimpa, Hermínio Ferreira, segundo classificado, a 26 segundos. No sector feminino, Anália Rosa, do Maratona, dominou neste escalão, superando a segunda classificada Mónica Rosa da ASICS a quatro minutos de distância.
Participaram na prova, segundo números da organização, cerca de dois mil e quinhentos atletas.

Classificação:
Seniores Masculinos:
1 – Anthony Maritin – NikeQuenia – 01h 01m 21s
2 – Hermínio Ferreira – Conforlimpa – 01h 01m 47s
3 – José Ramos – Conforlimpa – 01h 02m 10s
4 – Paulo Gomes – Conforlimpa – 01h 02m 18s
5 – Alberto Chaíça – Conforimpa – 01h 03m 52s
Seniores Femininos:
1 – Anália Rosa – Maratona – 01h 09m 49s
2 – Mónica Rosa – Asics – 01h 13m 50s
3 – Madalena Carriço – CSMarítimo – 01h 16m 05s
4 – Fernanda Miranda – SCBraga – 01h 18m 04s
5 – Lídia Pereira – CPMangualde – 01h 19m 11s
-------------------------------------------------------------------

Sociedade


Imagem:A.Anacleto

Carlos Cunha foi a sepultar no cemitério de Alcanena

Cerca de meio milhar de pessoas integraram-se na manhã deste sábado, no funeral de Carlos Cunha que ficou sepultado no cemitério de Alcanena.
Membros do governo, deputados, autarcas, políticos e amigos, marcaram presença no último adeus ao socialista Carlos Cunha.
O ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, recordou o amigo, “foi uma pessoa que deu grande parte da sua vida à causa pública nos vários cargos que ocupou na política, deu sempre o melhor de si. Sempre vi no amigo Carlos Cunha, uma sensibilidade enorme na justiça social, uma pessoa altamente determinada, mas em algumas situações, um pouco «teimoso» na defesa das suas ideias. Vivi vários anos de convívio e trabalho com o Carlos, sinto uma mágoa enorme pela perda deste amigo. Muitos, vão guardar na memória Carlos Cunha, pelo trabalho desenvolvido pela causa pública e a pela amizade que transmitia”, acrescentou comovido.
Sérgio Carrinho, presidente da Câmara da Chamusca, também presente, disse”tive excelentes relações com Carlos Cunha, tanto no campo autárquico como no campo da amizade. Foi um homem com excelentes qualidades nos cargos que ocupou, por vezes um pouco «teimoso», nas causas que defendia. Perdi um amigo”, concluiu.
Carlos Cunha, tinha 56 anos, Engenheiro Técnico, foi professor, desportista, Presidente da Distrital de Santarém do Partido Socialista, presidiu à Câmara Municipal de Alcanena em três mandatos, entre 1985 e 1996, ano em que saiu da autarquia para assumir o cargo de Governador Civil do distrito de Santarém.
O falecido era viúvo e deixa duas filhas maiores.
----------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Condolências

Governadora Civil de Santarém emite mensagem de condolências sobre falecimento de Carlos Cunha
Transcrevemos mensagem emitida pela Governadora Civil, Sónia Sanfona, relacionado com o falecimento de Carlos Cunha.
“Como Governadora Civil do nosso distrito, ocupando neste momento o cargo que o Engenheiro Carlos Manuel Carvalho Cunha tanto prestigiou, no dia em que perdemos para sempre o seu contributo insubstituível, cumpre-me em primeiro lugar transmitir à família, em particular às suas filhas, e aos seus amigos mais próximos, o quão profundamente partilhamos a sua dor. Como professor, Presidente de Câmara, Governador Civil e deputado, só para destacar as mais distintas posições que tanto enobreceu, Carlos Cunha deixou sempre um testemunho de cidadania empenhada e abnegada. Cabe-nos agora procurar estar à muito exigente altura do seu legado. Só assim poderemos almejar honrar a sua memória e colmatar a sua saudade”.
---------------------------------------------------------------------------------------------

Educação


Novo Presidente do Intituto Politécnico de Tomar tomou posse
“ O IPT não podia ficar melhor entregue “ afirmou o presidente cessante do Instituto Politécnico de Tomar, Pires da Silva na cerimónia da tomada de posse do novo Presidente, Eugénio de Almeida que se realizou num auditório daquele instituto completamente repleto.
Entre representantes de Institutos Politécnicos, autarcas, professores, funcionários e alunos destacou-se a presença do Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça.
Pires da Silva agradeceu ao vice-presidente, directores das escolas, representantes dos funcionários, do Conselho Geral e todos mais que colaboraram na afirmação do IPT como Instituição de referência no ensino no difícil período de constantes reformas na educação. Lamentou a ausência por saúde do Prof. Pacheco de Amorim que foi o grande responsável pela sua candidatura há cinco anos atrás e afirmou “ espero não o ter desiludido” agradecendo também toda a doação bibliográfica por ele efectuada ao IPT.
Pires da Silva transmitiu ainda a mágoa de “ não ter conseguido que o MCTES autorizasse a criação de uma Escola de Artes” e de “ não ter sido capaz de encontrar fundos para a construção de melhores instalações paras as nossas associações de Estudantes”. Afirmou, “ saio com a consciência de dever comprido “ e que deixou no Instituto “ alguns dos instrumentos básicos e fundamentais ao seu funcionamento”. Realçou, ainda que considera que a Instituição “ não podia ficar melhor entregue” caracterizando o novo presidente, Doutor Eugénio Almeida de “ uma grande perspicácia, inteligência e capacidade de trabalho” afirmando que “ com a sua liderança o IPT vai continuar a trilhar o caminho certo e continuar a ser uma referência no panorama do ensino superior em Portugal”, comunicando a todos “ contem comigo para continuar a servir o IPT, o Concelho de Tomar e toda a comunidade do Médio Tejo” com todo o auditório de pé aplaudindo efusivamente.
O novo Presidente do IPT, começou por contextualizar o momento da crise económica a nível mundial apresentando depois os motivos da sua candidatura e, afirmando a ambição do IPT “constituir-se como um dos motores de desenvolvimento desta região contribuindo”.
O plano de acção para o seu mandato foi enquadrado por quatro grandes eixos estratégicos, designadamente: Formação e Educação; Investigação e Valorização do Conhecimento; Relação com a Envolvente Regional e Nacional e Internacionalização. No que diz respeito à formação e educação é necessário “contemplar parcerias regionais de nível horizontal ou mesmo a constituição de consórcios com outros Estabelecimentos de Ensino Superior” disse o novo presidente. Já ao nível da Investigação e Valorização do Conhecimento defendeu que “ os sistemas regionais de inovação são constituídos por dois subsistemas: o subsistema de criação e difusão de conhecimento e o subsistema de aplicação e exploração do conhecimento” afirmando que a “competitividade das regiões que os acolhem depende não apenas da evolução de cada um destes subsistemas mas, também, das suas inter-relações” concluindo que “ é a este nível que o papel do IPT é fundamental para o desenvolvimento desta região”. Quanto à relação com a envolvente Regional e Nacional considera que a influência positiva das instituições de ensino superior nas regiões que as cercam “…poderá ser muito mais dinâmica se existir uma ligação estreita entre aquelas e o seu meio regional envolvente” assegurando que “ o IPT deverá assumir a responsabilidade social que lhe compete e prosseguir uma política de envolvimento com a sociedade”. Quando referiu a Internacionalização lembrou os presentes que “ O IPT foi o primeiro Instituto Politécnico a oferecer um Mestrado, reconhecido desde a origem com a marca de excelência Erasmus Mundus.... e foi devido a essa dimensão que alcançou o Prémio Ouro Erasmus em 2008 e se tornou no único Instituto Politécnico, e uma das poucas instituições de ensino superior em Portugal, que acumula os selos de qualidade da Comissão Europeia relativamente aos ECTS e DS (Suplemento ao Diploma)” considerando este vector de “ nuclear do presente e futuro do nosso Instituto.”
Eugénio de Almeida apresentou os novos directores das três escolas que constituem o IPT. Conceição Fortunato mantém-se como directora da Escola Superior de Gestão, João Coroado vai substituir Luís Merca na liderança da Escola Superior de Tecnologia de Tomar. A Escola Superior de Tecnologia de Abrantes vai ser liderada por Luís Ferreira uma vez que o seu antigo director, Miguel Pinto dos Santos passa a ser o novo vice-presidente do IPT.
--------------------------------------------------------------------------

Ambiente

Estação de tratamento de efluentes em Alcobertas no concelho de Rio Maior está abandonada
A estação de tratamento de efluentes suinícolas de Alcobertas, Rio Maior, considerada pioneira quando entrou em funcionamento, em 1995, está abandonada, com os riscos ambientais inerentes numa infra-estrutura localizada em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC).
O estado de “degradação” da estação foi confirmado à agência Lusa tanto pela presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, como pelo presidente da assembleia-geral da Associação para o Desenvolvimento das Serras de Aire e Candeeiros (ADSAICA), José Alho.
Isaura Morais disse à Lusa que a autarquia está a tentar assumir a posse da infra-estrutura para poder arrancar com um projecto de recuperação, orçado em 100 000 euros numa primeira fase, sublinhando que seria urgente uma intervenção antes do inverno.
A estação, um dos bens geridos pela ADSAICA, organização criada em 1990 pelos sete municípios da área do PNSAC e por esta estrutura do então Instituto de Conservação da Natureza (ICN), foi construída com o objectivo de resolver o problema da poluição provocada pelas pequenas explorações suinícolas da zona, introduzindo, ao mesmo tempo, uma inovação à época, a produção de energia através do biogás, disse José Alho à Lusa.
Situada em solos de elevada permeabilidade, portanto mais vulneráveis à poluição dos recursos hídricos subterrâneos, a estação foi feita de forma a permitir a recolha dos efluentes para produção de biogás, usado como combustível de um motor de co-geração que produzia energia vendida à Rede Eléctrica Nacional, solução pioneira na altura.
Por outro lado, as lamas da estação passaram a ser aproveitadas para fins agrícolas, como fertilizantes.
Com as alterações introduzidas na ADSAICA, na sequência da transformação do ICN em Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICN-B), a manutenção da estação foi-se degradando, já que o técnico que acompanhava a infra-estrutura foi afastado dessa função e o funcionário que retirava as lamas entrou de baixa, não sendo substituído, disseram à Lusa fontes conhecedoras do processo.
A Lusa questionou o ICN-B sobre a situação desta infra-estrutura, mas, apesar da insistência, não obteve qualquer resposta.
José Alho disse à Lusa que a nova direcção da ADSAICA, presidida pela presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, está a tentar resolver o problema do património colocado sob a sua alçada, tendo sido aprovada na assembleia-geral do passado dia 29 de Setembro a devolução do património a cada um dos municípios, já que a associação “não tem condições” para o gerir.
No caso da estação de tratamento de efluentes suinícolas de Alcobertas, situação que José Alho reconheceu ser “complicadíssima” por representar “um risco ambiental”, a Câmara de Rio Maior decidiu assumir a recuperação e reactivação da estrutura, no que o também vereador da câmara de Ourém classificou de “espírito altruísta”.
José Alho, que acredita que a resolução do problema está agora “encaminhada”, reconheceu algum risco na situação, já que nem o gás acumulado na manga gigante que liga ao motor estava a ser drenado.
-------------------------------------------------------------------------------------------

Efemérides


Banda Operária Torrejana festeja 189 anos
A Banda Operária Torrejana, comemora no próximo Domingo o 189º aniversário.
Para festejar a efeméride, a Banda apresenta-se à população na Praça 5 de Outubro a partir das 15h00, seguindo-se um concerto na sede da colectividade Às 16h15m, onde é convidada a Banda Bendadense, do concelho de Sabugal.
-----------------------------------------------------------------------

Feiras e Certames

Sardoal acolhe Feira de S. Simão
Na última quinta feira de Outubro (dia 28), a vila de Sardoal recebe a Feira de S. Simão, ou Feira da Fossa, cuja origem se supõe remontar a meados do século XVIII.
Caracterizada pelas transacções de cereais e de frutos secos, próprios da época, a feira alia à vertente de mercado diversas iniciativas de “convívio e animação”, sublinha a autarquia.
No passado, a feira, que ocorria por ocasião da chegada das populações de alguns concelhos da Beira Baixa que vinham para a apanha da azeitona, era aproveitada para as compras de roupa e calçado para o inverno.
----------------------------------------------------------------------------------

Óbito

Morreu o ex-Presidente da Câmara de Alcanena, Carlos Cunha
Faleceu Carlos Cunha, ex- presidente da distrital do Partido Socialista, ex-presidente da câmara de Alcanena e ex-governador civil de Santarém. O socialista, encontrava-se doente à algum tempo, estando afastado da política activa.
O funeral realiza-se este sábado às 11h00 em Alcanena. Carlos Cunha tinha 56 anos e era Engenheiro Electromecânico de formação, tendo exercido também a profissão de professor antes de se ligar por inteiro à política.
Presidiu à Câmara Municipal de Alcanena em três mandatos, entre 1985 e 1996, ano em que saiu da autarquia para assumir o cargo de Governador Civil do distrito de Santarém.
Em 2001, voltou a candidatar-se à presidência da câmara de Alcanena, eleição que perdeu para Luís Azevedo, que havia assumido o seu lugar em 1996 e que concorreu como independente.
Desde essa altura Carlos Cunha abandonou a vida política ativa, tendo a sua última aparição pública ocorrido na tomada de posse de Paulo Fonseca, actual presidente da distrital socialista como presidente da Câmara Municipal de Ourém.
Era viúvo, deixa duas filhas maiores.
Pelo ocorrido, a Federação Distrital do PS de Santarém, que tinha marcado para amanhã o congresso distrital em Benavente, decidiu cancelar o programa da parte da manhã, agendando os trabalhos a partir das 14h00.
-----------------------------------------------------------------------------------

Autarquias


Câmara de Ourém promove acção de informação “Vendas Desleais”
O município de Ourém, vai promover na próxima quarta-feira, dia 27, uma iniciativa de Informação para a Defesa do Consumidor no âmbito das práticas comerciais desleais e publicidade enganosa, utilizadas para a venda de produtos e serviços onde se inclui a participação activa dos consumidores nas relações dos seus actos de consumo e ainda na alteração de comportamentos a nível individual/consumidor e Agentes Económicos no mercado.
O programa da iniciativa está assim elaborado:
- 14:00h: Abertura e Apresentação dos Trabalhos (Paulo Fonseca, Presidente da Câmara Municipal)
- 14h30: Primeiro Painel:
Oradora: Sofia Antunes, Jurista da DECO
“As Práticas Comerciais Desleais”
“Vendas à distância”
“Vendas ao Domicilio”
Moderadora:
Lucília Vieira, Vereadora da Câmara Municipal de Ourém
- 15:30h: Segundo Painel:
Direcção Geral do Consumidor
“Publicidade enganosa””
Moderadora: Lucília Vieira, Vereadora da Câmara Municipal
Debate – Intervenção do Público
Encerramento: Deolinda Simões, Presidente da Assembleia Municipal
-------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Política


Distrital do Partido Socialista organiza este sábado o XIV Congresso em Benavente
A Federação Distrital de Santarém do Partido Socialista (PS), realiza no próximo sábado, dia 23, o XIV Congresso, no Cine Teatro de Benavente com a seguinte ordem de trabalhos:
- 09:00 – Inicio da Credenciação presencial dos Delegados
- 09:00 às 10:00 – Eleição da Mesa e da Comissão de Verificação de Poderes
- 10:00 – Abertura dos Trabalhos e aprovação do Regimento do Congresso
- 10:15 – Apresentação do relatório de Actividades dos Órgãos cessantes
- 10:30 - Intervenção do Presidente da Federação Distrital de Santarém
- 11:00 – Apresentação, discussão e votação das Moções Sectoriais
- 11:30 – Fim da credenciação dos delegados
- 13:00 – Paragem para Almoço
- 14:30 – Apresentação, discussão e votação da Moção Global de Orientação Política
- 15:30 - Fim do prazo para entrega das Listas candidatas aos órgãos da Federação
- 16:30 - Apresentação das Candidaturas para os Órgãos da Federação Distrital
- 17:00 às 18:00 – Eleição dos novos titulares dos Órgãos da Federação Distrital
- 18:30 – Declaração de resultados
- 19:00 – Sessão Solene de Encerramento
---------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade


Secretário de Estado da Administração Local homologou hoje em Rio Maior o contrato para obras de recuperação dos danos causados pelas intempéries do inverno passado
O secretário de Estado da Administração Local considerou hoje, em Rio Maior, “um dever” os municípios participarem no esforço de contenção que está a ser exigido ao país.
Reagindo à tomada de posição da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), que em reunião do seu Conselho Directivo, na quarta-feira, rejeitou novas reduções nas receitas das autarquias, José Junqueiro considerou “natural” a sinalização desta redução por parte da estrutura representativa dos municípios.
“Estou numa câmara municipal que tem boa saúde financeira, que vai ser também objecto dessa redução e que não se encontrará limitada por esse facto”, disse, sublinhando ser “um dever” dos municípios partilhar com os cidadãos “um momento difícil para o país”.
José Junqueiro afirmou que os municípios em dificuldades, e que a ANMP receia virem a ficar “quase ingovernáveis” com os cortes previstos na proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2011, já estavam em dificuldades antes das medidas que ditaram a redução de receitas.
“O que quero sublinhar é que, com a mesma Lei das Finanças Locais para os 308 municípios, é possível fazer uma gestão equilibrada, e felizmente a maioria dos municípios tem boa saúde financeira e boa sustentabilidade”, afirmou.
José Junqueiro fez questão de frisar que não foram as medidas de contenção aprovadas nos Planos de Estabilidade e Crescimento nem num OE “que ainda não existe” que colocaram cerca de um terço dos 308 municípios do país em dificuldades.
“É preciso questionarmo-nos todos porque é que, tendo existido um crescimento de 4,8 por cento ao ano, sobretudo sentido em 2008 e 2009, que beneficiou todos os municípios, no final de 2009 cerca de um terço das autarquias estavam com essas dificuldades”, afirmou.
“Quando falamos sobre esta matéria devemos fazê-lo com responsabilidade e não procurando esgrimir argumentos por exemplo de ordem político partidária, mantendo-nos num relacionamento institucional”, afirmou.
Questionado sobre a eventual criação de uma linha de crédito que assegure os empréstimos para saneamento e reequilíbrio financeiro dos municípios, uma das reclamações saídas da reunião da ANMP, o secretário de Estado afirmou que as autarquias em risco de desequilíbrio, quer estrutural quer conjuntural, dispõem já de medidas ao seu dispor.
O secretário de Estado homologou hoje o contrato, ao abrigo do Fundo de Emergência Municipal, que prevê um financiamento de 405 mil euros para obras orçadas em 675 mil euros, num total de oito intervenções em estradas (cinco) e pontões (três) do concelho de Rio Maior, danificados pelas intempéries de 23 de Dezembro de 2009.
O contrato é um dos seis a cuja assinatura assiste, nesta e na próxima semana, nos municípios que foram afectados pelas intempéries do inverno passado, quatro da região Oeste – Arruda dos Vinhos, Alenquer, Lourinhã e Torres Vedras – e dois do distrito de Santarém – Rio Maior e Alpiarça -, num valor global de 5,3 milhões de euros.
-----------------------------------------------------------------------------

Sociedade

“Comissão de Utentes da A23 – Médio Tejo” promove recolha de assinaturas contra portagens na A23
A Comissão de Utentes da A23, promove esta sexta-feira, dia 22, a partir das 18h00 na Área de Serviço da A23, em Abrantes (sentido Abrantes – Castelo Branco), uma sessão de recolha de assinaturas contra a implantação de futuras portagens naquela via.
-----------------------------------------------------------------------------------

Política

Francisco Louçã inaugura sede concelhia do BE em Alcanena
No próximo dia 31 de Outubro (Domingo), pelas 12h00, Francisco Louçã desloca-se a Alcanena para inaugurar a sede concelhia do Bloco de Esquerda de Alcanena.
Após a inauguração, terá lugar no restaurante Ponte da Chamusca, um almoço convívio, onde Louçã, marcará também presença com o deputado eleito pelo distrito de Santarém, José Gusmão.
A sede concelhia daquela força política ficará a funcionar na Rua António Baptista Vassalo, 39, na sede do concelho - Alcanena-
--------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Filho agride pai até à morte em Glória do Ribatejo
Um homem de 37 anos agrediu até à morte o seu pai, de 57, à porta de casa, em Glória do Ribatejo, Salvaterra de Magos, esta quarta-feira, informou hoje a GNR.
As autoridades foram alertadas para o sucedido pelas 20:30, depois de o homem ter telefonado para a polícia.
Segundo a GNR, que procedeu à detenção, o homem tem antecedentes por violência doméstica e será presente hoje a tribunal para primeiro interrogatório judicial.
---------------------------------------------------------------------------

Desporto - Atletismo

“20 Km de Almeirim” corre-se este sábado
A cidade de Almeirim vai receber, este sábado, dia 23, a 24ª edição da prova de atletismo “20 Kms de Almeirim”. Paralelamente à prova principal haverá uma corrida aberta a todos os atletas, mas com a distância de cinco quilómetros.
As provas, terão início a partir 16h00 no percurso já habitual, e serão abertas a todos os atletas nacionais, federados ou não, havendo apenas a sua divisão por escalão etário.
A Associação Vinte Quilómetros de Almeirim, organizadora da prova, espera a presença de cerca de três mil atletas nas duas provas a realizar.
Está praticamente garantida a presença de “grandes nomes” estrangeiros e portugueses na prova principal. Os prémios são aliciantes no campo monetário, aos quais se alistam excelentes troféus, taças e medalhas.
----------------------------------------------------------------------------

Ciência


“Centro de Ciência Viva” nos Olhos de Água do Alviela cria Associação Científica e Técnica
Será celebrada esta sexta-feira, 22 de Outubro, a escritura de constituição da Associação “Centro Ciência Viva do Alviela”, associação científica e técnica, sem fins lucrativos, com sede no Centro Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio, nos Olhos de Água do Alviela, freguesia de Louriceira, concelho de Alcanena.
O objectivo da constituição desta associação incide no exercício da divulgação científica e tecnológica, mediante a promoção de acções de desenvolvimento da cultura científica e tecnológica junto da população e, em especial, junto da comunidade juvenil.
São associados fundadores a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, a Câmara Municipal de Alcanena, o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) e o Instituto Politécnico de Leiria.
A Assembleia-Geral da Associação “Centro Ciência Viva do Alviela” reunirá imediatamente após a celebração da escritura, para eleição da respectiva Mesa, Direcção e Conselho Fiscal.
-------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Saúde


Burocracia impede doentes do Centro de Saúde de Alcanena de iniciarem tratamentos de Hidroterapia nas Piscinas Municipais
Dezenas de doentes, utentes do Centro de Saúde de Alcanena, estão impedidos, de iniciarem tratamentos de Hidroterapia nas Piscinas Municipais do concelho.
O facto deve-se a situações burocráticas relacionadas com o protocolo existente entre as entidades: ACES, Centro de Saúde e Câmara Municipal.
Contactados as Entidades de Saúde da região (ACES) e o Centro de Saúde de Alcanena, fomos informados, por fontes daqueles serviços, “que os processos dos doentes estão todos devidamente elaborados pelos Serviços Médicos, estando aquelas entidades de saúde a aguardar resposta da Câmara Municipal de Alcanena para a cedência das instalações, conforme protocolo existente entre as partes”.
Sobre o assunto, contactámos também os serviços da presidência do município de Alcanena, o qual, nos informaram que "o assunto está em análise por parte da Vereadora com o pelouro das Piscinas Municipais”, adiantado ainda, que “existem dois pontos que se encontram em «avaliação». Um, refere-se à «avaliação do protocolo existente», relacionado com a actividade e outro refere-se a «compatibilidade dos horários das instalações» ”, não nos tendo sido avançada qualquer data, para a resolução do caso.
------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade


Voluntários do “Banco de Voluntariado de Rio Maior” receberam formação
No âmbito do trabalho desenvolvido pelo Banco Local de Voluntariado de Rio Maior, a Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior, em parceria com a Junta de Freguesia de Rio Maior e Câmara Municipal de Rio Maior, organizaram uma acção de formação para Voluntários que se realizou no passado dia 15 de Outubro, no Auditório da Biblioteca Municipal Laureano Santos.
Esta acção de formação foi dinamizada por Maria Elisa Borges, representante do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado.
-----------------------------------------------------------------------

Feiras e Certames


Cidade de Ourém acolhe no próximo fim-de-semana a Feira de Santa Iria
A cidade de Ourém vai receber, durante a próxima semana, a centenária Feira de Santa Iria.
De 25 a 31 de Outubro, a zona envolvente ao Centro de Negócios vai ganhar uma vida diferente com vários divertimentos, venda ambulante, pavilhões de jogos, para além dos habituais postos de vendas de farturas, pipocas e frutos secos.
As novidades do certame estão reservadas para o fim-de-semana, com a presença de vários expositores no Centro de Negócios e vários momentos musicais.
No sábado, dia 30, pelas 15h00 irá realizar-se uma prova comentada de vinhos de Ourém, com entradas gratuitas. Durante a mesma tarde, os escuteiros de Ourém dinamizarão o espaço exterior com jogos tradicionais.
A noite será de música, com a actuação da fanfarra típica “Drama e Beiço”.
No domingo, a animação da feira estará ao cargo da “Bandinha do Castelo” que actuará a partir das 15h30.
-----------------------------------------------------------------------------