sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Política

Cavaco Silva faz campanha no distrito de Santarém
Cavaco Silva, candidato à Presidência da República, vai estar no distrito de Santarém no dia 8 de Janeiro. Pelas 16h00m, será a recepção em Santarém, onde visitará a Santa Casa da Misericórdia da cidade. Para as 17h30, está agendada em Torres Novas uma visita ao Centro de Reabilitação e Integração Torrejano (CRIT). Às 19h00, será a Casa do Povo de Fátima a receber o candidato para assistir ao cantar de Reis. O programa culmina em Ourém com um jantar de apoiantes marcado para as 20h30 no Centro de Negócios de Ourém.
-----------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Sociedade

GNR de Santarém inaugurou sistema para detecção de crimes no meio rural
A GNR de Santarém inaugurou hoje um sistema único no país para detectar crimes no meio rural.
“Trata-se de um sistema pioneiro no país” que permite detectar em tempo real as “ocorrências de natureza criminal, acidentes rodoviários e incêndios”, afirmou o ministro da Administração Interna, Rui Pereira.
O governante, que presidiu à inauguração do sistema, acrescentou que “é um auxiliar muito importante para a acção das forças de segurança no distrito, particularmente da GNR que tem uma competência territorial que está orientada para todo o mundo rural”.
O sistema de georreferenciação, designado “Segurança em Meio Rural”, resulta de uma parceria entre os ministérios da Administração Interna, da Agricultura, Governo Civil de Santarém, forças de segurança, EDP e associações de agricultores da região.
A funcionar no Comando Distrital da GNR de Santarém, o sistema consiste em instalar equipamentos nas propriedades, na maquinaria agrícola e nas instalações eléctricas da EDP, permitindo detectar qualquer situação de furto e de destruição dos bens.
Segundo Rui Pereira, “estes projectos são da maior importância porque a tecnologia é um meio auxiliar das forças de segurança e está ao serviço do policiamento de proximidade”.
Questionado sobre se esta tecnologia permite colmatar a falta de elementos humanos no distrito, o ministro referiu que “não há uma contradição entre a acção humana e a tecnologia”, acrescentando que “nenhuma polícia do mundo pode dispensar os meios de comunicação, esquemas de georreferenciação e meios de videovigilância”.
“A tecnologia não é algo que vise colmatar a falta de elementos policiais, é algo que visa ajudar a acção policial”, sublinhou Rui Pereira, acrescentando que, para reforçar as forças de segurança, “estão em curso recrutamentos de 1000 elementos para a PSP e de 1000 elementos para a GNR”.
Este sistema custou cerca de 40 mil euros, um investimento totalmente suportado pelo Governo Civil de Santarém, e vai permitir também fazer a sinalização dos pontos onde ocorrem acidentes rodoviários, incêndios e crimes de diversa natureza.
Segundo a governadora civil de Santarém, Sónia Sanfona, os agricultores já encomendaram cerca de 250 equipamentos de georreferenciação (alarmes e GPS), que deverão entrar em funcionamento nos próximos meses.
Segundo Sónia Sanfona, a EDP está também a fazer o levantamento do número de equipamentos necessários para colocar nas suas instalações, sobretudo nas zonas onde se têm verificado furtos de cobre.
------------------------------------------------------------------------------

Economia

Adjudicada construção do sistema de aproveitamento energético do Biogás no aterro de Concavada
O Conselho de Administração da empresa “Valnor” adjudicou esta terça-feira, a construção do sistema de aproveitamento energético do Biogás no aterro sanitário de Concavada, Abrantes. A obra, com um investimento de 1,4 milhões de euros, implica o encerramento e requalificação ambiental da célula de resíduos urbanos do aterro e a sua requalificação ambiental.
Segundo fonte da empresa, prevê-se que o final da obra e o início da produção de energia ocorra no início do 2º semestre de 2011.
A valorização da componente orgânica, o aumento dos índices da reciclagem, a produção de energia limpa e o encerramento definitivo do aterro são as vantagens inerentes a este investimento significativo para a sustentabilidade ambiental do concelho de Abrantes e da região.
------------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Assembleia Municipal de Constância aprovou Grandes Opções do Plano e Orçamento
A Assembleia Municipal de Constância, aprovou as Grandes Opções do Plano para 2011-2013 e o Orçamento para 2011, o qual prevê um movimento financeiro de cerca 9.800.000 euros.
De acordo com os documentos aprovados, a estratégia de desenvolvimento do município baseia-se na continuidade de investimentos ao nível da educação, formação e modernização, no incremento de actividades que reforçam o tecido económico e o emprego, no estímulo ao investimento, na inovação e competitividade das empresas e serviços, na fixação da população, na promoção do saber e do conhecimento e no desenvolvimento do turismo activo, cultural e científico.
Analisando as Grandes Opções do Plano, verifica-se que existe um forte investimento nas funções sociais, seguindo-se as funções económicas e as gerais. No que concerne à área social, destaca-se um avultado investimento na educação, nomeadamente na conclusão do Centro Escolar de Santa Margarida e na construção dos Centros Escolares de Constância e Montalvo.
A Acção Social continuará a ser uma das prioridades da autarquia, onde o grande objectivo assenta no desenvolvimento de metodologias de intervenção integrada, em estreita articulação com todos os parceiros sociais.
No que respeita ao desenvolvimento turístico haverá uma aposta em vertentes de turismo associadas ao ambiente, à ciência e à cultura, destacando-se como impulsionadores o Parque Ambiental de Santa Margarida, o Centro Ciência Viva, o Museu dos Rios e das Artes Marítimas, o Museu Quintas do Tejo (Quinta da D. Maria), o Espaço Camões, os Percursos de Observação e Interpretação da Natureza, a ligação à Casa Memória de Camões e ao Parque Almourol e a continuidade de eventos de âmbito histórico, cultural e pedagógico.
A continuidade da reabilitação de imóveis degradados e do Programa Viver Constância, o apoio às instituições de carácter social que operam no concelho, a protecção civil e a luta contra incêndios são outras áreas que contarão com a intervenção municipal.
A Cultura, o desporto, o recreio e o lazer são áreas onde se desenvolverão diversas acções e projectos.
--------------------------------------------------------------------------------

Autarquias


Instalados no concelho de Torres Novas contentores para recolha de roupas
A Câmara Municipal de Torres Novas está a instalar no concelho contentores para recolha de roupa usada, em coordenação com a associação Humana Portugal.
Através desta iniciativa pretende-se proteger o ambiente, reduzindo os volumes de artigos depostos em milhares de toneladas por ano, criando um produto que é reinserido no mercado. Esta actividade permite igualmente gerar empregos directamente, potenciando uma economia local e proporcionando, numa escala mais abrangente, mercado de trabalho nos países com os quais a Humana Portugal colabora.
No total, ficarão instalados dezassete contentores de recolha, em vários locais do concelho.
A utilização destes contentores obedece, no entanto, a algumas regras. A roupa deve ser colocada em sacos fechados, de modo a ficar protegida, e esses sacos não devem ficar fora dos contentores. São também aceites tecidos, sapatos, livros e brinquedos que não sejam facilmente quebráveis.
Desta forma, associam-se dois planos de acção: o ambiente e o social, como duas fortes apostas do Município através desta iniciativa.
Deixamos a localização dos contentores:
- Assentis – sede da Junta de Freguesia
- Chancelaria – traseiras da Junta de Freguesia
- Torres Novas – Rua Dr. José Maria Raposo (Quinta da Silvã)
- Meia Via – traseiras do Largo do Fontanário
- Lamarosa – Rua 1º de Maio, ao lado do ecoponto (junto à sede da Junta de Freguesia)
- Pedrógão – Rua de S. João (junto à igreja)
- Riachos – Largo da Igreja; parque de estacionamento do supermercado «Pingo Doce»; parque de estacionamento do «Torreshopping»
- Torres Novas – cruzamento da Rua do Bom Amor com o Largo das Forças Armadas
- Torres Novas – Rua Sousa e Faro, junto a supermercado “Modelo”; parque de estacionamento de Retail Park; Rua da Várzea (parque de estacionamento do Intermarché)
- Torres Novas – Rua Dr. José Marques; Rua 1º de Dezembro; Rua 25 de Abril
- Zibreira – Rua da Escola
------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Autarquias

Câmara de Ourém adjudica construção de Centros Escolares
A Câmara Municipal de Ourém adjudicou hoje a construção de três novos centros escolares, investimento de cerca de 4,1 milhões de euros financiado em 80 por cento pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).
À agência Lusa, o vice-presidente da autarquia, José Manuel Alho, explicou que os novos centros escolares – de Olival, Freixianda e Ourém Nascente – visam “optimizar o sistema de ensino no concelho, conferindo-lhe mais racionalidade”.
“No fundo, as obras também cumprem as determinações políticas nacionais nesta matéria, que passam pela concentração de alunos e a oferta de melhores condições pedagógicas”, adiantou José Manuel Alho.
Por outro lado, o vereador com o pelouro da Educação referiu que o objectivo da deliberação hoje tomada em reunião do executivo municipal visa “maximizar o acesso aos fundos do QREN”.
O responsável salientou que os novos centros, cujas obras iniciam no próximo ano, vão integrar a educação pré-escolar e o 1.º ciclo do ensino básico, determinando o encerramento de vários jardins de infância e de escolas nas freguesias do Olival, Freixianda, Formigais, Ribeira do Fárrio, Alburitel e Seiça.
José Manuel Alho declarou que com estes investimentos os dois primeiros níveis de educação ficam com “uma cobertura satisfatória no concelho”, admitindo, contudo, que a revisão da carta educativa, em curso, possa determinar novas obras.
“Estamos a avançar com estes centros escolares porque não há dúvidas sobre a sua necessidade e também não há dúvidas sobre a possibilidade de serem candidatáveis ao QREN”, esclareceu, reconhecendo a possibilidade de o futuro poder determinar a construção de um novo pólo escolar na zona rural de Fátima.
No próximo ano, a Câmara Municipal de Ourém prevê concluir quatro centros escolares: na sede do concelho, Vilar dos Prazeres e dois em Fátima.
“Os edifícios estão em fase de conclusão, mas para não prejudicar a dinâmica escolar, serão apenas ocupados no arranque do próximo ano lectivo”, assegurou o autarca.
Na reunião de câmara, a autarquia deliberou também adjudicar a construção dos edifícios de apoio à piscina do Agroal, do pavilhão desportivo do Olival e da remodelação do antigo edifício dos Paços do Concelho, obras na ordem dos 2,5 milhões de euros.
“O objectivo é aproveitar ao máximo o financiamento do QREN”, acrescentou José Manuel Alho a propósito destas obras.
*Lusa
------------------------------------------------------------

Política

Deputado António Filipe vai questionar governo sobre projecto de Lar de Idosos no concelho de Coruche
O deputado do PCP António Filipe, eleito pelo círculo de Santarém, criticou hoje o atraso nas obras de construção de um lar de idosos no concelho de Coruche, adiantando que vai questionar o governo sobre o projecto.
Em declarações à Lusa, após uma visita ao centro de dia desta freguesia, o deputado defendeu a construção do referido lar de idosos, afirmando que “é deplorável que este projecto não tenha tido qualquer apoio e que tenha sido rejeitado sistematicamente em sede de PIDDAC (Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central)”.
“A primeira pedra desta obra foi lançada em 2005 e até agora nada avançou”, referiu António Filipe, recordando que a instituição promotora desta obra, a Associação de Solidariedade Social de S. José de Lamarosa, aguarda agora uma resposta de uma candidatura ao Quadro de Referencia Estratégico Nacional (QREN).
Segundo o deputado “se esta candidatura não tiver resposta favorável cria-se uma situação dramática de financiamento porque a associação já avançou com o concurso e escolheu a empresa que ficará responsável pela construção da obra”.
O deputado comunista referiu à Lusa que vai voltar a questionar o Governo sobre este projecto e que, “se a obra não avançar imediatamente será inviável”.
António Filipe disse ainda que aguarda a marcação de uma visita às instalações da urgência básica de Coruche, um serviço que ainda não começou a funcionar por falta de recursos humanos. “É inaceitável que a ministra da Saúde venha dizer que não encontrou ainda soluções para contratar médicos para esta unidade porque quando se planeia uma obra destas deve-se planear todos os aspectos”, criticou o deputado.
------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Detidas quatro pessoas por pesca ilegal ao meixão em Muge
A GNR anunciou hoje a detenção, em Muge, concelho de Salvaterra de Magos, de quatro pessoas pela prática do crime de pesca ilegal ao meixão.
Os suspeitos, com idades entre os 21 e 26 anos, residentes no concelho de Salvaterra de Magos, utilizavam “artefactos de pesca proibidos” e foram notificados para comparecer no Tribunal Judicial de Benavente, informa um comunicado da GNR.
A GNR esclarece ainda que a acção de fiscalização ao exercício da pesca foi realizada por militares dos núcleos de Protecção Ambiental dos destacamentos territoriais de Coruche e de Santarém.
No decurso de toda a operação, iniciada na segunda-feira e concluída esta manhã, foram apreendidos 3,120 quilos de meixão, que foram devolvidos à água, diversas redes com malhas inferiores ao permitido por Lei e diversos apetrechos utilizados na pesca.
---------------------------------------------------------------------------

Sociedade


Autarquia de Ourém nomeia Conselheira Local para a Igualdade do Município
Segundo comunicado da autarquia de Ourém, Leonilde Madeira foi nomeada Conselheira Local para a Igualdade daquele município, na última reunião de Assembleia Municipal
O presidente da edilidade, Paulo Fonseca, justificou o convite a Leonilde Madeira por considerar, “que reúne o perfil adequado para o exercício destas funções, tem conhecimento e experiência da realidade local nas matérias de igualdade e combate à discriminação. Foi docente, membro da Assembleia de Freguesia de Fátima, Deputada Municipal e Vereadora. Tem uma vasta experiência ligada à política e à cidadania”.
Segundo a autarquia, a nova Conselheira irá integrar o Conselho Local de Acção Social e desenvolver o seu trabalho em articulação com a Divisão de Assuntos Sociais.
“Acreditamos que a promoção de uma efectiva igualdade entre mulheres e homens constitui um dever fundamental do Estado, no âmbito da defesa e promoção dos direitos humanos. O contexto de integração progressiva da dimensão de género, na política promovida pelo Município, designadamente nas acções relacionadas com o problema da violência doméstica, é reflexo da nossa preocupação com a temática, pelo que entendemos que a nomeação da Conselheira Local para a Igualdade do Município de Ourém personaliza esta intenção”, afirmou presidente da Câmara.
Esta nomeação está enquadrada pela Carta Europeia para a Igualdade das Mulheres e dos Homens na Vida Local, pelo Quadro da Estratégia Nacional de promoção da Igualdade de Género e Cidadania, as orientações recentes da Resolução do Conselho de Ministros”, N.º 39/2010, de 25.05.2010.
------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Fátima acolheu primeira acção de formação a futuros condutores sobre Prevenção Rodoviária
A GNR começou hoje a dar formação a futuros condutores sobre prevenção rodoviária, no âmbito de um protocolo celebrado entre o Governo Civil de Santarém, a PSP, a Federação Distrital dos Bombeiros e escolas de condução.
Na iniciativa, que decorreu numa escola de condução da cidade de Fátima, o comandante do Destacamento de Trânsito de Santarém da GNR explicou que, embora alguma da matéria “já tenha sido abordada nas aulas de condução, nunca é demais relembrar”.
“As imagens podem chocar as pessoas mais sensíveis, mas o objectivo é só um, mostrar o que se passa nas nossas estradas”, referiu Márcio Nunes na exposição, de uma hora, que incluiu fotografias e vídeos de acidentes ou de simulações de sinistros, assim como de manobras perigosas.
Frisando que “a causa principal dos acidentes é o condutor”, o responsável declarou: “Não fiquem a pensar que é a via ou o veículo”.
Após analisar a sinistralidade rodoviária no distrito, o militar da GNR destacou os factores que podem influenciar a condução, como o cansaço, o uso de telemóvel ou o consumo de álcool, assim como o efeito da velocidade nos ocupantes do veículo ou nos peões.
Aos jornalistas, Márcio Nunes referiu que este módulo de formação é “mais uma campanha de sensibilização”, salientando que “todas fazem falta” no objectivo comum da redução dos acidentes.
Artur Jorge, de 18 anos, um dos alunos presentes, reconheceu que os futuros condutores “só têm a ganhar com este tipo de acções”.
“É importante porque nos alerta para os perigos da estrada”, observou.
A governadora civil de Santarém, Sónia Sanfona, adiantou que a formação, que se vai repetir noutras escolas de condução do distrito, “serve para dar um conjunto de informação aos futuros condutores que estão neste momento a aprender”, de forma a que tenham “um comportamento mais cívico”.
Admitindo que “os resultados da sinistralidade não são muito agradáveis de ver”, Sónia Sanfona defendeu, contudo, que “essa informação também é preciso” que chegue às pessoas.
A responsável acrescentou que o protocolo, celebrado em Setembro, prevê ainda que os bombeiros de em formação no âmbito da protecção e socorro aos futuros condutores, sobre “como se devem comportar quando forem intervenientes ou assistam a um acidente na estrada”.
Em 2009, morreram nas estradas do distrito de Santarém 75 pessoas e 233 ficaram feridas com gravidade, resultado de 5124 acidentes.
------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Autarquias de Ourém abrem Serviços Sociais aos Cidadãos
No próximo dia 3 de Janeiro, vão ser abertos Serviços Sociais aos Cidadãos no concelho de Ourém. As aberturas formais vão ocorrer nas Vilas de Caxarias, Freixianda e Olival.
O programa está assim estabelecido:
- 10h00: Freixianda - Edifício Multiusos
- 11h00: Caxarias - Edifício da Junta de Freguesia
- 12h00: Olival -Edifício da Junta de Freguesia
Estarão presentes nas sessões de abertura Paulo Fonseca, Presidente da Câmara de Ourém, Lucília Vieira, Vereadora da autarquia, Anabela Rato, Directora da Segurança Social de Santarém e Lurdes Botas, Directora do Centro de Emprego de Tomar.
----------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Torres Novas não vai ter actividades festivas de Passagem de Ano
A câmara municipal de Torres Novas, emitiu um comunicado, informando da decisão tomada pela executivo em relação às festividades da Passagem de Ano. Lê-se no mesmo, “perante as restrições impostas pela actual conjuntura económica, decidiu o Município de Torres Novas não promover as habituais actividades para assinalar a passagem de ano”, acrescentando, “a opção agora tomada está em linha com as reduções orçamentais que se têm vindo a efectuar a diversos níveis, de que são exemplo a programação das Festas do Almonda ou as iluminações festivas”.
------------------------------------------------------------------------

Educação


Edifício do novo Centro Escolar de Riachos entrou em fase de acabamento
Com as antigas escolas recuperadas nas férias de Verão, e em pleno funcionamento desde o início do ano lectivo, os trabalhos no Centro Escolar de Riachos focam-se nos novos edifícios.
O edifício referente à antiga escola do tipo Adães Bermudes foi demolido, procedendo-se actualmente aos trabalhos de reconstrução. Este equipamento irá albergar o refeitório do centro escolar.
Nas traseiras ergue-se um edifício totalmente novo, que se encontra já em fase de acabamento. De recordar que aqui se situarão as salas de actividades, bem como as salas de professores, de recepção aos encarregados de educação e de primeiros socorros, no piso térreo. O 1º piso será composto por seis salas de aula, uma delas para apoio a alunos surdos.
O novo espaço escolar deverá estar concluído em Maio do próximo ano.
-------------------------------------------------------------------------------

Artes


Câmara Municipal do Entroncamento promove cursos de Fotografia
Nos fins-de-semana de 15 e 16 de Janeiro e 5 e 6 de Fevereiro, decorre o Curso de Fotografia Nível I, na Sala de Formação dos Serviços Culturais e na Galeria Municipal, com o horário 10h-13h e 14h-19h.
Este curso é promovido pela Câmara Municipal do Entroncamento e tem como objectivos: alargar e aprofundar os conhecimentos básicos de fotografia; conhecer os elementos que compõem um trabalho de reportagem fotográfica, considerando os recursos de articulação entre e imagem e o texto (legenda da imagem); aprender a elaborar projectos temáticos.
As inscrições, no valor de €30 por formando, são limitadas e podem ser realizadas entre os dias 3 e 11 de Janeiro, nos Serviços Culturais.
Durante o curso, os participantes deverão fazer-se acompanhar de uma máquina fotográfica digital.
Os Cursos serão ministrados por Inácio Ludgero, repórter fotográfico que já trabalhou nas publicações “A Capital”, “O Jornal” e “Visão”. Actualmente, Ludgero é freelancer e jornalista do IVº Grupo. A sua carreira tem sido marcada por prémios de fotografia, exposições, participação em livros e a publicação de fotos em revistas estrangeiras. Entre os prémios de fotografia, está o Prémio Gazeta (Prémio Nacional de Foto-reportagem de 1993, do Clube de Jornalistas), conquistado em 1994, com a fotografia de capa do primeiro número da “Visão” efectuada na coluna do Huambo, com o título “Pietá Negra” e distinguida como uma das 50 fotos do século pela Associated Press, em Julho de 1999.
-----------------------------------------------------------------------------

Cultura

Isabel Albergaria apresenta Recital de Ano Novo na Igreja da Misericórdia em Santarém
A Igreja da Misericórdia, em Santarém recebe no dia 1 de Janeiro de 2011, às 21 horas, o recital de Ano Novo com a organista Isabel Albergaria. Trata-se de mais um concerto, com entrada livre, integrado no I Ciclo de Órgão de Santarém.
A autora é a mais recente geração de organistas, interpreta um repertório que vai do português ao espanhol, passando pelo italiano até ao francês, Obras de Cabezón, Rodrigues Coelho, Pablo Bruna, Clérambault, Paganelli, Baldi e João Vaz.
Isabel Albergaria nasceu em 1979 na Ribeira Grande, onde iniciou os seus estudos musicais. Estudou órgão com Ana Paula Andrade, Rui Paiva e João Vaz, em cuja classe terminou o curso de Órgão na Escola Superior de Música de Lisboa. Parelamente concluiu na Universidade Nova de Lisboa a licenciatura em Ciências Musicais e o mestrado em Musicologia Histórica, sob a orientação de Luísa Cymbron, frequentando actualmente na mesma instituição o curso de Doutoramento em Musicologia Histórica. Assistiu a masterclasses orientadas por professores como Luigi Ferdinando Tagliavini, Daniel Roth, Kristian Olesen, Joris Verdin e Andreas Liebig. Apresentou-se no I Festival de Órgão de Tubos de S. Miguel, na integral da obra de órgão de Olivier Messiaen na Sé de Lisboa, na temporada MúsicAtlântico, nos concertos inaugurais dos seis órgãos da Basílica de Mafra e no I Festival de Órgão da Madeira. É professora de Órgão e de Acústica Musical no Conservatório Regional de Ponta Delgada e organista titular do órgão histórico da Igreja de São José da mesma cidade.
-----------------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Sociedade

Pais de uma escola de Santarém denunciam alegados casos de violência entre alunos
Um grupo de pais de uma escola de Santarém denunciou alegados casos de violência escolar entre alunos, uma situação que, para já, não foi confirmada pelo agrupamento.
Segundo afirmou à agência Lusa, Isabel Marinho, representante dos encarregados de educação dos alunos do 1º ano da Escola Básica do 1º Ciclo de S. Domingos, o seu filho já terá sido mordido por duas vezes por outro colega e foi vítima de uma outra agressão.
A mesma situação foi relatada à Lusa por outra encarregada de educação, Elsa Alvela, que afirmou que o seu filho foi “mordido por duas vezes por outro colega” e apareceu em casa com “nódoas negras num braço”.
Isabel Marinho e Elsa Alvela já enviaram queixas por escrito à direcção da escola e do agrupamento Alexandre Herculano e, em ambos os documentos, pode ler-se que, para além destes casos aqui reportados, os actos de alegada violência escolar por parte de alguns colegas dos seus filhos são “frequentes” e têm posto em causa o seu processo de aprendizagem.
Segundo a representante dos pais, esta situação tem sido causada, principalmente, por cinco alunos, dois deles com necessidades educativas especiais.
Maria João Igreja, directora do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, referiu à Lusa que não tem conhecimento de “casos graves de violência escolar” no seu agrupamento mas assumiu ter conhecimento das queixas destes encarregados de educação.
“Sobre esse caso, posso apenas dizer que reencaminhei o assunto para a coordenadora de departamento para se averiguar a situação”, referiu Maria João Igreja, acrescentando que não existe, até ao momento, qualquer processo instaurado aos alunos desta turma.
Segundo a responsável de agrupamento, “é preciso olhar com atenção para estas situações para não se deixar avançar, no caso de serem verdade, mas também para não se rotular crianças sem fundamentos”.
Isabel Marinho afirmou também à Lusa que estas situações de alegada violência lhe foram confirmadas pela própria professora da turma, Rosel Paixão, que lhe terá também dito que se sente “impotente” para resolver o problema.
As duas encarregadas de educação ouvidas pela Lusa dizem ainda que os seus filhos começaram a “apresentar dores de cabeça frequentes” e “alterações do estado emocional” associadas a “alguma ansiedade”.
Uma das mães, Elsa Alvela, disse mesmo que vai mudar o seu filho de escola antes do início do próximo período lectivo.
*Lusa
---------------------------------------------------------------------------

Ambiente

Projecto de Educação Ambiental nas Escolas de Constância
“Abre os olhos, toma atitude, passa a palavra!” é o mote do mais recente projecto de Educação e Sensibilização Ambiental que a SUMA está a desenvolver, o “Ecoscópio”, através de uma nova Unidade Móvel de Sensibilização Itinerante que iniciará o seu percurso nas Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico de Constância nos próximos dias 4, 5 e 7 de Janeiro de 2011.
Fazendo apelo à mobilização dos sentidos para a época de globalização e de consumismo descartável, o projecto procura explicar como ao reduzir, reutilizar e reciclar os resíduos que produzimos estamos a poupar tempo, dinheiro e esforço (vantagens individuais), e porque ao negligenciarmos as atitudes correctas, estamos a contribuir para uma cada vez maior escassez dos recursos naturais e mais emissões de CO2.
Este inovador projecto de exploração sensorial e multimédia aborda os conceitos de Globalidade e Sustentabilidade, mostrando que a problemática dos Resíduos, embora global, deve ser agenciada a um nível local, envolvendo todos os utilizadores de espaços públicos para o dever do exercício da Cidadania Activa.
--------------------------------------------------------------------------

sábado, 25 de dezembro de 2010

Autarquias

Espaço Internet no Centro Cultural do Entroncamento vai encerrar
O Espaço Internet localizado no Centro Cultural encerra a partir do próximo dia 31 de Dezembro.
A autarquia ferroviária, relembra que nas instalações da Biblioteca Municipal (BME) existe uma área com equipamento disponível para acesso a estes serviços informáticos.
O horário de funcionamento e de segunda a sexta-feira: das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 18h00. Aos sábados, funciona das 09h30 às 12h30.
----------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Normalidade na freguesia de Casais ainda não está completa
O presidente da junta de freguesia de Casais, uma das mais afectadas pelo tornado que atingiu Tomar no passado dia 07, só agora começa a dormir sossegado, embora a normalidade ainda não tenha regressado por completo.
“Só esta noite dormi sem sonhar nisto”, disse Jaime Lopes à agência Lusa, frisando que, mesmo que com recurso a soluções provisórias, já não chove em nenhuma casa da freguesia.
As casas que ainda mantêm plásticos nos telhados são sobretudo de pessoas que ainda não chegaram a acordo com as suas companhias de seguros, outras são habitações mais antigas, para as quais não é fácil encontrar telhas que “casem”.
As outras estão telhadas, mas, sublinhou, têm só a telha colocada, porque falta “arrematar”, já que os pedreiros não têm mãos a medir.
As queixas de alguns moradores a órgãos de comunicação social não chegaram aos ouvidos de Jaime Lopes, que admite poderem existir barracões ou telheiros ainda destelhados, mas não habitações.
O autarca frisa que “ainda está muito por fazer”.
“Isto vai demorar uns meses bons”, adiantou.
Todas as habitações já têm luz eléctrica, mas falta ainda a iluminação pública, afirmou à Lusa, enquanto se despedia de um dos muitos piquetes da EDP que têm andado, “incansáveis”, a percorrer os lugares da freguesia.
“Os telefones é que estão muito atrasados”, queixou-se, não resistindo a comparar a actuação da PT à da protecção civil municipal, à qual não poupa críticas.
Fonte do Governo Civil de Santarém disse à Lusa que uma das lições a tirar do que aconteceu logo a seguir ao tornado é que os municípios vão ter que ser “pressionados” para terem os seus planos de emergência actualizados, até porque este tipo de ocorrências está a deixar de ser raro para passar a ser frequente na região.
Segundo Carlos Catalão, chefe de gabinete da governadora civil, no concelho de Ferreira do Zêzere a actuação da protecção civil municipal foi irrepreensível porque o plano está actualizado e a experiência adquirida com o tornado que afectou o concelho em 2009 permitiu uma resposta mais adequada.
Por outro lado, os cidadãos “devem assumir que são os primeiros agentes de protecção civil”, disse, frisando a importância de fazerem seguros que cubram este tipo de risco.
Questionado sobre a morosidade na prestação dos apoios prometidos em situações anteriores, Carlos Catalão disse acreditar que os procedimentos que permitirão accionar a conta de emergência, destinada a apoiar os que não têm seguros nem meios próprios para recuperar as suas habitações, serão agora mais céleres.
Quando ocorreu o tornado que afectou os concelhos de Santarém, Alcanena e Torres Novas, em 2008, “não havia legislação para estas situações, o que não acontece hoje”, disse, afirmando acreditar que a capacidade de resposta é agora mais rápida, mas mesmo assim nunca inferior a seis meses.
Já com as empresas, que contam com o apoio do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), a expectativa é que estejam “totalmente reconstruídas e a funcionar num prazo de 90 dias”, disse.
*Lusa
--------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Política

A CDU de Coruche exige transparência e verdade na gestão da Câmara
A concelhia de Coruche da CDU exige da autarquia local mais transparência e verdade na gestão camarária, lê-se num comunicado emitido à comunicação social.
“Vivemos hoje em Coruche uma situação sem paralelo na história da gestão da Câmara Municipal. A maioria PS a pretexto da promoção do concelho tem optado por executar uma politica virada para festas e outros eventos que tem tido como consequência o gasto de muitas centenas de milhares de euros que poderiam e deveriam ser canalizados para investimentos úteis à nossa população”, adiantando, “o orçamento e o plano de investimentos para 2011, que deveriam reflectir uma viragem na política municipal, dando prioridade ao investimento na área social por imposição do Partido Socialista, continuam a reflectir opções e prioridades que passam ao lado dos reais interesses da população sobretudo daqueles que estão a ser mais afectados pela crise e pela politica anti-social do governo do PS”, sublinha o comunicado.
Aquela força partidária, apresenta alguns exemplos no mesmo documento: “No orçamento e no PPI (Plano Plurianual de Investimentos) aprovados pela maioria do Partido Socialista, a rubrica da “publicidade” tem uma dotação orçamental de 90 mil euros, quando para a habitação social a dotação é de 10 mil euros. A rubrica de “estudos pareceres e consultoria”, tem como dotação 297.800€, a dotação para apoio através de bolsas de estudo aos jovens com baixos recursos é de 39 mil euros. A dotação na rubrica “auxílios económicos - famílias” é de 18 mil euros, para as rubricas “Núcleo tauromáquico” e “sinalética do roteiro megalítico” a dotação é de 27.600€. Para 2011 não está previsto qualquer apoio à valência de “Lar do Centro de dia da Lamarosa”, mas em contrapartida há uma dotação de mais de 300 mil euros para as Festas do Castelo, Feira da Cortiça “Ficor” e outras festas”, lê-se na nota.
-----------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Autarquias

Autarquia de Santarém entregou bens alimentares ao Banco Alimentar Contra a Fome
A câmara municipal de Santarém entregou hoje ao Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém cerca de 11 toneladas de bens alimentares recolhidos na tenda que instalou junto aos Paços do Concelho.
A campanha decorreu do apelo lançado pelo presidente da autarquia escalabitana, Francisco Moita Flores, para que todos os presentes e ofertas que particulares, empresas ou instituições quisessem oferecer por esta altura à câmara municipal fossem convertidos “no mesmo valor em produtos adequados para serem recebidos pelo Banco Alimentar Contra a Fome”.
As doações deste ano ultrapassaram as recolhidas em 2009, o que levou o vereador da Acção Social, Vítor Gaspar, a congratular-se por ser possível “ajudar mais e melhor aqueles que esperam ajuda”.
--------------------------------------------------------------------------

Ambiente

BE quer ouvir Secretário de Estado do Ambiente sobre situação da ETAR de Alcanena
Os deputados do Bloco de Esquerda José Gusmão e Rita Calvário pediram uma audiência ao secretário de Estado do Ambiente para saberem quais os investimentos previstos e o andamento do processo de reabilitação do sistema de tratamento de águas residuais de Alcanena.
Perante “a gravidade dos problemas causados pela estação de tratamento de águas residuais de Alcanena para as populações e o ambiente”, os deputados querem saber quais as soluções escolhidas para resolver o problema, os prazos para a sua concretização e que garantias existem de que os recursos hídricos deixarão de ser contaminados e de que cessarão os maus cheiros, refere o texto do pedido de audiência.
Em Junho de 2009 foi assinado um protocolo para reabilitação do sistema, com investimentos previstos da ordem dos 21 milhões de euros, a beneficiar de comparticipação comunitária.
O protocolo inclui cinco projectos, os mais importantes dos quais a finalizar em, 2013, referem os deputados, sublinhando dúvidas quanto ao cumprimento dos prazos estabelecidos, já que o início dos estudos já sofreu “uma derrapagem”, e a disponibilização de verbas nacionais para co-financiar os projectos.
------------------------------------------------------

Sociedade


Imagem:A.Anacleto
Ministra da Saúde inaugurou Unidade de Cuidados Continuados no Entroncamento
A ministra da Saúde disse hoje manter o objectivo de dotar a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) de 15 000 camas até 2015, apesar das dificuldades de alguns parceiros em encontrarem financiamento junto da banca.
Ana Jorge inaugurou a Unidade de Cuidados Continuados (UCC) da Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento (SCME), uma das 22 cuja abertura é assinalada hoje em todo o país, com deslocações da ministra, dos secretários de Estado Manuel Pizarro e Óscar Gaspar e da coordenadora da Unidade de Missão, Inês Guerreiro.
“Temos feito um trabalho com os parceiros na procura da realização de mais projectos para atingir esse número até 2015, mas obviamente alguns parceiros têm algumas dificuldades em concretizar porque precisam do apoio financeiro da banca e isso nem sempre tem sido facilitado, pelas dificuldades que existem”, afirmou.
Na cerimónia que assinalou oficialmente a abertura da UCC da SCME, Ana Jorge frisou o facto de a rede, ansiada há mais de uma década, ser hoje uma realidade, com 5 000 camas disponibilizadas gradualmente ao longo dos últimos quatro anos.
A UCC da SCME tem já ocupadas as 70 camas existentes, 40 de média duração e reabilitação e 30 de longa duração e manutenção, dispondo ainda de 15 camas destinadas a convalescença.
O vice provedor da SCME, Emídio Rodrigues, disse à agência Lusa que o investimento de 4,4 milhões de euros contou com uma comparticipação de 750 mil euros do Programa Modelar, destinado a financiar o alargamento da rede de cuidados continuados, tendo o terreno sido cedido pela câmara municipal do Entroncamento, que prestou igualmente apoio técnico.
Ana Jorge ficou particularmente agradada com o espaço destinado a ajudar os doentes, dependentes, a recuperarem autonomia na realização de tarefas da sua vida diária.
A ministra sublinhou que o apoio prestado visa a recuperação e o regresso a casa, onde os doentes podem contar com apoio domiciliário, para que “possam viver mais tempo possível no seu espaço”.
“Temos na Saúde cada vez mais pessoas mais idosas, mais pessoas com doenças crónicas, com um tempo de sobrevivência maior, mais dependentes e com necessidade de apoios mais prolongados e estas unidades permitem o apoio transitório entre as casas, os hospitais e o seu regresso”, afirmou.
A RNCCI, impulsionada pelos Ministérios da Saúde e do Trabalho e Solidariedade Social, tem vindo a ser concretizada através de parcerias com as Misericórdias e as instituições particulares de solidariedade social (IPPS).
As unidades hoje inauguradas representam o acréscimo de mais 691 camas, passando a rede a contar com perto de 5 000 camas de internamento (754 de convalescença, 1549 de média duração e reabilitação, 2426 de longa duração e manutenção e 163 para cuidados paliativos).
-----------------------------------------------------------------------

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Sociedade

Comissão Parlamentar vai acompanhar a concretização do protocolo para a reabilitação da Ponte de Constância
A Comissão Parlamentar de Transportes, Obras Públicas e Comunicações decidiu hoje nomear, em Janeiro, uma comissão que terá por missão acompanhar a concretização do protocolo que prevê a reabilitação da ponte de Constância.
Num projecto de resolução hoje aprovado, que reúne os textos entregues pelos grupos parlamentares de PS, PSD, PCP e CDS-PP sobre a questão, a comissão reconhece a importância social e económica da ponte de Constância para a região.
O texto recomenda ao Governo uma “solução calendarizada, célere e definitiva para a reabertura da ponte de Constância, enquanto investimento prioritário para a região”.
A comissão de acompanhamento a nomear em Janeiro deverá informar a comissão parlamentar sobre o andamento dos trabalhos previstos no protocolo que foi assinado no passado dia 03 entre as câmaras municipais de Constância e Vila Nova da Barquinha, por um lado, e a Estradas de Portugal (EP) e a Refer, por outro.
Máximo Ferreira, presidente da câmara de Constância, município que se assumiu como entidade gestora e dona da obra, congratulou-se com a iniciativa da comissão parlamentar, por ser “mais um contributo importante para garantir o andamento do protocolo”.
O autarca realçou o papel da comissão parlamentar de obras públicas, onde foi ouvido juntamente com o presidente da câmara de Vila Nova da Barquinha, para a concretização do protocolo.
O protocolo estabelece o lançamento imediato de um concurso público urgente de consignação da obra para que os trabalhos mais urgentes decorram durante o mês de Janeiro e para que a ponte, encerrada desde 20 de Julho, possa reabrir ao tráfego de ligeiros em Fevereiro.
Máximo Ferreira disse hoje à Lusa que o concurso foi lançado e está concluído, esperando que a obra seja adjudicada, no mais tardar na próxima semana, a uma das três empresas concorrentes.
Há ainda alguns aspectos “burocráticos” a ultrapassar, nomeadamente no que toca à candidatura a fundos comunitários, uma vez que o concurso que permitia a apresentação deste projecto estava fechado, devendo ser reaberto em breve a título excepcional, disse.
A Comissão de Desenvolvimento Regional do Centro dará prioridade à análise deste processo, esperando os autarcas que o visto do Tribunal de Contas seja igualmente rápido, de forma a que a obra possa ser iniciada em Janeiro, adiantou.
O protocolo implica um investimento de dois milhões de euros, 80 por cento dos quais a obter através de candidatura a fundos comunitários a apresentar pela autarquia de Constância, com apoio da EP.
Dos 20 por cento de comparticipação nacional, Constância deverá disponibilizar 6 por cento, Vila Nova da Barquinha 4 por cento e a Refer e a EP 5 por cento cada.
O protocolo prevê a reabilitação e o reforço estrutural da ponte para reabertura ao tráfego a veículos até 3,5 toneladas e a veículos de emergência, assegurando um prazo de vida útil de 50 anos.
*Lusa
--------------------------------------------------------------------------

Trânsito

Colisão entre duas viaturas origina quatro feridos
Uma pessoa ficou hoje gravemente ferida e outras três sofreram ferimentos de menor gravidade numa colisão de duas viaturas ocorrida, cerca das 17:50, na Estrada Municipal 581, entre Muge e Glória do Ribatejo (Salvaterra de Magos).
Fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro disse à agência Lusa que o ferido grave teve que ser transportado para Lisboa num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica.
No local estiveram ainda seis viaturas das corporações de bombeiros de Salvaterra de Magos e Almeirim e a GNR.
--------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Almeirim assegura almoços a alunos carenciados do concelho
A autarquia de Almeirim, está a assegurar almoços aos alunos mais carenciados do concelho durante o período de interrupção lectiva do Natal.
Este serviço destina-se aos alunos do 1.º ciclo e aos do pré-escolar que tenham irmãos no 1.º ciclo, e está a decorrer no refeitório da E. B. dos Charcos na freguesia de Almeirim, na E. B. 1 de Cortiçóis na freguesia de Benfica do Ribatejo e no refeitório da E. B. 2, 3 na freguesia de Fazendas de Almeirim.
A autarquia almeirinense adianta ainda, que é de inteira responsabilidade dos encarregados de educação a comparência dos seus educandos no refeitório onde será servida a refeição, no horário das 12h00m às 13h30m. “
----------------------------------------------------------

Economia

CLDS de Mação promoveu sessão sobre o Microcrédito
O Projecto "AproxiMação", no âmbito do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS), realizou em Mação uma sessão sobre o Microcrédito. A sessão inseriu-se no Eixo 1 do Projecto do CLDS de Mação – Emprego, Formação e Qualificação, acção 5 – Apoio ao Empreendedorismo.
A sessão contou com a orientação de Luís Vasconcelos, da Associação Nacional de Direito ao Crédito, que explicou a possíveis empreendedores do concelho de Mação o que é o Micro Crédito e como estes poderão aceder a este tipos de crédito.
A Associação Nacional de Direito ao Crédito (ANDC) é uma associação privada sem fins lucrativos, fundada em 1998. A Associação tem Estatuto de Utilidade Pública. A ANDC apoia quem não tem acesso ao crédito bancário, nas condições normais de mercado, e precisa de um empréstimo para criar o seu próprio negócio.
-------------------------------------------------------------------------------

Autarquias


Requalificação da estrada entre Boquilobo e Zona Industrial de Torres Novas este em curso
Segundo a autarquia torrejana, está a decorrer a requalificação do caminho municipal entre Boquilobo e Caveira, com ligação à Zona Industrial de Torres Novas.
Nesta primeira fase, a obra realizou-se entre Boquilobo e Vale Carvão. Procedeu-se ao alargamento e uniformização da estrada, tendo sido aplicada uma primeira camada de betuminoso.
A segunda fase abrangerá o caminho entre Vale Carvão e Bonflorido, com trabalhos de preparação da via.
Adianta ainda a autarquia, que a intervenção no CM 1167 inclui a execução de trabalhos de movimentação de terras, drenagens, pavimentações e sinalizações horizontais e verticais. Os trabalhos deverão estar concluídos no primeiro trimestre de 2011.
---------------------------------------------------------------------

Política

Concelhia de Ourém do PSD acusa presidente do município de tratar de forma “incorrecta” vereadores sociais-democratas
A Concelhia de Ourém do PSD acusou hoje a câmara municipal, de maioria socialista, de “conviver muito mal com as críticas” e o seu presidente de tratar de forma “incorrecta” os vereadores sociais-democratas.
Num comunicado emitido a propósito de uma conferência de imprensa, o PSD/Ourém manifesta “desagrado pela maneira incorrecta com que, já por diversas vezes, o presidente do executivo tem tratado os autarcas do PSD”, de que “o episódio mais recente” foi a reunião camarária, no dia 14.
“Nessa reunião, no decorrer dos trabalhos, o senhor presidente da Câmara Municipal, Paulo Fonseca, dirigiu-se publicamente a um dos vereadores do PSD em termos insultuosos e inaceitáveis em democracia”, refere o comunicado.
Os vereadores do PSD abandonaram a última reunião na sequência de uma discussão relacionada com a auditoria financeira ao município que aponta para dívidas de 50,6 milhões de euros.
Na ocasião, os sociais-democratas apresentaram uma declaração política, contestando os valores apresentados, o que levou o presidente do município a chamar “mentiroso” ao vereador do PSD Luís Albuquerque.
Para a Concelhia de Ourém, “com o avançar do tempo, é, cada vez mais evidente, que o executivo socialista convive muito mal com as críticas e sugestões que lhe são apresentadas legitimamente” pelos autarcas do partido, sublinhando que estes “merecem ser tratados com respeito e educação”.
“Não pode pois a Comissão Política do PSD Ourém deixar de apresentar publicamente a sua total solidariedade para com os vereadores”, acrescenta o comunicado, lamentando que “só agora tenha sido apresentado o contraditório efectuado pelos serviços técnicos da câmara à auditoria”, no qual ficou “ amplamente demonstrado que o tão propagandeado endividamento não passa, afinal, os 37 milhões de euros”.
À agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Ourém aconselhou os vereadores a prepararem-se porque vai “chamar mais vezes mentiroso, tantas quantas mentirem”.
“Insistem que a dívida é de 37 milhões de euros, o que é mentira”, declarou Paulo Fonseca, explicando que a esse valor, que se encontrava na contabilidade, há a somar os compromissos entretanto inscritos, no valor de 13,3 milhões de euros, além do valor de situações cuja negociação decorre.
Segundo Paulo Fonseca, o município, “na transição do anterior para o actual mandato, possui compromissos superiores a 55 milhões de euros, podendo mesmo chegar aos 60 milhões de euros, divergência que deriva da forma como correrem os processos de indemnização em curso”.
O autarca acrescentou que “auditoria não é qualquer caça às bruxas”, mas sim “um apuramento objectivo” para poder “bem programar a recuperação da câmara e para que não exista uma qualquer tentação de acusar o actual executivo de ter sido autor dos compromissos nela contidos”.
*Lusa
-------------------------------------------------------------------------------------

Eventos


Alunos das escolas básicas do Pereiro e Leões da cidade de Santarém expõem presépios

Com o objectivo de fortalecer a relação Escola/Família e sensibilizar os mais pequenos para a importância da reciclagem, os alunos das escolas de ensino básico do Pereiro e dos Leões, em Santarém, aderiram com grande entusiasmo ao desafio de criarem presépios, este Natal, envolvendo os pais nesta tarefa.
Os presépios foram realizados em casa, devido essencialmente à falta de recursos e de tempo na escola, por parte dos docentes, e teve como principal ideia a utilização de materiais recicláveis. O resultado final traduziu-se numa forte adesão, com a escola dos Leões a apresentar 54 presépios e a escola do Pereiro 45.
Foram eleitos três presépios em cada uma das escolas e os premiados receberam certificados com a imagem de um presépio e marcadores de livros.
-----------------------------------------------------------------------

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Trânsito

Mulher atropelada mortalmente em Rio Maior
Uma mulher foi hoje atropelada mortalmente quando atravessava uma rua, na passadeira, na cidade de Rio Maior, disse à agência Lusa fonte da Protecção Civil.
Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro, a mulher, com cerca de 60 anos, foi atropelada por uma viatura ligeira, tendo falecido no local.
O condutor da viatura foi levado ao centro de saúde local por ter ficado em estado de choque, disse à Lusa fonte da GNR de Rio Maior.
O acidente ocorreu cerca das 15:00, tendo o corpo permanecido algum tempo no local, uma vez que esteve a ser feita uma peritagem para verificar se o atropelamento ocorreu em cima ou junto da passadeira, acrescentou esta fonte.
Este foi o segundo atropelamento ocorrido numa passadeira, no espaço de uma semana, em Rio Maior. Na semana passada, uma menina de 12 anos ficou gravemente ferida ao ser atropelada por um motociclo quando atravessava a rua, tendo outra pessoa sofrido ferimentos ligeiros.
Estiveram hoje no local do acidente duas viaturas dos bombeiros de Rio Maior, a viatura médica de emergência e reanimação do Hospital de Santarém e a GNR.
--------------------------------------------------------------------------------

Ambiente

Águas do Ribatejo e Quercus assinam Protocolo de Cooperação Ambiental
A empresa “Águas do Ribatejo” e a Associação Ambientalista QUERCUS, assinam esta quarta-feira, 22 de Dezembro, às 12h30, um protocolo de cooperação na área da sensibilização ambiental. A assinatura terá lugar após a abertura oficial da unidade de atendimento da “Águas Ribatejo ”, instalada no edifício sede da empresa, que ocorrerá às 12h00. A cerimónia vai contar, com os representantes das partes envolvidas, com a Governadora Civil do Distrito de Santarém, e de um conjunto de entidades da região.
----------------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Abrantes aprovou Plano e Orçamento para 2011
A Câmara de Abrantes, de maioria socialista, aprovou o Plano de Actividades e Orçamento para 2011 que ascende aos 48,5 milhões de euros, mais 33 por cento relativamente ao ano anterior.
A presidente da autarquia, Maria do Céu Albuquerque, disse à agência Lusa que apesar dos cortes das transferências do poder central, um milhão de euros (ME), este orçamento representa o “agarrar de oportunidades que não se podem perder e que vão permitir alavancar, em termos plurianuais, um investimento brutal de 27 milhões de euros”.
A autarca observou que “tal será possível recorrendo aos instrumentos financeiros disponíveis” no âmbito dos fundos comunitários e a um grande rigor na execução orçamental, que, disse, “permite que haja verbas na poupança corrente e canalizá-las para manter os ritmos de investimento”.
No orçamento foi aprovada uma rubrica que permite a contracção à banca de um empréstimo financeiro de até 1,5 milhões de euros.
O modelo de gestão do Plano de Actividades, Investimentos e Orçamento para o próximo ano, que regista um crescimento de 33 por cento face a 2010, “privilegia” os investimentos nas áreas da educação e apoio à família, desenvolvimento económico e tecnológico, turismo e apoio às empresas, e “assenta em dois grandes pilares” estratégicos.
“Aumentar a qualidade de vida dos cidadãos e tornar Abrantes um concelho mais competitivo à escala regional”, apontou a autarca.
O orçamento foi aprovado na noite de sexta-feira com quatro abstenções e os votos contra da oposição.
O modelo de gestão do Plano de Actividades, Investimentos e Orçamento tem por base o plano estratégico “Abrantes + Viva”, tendo Céu Albuquerque destacado a “promoção de condições físicas para uma educação de excelência”, com a construção de quatro novos centros escolares e a nova Escola Superior de Tecnologia.
A presidente da Câmara de Abrantes disse ainda à Lusa que em Janeiro vão ser lançados dois concursos públicos internacionais para dois projectos de “grande amplitude”, o futuro Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (MIAA) e a nova Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) que representam um investimento de 13 milhões e 10 milhões de euros, respectivamente.
-----------------------------------------------------------------------------------------

Empresas

Resistejo quer contrair empréstimo para reforço de tesouraria
A Resitejo, Associação de Gestão e Tratamento dos Lixos do Médio Tejo quer contrair um empréstimo de 500 000 euros para reforço de tesouraria, quando tem para receber dos seus clientes, maioritariamente autarquias, 5,5 milhões de euros.
Diamantino Duarte, administrador delegado da empresa que detém o aterro sanitário da Carregueira (Chamusca), onde são depositados os resíduos de 10 concelhos da região, disse à agência Lusa que o empréstimo de médio prazo tem por objectivo regularizar alguns pagamentos a fornecedores.
Segundo disse, a dívida a fornecedores, da conta corrente, ronda os 2 milhões de euros, devendo o empréstimo responder a necessidades que decorrem de dificuldades de tesouraria “normais nos meses de Dezembro e Janeiro”.
A principal fatia corresponde ao facto de uma das candidaturas feitas aos Programas Operacionais do Alentejo e do Centro para colocação de um ecoponto por cada 150 habitantes não ter sido aprovada, o que levou a que a empresa tivesse que assumir a totalidade do investimento nos municípios do Médio Tejo, disse.
Diamantino Duarte afirmou que, apesar do avultado valor em dívida à empresa, superior a 5 milhões de euros, sobretudo por parte de algumas autarquias, a Resitejo tem conseguido manter as “contas certas”, graças a um “grande esforço de contenção”.
“Se as câmaras municipais devedoras pagassem 50 por cento da dívida, ficávamos sem dívidas a fornecedores”, disse.
As maiores devedoras são as autarquias de Santarém (1,8 milhões de euros) e Torres Novas (700 mil euros), tendo os municípios de Constância, Ferreira do Zêzere, Tomar e Chamusca as contas praticamente em dia, afirmou.
A contracção do empréstimo terá de ser aprovada em assembleia-geral da empresa, agendada para dia 28, por maioria simples, tendo, até ao momento, apenas o município do Entroncamento deliberado ir votar contra.
Em comunicado, a câmara do Entroncamento, que tem em dívida cerca de 180 000 euros, afirma que deverão ser os municípios incumpridores a sofrer as consequências da dívida, devendo ser eles a contrair os empréstimos e pagar os respectivos juros.
Tomar aprovou a contracção do empréstimo, mas adverte que vai “reflectir” sobre a sua permanência na empresa.
Já o presidente da câmara municipal de Santarém, Francisco Moita Flores, questionou, na assembleia municipal da passada sexta-feira, o modelo de gestão da empresa, em particular o facto de o peso do município, que é o que mais paga pela deposição do seu lixo em aterro, não se reflectir nos órgãos sociais (preside à assembleia geral).
O aterro da Resitejo entrou em funcionamento em Maio de 1999, tendo a empresa ainda em funcionamento uma central de triagem e instalados ecocentros nos municípios que integram a empresa (Alcanena, Chamusca, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Santarém, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha).
Diamantino Duarte disse à Lusa que investimentos previstos, como o tratamento mecânico ou a central de valorização orgânica, terão de esperar por melhor oportunidade.
------------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Funcionários da empresa Gallo colaboram na restauração e conservação do Lar de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Abrantes
Sessenta funcionários da empresa Gallo Wordwide estiveram hoje em Abrantes a pintar, restaurar e decorar o Lar de Infância e Juventude da Santa Casa da Misericórdia, instituição que acolhe 18 meninas em situação de risco.
O director-geral da empresa, Pedro Cruz, disse à agência Lusa que “o que começou por ser um projecto de uma acção de motivação interna transformou-se em algo mais abrangente”, tendo os colaboradores e gestores decidido recuperar, pintar, equipar e decorar todos os espaços do Lar de Infância e Juventude da Santa Casa da Misericórdia de Abrantes – sala comum, quartos, sala de estudo, casas de banho e cozinha - localidade onde fica situada a unidade fabril da Gallo.
“Vai ser uma mudança radical, com as paredes pintadas, com novos sofás, música e com algo que se pareça mais com uma casa de família. E porque é Natal, a decoração alusiva à época não vai ficar esquecida, assim como a despensa completamente cheia e as prendas no sapatinho”, acrescentou o gestor.
Neste Lar vivem 18 meninas em situação de risco, com idades compreendidas entre os 12 e 18 anos, tendo aquele responsável afirmado que são meninas a quem as circunstâncias da vida lhes “roubaram” a meninice e a adolescência.
“São meninas iguais a tantas outras mas que necessitam de mais algum conforto, carinho e bem estar”, observou Pedro Cruz, tendo afirmado ser esta a primeira vez que a empresa promove este tipo de trabalho em prol da comunidade.
Sob o mote “Gallo vai ‘Cantar Esperança’ em Abrantes”, Francisca Pimenta da Gama foi um das colaboradoras de uma acção que considerou “fantástica” pelo facto de “poder ajudar miúdas que têm uma vida complicada e contribuir para a melhoria da comunidade em que se insere a fábrica, instalada em Abrantes desde 1860.
Francisca saiu de Lisboa em direcção a Abrantes às seis da manhã para “ajudar a tornar o Lar mais acolhedor e agradável”, tendo afirmado que a iniciativa é “reconfortante e gratificante para ambas as partes”.
Vanda Pardal, directora do Lar de Infância e Juventude, disse à Lusa que a iniciativa daquela empresa vai tornar este Natal “o melhor de todos” para as meninas da instituição.
Segundo referiu, o edifício é muito antigo e “apesar de alguns restauros para o tornar mais compatível” para o grupo que o habita “é um espaço triste, muito despido e sem as condições que todos ambicionávamos para proporcionar um melhor conforto e bem estar das jovens”.
Vanda Pardal disse ainda que o grupo de jovens foi passear para Lisboa e Óbidos “a propósito de uma pseudo desbaratização” tendo garantido que, quando chegarem ao Lar, “vão ter uma surpresa imensa”.
--------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 19 de dezembro de 2010

Desporto - Futebol

Monsanto vence Benfica de Castelo Branco e continua na liderança da tabela classificativa
O Monsanto vencer esta tarde em Alcanena o Benfica de Castelo Branco por duas bolas sem resposta na 12ª jornada do Campeonato da III Divisão, Série D e continua a liderar a tabela classificativa.
O Riachense viajou até terras de Soure, onde alcançou um empate a zero com a equipa da casa o Sourense, encontrando-se após esta jornada na terceira posição da classificação.
Resultados:
Gândara – Águias Moradal, 0-2
Académico Viseu – Vigor Mocidade, 5-1
Nogueirense – Marinhense, 1-1
Oliveira do Bairro – Tocha, 2-2
Sourense – Riachense, 0-0
Monsanto – Benfica Castelo Branco, 2-0
Na próxima jornada, 09 de Janeiro, há derby ribatejano, onde o Riachense recebe o Monsanto.
Jogos agendados para a 13.ª jornada:
Benfica Castelo Branco – Gândara
Águias Moradal – Académico Viseu
Vigor Mocidade – Nogueirense
Marinhense – Oliveira do Bairro
Tocha – Sourense
Riachense – Monsanto
-----------------------------------------------------------------------------

Desporto - Atletismo

João Vieira do Reboleira venceu S. Silvestre de Torres Novas
O atleta João Vieira do Reboleira venceu esta manhã a São Silvestre 2010 de Torres Novas. Hamid Hakin e Marco Franco do Alcanena obtiveram a 2ª e 3ª posição na Geral.
A já tradicional prova torrejana alterou este ano o seu formato, realizando-se muito antes da noite de S. Silvestre, como aconteceu na manhã deste domingo, 19 de Dezembro.
---------------------------------------------------------------

sábado, 18 de dezembro de 2010

Desporto - Futebol

Presidente do Desportivo de Fátima pondera abandonar o futebol
O presidente do Fátima, da Liga de Honra de futebol, afirmou no final do jogo que sábado opôs a sua equipa ao Feirense, da 11.ª jornada, estar a ponderar deixar o futebol.
Luís Albuquerque chegou à sala de conferência de imprensa visivelmente perturbado pelas incidências do jogo, que o Fátima perdeu por 2-1, nomeadamente, com a actuação do árbitro Bruno Paixão.
O líder dos ribatejanos não se conforma com a atitude do árbitro de Setúbal, que o mandou identificar no final do jogo, à saída para os balneários.
Albuquerque diz tratar-se de uma atitude de “prepotência e de abuso do poder” por parte de Bruno Paixão: “Ele conhece-me bem”, frisou, acrescentando: “Apenas lhe disse que não aceitava a dualidade de critérios que usou”.
Em causa está o facto de o primeiro golo do Feirense ter sido obtido “muito para além dos dois minutos concedidos pelo árbitro” no final da primeira parte, quando “o mesmo não se verificou na segunda parte, quando terminou o jogo sem deixar marcar um livre directo a nosso favor e não compensou uma substituição do Feirense já em período de descontos”.
O dirigente disse ter oferecido ao “senhor Bruno Paixão”, a braçadeira de delegado que envergou durante o jogo, marcando com esse gesto o final da sua carreira como dirigente desportivo.
O assunto será agora debatido no seio do clube, que continua no último lugar da Liga de Honra, somando nove pontos em 12 jogos.
-----------------------------------------------------------------------------------------

Cultura

Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Almoster recebe “VII Encontro de Coros”
Este Domingo, dia 19, pelas 16h00, a Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Almoster, recebe o “VII Encontro de Coros”, para festejar o Natal 2010.
A organização está a cargo da Associação Recreativa e Cultural da Freguesia de Almoster (ARCFA) e participam no evento os grupos “Conservatório de Música de Santarém”, “Grupo Coral Sol Nascente”, “Laetare - Grupo Vocal de Lisboa” e “Circulo Cultural Scalabitano”.
---------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Ambiente


Ourém recebeu “Jornadas Técnicas Florestais”
Numa perspectiva de descentralização, decorreram hoje, em Ourém, as primeiras Jornadas Técnicas Florestais do distrito de Santarém.
A iniciativa foi promovida pela Autoridade Florestal Nacional, contando com o apoio do Município de Ourém.
As Jornadas dividiram-se em dois momentos: um de discussão de temas transversais a todos os Gabinetes Técnicos Florestais do distrito de Santarém, tais como o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o Plano Operacional Municipal 2011, a monitorização/execução de gestão de combustível e os constrangimentos no planeamento e execução do planeado; e outro de visita de campo levada a cabo pela AmbiOurém, onde os participantes tiveram a oportunidade de visitar os mosaicos de gestão de combustíveis, na freguesia de Seiça, executados no âmbito do PRODER. Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, esteve na abertura dos trabalhos, onde salientou a criação de um pelouro dedicado ao desenvolvimento rural e às florestas, fomentado pela “tradição ancestral de exploração florestal no concelho de Ourém, que tem vindo a ser abandonada, mas que deverá ser revitalizada”. Aos presentes lembrou, “temos jóias de inspiração natural muito ricas” - Agroal – “onde temos levado a cabo um conjunto de intervenções”. Gisela Simões, administradora da AmbiOurém, frisou o trabalho que tem sido levado a cabo pelos GTF´s de todo o distrito, afirmando, “muito tem sido feito”, reforçando a ideia de que a “parte florestal não tem sido associada ao mundo rural, factor que deverá começar a mudar”. José Manuel Alho, vereador do pelouro das Florestas e Desenvolvimento Rural, realçou o “papel fundamental” da empresa municipal AmbiOurém, que “faz o pivot técnico entre os diversos intervenientes”, através de um gabinete técnico de apoio ao mundo rural, recorrendo a parceiros estratégicos, numa “lógica integrada de intervenção”. Neste sentido frisou o apoio às freguesias para a realização de candidaturas no âmbito do PRODER, o apoio aos produtores florestais e agricultores, e a montra de produtos do mundo rural localizada no centro histórico – Ucharia do Conde.
-----------------------------------------------------------------------

Autarquias


Obras no Centro Escolar de Meia Via decorrem a “bom ritmo”
“A construção do Centro Escolar de Meia Via decorre a bom ritmo. Após a conclusão das estruturas, a obra encontra-se agora na fase de instalações técnicas, que incluem as redes de água, esgotos, electricidade, aquecimento, segurança contra incêndios ou protecção contra intrusão. Decorrem igualmente os trabalhos de conclusão das coberturas”, diz o município torrejano em comunicado.
“A esta fase seguir-se-á a etapa referente a acabamentos, nomeadamente nas paredes interiores e exteriores e nos pavimentos. Só posteriormente se procederá aos arranjos exteriores”, acrescenta o mesmo documento. Adiantando, “a conclusão deste centro escolar está prevista para o 2º trimestre de 2011”.
O Centro Escolar de Meia Via contará com três salas de aula destinadas ao jardim-de-infância e seis para alunos do 1º ciclo. Valências como ginásio, refeitório, biblioteca, laboratórios, salas de informática, campo de jogos e parque infantil farão também parte deste equipamento.
----------------------------------------------------------------------------------

Ambiente

Retirados Oleões em Fátima e Ourém
No passado ano (2009), foram colocados quatro Oleões no Concelho de Ourém.
Os mesmos foram instalados na cidade de Ourém e na cidade de Fátima, na via pública, ao abrigo de um protocolo celebrado com a empresa Oleotorres, aprovado em reunião de Câmara de 20/04/2009.
A má utilização destes equipamentos resultou em problemas de derrame de óleo nas vias públicas e nos próprios contentores, colocando em causa o asseio e a limpeza pública. Por este motivo, foram retirados os Oleões.
Contudo, por considerar a importância destes equipamentos e por serem um importante veículo de sensibilização ambiental, o Município de Ourém informa todos os interessados na reciclagem de óleo que o poderão continuar a fazer mas junto dos seguintes contactos:
Fundo Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Ourém, no Centro de Negócios de Ourém, das 9h00 às 18h00, dias úteis. Qualquer esclarecimento pode ser solicitado através do Tel: 913808827.
Esta é uma situação provisória até que os serviços da autarquia, responsáveis por esta matéria, encontrem uma solução definitiva a reciclagem de óleos.
----------------------------------------------------------

Trânsito

Ponte D. Luis I vai encerrar ao trânsito
Segundo informação do Centro Operacional da Estradas de Portugal, SA, a ponte D. Luís I que liga Santarém a Almeirim, será encerrada ao trânsito para obras de manutenção a partir da próxima segunda-feira, dia 20 de Dezembro, com excepção de peões e motociclos.
A duração do corte de tráfego prevista pela EP – Estradas de Portugal é de três meses.
A alternativa será o IC10, através da Ponte Salgueiro Maia.”
--------------------------------------------------------------------------------------

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Sociedade


Ministro da Justiça garantiu hoje em Ourém que “o governo pauta-se por regras de legalidade” em relação aos cortes salariais
O ministro da Justiça garantiu hoje, em Ourém, à margem da inauguração das obras de remodelação do Palácio da Justiça, que “o Governo pauta-se por regras de legalidade” e que as decisões que tomou em matéria de cortes salariais “têm uma consistência legal”.
“O Governo pauta-se por regras de legalidade, está convicto que as decisões que tomou têm uma consistência legal”, disse Alberto Martins quando questionado pelos jornalistas sobre a intenção de sindicatos de avançarem com providências cautelares para travarem a redução salarial na função pública decidida pelo Governo no âmbito das medidas de austeridade para 2011.
Alberto Martins explicou que a providência cautelar “é um instrumento legal que está ao alcance dos cidadãos para bloquear uma decisão”, pelo que “vai ser objecto da decisão dos tribunais”.
À pergunta se as providências cautelares poderão atrasar a implementação da medida governamental, o ministro afirmou: “Vamos ver quais são as consequências da providência cautelar”.
“Nós estamos num Estado de Direito, respeitamos as decisões dos tribunais”, salientou Alberto Martins, adiantando não poder fazer “previsões” sobre a possibilidade destas providências cautelares virem a entupir os tribunais, pois serão “apreciadas pelos tribunais de acordo com as regras normais dos procedimentos judiciais”.
Vários sindicatos preparam-se para contestar os cortes nos salários dos funcionários públicos. Segundo anunciaram, a estratégia seguirá dois caminhos: o primeiro passa por interpor providências cautelares que travem a redução dos salários e o segundo é conseguir que o Tribunal Constitucional aprecie os dois artigos do Orçamento do Estado (OE) para 2011 que prevêem cortes salariais de 3,5 e 10 por cento.
------------------------------------------------------------------------

Sociedade


Imagem:A.Anacleto
Ministro da Justiça inaugurou obras de remodelação do Palácio da Justiça de Ourém
O Ministro da Justiça inaugurou esta tarde as obras de remodelação do Palácio da Justiça de Ourém.
As obras de remodelação do Palácio da Justiça de Ourém custaram cerca de 800.000 euros e permitiram a criação de novos gabinetes e uma nova sala de audiências, além de acesso para pessoas de mobilidade reduzida. O investimento inclui, igualmente, trabalhos na área da climatização e telecomunicações.
Á margem da inauguração, Alberto Martins, disse aos jornalistas, que “a curto prazo o funcionamento essencial da Justiça está assegurado” e que “quando há dificuldades nalgum sector” há sempre “a possibilidade de haver uma articulação” com as Finanças.
“Nós temos garantidas as condições essenciais para o funcionamento da Justiça”, afirmou o ministro.
Já no discurso que assinalou a inauguração das obras do Palácio da Justiça, o ministro reconheceu a existência de um problema de “financiamento” e “sustentabilidade” da Justiça, considerando que a forma “adequada” de responder a esta situação “é criar mecanismos e meios de obtenção das receitas”.
Neste âmbito, apontou “a recuperação fiscal das dívidas tributárias ao Estado, quer ao nível da recuperação de ativos resultantes das situações de crimes e da prática de crimes, quer ao nível da melhor racionalização” dos serviços ou do “processamento de custas de forma rigorosa”.
Insistindo que o Governo não quer “encarecer a Justiça para as pessoas mais carenciadas”, Alberto Martins garantiu que as alterações das custas judiciais visam “sobretudo criar maiores receitas nos litigantes de massa, nos litigantes que têm outros meios, naqueles que são capazes de ajudar a uma Justiça mais eficaz”.
----------------------------------------------------------------------

Sociedade


Idosos do concelho de Torres Novas conviveram em Festa de Natal
Cerca de 200 idosos de todo o concelho juntaram-se ontem, dia 15 de Dezembro, à tarde, no Palácio dos Desportos para a festa de Natal do Projecto AGITAR.
O Projecto AGITAR é uma iniciativa da Câmara Municipal de Torres Novas que visa promover a actividade física na terceira idade. Ao longo de todo o ano, o Município desenvolve aulas de actividade física nos centros de dia de todo o concelho, com periodicidade semanal.
Nesta festa, estiveram presentes instituições de Torres Novas, Chancelaria, Riachos, Zibreira, Lapas, Pedrógão, Carvalhal da Aroeira, Assentis e Meia Via.
Durante a tarde, os idosos puderam realizar diversos exercícios em conjunto. Houve ainda um momento de animação musical, com a actuação do Grupo de Cantares do Centro de Dia de Pedrógão. No final, um lanche oferecido pelo Município, contou também com diversos bolos confeccionados pelos utentes dos centros de dia.
Este tipo de actividades na terceira idade assume extrema importância para o bem-estar do idoso, a nível físico e emocional. Melhoria do equilíbrio, manutenção da densidade óssea ou diminuição da depressão são alguns dos benefícios associados a esta prática.
------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Autarquias

Autarquia de Mação promove venda de Natal
A Câmara Municipal de Mação está a promover uma “venda de Natal”, com artesanato local, produzido por artesãos, por instituições de solidariedade social e por estudantes da EB 2,3 e do secundário.
Olaria, bordados, trabalhos em malha, bijuterias são alguns dos artigos disponíveis nas antigas instalações da Singer, numa mostra venda patente até 30 de Dezembro e que pretende promover o artesanato local e a quadra natalícia.
----------------------------------------------------------------------------

Sociedade

Criada Loja Solidária em Vale da Pinta
A Junta de Freguesia de Vale da Pinta abriu uma Loja Solidária no mercado local, destinada a apoiar todas as famílias carenciadas referenciadas nas oito freguesias do concelho do Cartaxo.
A iniciativa resulta do facto de a junta ter recebido “uma vasta quantidade de peças de vestuário novas e calçado”, que põe agora à disposição de quem delas precisa, alargando o apelo a novos donativos. A loja funciona de segunda a sexta-feira, no período da tarde.
-----------------------------------------------------------------

Política

Deputados do PSD mandatados para fiscalizarem indemnizações
A Assembleia Distrital de Santarém do PSD mandatou os deputados sociais democratas eleitos pelo distrito para “fiscalizarem a evolução do processo de indemnizações e apoios do Estado” aos cidadãos e empresas afectados pela intempérie que, no passado dia 07, assolou os concelhos de Tomar e Ferreira do Zêzere.
Em comunicado, a assembleia distrital do PSD pede aos deputados que garantam a celeridade do Governo no apuramento final dos prejuízos e nos pagamentos, considerando “inadmissível” que os pagamentos das intempéries ocorridas em Abril de 2008 tenham demorado dois anos a serem saldados.
Expressa ainda a sua “total solidariedade” às populações e reconhece o “trabalho e prontidão operacional” dos autarcas e instituições envolvidas na ajuda logo após a “infeliz ocorrência”.
----------------------------------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Ourém fundiu empresas municipais
A Câmara Municipal de Ourém anunciou hoje a fusão das empresas municipais Verourém e Centro de Negócios, cuja nova estrutura passa a ter a designação “Ourém Viva” e como objecto a gestão de eventos, de serviços e de equipamentos.
A aprovação ocorreu na terça-feira, na reunião do executivo, na qual foram igualmente aprovados os estatutos da nova entidade.
A Associação Empresarial Ourém/Fátima e a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, que eram parceiros titulares de 0,5 por cento cada, no Centro de Negócios, vão integrar o Conselho Geral da OurémViva, informa o município.
---------------------------------------------------------------

Política

Eleitos do Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal do Cartaxo tencionam fazer uma participação ao Ministério Público
Os eleitos do Bloco de Esquerda (BE) na Assembleia Municipal do Cartaxo anunciaram a intenção de participar ao Ministério Público actos de alegada gestão danosa por parte do executivo socialista que gere a autarquia, gesto que este desvaloriza.
Em comunicado, Pedro Mendonça e Odete Cosme questionam a adjudicação, por ajuste directo, da elaboração do projecto de reorganização orgânica e de serviços da autarquia, alegando desconhecer quer os motivos que levaram à escolha da empresa quer o caderno de encargos.
Além do custo envolvido na adjudicação, 90 000 euros, os bloquistas referem ainda a previsão de aumento dos encargos com pessoal, devido aos cargos de chefia criados, classificando estas medidas como “actos de gestão danosa”.
O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Paulo Caldas (PS), disse à agência Lusa que “mais uma vez, o Bloco de Esquerda não estudou” o dossier e “gosta de atirar pedras e criar factos políticos em matérias que devem ter estabilidade”.
Paulo Caldas afirmou que o custo do projecto (que inclui a elaboração e o acompanhamento) está “perfeitamente enquadrado” com os valores praticados e que a estrutura aprovada visa cumprir a lei e pensa a organização “para o futuro”, não implicando qualquer aumento imediato dos encargos com pessoal.
Segundo o BE, se todos os cargos de chefia previstos fossem providos, haveria um acréscimo anual de 407 000 euros nos encargos com pessoal.
Em particular, os eleitos do BE referem a possibilidade de existência de 28 coordenadores técnicos (antigos chefes de secção), responsáveis pela coordenação de equipas com 10 elementos, quando os administrativos no actual quadro são 72.
-------------------------------------------------------------------

Sociedade

GNR apreende no Cartaxo artigos de arte sacra
O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Santarém apreendeu, terça-feira à noite, a um indivíduo residente no Cartaxo, cerca de duas dezenas de artigos de arte sacra que suspeita terem sido furtados.
Os artigos estavam no interior de uma viatura, tendo o seu condutor, residente no Cartaxo, sido constituído arguido, estando a aguardar as medidas de coação.
O suspeito não apresentou aos militares que o abordaram quaisquer documentos válidos que provassem a propriedade dos artigos nem a sua proveniência, afirma um comunicado da GNR.
Fonte da GNR disse à agência Lusa que estão a ser feitas diligências no sentido de apurar a origem dos artigos.
-------------------------------------------------------------------------------------

Economia


Câmara de Rio Maior negoceia com Grupo Espanhol grande investimento para o Parque de Negócios
Após demoradas negociações entre a Câmara Municipal, a Administração da Depomor, SA e um Grupo Espanhol, foi celebrado esta terça-feira, dia 14 de Dezembro, um contrato para instalação de um grande investimento da indústria transformadora, no Parque de Negócios de Rio Maior.
A área do lote vendido é de 17.862m2, sendo o segundo maior lote do Parque. A unidade terá uma área de construção de 9.400m2. O investimento total é de 10 milhões de euros e criará 50 postos de trabalho. Passará a ser o segundo maior investimento privado do distrito.
Com este contrato, 40% da área do Parque que constitui a 1ª fase já está vendida, ultrapassando todas as expectativas de venda para 2010.
----------------------------------------------------------------

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Cultura


Andrea Inocêncio expõe em Abrantes
Sábado, dia 18 de Dezembro, às 16h00, será inaugurada na Galeria Municipal de Arte de Abrantes a exposição “À Prova de Fogo e de Bala”, de Andrea Inocêncio. Trata-se de uma exposição de foto-pinturas que ficará patente ao público até 28 de Janeiro de 2011.
A autora descreve a exposição, como “um projecto transdisciplinar e multidisciplinar no qual se insere uma série de foto-pinturas. Para a realização destas obras contou-se com a colaboração de 15 mulheres e crianças, desde os 10 aos 60 anos, como modelos fotográficos dos figurinos que elas próprias criaram e elaboraram - através da participação voluntária em workshops de criação artística realizados em parceira com a Associação de Mulheres de Pescadores e Armadores de Ilha Terceira e com a UMAR–Açores, delegação da Terceira e de S. Miguel”.
Andrea Inocêncio nasceu em Coimbra em 1977. É uma artista pluridisciplinar e transdisciplinar com uma ampla versatilidade criativa, desenvolvendo trabalhos que vão desde a fotografia à produção teatral (cenografia, figurinos e grafismo), passando pela performance e instalação.
A Galeria Municipal de Arte funciona no seguinte horário: de terça a sábado, da 10 às 12h30 e das 14 às 18h30.
-------------------------------------------------------------------------

Saúde

Rastreio do cancro da mama em Almeirim
A unidade móvel da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) vai realizar, de 27 de Dezembro a 30 de Março de 2011, um rastreio do cancro da mama a todas as mulheres com idades entre os 45 e os 69 anos residentes no concelho de Almeirim.
Perto de 4000 mulheres vão ser convocadas, através de carta personalizada, para comparecerem ao rastreio, que decorrerá nas freguesias de Benfica do Ribatejo, Raposa, Fazendas de Almeirim e Almeirim, esperando a LPCC conseguir atingir o objectivo de 70 por cento de mulheres rastreadas, contra os 45 por cento conseguidos na volta realizada em 2008.
----------------------------------------------------------------------------

Educação

Alargado acesso às Novas Oportunidades em Salvaterra de Magos
O Centro Novas Oportunidades (CNO) da Escola Profissional de Salvaterra de Magos (EPSM) assinou segunda-feira protocolos de colaboração com quatro entidades, passando a ter uma das maiores redes de itinerância a nível nacional.
Em comunicado, o CNO da EPSM afirma que, pelo segundo ano consecutivo, atingiu as metas de certificação anuais, tendo este ano ultrapassado os objetivos previstos e contratualizados com a Agência Nacional para a Qualificação ao atingir as mil inscrições (contra as 800 estabelecidas) e 391 certificações (242 no ensino básico e 149 no secundário).
Aproveitando a última sessão de júri de certificação de 2010, o CNO da EPSM assinou protocolos com as juntas de freguesia do Granho e de Salvaterra de Magos, a Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos e a Casa do Benfica de Samora Correia (Benavente), a primeira instituição do género a dispor de uma sala de formação para adultos.
Segundo a nota, estes acordos vão permitir “abranger um maior número de públicos que se enquadram na iniciativa Novas Oportunidades”, respondendo “ao pedido de muitos adultos que pretendem ver reconhecidas e certificadas as suas competências”.
------------------------------------------------------------------------------------

Saúde

Unidade de Saúde Familiar de Golegã abre esta quarta-feira
O Agrupamento de Centros de Saúde do Ribatejo abre, quarta-feira, na Golegã, a sua oitava Unidade de Saúde Familiar (USF), passando a abranger 100 000 dos seus 150 000 utentes com este modelo de prestação de cuidados de saúde.
A USF “CampuSaúde” será das primeiras do país a abranger população de mais do que um concelho, uma vez que passarão a ser atendidos no centro de saúde da Golegã os utentes da freguesia do Pombalinho (concelho de Santarém), sublinhou o director executivo do ACES Ribatejo.
Segundo Carlos Ferreira, o facto de o Agrupamento de Centros de Saúde do Ribatejo, que abrange os concelhos de Santarém, Cartaxo, Rio Maior, Golegã e Azambuja, passar a servir 100 000 dos seus 150 000 utentes através de Unidades de Saúde Familiar (USF) “é um marco” no processo de reconfiguração dos cuidados de saúde primários iniciado em Junho de 2009.
Além das USF, estruturas que se formam por iniciativa dos médicos e que permitem garantia de consulta a qualquer um dos utentes inscritos, mesmo na falta do seu médico de família, o ACES Ribatejo tem igualmente a funcionar nos concelhos que abrange Unidades de Cuidados na Comunidade.
-----------------------------------------------------------------------

Trânsito

Criança atropelada por motociclo em Rio Maior
Uma menina de 12 anos ficou hoje ferida com gravidade ao ser atropelada por um motociclo quando atravessava uma passadeira na cidade de Rio Maior, disse à agência Lusa fonte da proteção civil.
Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, uma outra pessoa ficou ferida, mas sem gravidade.
O acidente registou-se cerca das 08:20, tendo estado no local os bombeiros de Rio Maior, a GNR e a viatura médica de emergência e reanimação do Hospital de Santarém, para onde os feridos foram transportados, disse a fonte.
-----------------------------------------------------------------------------------

Sociedade

BES lança linha de crédito bonificado para apoiar vítimas do Tornado
As vítimas do Tornado que afectou os concelhos de Tomar, Sertã e Ferreira do Zêzere vão poder beneficiar de um conjunto de linhas de crédito bonificado no total de 500 mil euros do Banco Espírito Santo (BES).
Em comunicado, o BES diz que com esta medida pretende "associar-se ao esforço de recuperação e reconstrução necessários naquela região do país na sequência do tornado que provocou prejuízos e danos estimados em vários milhões de euros".
Esta linha de crédito com spread zero, e um máximo individual de 25 mil euros, destina-se "à recuperação dos bens, móveis e imóveis atingidos. Tem um prazo total de 12 anos e 2 anos de carência, e será concedida mediante protocolo a estabelecer entre o banco e cada um dos municípios afectados", explica o comunicado.
---------------------------------------------------------------

Saúde


Assinado “Programa de Saúde Oral” para alunos de Sardoal
A protecção e o tratamento dentário nas escolas de Sardoal já estão a ser implementados no presente ano lectivo de 2010/2011, através da aplicação de selantes de fissura e aconselhamento de higiene e prevenção à cárie, envolvendo cerca de cem crianças.
O protocolo foi assinado no passado dia 13 de Dezembro, no Salão Nobre do Município, envolvendo a ACES – Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo e Zêzere, o Conselho Executivo do Agrupamento de Escolas de Sardoal e a Câmara Municipal.
A iniciativa integra-se no Programa Nacional de Promoção de Saúde Oral e abrange crianças que frequentam os 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico, dos 7 aos 13 anos.
Este Protocolo para o Desenvolvimento Integrado da Actividade de Protecção e Tratamento Dentário, no Âmbito da Saúde Oral/Saúde Escolar, tem por objectivo desenvolver um conjunto de cuidados, hábitos e regras higiénicas que contribuam para a melhoria da saúde oral das crianças escolarizadas.
---------------------------------------------------------------