domingo, 31 de janeiro de 2010

Sociedade



Imagem:A.Anacleto
-------------------------------------------
Francisco Canais Rocha homenageado em Torres Novas

Na tarde deste Domingo, realizou-se no Teatro Virgínia em Torres Novas, uma homenagem ao historiador e antifascista torrejano Francisco Canais Rocha. Foi uma iniciativa conjunta da Federação das Associações dos Reformados, Pensionistas e Idosos do Ribatejo (FARPIR) e da Associação de Reformados e Pensionistas de Torres Novas (ARPE) e com o apoio da Câmara Municipal de Torres Novas.
Marcaram presença no acto, além de centenas de amigos, o Secretário-geral da CGTP-IN, Carvalho da Silva, o Presidente da FARPIR, António Canelas e o Presidente da edilidade torrejana, António Rodrigues.
Carvalho da Silva, no seu discurso, recordou a coragem de Canais Rocha, nas lutas sindicais, além do estudo profundo do sindicalismo ao longo das décadas. “é um homem que tem uma enorme obra na história do operariado e do sindicalismo do nosso país, o qual, também, não podemos esquecer o empenho que o Canais tem desenvolvido no campo do associativismo, tem uma obra notável, é um lutador e um estudioso, o país deve orgulhar-se de homens de coragem e inteligentes, como é o caso de Chico Canais ”, afirmou o sindicalista.
António Rodrigues, recordou a visita que fez ao Tarrafal, aquando da sua recente deslocação a Cabo Verde. “Emocionei-me quando entrei naquele espaço e recordei o sofrimento de muitas mulheres e homens que lutaram e sofreram nas prisões políticas em prol da liberdade na época da ditadura, inclusive alguns torrejanos, mas felizmente não passou ninguém da nossa terra por aquela prisão. Sempre o admirei Francisco Canais Rocha, não só pela sua obra e a sua coragem, mas também pela sua inteligência e humildade, os homens inteligentes são humildes” sublinhou o presidente da câmara torrejana.
O homenageado, emocionado, agradeceu o carinho que recebeu de muitos amigos nesta data histórica. Também não esqueceu, a coragem e a força anímica da esposa, enaltecendo-a, "sempre esteve a meu lado nos momentos mais difíceis da luta em defesa das causas justas que travei em prol dos trabalhadores, operários e dos oprimidos", afirmou emocionado o homenageado.
---------------------------------------------------

Sociedade

Presidente da Câmara de Abrantes preocupada com insegurança na cidade
A presidente da Câmara de Abrantes está preocupada com a insegurança na cidade, alegadamente provocada por um grupo de jovens, e quer reunir com todos os responsáveis locais para encontrar uma solução para o problema.
Céu Albuquerque afirmou à Lusa que vai levar uma “proposta de resolução do problema” à reunião camarária de segunda-feira, que passa por “criar forma de sentar à mesma mesa os responsáveis sociais, políticos, policiais e outros, de modo a que debatam entre si formas de atuação conjunta para resolver ou minimizar a actual situação”.
Segundo disse a autarca, o grupo de jovens, “alguns com menos de 16 anos” é proveniente de famílias desestruturadas, e “está identificado como sendo o responsável” pelo clima de medo e de insegurança” que se sente em Abrantes.
O mesmo grupo é apontado como “suspeito” de uma nova “sequência de atos de violência e vandalismo” que aconteceram na cidade ao longo dos últimos dias.
Três jovens já foram identificados pela polícia. A PSP informou que são suspeitos de terem arrombado e danificado as instalações do Agrupamento de Escuteiros de Abrantes, na noite de 23 para 24 de janeiro.
O mesmo grupo, segundo acrescenta em comunicado a PSP, terá tentado ainda furtar duas residências, tendo sido surpreendido pelas proprietárias, e iniciado depois uma fuga sem que tivesse sido concretizado o roubo.
Além de danos causados a uma viatura particular, os suspeitos são ainda apontados como possíveis autores de agressões, a murro e a pontapé, a um homem e sua filha que os surpreenderam a danificar um outro automóvel.
As duas pessoas agredidas tiveram de receber tratamento hospitalar.
Segundo adiantou fonte da PSP, há “suspeitas” de que três menores tenham praticado a generalidade desse actos, sendo oriundos de famílias problemáticas e recaindo sobre eles processos tutelares educativos no Tribunal Judicial de Abrantes”.
A polícia diz que está a acompanhar o caso acrescentando que “tem vindo a implementar um policiamento direcionado para esta problemática”.
Para a presidente de Câmara, o programa de policiamento de proximidade, que funciona em Abrantes desde 2008, “não resolveu a questão”.
----------------------------------------------------------------

Economia


Ministro da Economia desloca-se a Torres Novas
Vieira da Silva, ministro da Economia, Inovação e Desenvolvimento, estará presente no Teatro Virgínia em Torres Novas na próxima sexta-feira, dia 5 de Fevereiro, para participar numa sessão de esclarecimento sobre a gestão QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional.
A iniciativa, é promovida pelas Comunidades Urbanas da Lezíria e Médio Tejo e Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém.
-------------------------------------------

sábado, 30 de janeiro de 2010

Cultura


Inaugurada Exposição de Pintura e Escultura de Paula Gouveia e Ricardo Tomás em Santarém
Foi hoje inaugurada, por Lúcia Militão, Chefe de Divisão da Cultura, Desporto e Turismo, a exposição de Pintura e Escultura de Paula Gouveia e Ricardo Tomás, na Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil.
Paula Gouveia, artista plástica, refere que “Ao pensar, o horizonte, sou capaz de encontrar formas, imagens, palavras e inclusive sensações. Perceber que algo existe para além do real e do óbvio, é transpor a barreira do quotidiano e apontar para o imperscrutável infinito. É neste contexto que encontro contornos de mim e da minha relação com o mundo.
Sombras desenhadas por uma estética permanentemente questionada e diferente, em cada momento. Fazer evocar as sombras de cada um, é uma forma de linguagem de difícil compreensão.
À espontaneidade de cada imagem criada, segue-se um segundo tempo mais introspectivo e que nos interroga a nós mesmos. É este o encontro definitivo entre o autor e observador, numa formulação renovadora e libertadora.”
De Ricardo Tomás, Tânia Costa, Historiadora de Arte, diz que “Tenacidade e sensibilidade são duas características que, aparentemente opostas, na obra de Ricardo Tomás se cruzam de forma sublime. São esculturas em pedra ou ferro onde, na maioria das vezes é retratada de forma lírica o corpo feminino”.
A exposição pode ser visitada até dia 28 de Fevereiro.
---------------------------------------------------------------------------

Eventos


Luís Represas sobe hoje ao palco do Teatro Sá da Bandeira para apresentar concerto acústico
Luís Represas, um dos nomes incontornáveis do panorama musical português, apresenta este sábado, pelas 21h30, um espectáculo renovado no palco do Teatro Sá da Bandeira em Santarém. Em formato acústico e com uma nova formação, Luís Represas propõe neste concerto um momento intimista, centrado na essência e beleza das canções. Em palco, Luís Represas far-se-á acompanhar por piano e guitarra, num espectáculo repleto de grandes emoções. O alinhamento do espectáculo engloba os temas do último disco de originais “Olhos nos Olhos”, entre os quais se destacam “Sagres” e “Desencontro”, e muitos dos êxitos intemporais que fazem parte do songbook da música popular portuguesa, numa carreira com mais de 30 anos de actividade.
"Olhos nos olhos", o nono a solo da sua carreira, inclui as participações da brasileira Simone e dos cubanos Pablo Milanés e Liuba Maria Hévia e foi gravado em Portugal, Brasil e Cuba e masterizado nos Abbey Road Studios em Londres.
O álbum é constituído por 12 temas, 11 deles originais e uma nova versão de "Colibri" (Luís Represas). Represas assina a maioria das composições e letras, fazendo parcerias com Ana Vidal, João Monge, João Gil e Margarida Pinto Correia.
"Desencontro", que Represas interpreta com Simone, é da autoria de Pinto Correia, sendo a música sua. Ana Vidal assina dois temas, ambos musicados por Represas, "Por mão própria" e "Inventor de abraços", este último com a participação de Nanunto e Manecas Costa. Conta também com a participação do músico brasileiro Marcelo Mariano em "Voo da garça" (Luís Represas) e do baixo português Rui Costa em "Colibri".
"Quero lembrar" é uma parceria de Represas com Luís Fernando, enquanto que "Pessoas felizes", que interpreta com Liuba Maria Hévia, é uma parceria com João Gil.
"América", um tema de Represas e João Gil, é interpretado em duo por Luís Represas e Pablo Milanés.
Outra parceria em termos de autoria é a que Represas faz com Miguel Nuñez no tema "A verdade". Com uma forte ligação à música e aos músicos de Cuba, Luís Represas iniciou a carreira a solo em 1993, com a edição de "Represas". Seguiram-se "Cumplicidades" (1996), com arranjos e direcção musical de Bernardo Sassetti, "A Hora do Lobo" (1998), "Código Verde" (2000), "Reserva Especial" (2001) e "Fora de Mão" (2003).
O ano passado, quando celebrou 30 anos de carreira, editou um CD e o seu primeiro DVD, ambos intitulados "A história toda" e resultantes de um espectáculo no Centro Cultural de Belém.
O passado musical de Luís Represas está intimamente ligado ao grupo Trovante, que fundou em 1976 com Manuel Faria, João Gil, Artur Costa e João Nuno Represas.
Depois de 16 anos de vida conjunta e oito discos, entre os quais "Chão Nosso" (1997), "Baile no Bosque" (1981) e "Sepes" (1986), os Trovante terminaram em 1992, altura em que Luís Represas começou a compor.

---------------------------------------------------------------

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Cultura


Francisco Canais Rocha vai ser homenageado em Torres Novas
No próximo Domingo, dia 31, Francisco Canais Rocha vai ser homenageado no Teatro Virgínia. É uma iniciativa da Federação das Associações dos Reformados, Pensionistas e Idosos do Ribatejo (FARPIR)e da Associação de Reformados e Pensionistas de Torres Novas (ARPE), à qual também a Câmara Municipal de Torres Novas se associa. A homenagem tem o lema ”Canais Rocha, Homem, Político, Cidadão”, reflexos que originaram aos organizadores o arranque para a iniciativa.
Francisco Canais Rocha nasceu em 1930 e ao longo da sua vida, sempre esteve ligado aos movimentos sociais, políticos e associativos de Torres Novas. Foi um enorme lutador em prol da liberdade e foi um dos grandes impulsionadores das várias associações torrejanas. como foi o caso do Núcleo Campista «Raiar da Aurora» e do Cineclube de Torres Novas.
Foi fundador da Associação Amigos de Torres Novas em Lisboa, a ARPE, a Federação dos Reformados do Ribatejo, a União das Colectividades e Associações de Torres Novas, tendo igualmente participado na fundação da AGIR e da Associação Casa Memorial Humberto Delgado.
Tem livros publicados relacionados com o sindicalismo e a história do movimento operário. Foi condecorado pela Câmara Municipal Torrejana em 2003, recebendo a Medalha de Mérito Cultural do Município de Torres Novas.
--------------------------------------------------------------

Religião

Diocese de Santarém faz inventário de bens culturais
A Diocese de Santarém inventariou já mais de 3.000 peças dos seus bens culturais, na sequência da adesão ao projecto “Igreja Segura/Igreja Aberta”, promovido pela Polícia Judiciária (PJ).
Quando aderiu ao projecto, há cinco anos, a Diocese de Santarém escolheu a Igreja da Piedade como igreja piloto, o que representou a adopção de medidas de segurança (alarmes, extintores, melhoria da rede eléctrica, reforço de cofres, controlo das chaves), inventário científico de todas as peças e início da conservação das que necessitam de restauro.
O resultado dessa intervenção vai estar patente, até 14 de Março, no convento de S. Francisco, em Santarém, inserida na exposição “SOS Igreja” do Museu de Polícia Judiciária, que visa a sensibilização da comunidade para a prevenção dos furtos e do vandalismo nas igrejas.
O responsável pelos bens culturais da diocese, padre Joaquim Ganhão, disse à agência Lusa que o projecto Igreja Segura/Igreja Aberta “não dá dinheiro”, tendo servido de estímulo e permitido encontrar parceiros, como o Instituto Politécnico de Tomar (Curso de Conservação e Restauro) e a Universidade Nova de Lisboa, para um vasto trabalho de inventariação e conservação que está por fazer.
Frisando a “preciosa colaboração” da Câmara Municipal de Santarém no processo, Joaquim Ganhão disse à Lusa que, feito o inventário do património da Igreja da Piedade, de que resultou a publicação de um catálogo, o processo avançou para mais 15 locais de sete paróquias da vigararia de Santarém, esperando até ao final do ano concluí-lo nas 30 paróquias desta vigararia, numa Diocese que conta com 111 paróquias em 13 concelhos.
Este trabalho permitiu já a inventariação de mais de 3.000 peças de várias categorias (têxteis, pintura, escultura), disse.
A inventariação em curso, além de permitir ter catalogados todos os bens culturais existentes nas igrejas da diocese, permite ir detectando fragilidades na segurança, sendo, segundo disse, fundamental as acções de formação que o Museu de Polícia Judiciária tem promovido junto daqueles que lidam directamente com estes espaços.
Joaquim Ganhão disse à Lusa que, concluído o que estava previsto no projecto para a Igreja da Piedade, é agora objectivo da diocese encontrar apoios e mecenas para conseguir o restauro do interior da igreja, o que gostaria de conseguir por altura dos 350 anos do templo, em 2014.
*Lusa
-----------------------------------------------------------------------

Cultura

Peças de Arte Sacra do Museu da PJ vão estar expostas em Santarém
Peças de arte sacra do Museu de Polícia Judiciária (PJ) vão estar expostas a partir de hoje, em Santarém, para contar a história dos bens furtados de igrejas e sensibilizar para a protecção deste património.
Com recurso a meios multimédia, a exposição “SOS Igreja”, que resulta do projecto “Igreja Segura/Igreja Aberta”, é apresentada de forma inovadora, em sessões de 45 minutos que começam com uma cortina que se abre ao som de canto gregoriano para um espaço na penumbra onde uma "voz off" conta a história de cada uma das peças que vai sendo iluminada.
Segue-se a encenação de alguns furtos, antes dos visitantes serem convidados a assistir a um filme que relata o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no âmbito do projecto “Igreja Segura/Igreja Aberta”, iniciado em 2003, que propõe medidas de protecção, escolhendo uma igreja piloto para servir de exemplo a seguir.
A exposição, patente até 14 de Março no Convento de S. Francisco, termina com o exemplo da Diocese de Santarém, que implementou o projecto na Igreja da Piedade, uma intervenção que acabou por impulsionar uma acção mais ampla que visa abarcar as 111 paróquias da diocese.
Leonor Sá, directora do Museu de Polícia Judiciária e comissária da exposição, disse à agência Lusa que a ideia do projecto surgiu da colecção de arte resultante de objectos furtados e recuperados pela polícia sem que possam ser devolvidos porque nunca se descobriu de onde provinham.
Daí que a primeira vertente do projecto seja levar a que os responsáveis pelas Misericórdias e igrejas façam um inventário de todos os bens que possuem, de forma a que, numa situação de furto, possam ser reconhecidos e devolvidos à sua origem.
A segunda visa a segurança, promovendo um controlo das chaves das igrejas e dos acessos no interior dos templos, delimitando áreas de acesso, e ainda a existência de vigilância diurna.
O projecto tem passado pela realização de acções de formação destinadas a pessoas que têm alguma responsabilidade e acesso às igrejas, sendo, nomeadamente, distribuído um manual com instruções simples para prevenção dos furtos e do vandalismo, incluindo uma ficha de inventário com elementos básicos, que permitam um primeiro levantamento enquanto não é possível fazer um inventário científico e detalhado das peças, disse Leonor Sá.
A exposição “SOS Igreja” insere-se na estratégia de chamar a atenção e servir de meio para transmitir a mensagem, destinando-se à população em geral, mas sobretudo a todos os que de algum modo têm responsabilidade ou acesso às igrejas.
Segundo Leonor Sá, por acaso ou não, nos anos que se seguiram à implementação do projecto, entre 2003 e 2006, houve uma diminuição dos furtos de arte sacra em igrejas, tendo a partir de 2007 ocorrido um novo aumento.
O projecto está em fase de reformulação, esperando Leonor Sá que em Fevereiro possa ser assinado um novo protocolo com os parceiros para dar “um novo fôlego ao projecto, essencialmente no eixo da formação”.
*Lusa
------------------------------------------------------------

Cultura

Casa Memória Lopes-Graça em Tomar organiza concurso nacional de piano
Divulgar a música daquele que foi um dos mais importantes compositores do século XX é um dos objectivos da Casa Memória Lopes-Graça, situada no edifício em que o músico nasceu em 1906.
Na prossecução desse objectivo, está mais uma vez aberto o Concurso Lopes-Graça, Disciplina de Piano, já na sua quinta edição, organizado pela Casa Memória com o apoio técnico e logístico da Escola de Música Canto Firme.
O concurso destina-se a alunos de piano do Ensino Vocacional Especializado, Ensino Técnico Artístico Profissional e Ensino Superior, pretendendo incentivar alunos e professores para a prática do repertório do autor, a pesquisa e estudo de obras de compositores portugueses e a evocação do compositor tomarense na sua cidade natal.
As inscrições decorrem até 23 de Abril, realizando-se o concurso em Tomar entre 14 e 16 de Maio, durante uma semana marcada por várias acções paralelas, com um júri presidido por Olga Prats e constituído ainda pelos professores e pianistas Miguel Henriques, Fausto Neves e Jaime Mota.
O concurso terá um nível básico com dois escalões (10-11 e 12-14 anos), um nível médio e um nível superior. Cada escalão terá dois prémios, para além da atribuição de um prémio especial para o melhor intérprete de Lopes-Graça, com valores que variam entre os 800 e os 250 euros. As eliminatórias (todos os níveis) incluem repertório de J.S. Bach e de Lopes-Graça, enquanto as finais incluem uma peça de compositor português.
Para quem se queira inspirar, a Casa Memória Lopes-Graça está aberta de terça-feira a sábado, entre as 9.30 e as 12.30 e entre as 14 e as 18 horas. Além de objectos pessoais, fotografias e espólio artístico do compositor, a Casa apresenta actualmente a exposição documental “A divina arte em tempo de mudança” sobre a intervenção musical e cívica do autor e a sociedade tomarense dos anos vinte do século passado.
----------------------------------------------------

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Cultura

Pedro Soromenho expõe em Abrantes
A Biblioteca Municipal António Botto vai mostrar as ilustrações de Pedro Seromenho, numa exposição patente ao público de 3 a 12 de Fevereiro.
Na manhã do dia 12, a Biblioteca vai proporcionar um encontro entre o autor e alunos do 2º e 3º ciclos do ensino básico.
Pedro Seromenho Rocha, de nacionalidade portuguesa, nasceu na cidade de Salisbúria (Harare), República do Zimbabué. Com apenas dois anos de idade fixou-se em Tavira e mais tarde em Braga, onde actualmente reside. Embora formado em Economia, Pedro Seromenho dedica-se inteiramente a escrever e a ilustrar livros para várias editoras nacionais e a colaborar como cronista em revistas e jornais. Após editar o seu primeiro livro de poesia “Rostos e Riscos”, em 2000, o autor obteve o sucesso com os livros infanto-juvenis “A Nascente de Tinta” e “O Reino do Silêncio”, editados em 2006 e em 2008, respectivamente, com a chancela da editora Librobraga. Em Abril de 2009, a editora Opera Omnia lançou o romance juvenil do autor, “900-História de um Rei”, para as comemorações dos 900 anos do nascimento de D. Afonso Henriques. Actualmente, a Câmara Municipal de Paredes está a construir um “storybook park” baseado num conto infantil escrito e ilustrado pelo autor.
A exposição pode ser vista de 2ª a 6ª feira, no horário compreendido, entre as 9 e as 19h30.
---------------------------------------------------

Autarquias

Está a decorrer prazo para acompanhamento público sobre Impacto Ambiental do IC9
A Câmara de Ourém emitiu um aviso sobre o procedimento de Avaliação de Impacto Ambiental do Estudo Prévio do IC9 (troço entre Alburitel e Fátima). Diz o aviso, que decorre até ao próximo dia 12 de Fevereiro um período de Acompanhamento Público.
O documento encontra-se disponível para ser consultado no Município de Ourém e nas Juntas de Freguesia de Alburitel, Seiça, Nossa Senhora da Piedade, Gondemaria e Atouguia.
No âmbito do processo do Acompanhamento Público, o público interessado, desde que devidamente identificado, poderá apresentar por escrito uma exposição contendo quaisquer informações ou dados factuais relevantes sobre impactes negativos causados pelo projecto, a qual deverá ser enviada directamente à Agência Portuguesa do Ambiente, até ao dia 12 de Fevereiro de 2010.
-------------------------------------------------------

Eventos

Comerciantes da zona histórica de Sardoal apoiam espectáculo dedicado ao dia dos namorados
Cerca de dezena e meia de comerciantes instalados no centro histórico da Vila de Sardoal, já estão a distribuir Vales de Entrada aos seus clientes, que poderão ser trocados por bilhetes para o espectáculo “Queres namorar comigo?”, a ter lugar na véspera do Dia dos Namorados, Sábado, 13 de Fevereiro, às 21h30m, no Centro Cultural Gil Vicente.
Esta iniciativa é promovida pelo Município de Sardoal, em parceria com a Associação Comercial e Serviços de Abrantes, Constância, Sardoal e Mação, no âmbito do Programa MODCOM – Modernização do Comércio, levado a efeito pelo Ministério da Economia e da Inovação.
Visando a dinamização do comércio em zonas históricas, este espectáculo pretende também assinalar uma data, o Dia dos Namorados, em que a oferta de lembranças entre pessoas apaixonadas pode contribuir para o incremento desta actividade em estabelecimentos tradicionais.
O espectáculo, produzido pela equipa do Centro Cultural Gil Vicente, integra uma actuação do prestigiado duo “Piano Vox” (Patrícia e Mário Rui Cravo) que preparou um repertório especial para esta ocasião, com a participação de convidados especiais.
Juntamente com a voz de ouro da Patrícia e o sublime acompanhamento de Mário Rui, em piano de cauda, os assistentes poderão deleitar-se com uma curta-metragem alusiva ao tema, realizada por Sérgio Marques e interpretada pelos jovens Cláudia Rosa e Joaquim Rosa.
--------------------------------------------------------------------

Cultura e Lazer

Grupo Ribatejano lança CD de Musica Tradicional
Esta sexta-feira, dia 5, pelas 21.30h, o grupo musical “Robustuna Afonsina” de Casais Robustos, concelho de Alcanena, vai lançar um álbum de música tradicional portuguesa, intitulado "Arre Gaita". São catorze temas de música popular de todas as regiões do país que constituem o trabalho discográfico.
A Cerimónia de apresentação decorrerá no Salão Polivalente de Casais Robustos.
----------------------------------------------------------------------

Saúde

Conselho da Comunidade do ACE Serra D´Aire reuniu em Riachos
No passado dia 26, reuniu pela 1ª vez o Conselho da Comunidade do ACE Serra D Aire, na sua sede em Riachos, que é composto por um representante indicado pelas Câmaras da sua área, que preside, e por mais 13 representantes das Autarquias e de outras organizações da Comunidade e que abrange os Centros de Saúde de Alcanena, Fátima, Entroncamento, Ourém e Torres Novas.
A reunião começou pela constituição formal do Conselho, com tomada de posse dos seus membros, na presença do Director Executivo e do Presidente do Conselho Clínico.
De seguida o Director Executivo do Agrupamento prestou algumas informações sobre a sua estrutura, e as dificuldades que tem encontrado para a sua instalação. Fez a caracterização do ACE que tem uma população inscrita de 128.600 utentes, dos quais 26.389 sem médico de família e indicou o número de trabalhadores por grupos profissionais e por Centro de Saúde. Especificando por Centro de saúde considerou que nos casos de Fátima, Entroncamento e Ourém, com as medidas que estão a ser tomadas de contratação de novos médicos e de criação de Unidades de Saúde Familiar, a população ficará abrangida a 100%. Para colmatar as dificuldades com a ampliação do Centro de Saúde do Entroncamento vão ser instalados contentores higienizados, com cerca de 520 m2, que apenas aguardam o visto do Tribunal de Contas. Alcanena não parece ter condições para criar uma USF, mas funciona como se o fosse, o que também vai dando resposta. A situação de Torres Novas é a mais complicada, sem grandes soluções à vista, para dar cobertura, com médico de família, aos 8273 utentes que o não têm, incluindo os da Meia Via e da Ribeira. No entanto, com os médicos de empresa, contratados para Atendimento Complementar, todos os utentes já estão a ser atendidos sem grandes esperas, ficando, também a ideia de se criarem USFs em Torres Novas o que viria facilitar as coisas. Também o Centro de Saúde de Torres Novas vai ser remodelado para o tornar mais funcional e acolhedor.
Foi, ainda apresentada a proposta de Plano de Investimentos, no valor global de 1.570.338 Euros, que recebeu o parecer favorável do Conselho.
Finalmente foi apresentada e analisada a proposta de Regulamento Interno do ACE, a que também foi dado parecer favorável.
------------------------------------------------------

Sociedade

Liga dos Bombeiros Portugueses reúne em Ourém
Terá lugar este sábado, dia 30, na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ourém, o Conselho Nacional Extraordinário da Liga dos Bombeiros Portugueses.
Com início marcado para as 09h15, com formatura e recepção às entidades convidadas, seguindo-se a sessão de abertura do Conselho Nacional que se prolongará até cerca das 17h00.
A Liga dos Bombeiros Portugueses foi fundada a 18 de Agosto de 1930, sendo a Confederação Nacional que congrega associações humanitárias de bombeiros, federações de bombeiros e entidades públicas, sociais e privadas, que mantêm corpos de bombeiros.
------------------------------------------------

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Economia

“Águas do Ribatejo” lançou primeiras empreitadas de obras em concelhos que integram a empresa
A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo (AR) lançou hoje as três primeiras empreitadas de um conjunto de obras no valor de 45 milhões de euros que vai realizar durante 2010 nos seis concelhos que integram a sociedade.
José Sousa Gomes, presidente da AR, disse ser "extremamente gratificante" consignar obras para recolha e tratamento de águas residuais em aglomerados com poucos habitantes, como aconteceu hoje, cumprindo "um dos grandes objectivos" da empresa criada pelos municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche e Salvaterra de Magos.
O Conselho de Administração da AR assinou hoje os contratos para a construção dos subsistemas de saneamento de Chouto/Gaviãozinho e Salvador/Parreira, ambos no concelho da Chamusca, e do sistema de saneamento de Foros de Coruche e ligação à estação de tratamento de águas residuais (ETAR) da vila.
No primeiro caso trata-se da construção de uma ETAR (estação de tratamento de águas residuais), 14 quilómetros de colectores e uma estação elevatória, obra orçada em 1,5 milhões de euros, a concluir em 10 meses, para servir uma população de 500 pessoas.
O subsistema de Salvador/Parreira, também orçado em 1,5 milhões de euros, prevê a construção de uma ETAR, 16 quilómetros de colectores e duas estações elevatórias, servindo uma população de 1000 pessoas.
O contrato assinado em Coruche prevê a construção de uma rede de colectores com 27 quilómetros, que irá ligar Foros de Coruche à ETAR de Coruche através de um emissário, além de quatro estações elevatórias, uma obra de 2 milhões de euros a concretizar no prazo de um ano.
Segundo o presidente da Câmara Municipal de Coruche, Dionísio Mendes, esta obra irá duplicar a quantidade de efluentes que actualmente chega à ETAR de Coruche, respeitantes à vila, frisando que este era um dos concelhos da região com menos equipamentos em matéria de tratamento de esgotos e que está agora à beira de uma cobertura na ordem dos 95 por cento.
Em construção estão as ETAR de Couço, Branca e Zona Industrial, obras que considerou fundamentais para tornar o concelho num dos que pode oferecer melhor qualidade de vida às populações, condição essencial para atrair novos residentes e empresas, sobretudo na perspectiva da construção do novo aeroporto no vizinho concelho de Benavente.
O presidente da AR afirmou que a candidatura feita pela empresa a fundos comunitários irá permitir, até 2013, uma cobertura superior a 95 por cento nos seis concelhos abrangidos no que toca a recolha e tratamento de efluentes.
O director-geral da empresa, Moura de Campos, afirmou que as obras que vão ser lançadas este ano, num investimento de 45 milhões de euros, se destinam, por um lado, ao reforço do abastecimento de água em termos de furos e reservatórios e, por outro, ao tratamento e drenagem de esgotos (o "grosso do investimento"), com construção de ETAR e remodelação de outras que já não obedecem aos parâmetros ambientais actuais.
No abastecimento de água, o objectivo é "garantir a capacidade de armazenamento durante dois dias", para evitar situações como as actuais, em que a um corte de energia acaba por suceder um corte no abastecimento de água, e também para aumentar a qualidade da água fornecida aos consumidores, afirmou.
--------------------------------------------------

Sociedade

Enfermeiros concentraram-se frente ao Hospital de Santarém
Sem perturbação visível nas Urgências, perto de meia centena de enfermeiros concentrou-se hoje frente ao Hospital de Santarém, numa acção de protesto inserida na greve de três dias convocada pelos sindicatos.
Helena Jorge, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), disse à agência Lusa que, dos 170 enfermeiros escalados para o turno da manhã no Hospital de Santarém, 155 fizeram greve (perto de 90 por cento), estando, contudo, no interior da unidade de saúde a assegurar os serviços mínimos.
Concentrados, primeiro, junto à entrada principal do hospital, onde entregaram aos utentes que iam chegando para as consultas e tratamentos panfletos explicando as razões do seu protesto, os enfermeiros marcharam, depois, até ao portão exterior, onde exibiram duas faixas.
“Para melhor cuidarmos de si elevámos a qualificação - Enfermeiros há 10 anos à espera da justa compensação” e “Vergonhosa discriminação dos enfermeiros - formação e competências acrescidas não são reconhecidas. A enfermagem não perdoa”, eram as frases inscritas a explicar as razões deste protesto.
Para Helena Jorge, só a grande indignação dos profissionais, perante a proposta salarial e as cotas de acesso ao topo da carreira, explica a elevada adesão a uma greve de três dias.
“Há 20 anos que não paralisávamos três dias”, disse, considerando inaceitável que a passagem de bacharéis a licenciados não seja reconhecido aos enfermeiros, contrariamente ao que aconteceu com outros profissionais.
O que mais indignou os profissionais foi o Ministério ter vindo propor um salário para quem ingressa na carreira inferior ao que é praticado actualmente, sendo este (1020 euros) abaixo do que é praticado para os restantes licenciados da Administração Pública, afirmou.
Helena Jorge tem a expectativa de que a manifestação agendada para sexta-feira em Lisboa irá ser demonstrativa do grande descontentamento da classe.
Segundo disse, neste momento tem já 500 inscrições de enfermeiros do distrito para participarem nesse protesto.
Helena Jorge explicou a acalmia nas Urgências com o facto de ter sido feito um apelo às pessoas para que evitem recorrer a este serviço, embora preveja que o encerramento de vários centros de saúde da região possa originar um maior afluxo ao hospital nos próximos dias.
-------------------------------------------------------

Sociedade

Feirantes protestam frente à Câmara Municipal de Santarém
Algumas dezenas de feirantes do mercado quinzenal de Santarém concentraram-se hoje frente à Câmara Municipal em protesto contra o aumento das taxas a pagar pelas parcelas que ocupam para instalarem as suas bancas.
O protesto surgiu depois de, no mercado do último domingo, lhes ter sido entregue um ofício da Câmara Municipal comunicando os novos valores a pagar que, segundo os feirantes, representam aumentos de 2.500 por cento e, de acordo com a Câmara Municipal, acréscimos de 800 a 900 por cento.
Ricardo Gonçalves, vereador com o pelouro das feiras e mercados, que recebeu uma delegação dos feirantes, disse à agência Lusa que a autarquia se limitou a aplicar a lei 53E, tendo encomendado a uma empresa o cálculo do valor a aplicar por metro quadrado tendo em conta os parâmetros definidos na lei que consideram despesas como policiamento, limpeza, água e electricidade.
José Manuel Abranja, presidente da Federação Nacional das Associações de Feirantes (FNAF), disse à Lusa que o valor proposto pela autarquia, de 4,05 euros por metro quadrado, incomparavelmente superior aos 0,40 ou 0,50 euros praticados noutros municípios, é incomportável e, a avançar, irá ditar o fim do mercado quinzenal de Santarém, que habitualmente reúne perto de 300 feirantes.
Ricardo Gonçalves disse à Lusa que a autarquia, uma das primeiras a adequar as suas taxas às novas imposições da lei, não se pode furtar à legalidade, tendo, contudo, pedido à federação para que lhe faça chegar um levantamento do que se passa em outros municípios que se estão a adequar à lei para que esses dados sejam analisados com a empresa que fez o estudo.
José Abranja adiantou que os feirantes aceitaram pagar os quatro meses que têm em atraso, tendo ficado o compromisso de que os que o fizerem poderão realizar as feiras até que haja nova apreciação do assunto em reunião de Câmara.
Ricardo Gonçalves sublinhou que a autarquia é "sensível" às preocupações dos feirantes, sobretudo tendo em conta a situação que o país atravessa, pedindo que estes também compreendam que o município tem que aplicar a lei e que tem feito algum esforço de melhoramento do espaço.
Belmira Pereira, uma das vendedoras no mercado de Santarém, disse à Lusa que, no seu caso, de 10 euros mensais iria passar a pagar 360 euros, assegurando que não faz esse dinheiro em vendas.
"Há um caso de um vendedor que passaria a pagar 520 euros mensais, ou seja mais de 6.000 euros por ano e na época em que estamos não é fácil obter isso na venda bruta", disse José Abranja à Lusa, frisando que se está a falar de rendas quase equivalentes à de espaços comerciais, que funcionam diariamente, a praticar em áreas descobertas, sujeitas às intempéries.
----------------------------------------------------

Política

PCP apresenta no Parlamento projecto de lei que propõe uma nova política de financiamento para o Ensino Superior
O PCP apresentou um projecto de lei que propõe uma nova política de financiamento para o Ensino Superior, que será hoje, dia 28 de Janeiro, votado na generalidade na Assembleia da República.
Este projecto de lei alia a qualidade de ensino à efectiva igualdade de oportunidades de acesso, frequência e sucesso escolar, nomeadamente através da gratuitidade do ensino.
Diz o PCP numa nota emanada à comunicação social, que os sucessivos Governos PS, PSD (com ou sem CDS) têm dito sobre a falta de orçamento é desligado da realidade, tratando-se de uma opção política o desinvestimento no Ensino Superior e a manutenção das propinas. Este projecto de lei, através de objectivas fórmulas, vem prová-lo. É possível manter a gratuitidade do ensino e garantir às instituições o apoio de que precisam, tanto para o seu funcionamento, como para os seus projectos orientados para a melhoria da qualidade de ensino e da investigação.
O orçamento de funcionamento, o primeiro dos eixos proposto no projecto, visa assegurar a satisfação das necessidades básicas das instituições, englobando as despesas com pessoal, materiais e manutenção das instalações. O segundo eixo de financiamento passa pelo orçamento de investimento para a qualidade, obedecendo, entre outros critérios objectivos, à qualificação do pessoal, aproveitamento escolar dos estudantes, apresentação de projectos pedagógicos inovadores, melhoria de produção científica e artística. Como terceira forma de financiamento, estão os contratos de desenvolvimento, plurianuais, visando financiar projectos que persigam objectivos estratégicos, nomeadamente em áreas como o desenvolvimento curricular das instituições, a atenuação de constrangimentos decorrentes da sua dimensão, a eficiência da gestão, a coesão regional.
O investimento no Ensino Superior deve ser um investimento nacional e colectivo e não apenas um investimento individual do estudante que o frequenta. É por isto que o PCP apresentou na Assembleia da República este projecto de lei, num contexto em que o Governo não está a investir realmente no Ensino Superior, e em que cada vez mais estudantes ficam de fora pelos seus elevados custos, quando o acesso a todos os graus de ensino é um direito. O PCP e a JCP continuam a trabalhar na defesa daqueles que são os direitos dos estudantes do Ensino Superior, a defesa do Ensino Superior Público, Gratuito, Democrático e de Qualidade para todos, adianta o documento.
-------------------------------------------------

Certames

Abrantes vai ter Feira de São Matias
A câmara de Abrantes anunciou hoje a realização “em definitivo” da tradicional Feira de São Matias, após a resolução de “um mal-entendido” com os feirantes de venda a retalho.
O secular certame esteve na “iminência” de não se realizar este ano porque os vendedores de comércio a retalho não aceitavam que a atribuição dos lugares de venda fossem atribuídos pelo método de sorteio, ao invés do factor ‘antiguidade’.
A presidente da Câmara de Abrantes, que chegou a anunciar a “iminência” da não realização da Feira de S. Matias pela divergência com os feirantes, disse hoje à agência Lusa que o júri voltou a reunir-se com os feirantes tendo sido obtida uma posição conjunta “conclusiva”, acrescentando que “todos acabaram por ficar satisfeitos com o lugar que lhes foi atribuído, e sem recorrer a sorteio”.
“Estavam a concurso 47 lugares para 37 feirantes inscritos e todos ficaram com o local a que se haviam candidatado, sem necessidade de realizar qualquer sorteio”, disse Céu Albuquerque, afirmando que o sorteio “só é feito no caso de haver mais do que uma candidatura para o mesmo lugar”.
Segundo disse a autarca, “os feirantes acabaram por perceber o significado da palavra ‘sorteio’ e tudo não passou de um mal entendido”.
Quando faltam três semanas para o início da Feira de S. Matias, a primeira no calendário anual nacional de Feiras, estão confirmadas as presenças das tradicionais barraquinhas de farturas e pipocas, bares e restaurantes para além dos feirantes de venda a retalho.
“Mas não os divertimentos eletromecânicos”, disse Céu Albuquerque, que afirmou estar a “aguardar pela participação ou não” dos empresários portadores de divertimentos como os carrinhos de choque, a montanha-russa ou os carrocéis.
“Não depende de nós, mas de negociações que estão a decorrer com o Governo”, disse a presidente de Câmara, que afirmou que, “de qualquer das formas”, a autarquia vai “complementar” o certame com várias iniciativas de índole cultural que “valorizem” o evento, nomeadamente ao fim de semana.
A autarca adiantou, como exemplos, uma exposição “com todo o historial” da Feira e o lançamento de uma brochura que incluem os marcos mais importantes de 500 anos de história do certame, além da participação e actuação de bandas filarmónicas, grupos etnográficos e ranchos folclóricos, entre outros.
A secular Feira de S. Matias, cujas origens remontam ao século XIII, tem data de abertura confirmada para 19 de Fevereiro devendo prolongar-se até dia 8 de Março, no espaço adjacente ao Tecnopólo do Vale do Tejo.
---------------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Abrantes cria novo modelo de atendimento na áreas de licenciamento de obras
A partir do próximo dia 1 de Fevereiro, a Câmara de Abrantes disponibiliza um novo modelo de atendimento e procedimentos na área do licenciamento urbanístico e obras particulares. Este modelo inovador pretende reduzir o tempo, agilizar os procedimentos, prestar um serviço mais célere ao munícipe, aproximar o cidadão à gestão pública do município e reforçar a transparência da gestão autárquica. Caberá a um gestor de procedimento receber os processos de licenciamento de obras particulares e loteamentos. Cada processo passará a ser acompanhado pelo gestor de procedimento, figura criada por força da Lei que estabelece o regime jurídico da urbanização e edificação, que ficará responsável por assegurar o normal desenvolvimento da tramitação processual, acompanhando a instrução, o cumprimento de prazos, a prestação de informação e os esclarecimentos ao cliente municipal. Terá como missão ser o ponto de ligação entre a apreciação técnica e o munícipe. Para além do atendimento personalizado, técnicos de ordenamento do território e de arquitectura estarão disponíveis em permanência para esclarecimentos. Aos técnicos superiores compete verificar se o processo está bem instruído de acordo com as normas em vigor. Se o processo reunir condições para ser admitido é de imediato direccionado para a posição técnica. Internamente foi criado um guia de licenciamento urbanístico que pretende ser um manual de procedimentos para os munícipes que pretendam licenciar uma obra particular ou loteamentos, contendo informação sobre os vários passos do processo de licenciamento. Este guia, em fase de proposta, vai ser apresentado a técnicos que assinam projectos e que regularmente trabalham com a Câmara de Abrantes, dia 28 de Janeiro, num encontro para que foram convidados pela Divisão de Ordenamento e Gestão Urbanística. Nessa ocasião vai ser dado a conhecer a proposta do guia de licenciamento, estando a autarquia disponível para acolher sugestões, estudá-las e inclui-las no documento.
--------------------------------------------------------

Sociedade

Freguesia de Bugalhos cria Gabinete de Apoio ao Idoso
A Junta de Freguesia de Bugalhos, concelho de Alcanena, terá em funcionamento a partir do próximo dia 6 de Fevereiro, um "Gabinete de Apoio ao Idoso".
O espaço estará aberto aos sábados, entre as 10:00h e as 12:00h, no edifício da Junta de Freguesia.
A criação do gabinete terá os seguintes objectivos:
- Ajudar a orientar na resolução de problemas relacionados com o dia-a-dia dos seniores / 3ª Idade (exemplos: saúde, segurança social, preenchimento de impressos, etc.);
- Ouvir e encaminhar os casos apresentados para os diferentes serviços que contribuam para a sua resolução;
- Promover actividades que facilitem o envolvimento activo e saudável desta camada da população;
- Informar os seniores / 3ª idade das diferentes actividades culturais, recreativas e de lazer dinamizadas na freguesia de Bugalhos e no Concelho de Alcanena.
--------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Tomar intervém no sistema de saneamento básico
O primeiro objectivo da intervenção de fundo nas ruas do centro histórico de Tomar está praticamente concluído. Os esgotos domésticos da área mais antiga da cidade já estão ligados à ETAR da Zona Industrial de Santa Cita, via Avenida Nuno Álvares Pereira, em vez de correrem, como até aqui e durante dezenas de anos, para o Rio Nabão. A obra na rotunda da Praceta Alves Redol, a iniciar muito brevemente, vai permitir aliviar a carga daquele colector e garantir que as águas pluviais sigam para o rio, à saída da cidade, diz o município tomarense em comunicado.
O presidente do Município de Tomar, Fernando Corvêlo de Sousa, considera que concretizar a retirada dos esgotos domésticos do centro histórico do rio Nabão “é um marco na vida de Tomar.” A grande intervenção, que vai culminar com a obra na Praceta Alves Redol, permite alcançar um objectivo traçado por este executivo: “Tomar, um concelho que respeita o Ambiente”, adianta o documento.
As obras no centro histórico, que foram co-financiadas, tiveram início há mais de dez anos e representam já um investimento de cerca de dois milhões de euros. A primeira rua a ser intervencionada foi a Corredoura e depois a Praça da República, seguindo-se para a parte norte (Rua Silva Magalhães) e entrando agora na recta final da obra, na zona mais a sul (Rua dos Moinhos). Esta segunda fase da intervenção está a chegar ao fim, ficando por terminar apenas as ligações entre a Rua dos Moinhos e algumas transversais e, numa terceira fase, as ruas acima da Infantaria 15. Por concluir fica ainda a zona do Pelourinho, que está a ser objecto de um projecto específico desenvolvido pelo DOM – Departamento de Obras Municipais da autarquia.
O vereador Carlos Carrão, responsável pelo DOM, diz: “esperamos, oportunamente, ter condições para concluir toda a intervenção no centro histórico”.
O vereador, que designa esta obra “gigantesca” como “uma verdadeira regeneração da zona mais antiga da cidade” diz que, para além do propósito ambiental, “houve a enorme preocupação de criar as melhores condições de acesso nesta zona nobre da cidade, quer para os residentes, quer para os milhares de pessoas que nos visitam.” “O objectivo, no médio prazo, é tornar o núcleo histórico mais e melhor vivido”, diz ainda o comunicado.
---------------------------------------------------------------

Empresas

Governadora Civil comprometeu-se intervir perante o governo no processo da IFM/Platex
A governadora civil do distrito de Santarém, Sónia Sanfona, comprometeu-se hoje a contactar os Ministérios da Economia e do Trabalho para conhecer em que ponto se encontra o processo da IFM/Platex e transmitir as preocupações dos trabalhadores.
Sónia Sanfona recebeu uma delegação com cerca de 220 trabalhadores da IFM/Platex, empresa de Tomar, que se encontra em processo de insolvência, depois de ter suspendido a laboração em Abril de 2009 por falta de liquidez para responder às encomendas.
Sónia Sanfona disse aos jornalistas que a reunião com os trabalhadores permitiu conhecer melhor o momento de dificuldade porque estão a passar e transmitir "qual pode ser o papel do Governo Civil nesta situação em concreto".
Segundo disse, vai pedir "de imediato" reuniões aos Ministérios da Economia e do Trabalho para conhecer o ponto de situação do processo da IFM/Platex e "reforçar junto do Governo as dificuldades porque estes trabalhadores estão a passar e o seu ponto de vista de que a empresa tem viabilidade".
"O poder de decisão não é meu", disse, frisando que dará a conhecer ao Governo o "drama humano" que chegou ao seu conhecimento e que se insere na situação "complicada" que se está a viver ao nível do emprego no distrito e no país.
Rui Aldeano, da União dos Sindicatos de Santarém (USS), disse, no final do encontro, que, sabendo à partida que esta não seria uma reunião com respostas para o problema da IFM, os trabalhadores saíram "pelo menos com o compromisso de que, dentro do possível", a governadora civil iria intervir junto do Governo.
Rui Aldeano frisou que, tanto no Ministério da Economia como no do Trabalho, onde os trabalhadores foram recebidos em Dezembro, foi dito que a IFM vive uma situação financeira "degradada" mas é "economicamente viável", lembrando que o próprio Estado é credor.
"Esperamos que durante o processo de insolvência (o Estado) tenha uma correcta actuação para que a empresa volte a trabalhar", disse.
"Hoje viemos aqui exigir porque o papel do Estado é defender os cidadãos, proteger o país e esta empresa continuar a laborar faz parte do interesse estratégico nacional e regional. É uma exigência. Queremos que a Platex trabalhe e exigimos ao Governo que actue para que esta empresa não feche portas", afirmou, lembrando que a IFM exportava 60 por cento da sua produção.
Questionada sobre as várias empresas em dificuldades no distrito, a governadora civil afirmou que se reuniu recentemente com o presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional e que tem agendada para esta semana uma reunião com a directora regional, a que se seguirá um encontro com os responsáveis do diversos centros de emprego do distrito "para ter um conhecimento mais pormenorizado da situação" na região.
*Lusa
----------------------------------------------------------

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Voluntariado


“Um Dia pela Vida” contra o cancro junta voluntários no Sardoal
Um grupo de voluntários de Sardoal, enquadrados na Liga Portuguesa Contra o Cancro, vai levar a efeito uma iniciativa solidária, designada “Um Dia pela Vida”, no próximo dia 31 de Janeiro.
Este grupo, denominado “Equipa As Tílias”, vai assim montar um “quartel-general” no “Espaço Quinta do Côro” (situado na Rua Gil Vicente, no coração da zona histórica da Vila), para venda de licores caseiros, compotas, bolos, frutos secos e artesanato local.
O horário de funcionamento será das 10 às 12 horas e das 15h às 17h.
----------------------------------------------------------

Autarquias

Iníciaram-se as obras no acesso sul ao Mercado Municipal de Tomar
A Câmara Municipal de Tomar, através do Departamento de Obras Municipais, deu início, à intervenção no talude junto à Ponte do Flecheiro, que tem vindo a ser utilizado como acesso ao Mercado Municipal.
Esta obra, que será feita por administração directa, tem um custo aproximado de 13.500 euros e é uma resposta à necessidade que entretanto ali foi criada, procurando garantir a segurança dos que preferem aquele acesso ao Mercado Municipal.
Para além de contemplar o melhoramento das condições de estabilidade do talude, através de gabões (cestos de pedra construídos em socalco), a intervenção prevê a construção de uma escada, paralela a todo o muro.
O Departamento de Obras Municipais da autarquia tomarense prevê, para que dentro de três semanas, as pessoas possam utilizar aquele acesso nas condições devidas.
-----------------------------------------------------------

Ambiente

Protejo – Movimento pelo Tejo solicita audiências aos grupos parlamentares
O Protejo – Movimento pelo Tejo anunciou hoje ter pedido audiências aos grupos parlamentares na Assembleia da República, para transmitir “as preocupações dos movimentos de cidadania da bacia do Tejo quanto à política da água em Portugal e Espanha”.
Pedido idêntico foi formulado aos deputados portugueses no Parlamento Europeu.
Notícia a agência Lusa, que o Protejo afirma ter solicitado as audiências na sequência da aprovação da Carta Reivindicativa Ibérica em Defesa do Tejo, subscrita por mais de 70 municípios e organizações de Portugal e Espanha e que servirá de base a uma queixa a apresentar à Comissão Europeia por considerarem que não foi avaliado o impacto do Transvase Tejo – Segura sobre o estado ecológico do rio Tejo.
As organizações, reunidas na Rede de Cidadania por uma Nova Cultura da Água no Tajo/Tejo, consideram que a política de transvases do Tejo em Espanha “conduz a uma deterioração do bom estado das águas e coloca em risco o cumprimento da legislação comunitária na bacia hidrográfica do Tejo em Portugal e Espanha”.
Por isso, querem que a Comissão Europeia promova um estudo de avaliação do impacte ambiental estratégico da política de transvases em Espanha, “tendo especialmente em conta o bom estado das águas e, consequentemente, a capacidade de Portugal e Espanha cumprirem os objectivos da Directiva Quadro da Água em 2015, à semelhança da avaliação que a Comissão Europeia já efectuou sobre o Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroeléctrico do Estado português”.
O movimento quer sensibilizar os deputados e mobilizá-los para a defesa do “direito à água em quantidade e qualidade na bacia do Tejo” e para o combate contra a política de transvases em Espanha.
Entre os seus objectivos está ainda conseguir “a imediata supressão da reserva de 1.000 hm3 para transvases do Tejo prevista no Convénio de Albufeira” e a revisão do regime de caudais definido neste acordo.
--------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Santarém assina acordo de cooperação com Guiné-Bissau
Luísa Féria, Vereadora da Educação da Câmara de Santarém, assinou, no dia 22, um acordo de cooperação com os municípios de Faro, Portimão, Santa Maria da Feira e Vagos, em Santa Maria da Feira, juntamente com a Fundação Evangelização e Culturas (FEC), com o objectivo de melhorar a qualidade do ensino básico e elementar em escolas da Guiné-Bissau.
O projecto tem um custo global de 1,1 milhões de euros, sendo que os cinco municípios aderentes contribuem no total com 5,3% do valor global e cada uma das autarquias contribui, durante os 3 anos do projecto, com uma verba total de cerca de 11.000 Euros.
O principal objectivo do projecto «Djunta Mon – Ensino de qualidade em Português» é promover actividades de agentes locais para o domínio da língua portuguesa e contribuir para a definição de políticas educativas em benefício dos públicos-alvo das zonas do interior da Guiné-Bissau, que abrange as regiões de Bafatá, Cacheu, Tombali, Quínara e Bolama/Bijagós.
Na política de cooperação de Portugal com a Guiné-Bissau, está definido como prioridade sectorial a promoção de acesso sustentável a uma educação de qualidade, com vista a escolarização básica e a formação de competências relevantes para a sociedade, e os municípios de Santa Maria da Feira, Santa Maria de Vagos, de Santarém, de Portimão e de Faro têm desenvolvido trabalho no âmbito da cooperação através de geminações e protocolos de cooperação com cidades europeias e africanas, com vista à promoção de acções concertadas de cooperação, pelo que, no quadro do reforço da melhoria da educação básica na Guiné-Bissau de 2009 a 2012, aderem ao Projecto que também contempla a formação de recursos humanos nas áreas da educação, gestão e administração escolar, a par de equipar as escolas com equipamentos e materiais pedagógicos.
------------------------------------------------

Meteorologia

Vem aí mais frio
As temperaturas vão descer acentuadamente nos próximos dias, principalmente as mínimas, que poderão descer a valores negativos durante a noite, com formação de geadas fortes em algumas regiões ribatejanas.
--------------------------------------------------------

Autarquias

Presidente da Câmara de Benavente quer reunião urgente com Ministra da Saúde
O presidente da Câmara de Benavente anunciou hoje ter pedido uma reunião "urgente" à ministra da Saúde, para lhe transmitir a preocupação do concelho face à carência de cuidados primários de saúde, que pode caminhar "para o desastre".
António José Ganhão (CDU) disse à agência Lusa que perante a ausência de resposta a um pedido de audiência enviado, em Novembro, ao presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, não lhe resta outra saída senão colocar o problema directamente à ministra da Saúde, Ana Jorge.
"Vivemos num concelho com cada vez maior número de habitantes - neste eixo Benavente/Salvaterra de Magos vivem 50.000 pessoas - e não podemos assistir impavidamente à diminuição de cuidados de saúde primários, apesar de conhecermos os esforços para a contratação de médicos para o Serviço de Atendimento Permanente (SAP)", disse o autarca.
Segundo afirmou, as empresas que têm sido contratadas para assegurar o funcionamento do SAP "têm falhado, não funcionam bem", o que está a gerar "muito descontentamento" nas populações.
"Não posso deixar de representar a população e de exigir aquilo a que têm direito. Precisamos encontrar junto da senhora ministra as respostas necessárias", afirmou.
A situação está a gerar o "entupimento" do Hospital de Vila Franca de Xira, cujas instalações assegurou não terem condições nem capacidade para responderem ao acréscimo de procura de situações que nem sequer são urgências.
Na última reunião de Câmara, o autarca admitiu mesmo que a autarquia possa ponderar estabelecer um protocolo com uma cidade cubana, "mas apenas se não tiver outra solução, porque quem governa o país é que tem que tomar decisões adequadas aos problemas".
--------------------------------------------------------

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Autarquias

Arrancou a Auditoria Externa à Câmara de Alcanena
Fernanda Asseiceira, Presidente da Câmara de Alcanena, informou na reunião ordinária do executivo realizada esta tarde, que se iniciou hoje a auditoria externa às contas do Município Alcanenense. A autarca, informou que o trabalho de auditoria em princípio vai incidir na gestão da autarquia desde 2008.
Questionada pelo vereador João Silva (ICA), sobre o apoio e a acção de coordenação das Associações e Colectividades do Concelho, Asseiceira informou que após reunião com as mesmas, vai propor alterações ao modelo de apoios e subsídios às mesmas. Adiantando, que enquadrado nas alterações vai propor a criação de um “Conselho Municipal para as Colectividades”, que substituirá o órgão existente - “Conselho Consultivo”, adiantando ainda, “é nosso objectivo apoiar as associações e colectividades com dinâmicas a apontar para o futuro em vez da base do passado”, afirmou a presidente, lançando o repto ao vereador da oposição para apresentar propostas até final do mês de Janeiro.
Relacionado com os problemas ambientais existentes no concelho, mais em concreto com a bacia do Alviela, o vereador da oposição Marcelino Camacho (ICA), questionou, se a Câmara tem vindo a acompanhar as reuniões relacionadas com o projecto baseado no acordo estabelecido com o Ministério do Ambiente para a resolução do estado actual ambiental no concelho. Fernanda Asseiceira, informou, que está a ser elaborado o projecto e que estão a realizar-se reuniões semanais, com envolvência de todas as entidades, adiantando ainda a edil sobre as descargas que tem vindo a ocorrer para o rio, que tem contactado a AUSTRA sobre a situação, “não acredito na normalidade do Alviela, até à conclusão do projecto para a despoluição total ”, acrescentou.
À margem da reunião, questionámos Fernanda Asseiceira sobre a situação da colocação ilegal dos resíduos tóxicos colocados ilegalmente em Covão do Coelho, no Parque Natural das Serras Aire e Candeeiros que foram denunciados pela comunicação social, onde houve posteriormente intervenção da fiscalização do Ministério do Ambiente. É de conhecimento público, que foi estipulado um prazo por aquela entidade, para que fossem retirados pelo proprietário até ao passado dia quatro do corrente mês de Janeiro, todos os resíduos e respectiva limpeza do espaço afectado. A presidente do executivo, declarou que o Departamento Ambiental da Câmara tem vindo a acompanhar a situação, o qual concluiu que não foi cumprido na íntegra aquele prazo, tendo o município, alertado através de ofício o Ministério do Ambiente para a situação.
Questionada também sobre o estado de conservação das estradas nacionais inseridas no perímetro do concelho, mais concretamente a EN 360 Minde - Fátima, EN 365-4 Alcanena – Malhou e EN- 361 Alcanena – Monsanto, a edil informou que existem projectos para comparticipação do município, adiantando, que há situações pontuais que envolvem intervenção com privados, os quais, decerto, vão originar atrasos nos processos como na generalidade acontece, adiantando ainda, que existem situações que não são da competência do município para as intervenções necessárias, sublinhando o caso da EN Alcanena – Monsanto, que obriga inclusive a um estudo do Impacto Ambiental, por este troço se integrar na área geográfica do PNSAC, “não vislumbro que no corrente ano se iniciem as intervenções naqueles troços rodoviários”, adiantou Fernanda Asseiceira.
------------------------------------------------------------

Cultura

Golegã recebe Seminário “Estudos Superior em Antropologia e Folclore”
Decorre no próximo dia 30 de Janeiro, no Centro de Estudos Politécnicos da Golegã (CESPOGA) o Seminário subordinado à temática Estudos Superior em “Antropologia e Folclore – que respostas a esta necessidade socialmente sentida?” .
O Seminário pretende abordar uma matéria fundamental, de interesse cultural e que, indiscutivelmente, possui implicações no modelo de desenvolvimento regional e nacional.
No seguimento das anteriores Oficinas de Cultura Popular realizadas pelo CESPOGA, desde 2007 e tendo por base o trabalho prático desenvolvido e os contributos académicos e científicos apresentados por diversas individualidades e especialistas neste domínio cultural, concretiza-se uma etapa deste trabalho.
A apresentação do tema central escolhido como Conferência inaugural do Seminário, a cargo do Prof. Henrique Coutinho Gouveia e a participação e debate são contributos estruturantes que muito enriquecerão os trabalhos. Por outro lado, a discussão em ambiente de Oficina, centrada na pertinência de ligação da Academia à Sociedade encontra exemplo na proposta de realização do Curso de Especialização e Pós – Graduação em Património Cultural, Etnografia e Folclore da Escola Superior de Gestão de Tomar, do Instituto Politécnico de Tomar.
A Direcção executiva do Cespoga acredita que é possível fomentar esta e outras iniciativas académicas e científicas, como componentes estratégicas da sua missão institucional, nomeadamente, no âmbito da salvaguarda, valorização e promoção do património cultural e, especificamente, como é o caso, da cultura popular.
Os interessados devem formalizar a sua participação para o cespoga@ipt.pt ou através do telefone: 249 977 309.
Para mais informações consulte o sítio: www.ipt.pt
---------------------------------------------------------------------

Autarquias


Executivo de Ourém visita agrupamentos de escolas
O Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Lopes Perdigão, em Caxarias e o Agrupamento de Escolas de Freixianda foram os primeiros a receber a visita de cortesia e diagnóstico que o executivo municipal se encontra a realizar, com o objectivo de encontrar a estratégia municipal para a educação.
Paulo Fonseca, presidente da edilidade de Ourém, considera que “o que importa é que tenhamos a certeza de que os nossos jovens tenham no futuro uma educação melhor”, pois “os alunos têm o direito de ter boas condições de trabalho e nós temos o dever de as proporcionar”.
Neste contexto falou da transferência de competências para as autarquias, que em Ourém contam com a passagem de 203 funcionários não docentes para a câmara e da criação de uma equipa na Verourém que vai levar a cabo reparações rápidas nas escolas a partir do final do segundo período.
“Os assuntos da educação fazem parte do núcleo duro das preocupações deste executivo”, disse José Alho, vereador do pelouro da educação, que acompanhou a equipa de trabalho.
A próxima visita realiza-se na próxima quarta-feira, dia 27 de Janeiro, aos Agrupamento de Escolas Conde de Ourém e Agrupamento de Escolas de Ourém.
---------------------------------------------------------

Gastronomia


Festival Gastronómico do Magusto regressa a Santarém
O Festival Gastronómico do Magusto está de regresso ao concelho de Santarém entre os dias 13 e 28 de Fevereiro.
O evento que conta com a adesão de dezanove restaurantes da cidade scalabitana. Neste festival destaque para a couve, o feijão, a broa e o azeite, ingredientes essenciais para a confecção do famoso prato ribatejano: magusto. Para acompanhar a receita, bacalhau assado, petingas fritas, carapauzinhos fritos, entrecosto frito, fritada de porco, espetada de vitela mirandesa, filetes de pescada, pastéis de bacalhau, borrego assado, coelho frito, rojões e polvo à lagareiro, entre outros.
À mesa não vão faltar também outros sabores temperados do Ribatejo como os vinhos e os azeites.
-------------------------------------------------------------------

Desporto - Natação

Escola Municipal de Natação de Sardoal organiza “Torneio Jovem Nadador”
Escola de Municipal de Natação de Sardoal vai realizar na Piscina Coberta de Sardoal, pelo terceiro ano consecutivo, o “Torneio Jovem Nadador”.
O evento está agendado para o dia13 de Fevereiro, sábado, com início às 15 horas.
A iniciativa destina-se aos nadadores de ambos os sexos, não federados, com idade entre os 6 e os 18 anos, inclusive.
O regulamento e fichas de inscrição estão disponíveis na Internet, no sítio do Município, www.cm-sardoal.pt
As inscrições deverão ser efectuadas até 10 de Fevereiro de 2010.
-----------------------------------------------

Cultura


Teatro Sá da Bandeira em Santarém recebe Comédia Musical Broadway Station
A Creative Way Europe vai trazer ao Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, no próximo dia 28 de Janeiro, a peça de teatro "Broadway Station". A adaptação e encenação é de Luana Laubeski, com sessões às 9h45, 11h30 e 14 horas.
A peça de teatro "Broadway Station" é uma comédia musical repleta de ritmo, luz, cor e movimento destinada ao ensino escolar e tem como objectivos promover o ensino da língua inglesa através do teatro, melhorar a expressão oral e escrita dos estudantes de inglês, desenvolver novas competências e enriquecimento vocabular da língua inglesa, criar novos hábitos e estilos de vida, assim como estimular o nível cultural dos participantes.
---------------------------------------------------------------------

Religião


O MAAC reflecte sobre o Protagonismo das Crianças e Adolescentes
O MAAC, Movimento de Apostolado de Adolescentes e Crianças realizou este sábado, no Seminário de Santa Joana, em Aveiro dois encontros nacionais: o END, Encontro Nacional de Delegados e o ENFA, Encontro Nacional de Formação de Acompanhantes. Os dois Encontros tiveram por base o lema do corrente ano “ O Agir, o click que te faz bulir! ” e o protagonismo da crianças e adolescentes.
O END, é um encontro de crianças e adolescentes delegados dos seus grupos. Estiveram presentes crianças e adolescentes dos diversos grupos das Dioceses de Aveiro, Braga, Coimbra, Porto, Lisboa, Santarém e Setúbal.
Começou o encontro com apresentação pessoal e dos trabalhos dos seus grupos. O porquê de terem sido escolhidos e escolhidas. Depois foi o que era necessário para ser um bom delegado e em que as crianças e adolescentes disseram que deve ser responsável, pontual, preocupado ou preocupada com os meus amigos e colegas do grupo. Viram também que é importante pedir aos acompanhantes, para lhes entregar no final do Encontro, para os ajudar a serem melhor delegados. Os ajudar, a ensinar a respeitar, a dar oportunidades a serem melhores, os ajudar a se divertirem de forma didáctica, ajudar a superar as dificuldades e os medos.
O ENFA, é um encontro de jovens e ou adultos que acompanham os grupos de crianças e adolescentes. Teve a participação de cerca de mais de três dezenas de acompanhantes das dioceses do continente onde existe MAAC.
Aqui reflectiu-se sobre como promover o protagonismo das crianças e adolescentes no MAAC. Assim, neste encontro os acompanhantes puderam conhecer-se melhor e descobrir que, apesar das diferenças a nível das realidades socio-culturais e da experiência de estar com grupos, existem valores, sentimentos, dificuldades e alegrias partilhadas.
Identificaram, também, algumas das características essenciais que um acompanhante do MAAC deve possuir ou desenvolver, tais como: a disponibilidade para escutar e conhecer cada criança do seu grupo, a persistência e o acreditar nas crianças/adolescentes, o estar com as crianças/adolescentes como um amigo, o respeitar e saber valorizar o modo de expressão e de participação de cada criança no grupo, ser coerente na vida com os princípios cristãos e do MAAC.
Neste encontro houve a oportunidade de falar sobre as dificuldades sentidas para promover o protagonismo das crianças/adolescentes e, ainda, de pôr em comum algumas metodologias facilitadoras. Uma delas, é o Caderno de Vida do acompanhante, um importante instrumento para estar atento à marcha do grupo, o conhecer melhor e fazer um caminho pessoal de aprendizagem e de conversão com as crianças e adolescentes. Uma ideia forte que saiu do ENFA, foi que o significado de protagonismo das crianças e adolescentes tem que ser centrado nas mesmas, para que se descubram a si mesmas. Sentir que as ideias das crianças e adolescentes são escutadas e respeitadas e postas em prática, e assim se levarem à sua transformação pessoal e do meio onde estão inseridas. Enquanto que o protagonismo das crianças e adolescentes em geral é “fogo de vista”.

----------------------------------------------------------------------------------------

domingo, 24 de janeiro de 2010

Desporto - Futebol

Alcanenense venceu no Cartaxo
O Atlético Alcanenense foi a terras de Cartaxo alcançar uma vitória (0-1) perante a equipa da cidade cartaxense, na jornada deste fim-de-semana do Campeonato da Divisão Principal da Associação de Futebol de Santarém. O Torres Novas viajou até terras do Pego, onde alcançou três pontos, já que venceu a equipa da casa por 1-2.
Em Riachos, o Atlético local, arrancou uma vitória por duas bolas sem resposta perante o Almeirim.
Mais a sul, o Fazendas de Almeirim não conseguiu ultrapassar o Mação, consentido um empate na uma bola no seu reduto. Na cidade do Nabão, o União de Tomar venceu facilmente o Ouriquense por 4-0, enquanto o Amiense bateu o Alferrarede por 3-1.
--------------------------------------

Desporto - Futebol

Fátima perdeu em Oliveira de Azemeis
O Desportivo de Fátima perdeu esta tarde em Oliveira de Azemeis perante a Oliveirense por uma bola a zero, em jogo em atraso da 12ª jornada da Liga de Honra.
Próxima Jornada (17ª):
- Quinta-feira, 28 Jan:
Beira-Mar - Portimonense, 20:15 (SportTV)
- Domingo, 31 Jan:
Varzim - Feirense, 11:15 (SportTV)
Estoril-Praia - Oliveirense,
Desportivo Chaves - Desportivo Aves,
Freamunde - Sporting Covilhã,
Santa Clara - Penafiel,
Gil Vicente - Carregado,
Trofense - Fátima.
-----------------------------------------------------

Desporto - Futebol

Monsanto baqueou perante o Eléctrico
O Monsanto perdeu por 0-2 com o Eléctrico na 16ª jornada do Campeonato da II Divisão, Série Centro, descendo para a 12ª posição da tabela classificativa.
Resultados:
Marinhense - Tourizense, 0-1
Académico Viseu - União Serra, 2-2
Pampilhosa - Esmoriz, 4-0
Monsanto - Eléctrico, 0-2
Praiense - Vitória Pico, 1-1
Arouca - Tondela, 1-1
Operário - Sertanense, 1-2
Mafra - Oliveira Bairro, 3-2
Classificação:
1 TOURIZENSE 31 Pontos
2 PAMPILHOSA 31
3 ESMORIZ 27
4 TONDELA 27
5 PRAIENSE 26
6 OPERARIO 24
7 AROUCA 23
8 MAFRA 22
9 UNIÃO SERRA 20
10 SERTANENSE 20
11 MARINHENSE 19
12 MONSANTO 19
13 ACADEMICO VISEU 19
14 ELÉCTRICO 17
15 OLIVEIRA BAIRRO 14
16 VITORIA 10
Próxima Jornada:
Oliveira Bairro - Marinhense
Tourizense - Académico Viseu
União Serra - Pampilhosa
Esmoriz - Monsanto
Eléctrico - Praiense
Vitória Pico - Arouca
Tondela - Operário
Sertanense - Mafra
--------------------------------------------------------

sábado, 23 de janeiro de 2010

Política



Imagem:A.Anacleto
----------------------------------------------
Jerónimo de Sousa participou esta tarde em Tomar numa acção de solidariedade social para com os trabalhadores do distrito

O secretário-geral do PCP declarou-se hoje convencido de que, “se puder”, o Governo irá aumentar impostos, em concreto o IVA, “em nome do combate ao défice”, podendo ser este “o ponto de divergência com a direita”.
Jerónimo de Sousa, que hoje participou, em Tomar numa acção de solidariedade para com os trabalhadores do distrito de Santarém, disse que, em matéria de Orçamento de Estado, era “inevitável” que, “no que é estruturante”, houvesse um acordo à direita.
Para o secretário-geral do PCP, com as pressões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para que haja um aumento “do imposto mais cego, que atingindo todos, atinge sempre mais alguns, quem menos pode”, o IVA, o Governo se encontra “numa encruzilhada”.
“Não sabemos se vai acontecer, apesar dessa velha receita do FMI. Pode ser aqui o ponto divergência com a direita. Mas, se puder, o Governo fá-lo-á, em nome do combate ao défice, da dívida pública, coisa que nunca os preocupou durante quatro anos”, afirmou.
Jerónimo de Sousa sublinhou que, apesar de “divergências de opinião” do “parceiro ou dos parceiros” (PSD e CDS) que venham a ser escolhidos pelo Governo socialista para viabilizar o orçamento, “no que é estruturante” os três partidos estão de acordo.
“A direita vai ter o seu orçamento”, disse o secretário-geral do PCP, criticando a “grande encenação do apelo ao diálogo com todos”.
“A forma como estão a decorrer as negociações entre o PS e os partidos de direita é a prova provada que o convite para o diálogo com todos os partidos era pura encenação, para encobrir o desejo de prosseguir a política de direita de defesa dos interesses dos grandes grupos monopolistas que continuam a determinar as orientações essenciais das políticas económicas orçamentais”, afirmou.
Para Jerónimo de Sousa, mais do que um “beija-mão” ao primeiro-ministro, José Sócrates, pelos líderes do PSD, Manuela Ferreira Leite, e do CDS, Paulo Portas, estes estão “obrigados ao beija-mão ao poder económico”, sendo o Orçamento de Estado um “instrumento fundamental que define e direcciona essas políticas”.
“As alianças, acordos e entendimentos, formais ou tácitos, entre PS e CDS e PS e PSD são a nova fórmula de uma presidencial ‘concertação estratégica’ dos que nas últimas três décadas conduziram o país à situação de atraso, à sujeição e à voragem pelas ‘aves de rapina’ do grande capital nacional e internacional”, disse.
Na sessão em que participou em Tomar, no âmbito da campanha nacional que o partido está a desenvolver sob o lema “Lutar contra as injustiças, exigir uma vida melhor”, Jerónimo de Sousa ouviu os testemunhos de dois trabalhadores de duas empresas do concelho que se encontram em processo de insolvência.
António Basílio, um dos 200 trabalhadores da IFM/Platex, relatou as acções de luta que têm vindo a desenvolver para tentar salvar uma empresa que exportava 60 por cento do contraplacado que produzia e que foi sempre declarada como sendo viável.
Um dos 300 trabalhadores da construtora João Salvador, Francisco Lopes, subiu também ao palco do auditório da Biblioteca Municipal de Tomar para manifestar incompreensão com o processo que levou a empresa à insolvência e que o deixou com 11 meses de salários em atraso.
*Lusa
------------------------------------------------------

Política

Secretário-geral do PCP solidário com trabalhadores do distrito de Santarém com problemas sociais
O PCP está a desenvolver uma Campanha Nacional sob o lema «Com o PCP, Lutar contra as injustiças, exigir uma vida melhor», que decorrerá até ao final de Março. No quadro das diversas iniciativas que serão promovidas no distrito de Santarém, o secretário-geral do PCP desloca-se a Tomar este sábado, 23 de Janeiro, estando presente, a partir das 15h30, no auditório da Biblioteca Municipal, para participar numa sessão pública de solidariedade com os trabalhadores do distrito atingidos por graves problemas sociais.
----------------------------------------------------------------

Autarquias

Município Torrejano promove “Biblioteca de Leste”
A Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes irá desenvolver, a partir de dia 30 de Janeiro, oficinas de Português para estrangeiros e de Russo para portugueses.
As oficinas vigorarão até Março de 2011 e terão como objectivo principal a democratização das assimetrias interculturais no acesso à cultura, à informação e à leitura.
O projecto, co-financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, tem como público-alvo a comunidade imigrante residente no município de Torres Novas e nos concelhos limítrofes.
As inscrições encontram-se abertas. As oficinas funcionarão quinzenalmente, aos sábados, estando abertas inscrições até ao dia 27 de Janeiro, através do telefone 249 810 310 ou para o correio electrónico biblioteca@cm-torresnovas.pt.
A participação é gratuita, estando limitada a 20 pessoas por oficina. As oficinas serão apresentadas dia 30 de Janeiro, às 11 horas.
------------------------------------------

Autarquias

Executivo da Câmara de Alcanena reúne esta segunda-feira
Com diversos assuntos em agenda, o executivo da Câmara de Alcanena vai reunir ordinariamente e em sessão pública, na próxima segunda-feira, dia 25 de Janeiro, a partir das 15:00h, no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho.
----------------------------------------------------------

Autarquias

Câmara de Tomar atribui subsídios a estudantes do concelho
O Município de Tomar aprovou a atribuição de 13 bolsas de estudo a alunos do concelho que frequentam o ensino superior e que se encontram nas situações definidas em regulamento. Estes subsídios constam do plano de medidas de combate à crise, aprovado no princípio do ano passado pelo executivo municipal.
Rosário Simões, vereadora responsável pela área da Educação, sublinha a importância desta medida. ”A Câmara de Tomar tem de viabilizar a frequência do ensino superior aos alunos que, tendo aproveitamento, não tem condições de prosseguir os estudos." Para a vereadora, "mais que uma bolsa de estudo está em causa o incentivo à formação superior de alunos do concelho. Para Tomar é um dos mais importantes investimentos."
Das 56 candidaturas recebidas pelos Serviços de Acção Social da autarquia propôs-se a atribuição de 13 bolsas de estudo (12 de 1.º Ciclo – Licenciatura e uma de 2.º Ciclo – Mestrado).
Em causa está um valor de 1.625 euros mensais, a atribuir pela autarquia, os respectivos retroactivos a partir de Outubro do ano passado.
A autarquia garante o acompanhamento até que estes alunos terminem o curso e garante ainda a bolsa agora atribuída, também até ao final do curso. De ressalvar que este acompanhamento acontece a todos os que se mantiverem nas condições que justificaram a atribuição da bolsa.
------------------------------------------------------------------------

Cultura

Tomar e Alcobaça juntos pela arte contemporânea
Na última reunião da Câmara de Tomar, foi aprovado o protocolo entre o Museu Municipal João de Castilho – Núcleo de Arte Contemporânea e o Armazém das Artes – Fundação Cultural.
O Armazém das Artes foi inaugurado em 2007, é uma instituição fundada por José Aurélio, o escultor representado no Núcleo de Arte Contemporânea e que expôs recentemente na Galeria dos Paços do Concelho.
O Armazém está localizado no centro de Alcobaça e exibe colecções de máquinas, ferramentas, instrumentos de medida e precisão dos séculos XIX e XX que inspiraram o artista. Pertence-lhe também uma significativa colecção de arte contemporânea reunida sobre as relações de amizade e companheirismo entre o fundador e os artistas da sua geração. Muitos deles figuram no Núcleo de Arte Contemporânea.
Em causa está a colaboração na realização de eventos de natureza cultural, nomeadamente conferências, exposições temáticas e outras iniciativas de interesse mútuo que possam qualificar e ampliar a intervenção da Fundação.
------------------------------------------------------

Sociedade

Câmara de Tomar apoia família de Fontainhas
A Câmara de Tomar vai apoiar família de Fontainhas, na freguesia de Paialvo, cuja habitação sofreu um incêndio no passado dia 18 de Dezembro, no qual ficaram destruídos os principais espaços da casa. A decisão foi tomada ontem, 21 de Janeiro, em reunião de Câmara.
Considerando a situação de carência em que se encontra a família, consequência deste acidente, para além do quadro de baixo salário e da invalidez de um dos membros do casal, os Serviços de Acção Social da autarquia propuseram que esta família fosse apoiada.
De assinalar que este pedido de apoio que hoje se delibera teve o acompanhamento técnico destes serviços, que fizeram também o levantamento das necessidades de intervenção na habitação desta família.
A vereadora da Acção Social, Rosário Simões, propôs que a autarquia compre os materiais, no valor de 2000 euros, a entregar ao presidente da Junta de Paialvo. A vereadora defendeu ainda a isenção de taxas e licenças para a realização das referidas obras.
---------------------------------------------------------------

Vida Artística

Artistas de Sardoal lançam CD’s
Ricardo Constantino, conhecido nos meios artísticos do hip-hop por “Vipe Mc”, lançou recentemente o seu primeiro disco de originais, intitulado “As Sessões do Livro Negro”. O álbum integra 20 temas, todos com música, letra e arranjos da sua própria criação. A edição é do autor e foi efectuada num estúdio montado pelo cantor e compositor. Para quem gosta deste género musical, o disco é uma agradável surpresa.
Entretanto, o Rancho Folclórico “Os Resineiros” de Alcaravela, também lançou um registo discográfico, onde reúne os 17 temas mais emblemáticos do seu reportório. A respectiva gravação foi efectuada no auditório do Centro Cultural Gil Vicente, pelo estúdio móvel de gravação da editora “Ideal Voice”. “Os Resineiros” foram fundados em 1977 e os temas que cantam e dançam são fruto de uma completa recolha sobre a etnologia local.
De igual modo, o fadista sardoalense Victor Manuel lançou o seu segundo disco, genericamente designado “É este o meu fado”. Este trabalho integra 14 temas, muitos deles da sua autoria, e já foi apresentado ao público em Novembro último, num espectáculo realizado no Centro Cultural Gil Vicente. Victor Manuel é acompanhado à guitarra por Fernando Silva e à viola por Paulo Feiteira. O cantor exerce a profissão de taxista, em Lisboa, onde é cartaz habitual nas suas casas de fado.
-----------------------------------------------------------------

Cultura

“Exposição #04” vai ser inaugurada na cidade do Nabão
Vai decorrer no próximo dia 27 de Janeiro, pelas 18.00h, a inauguração da Exposição #04, patente na Galeria do Centro de Arte e Imagem do IPT, nas instalações da Avenida Cândido Madureira, em Tomar, até ao dia 28 de Fevereiro.
Esta Exposição Colectiva é composta por trabalhos de quatro alunos dos Cursos de Artes Plásticas – Pintura e Intermédia e de Fotografia, desenvolvidos durante os dois últimos anos, no âmbito das disciplinas de Projecto, dos respectivos cursos.
Os alunos Cláudia Santos, Nelson Soares, Susana Ribeiro e Vânia Silva, desenvolveram um projecto expositivo que articula diversos media em torno de uma ideia de memória e de identidade geracional.
A fotografia surge aqui, por um lado, enquanto modelo de convocação de memória, recorrendo a álbuns de família como princípio gerador do trabalho e, por outro, como modelo de organização e catalogação de materiais, permitindo a edificação e/ou reconstrução do passado.
---------------------------------------------

Autarquias

Município de Alcanena promove projecto “Alviela Radical”
No próximo dia 31 de Janeiro irá realizar-se o primeiro evento de uma nova iniciativa, do Sector de Desporto, Juventude e Tempos Livres do Município de Alcanena.
Para além da divulgação do Desporto Natureza no Concelho, pretende-se promover a Praia Fluvial dos Olhos de Água e as excelentes condições naturais de toda a zona envolvente às Nascentes do Rio Alviela.
As actividades irão decorrer entre Janeiro e Junho de 2010 e incluem desafios de BTT, Orientação, Tiro com Arco e Slide, proporcionando a toda a população o contacto com a natureza.
-------------------------------------------

Ambiente


Escola EB1 nº 4 de Chainça hasteia Bandeira Verde
Alunos e professores da escola EB1 nº 4 de Chainça, concelho de Abrantes, hastearam no dia 20 de Janeiro a Bandeira Verde, galardão atribuído no âmbito do programa “Eco-Escolas”, em reconhecimento pelas boas práticas ambientais.
A cerimónia decorreu em ambiente de muita animação, no exterior do edifício que acolhe esta escola temporariamente, numa das casernas da Escola Prática de Cavalaria (EPC). A escola convidou para este acto o Comandante da EPC, a Presidente da Câmara de Abrantes, o Presidente da Junta de Freguesia de S. Vicente (Aníbal Melo), o Director do Agrupamento de escolas D. Miguel de Almeida (Jorge Beirão) e um representante da Associação de Pais.
Orgulhosos por verem as suas boas práticas ambientais reconhecidas, os alunos das várias turmas leram textos alusivos à defesa do ambiente e cantaram “em primeira mão” um tema musical, “os amigos do ambiente”, com letra dos professores titulares e música do professor das actividades curriculares.
Depois da execução de campanhas de sensibilização, da realização de um filme sobre ambiente, entre outras acções, os alunos desta escola constituíram brigadas para o controlo dos desperdícios energéticos, preparando-se agora para darem continuidade ao “compromisso” de defenderem o ambiente.
Maria do Céu Albuquerque agradeceu aos alunos o seu contributo para a melhoria do desempenho ambiental e sensibilizou-os a “passarem o testemunho” das boas práticas ambientais junto das famílias e dos amigos.
Recordamos que seis escolas do concelho foram distinguidas com o galardão “Eco-Escolas 2009, atribuídas pela Associação Bandeira-Azul da Europa. As escolas galardoadas, e com bandeira hasteada, foram as EB1/Jardim-de-Infância de Alferrarede (nº 2), EB1 nº 4 de Abrantes, secundária Dr. Solano de Abreu, Agrupamento Escolar do Tramagal, escola D. Miguel de Almeida e secundária Dr. Manuel Fernandes. Parabéns a todos!
No ano lectivo 2009/10 estão inscritas 16 escolas do concelho de Abrantes no programa Eco-Escolas.
----------------------------------------------------

Cultura

Câmara de Santarém apresenta candidatura da Gruta do Algar do Pena às “7 Maravilhas Naturais de Portugal”
A Gruta do Algar do Pena está situada no carso profundo do Parque Natural da Serra de Aires e Candeeiros, na freguesia de Alcanede, concelho de Santarém e permite observar a natureza num esplendor único.
Esta Maravilha da Natureza foi acidentalmente descoberta em 1983, durante uma operação de extracção de pedra, tendo actualmente a maior cavidade sala conhecida no País. É composta por um poço vertical de 35 metros (algar) que conduz a uma sala gigantesca de 105 mil metros cúbicos.
No local está instalado o Centro de Interpretação Subterrâneo, um dos melhores locais para compreender os segredos das grutas, dos mecanismos de circulação subterrânea das águas e dos perigos a que este ambiente está sujeito.
No seu interior, a vista expande-se numa vasta paisagem subterrânea de formas tão variadas quanto invulgares, através da enorme profusão de concreções – estalactites e estalagmites.
Vítor Gaspar, vereador com o pelouro do Turismo da Câmara de Santarém salienta que “a nomeação da Gruta do Algar do Pena para este Concurso, revela a grandiosidade e exemplaridade desta Maravilha da Natureza, que, independentemente dos resultados do Concurso, é certamente uma das mais belas do património espeleológico Português”.
A Gruta do Algar do Pena está nomeada para o Concurso «7 Maravilhas Naturais de Portugal», entre centenas de locais de Norte a Sul do País, Açores e Madeira.
O concurso integra sete categorias: Zonas Marinhas, Zonas Aquáticas Não Marinhas, Grutas e Cavernas, Praias e Falésias, Florestas e Matas, Grandes Relevos e Áreas Protegidas, sendo que a Gruta do Algar do Pena integra a categoria Grutas e Cavernas.
A lista de candidaturas vai ser analisada por um painel de 77 especialistas que vão eleger 77 candidatos - 11 por categoria - cuja revelação será feira a 07 de Fevereiro.
A 7 de Março são anunciados os 21 locais finalistas - três por categoria, que vão ser submetidos a votação pública até 07 de Setembro, mês da divulgação das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.
A New 7 Wonders Portugal® arrancou em Novembro com a iniciativa que vai eleger em 2010 as “7 Maravilhas Naturais de Portugal®”. Esta eleição antecipa a campanha mundial para eleger as “7 Maravilhas da Natureza®”, em 2011, sendo por isso um projecto pioneiro, que coloca os olhos do mundo nas imensas belezas naturais de Portugal.
A eleição das “7 Maravilhas Naturais de Portugal®” pretende sensibilizar os portugueses para a necessidade de preservar o património natural do nosso País.
Tendo em conta que 2010 é o Ano Internacional da Biodiversidade, este projecto vem reforçar um movimento ambientalista que cresce a nível global e pretende ser uma referência no contributo para a sustentabilidade ambiental no nosso País.
Segundo Bernard Weber, criador deste movimento global e presidente da New 7 Wonders Foundation, “se queremos salvar alguma coisa, primeiro precisamos de saber apreciá-la realmente”. Divulgar e preservar o património natural são hoje uma prioridade a nível mundial.
No dia 8, foram divulgados pela New 7 Wonders Portugal os 323 locais candidatos a “7 Maravilhas Naturais de Portugal”, bem como a parceria institucional com o Ministério do Ambiente, Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, Liga para a Protecção do Ambiente, Quercus, GEOTA e National Geographic Portugal.
---------------------------------------------------